X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

Loja Ibox28

JPS Racing

Clique e saiba mais

> Colunas > Nutrição Esportiva

Preparação Física e Nutricional para Pilotos Experientes
Publicado em: 27/07/2018

Atletas das classes MX4 e MX5 devem ter uma atenção especial para neutralizar o excesso de radicais livres 
Redação MotoX.com.br - Por Bernardo Starling - Fotos: Maurício Arruda e Reprodução Facebook John Dowd


Milton "Chumbinho" Becker

Com o passar dos anos, naturalmente a performance do atleta vai caindo, muito em parte por uma questão hormonal, onde a maioria dos hormônios que estimulam a recuperação e a capacidade atlética vão diminuindo. Isto é facilmente percebido pelos atletas das categorias MX4 e MX5, quando a recuperação após uma competição se torna mais lenta e até mesmo a perda de massa muscular se faz presente. Como exemplo claro, temos uma diminuição natural dos níveis de hormônio do crescimento e testosterona nestes pilotos.

+ Veja também mais de 30 artigos no Guia MotoX de Preparação Física

Atualmente, o principal fator que é associado a esta queda de rendimento é o nível mais alto de radicais livres gerado no corpo dos atletas de idade mais avançada. Como dito no primeiro capítulo desta coluna "Periodização Nutricional no Motocross", estes radicais livres são importantes para a resposta positiva que o exercício irá gerar, porém o seu excesso não será benéfico. Quanto mais bem treinado o atleta, melhor o corpo irá neutralizar o excesso destas substâncias, e aqui podemos ter como exemplo pilotos como John Dowd, Ryan Hughes e Milton "Chumbinho" Becker, que mesmo em idade mais avançada que outros pilotos ainda conseguiram competir e ainda competem de igual para igual, por terem preparações físicas e nutricionais excepcionais.

De fato, com o envelhecimento conseguimos cada vez menos combater os radicais livres e com isto uma atenção especial deve ser dada a este atleta.


Esquema demonstrando que o excesso de Radicais Livres (ROS) no atleta mais velho (OLD) acaba por não aumentar o número de mitocôndrias, caso este não seja neutralizado
 
As melhores substâncias e alimentos para o combate dos Radicais Livres são:
Antocianidinas - Encontrada em grande quantidade nas frutas vermelhas e roxas.
Beterraba - Na forma de suco, apresenta boa capacidade reparadora após treinamento.
Quercetina - Muito encontrada na cebola e na maçã.
Ácido Lipoico - Suplementação. De forma geral 500mg ao dia para ser interessante.
AcetilCisteína - Suplementação, 600mg ao dia.
Chás - utilizar diariamente, de preferência infusão feita a partir das folhas e sem açúcar.

Além disto, o nosso próprio corpo apresenta um arsenal antioxidante para combater os Radicais Livres, mas para isto é necessário algumas vitaminas minerais, que são:
Selênio - Encontrado na castanha do Pará.
Cobre e Ferro - Encontrado nas carnes e feijão.
Manganês - Grãos integrais, castanhas e abacaxi.


John Dowd

Assim, o atleta que busca um melhor rendimento deve incluir estes alimentos e também chás e sucos, por exemplo de beterraba com laranja, em seu dia-a-dia e principalmente na semana de competições.

Acompanhe nossas dicas de nutrição e comportamento nas páginas do Instagram e Facebook.

*Para mais informações sobre artigos e literatura utilizada neste artigo entre em contato pelo e-mail: contato@bernardostarlingnutricao.com.br

Bernardo Starling é ex-piloto, campeão mineiro de motocross e supercross, nutricionista pós graduado em nutrição ortomolecular e nutrigenômica, mestre e professor em bioquímica.
bernardostarlingnutricao.com.br
facebook.com/bernardostarling.nutricionista
bernardo.starling (Instagram)

Referências:
VIÑA, Jose et al. Exercise: the lifelong supplement for healthy ageing and slowing down the onset of frailty. The Journal of physiology, v. 594, n. 8, p. 1989-1999, 2016.

GOMEZ-CABRERA, Mari Carmen et al. Redox modulation of mitochondriogenesis in exercise. Does antioxidant supplementation blunt the benefits of exercise training?. Free radical biology and medicine, v. 86, p. 37-46, 2015.




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet