fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Colunas > Direto dos EUA - Edu Erbs

Um ano surpreendente
Publicado em: 05/08/2015

Quantas surpresas 2015 ainda reserva?
Redação MotoX.com.br: por Eduardo Erbs - Fotos: DC Shoes / Divulgação


Nada pode ser comparado com Robbie Maddison surfando Teahupoo, uma das ondas mais aterrorisantes do planeta, de moto

Este ano tem sido um tanto supreendente para o nosso esporte, de uma forma negativa e de algumas muito positivas. Quando essa frase me veio à mente, realmente ainda não havia me dado conta de tudo o que já aconteceu em 2015, como o afastamento de James Bubba Stewart das pistas e a negação de seu apelo, Davi Millsaps sendo despedido da Factory Kawasaki, Ryan Dungey conquistando o primeiro título de Supercross pela KTM e os recordes que ele vem batendo a cada final de semana, a rápida acensão e a dura queda de Ken Roczen na temporada, a aposentadoria adiantada de Ryan Villopoto, as drásticas perdas de nomes como Max Nagl, Clement Desalle e Antonio Cairoli nos GPs e a surpresa de Romain Febvre.


Durante o aperfeiçoamento deste audácioso projeto dezenas de motos foram destruídas
Mas, realmente, na minha opinião, nada pode ser comparado com a inteligência, frieza e audácia do australiano Robbie Maddison, de surfar com sua KTM 250SX uma das ondas mais fortes e aterrorisantes do planeta, Teahupoo, que significa nada mais que "O fim do caminho".

Além das belas imagens e do incrível vídeo produzido pela DC Shoes, é muito interessante ler sobre o processo de idealização, criação e aperfeiçoamento do projeto, que começou com base em uma velha CR 500 e destruiu em torno de 30 a 40 motos, entre muito aprendizado, novas experiências e muita frustração.

No final das contas, Robbie Maddison realizou algo que até então parecia impossível e que mesmo com algumas imagens sendo lançadas cedo, passou despercebido para o público, pois elas são tão surreais que parecem ter sido criadas no Photoshop. Mas o nosso Evel Knievel dos tempos modernos nos mostra que basta sonhar, acreditar e se preparar que as coisas realmente acontecem.

Vídeo:




O Millsaps da KTM/BTOSports Team será aquele de 2013 ou o de 2015?
Outra notícia, talvez não tão incrível, mas bastante interessante, foi a contratação de Davi Millsaps pela KTM/BTOSports Team. Em primeiro lugar, a saída do piloto da Kawasaki foi realmente estranha, e se ele estiver realmente envolvido com qualquer substância ilícita no esporte, isso pode acarretar uma série de problemas para o time e patrocinadores. Além disso, não é segredo que além de sérias fraturas, outro motivo pelo qual Millsaps não alinhou no gate na maior parte de 2014, é que ele não tinha tido uma ótima conexão com as KTM, salvo que este novo modelo tem características bastante diferentes dos anteriores. Por último, foi no mínimo lamentável a campanha dele no Monster Energy Supercross. Mas, no final das contas, a pergunta é, quem vai aparecer na temporada 2016, o Millsaps de 2013 (que brigou pelo título do Supercross) ou o de 2015 (que teve um desempenho decepcionante)? Acho que só o tempo nos dirá!

Enquanto a Silly Season americana vem nos pegando de surpresa, na Europa os times não estão esperando para garantir as próximas temporadas. Depois do anúncio de Romain Febvre e Jeremy Van Horebeek pela Yamaha, a Honda acabou anunciando cedo também a parceria com Tim Gajser por mais quatro anos.

Ainda com foco em Gajser, que no momento atua como um dos favoritos ao título da MX2, depois de Jeffrey Herlings cometer outro erro e jogar fora mais um Campeonato Mundial. Apesar de tudo, um pouco de azar de Gajser e um impressionante segundo lugar do letão Pauls Jonass, fizeram a KTM sacodir um pouco a falta de sorte deste ano conseguindo manter a liderança do campeonato na classe.


Shaun Simpson está nas manchetes após duas vitórias convincentes nas areias de Lommel

Shaun Simpson é um veterano que ultimamente está nas manchetes do mundo motociclístico, primeiramente por anunciar algumas semanas atrás que competirá na famosa pista de Unadilla, aqui nos Estados Unidos, neste final de semana, e além disso, depois de confirmar um apoio oficial da KTM para 2016, o britânico surpreendeu com duas vitórias convincentes nas areias de Lommel, quebrando a hegemonia de Romain Febvre, que lidera o campeonato absoluto até então.


Gaultier Paulin é um dos pilotos confirmados no forte time francês do Motocross das Nações
Falando nos franceses, esta semana a comissão técnica anunciou o time oficial para os Motocross das Nações 2015. Ele será formado por Romain Febvre, Gaultier Paulin e Marvin Musquin, como esperado. Com Febvre atualmente no topo do Mundo, Gaultier Paulin com seu ótimo histórico no evento e Marvin Musquin fazendo a sua corrida de despedida nas 250cc, e ainda por cima correndo em casa, vai ser difícil batê-los!

Outro time que estou um tanto curioso é o da Grã-Bretanha. Tommy Searle está tendo um dos piores anos da sua carreira, enquanto Max Anstie e Shaun Simpson vêm com tudo depois de dominarem o GP belga e, este final de semana, Dean Wilson faz o seu retorno às pistas, a bordo de sua Red Bull Factory KTM. Retorno que ao meu entender está até sendo um pouco antecipado, pelo fato do piloto ter obrigações contratuais com certos patrocinadores de completar pelo menos seis provas este ano, e quem sabe, dependendo dos seus resultados, ele possa assumir o terceiro posto do time britânico.

Vídeo:



Outras curiosidades da semana:


Retorno de Clement Desalle durou pouco, quase nada
- Enquanto o Mundial de Motocross vai perdendo algumas provas, como no caso do Brasil, outros países vêm ganhando espaço para as próximas edições do campeonato, e um deles é a Suíça que foi confirmada na temporada 2016.

- Antonio Cairoli até então é o único piloto confirmado na Factory Red Bull KTM em 2016, e com Ken De Dycker ameaçando pendurar as botas, quem sabe Tommy Searle renove com o time, que ainda teria uma vaga aberta.

- Tyla Rattray também está dando adeus ao esporte depois de mais uma difícil temporada na Europa.

- Ryan Villopoto compareceu ao GP de Lommell neste final de semana para se despedir dos fãs europeus e para marcar presença no lançamento oficial da nova KX450F 2016.

- A Husqvarna também está usando esta semana para mostrar a linha de motocross 2016, mas o lançamento para a mídia será feito na tradicional pista de Budds Creek em Maryland na costa leste americana.

- Clement Desalle confirmou que está fora até o final da temporada 2015, depois de reagravar o problema no ombro em Lommel. O belga tem cirurgia marcada para as próximas semanas e espera uma recuperação completa até o início da temporada 2016.

- O veterano Kevin Strijbos está de contrato assinado por mais dois anos com a Rockstar Energy Suzuki MXGP Team. Como adiantei na coluna anteior, rumores indicam que Stefan Everts possa vir a ser o novo dono do time, que tem como principal piloto, neste momento, Clement Desalle, mas ele deve partir para ocupar a vaga de Villopoto na Kawasaki em 2016.

Frase da semana
"Strength is the product of struggle, you must do what others don't to achieve what others wont".
Henry Rollins







Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet