fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Colunas > Direto dos EUA - Edu Erbs

Supercross define campeões antecipados
Publicado em: 18/04/2015

Etapa de Houston define títulos da 450 e 250 Oeste do Monster Energy AMA Supercross 2015
Redação MotoX.com.br - Por Edu Erbs - Fotos: Simon Cudby / Divullgação


Pit Beirer e Ryan Dungey


Ryan Dungey
Depois de uma semana de folga mais que merecida, o Monster Energy AMA Supercross voltou a pegar fogo em Houston, coroando dois campeões por antecipação. Para começar, Cooper Webb, campeão da 250 Oeste, que aproveitou a ausência do principal adversário, Jessy Nelson, que se recupera de uma concussão. Webb, mais uma vez, dominou. Shane McElrath compareceu ao pódio pela segunda vez consecutiva e Malcolm Stewart, depois de uma dura noite, acabou completando o pódio com a terceira posição.

Webb, claramente, mereceu o título, especialmente pelo fato de que algumas das principais estrelas da categoria não brilharam, para ser mais exato. Falo de Josh Hill, Tyler Bowers, Malcolm Stewart e Jesse Nelson.

Houston também foi marcada pela festa laranja, com protagonismo de Ryan Dungey, que fez história, conquistando o primeiro título da KTM na classe principal do esporte. Nada mais, nada menos, que o chefão, Pit Beirer, esteve lá pra celebrar a vitória do piloto e não perder tempo em estender o contrato do seu campeão por mais dois anos.

É claro que, mais uma vez, alguns dos fãs fazem a pergunta: e se Villopoto estivesse lá? Esta é uma pergunta que jamais poderá ser respondida, mas como se diz por aqui: "You gotta be in it, to win it!" (Você tem que estar lá se quiser vencer). Villo decidiu terminar a carreira na Europa, e nomes como Roczen, Tomac, Millsaps, Reed e Canard não podem ser simplesmente esquecidos.


Cooper Webb é o campeão da 250 Oeste

Com certeza, Dungey parece mais sólido e rápido do que nunca; seja a razão disso, o fruto da nova parceria com Aldon Baker, seja a nova KTM 450 SX-F ou ainda o puro desejo e determinação do piloto. Sem dúvida alguma, ele mereceu o título e, geralmente sendo tratado como um "outdoor specialist", vai dar o que falar daqui a um mês, quando começa o Lucas Oil AMA Motocross Championship.


Cole Seely comemora sua primeira vitória com a equipe Honda


Pista de Houston
Fiquei extremamente feliz com a vitória de Cole Seely, pois tive o prazer de conhecer o piloto em um nível social em algumas ocasiões e é impressionante a humildade para um piloto deste nível. Durante o show na TV, a repórter perguntou a Cole o que ele precisaria para sair de Houston com a vitória e a sua resposta foi "um pouco de sorte", que veio por intermédio de uma má largada de Tomac e Dungey, que o piloto conseguiu capitalizar e transformar em uma vitória. Parabéns, Cole!

Achei bastante interessante o formato da pista desta semana, que apesar de ter ficado um pouco curta e ter um layout até "fácil" se compararmos com outras provas deste ano, a ideia da largada foi fenomenal. Para quem não assistiu (ou ainda não percebeu) a largada era no sentido contrário da pista, levando os pilotos à primeira reta com sequência de saltos ainda no sentido contrário do resto da corrida, os direcionando para uma longa "chicane", que retornava ao sentido original da pista para o resto da prova.

Realmente aprovo mudanças e acho muito positivo pro esporte terem entidades criativas como a Dirt Wurx, e também o grau de aceitação da Feld Motorsports à ideias novas que possam vir a fazer as provas mais interessantes e competitivas. Será que um dia veremos o Joker Lane (NDR: trecho coringa onde cada piloto é obrigado a passar uma vez durante a corrida, acrescentando alguns segundos ao tempo de volta) em uma das provas do campeonato?


Kawa Dirt Track de Chad Reed
Mudando um pouco de assunto, outra informação positiva para o motociclismo americano e mundial é que oficialmente teremos mais um esporte em duas rodas no X-Games, com uma prova de Dirt-Track. O melhor de tudo é que, pela primeira vez na história do esporte, veremos feras do motocross competirem diretamente com pilotos de moto de asfalto, já que a maioria deles começou suas carreiras deslizando em pistas ovais de terra. Agora é só esperar a lista oficial de convidados ser anunciada. O X-Games 2015 será realizado mais uma vez em Austin, no Texas, de 4 a 7 de junho.

Neste final de semana (18 e 19 de Abril), o MXGP volta à cena, em uma das etapas mais pitorescas do circuito, com o GP de Trentino, na Itália. Apesar de que todos os olhos sempre estão voltados às estrelas Villopoto e Tony Cairoli, a equipe Husqvarna tem roubado um pouco a cena, com duas vitórias brilhantes de Max Nagl, e em Trentino, a atenção volta para a marca com a estreia da nova geração da linha de motocross que será feita por Aleksandr Tonkov.

Enquanto isso, deste lado do Mundo, o AMA Supercross também inaugura uma nova sede em Santa Clara, no norte da Califórnia, no Levi's Stadium, antes de seguir pro leste, em New Jersey, onde coroaremos o terceiro campeão deste ano. Até lá!

Frase da semana
"I live for myself and I answer to nobody."
Steve McQueen


Steve McQueen








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet