X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Colunas > Direto dos EUA - Edu Erbs

Tudo sobre Anaheim 1
Publicado em: 08/01/2014
Clique e saiba mais

Eduardo Erbs conta o que viu na abertura do Monster Energy AMA Supercross 2014
Redação MotoX.com.br – Por Eduardo Erbs - Fotos: Simon Cudby / Divulgação


Roczen perseguindo Villopoto no início da prova

O dia mais esperado da temporada chegou e não desapontou! Anaheim 1 trouxe grandes batalhas, surpresas e, é claro, um pouco de drama, como não pode faltar no início da temporada. Nos resultados finais, os pilotos KTM acabaram se dando melhor, fazendo mais uma vez história para a fábrica austríaca, com os dois lugares mais altos no pódio entre as 450cc, e a primeira vitória do seu time satélite, com Jason Anderson nas 250cc.

Veja também: Resultados completos e mais fotos da abertura do campeonato


Dungey e Roczen festejam a dobradinha da KTM na 450
Durante as provas, vimos muita ação, nas 450cc, com Bubba Stewart sofrendo uma das suas quedas espetaculares, Villopoto jogando a vitória fora, ou ainda nas 250cc, com as batalhas Osborne x Wilson e Seely x Anderson.

A pista não foi tão conservadora como as da primeira etapa dos últimos anos. Era bastante técnica e longa, chegando perto de um minuto, com bastante curvas de 180 graus, o que promove mais ultrapassagens. O solo seco e desértico daqui da Califórnia foi, na minha opinião, muito bem tratado, mas o que mais me chamou a atenção foi a manutenção feita na pista após praticamente todas as provas, o que fez as canaletas nas curvas praticamente desaparecerem.

É muito difícil fazer previsões e julgamentos na primeira etapa, pois como vimos no ano passado, muita coisa aconteceu e tudo mudou até o final da temporada. Então, desta vez, vou 'inovar' e dividir a coluna em três partes, com o que, para mim, estava dentro do esperado, abaixo do esperado, e acima do esperado.


Acima do esperado: Roczen comemora a noite perfeita na abertura do campeonato

Abaixo do esperado:

- Jake Weimer, com sua Factory Kawasaki, ter que se qualificar via LCQ, ficando somente com a penúltima escolha no gate de largada.

- Zach Bell, que mostrou muita velocidade no ano passado, mas acabou saindo de maca em quase todas as provas que disputou, teve uma noite bastante apagada, terminando na 15ª posição.

- Eli Tomac, que acabou colidindo com Jake Weimer logo na primeira volta, foi para casa mais cedo, após sentir uma dormência no braço, causada pela pancada no ombro.

Vídeo da pré-temporada de Eli Tomac:



- Mike Alessi, que está treinando com Michael Byrne, vencer sua primeira Heat Race em dez anos (o que seria acima do esperado), mas ter uma crise de choro na frente de 45 mil espectadores, e depois ficar trancado no gate de largada, o classifica como 'abaixo do esperado'.


Jason Anderson venceu a 250 com uma ultrapassagem espetacular na última volta
- Toda vez que Ryan Villopoto fica de fora do pódio, algo está errado, então está abaixo do esperado, porém, vale salientar que ele sofria de uma forte gripe durante o final de semana.

Dentro do esperado:

- Bubba Stewart ser o mais rápido da prova, estar perto da liderança e jogar a corrida fora com uma queda espetacular.

- Ryan Dungey - mesmo que mais rápido - ficou dez voltas atrás de Josh Grant, quatro atrás de Chad Reed, e ainda terminou no pódio.

- Cole Seely, Zach Osborne e Dean Wilson estarem brigando pelas posições ponteiras, pois todos os três têm algo a provar neste ano, já que provavelmente estarão graduando as 450cc no próximo. Com certeza, era esperado um certo domínio de Dean Wilson, porém, uma queda na quarta-feira durante os treinos, quase deixou o piloto de fora da prova.

- Justin Barcia, Justin Brayton, Josh Grant, Brock Tickle, Andrew Short nas respectivas, quinta, sexta, sétima, oitava e nona posições. Vamos ver muitos estes pilotos brigarem pelos Top 10, no entanto, Barcia provavelmente acabará no pódio ou até vencendo uma corrida aqui e ali, no desenrolar do campeonato.

- Ivan Tedesco, que voltou às provas depois de quase dois anos, se classificou, chegou na final, mas seu azar costumeiro o impediu de terminar a prova, por sua moto ter sido avariada, depois de um choque com outro piloto.


Dentro do esperado: James Stewart foi o mais rápido na pista, mas pôs tudo a perder com uma queda espetacular

- A Troy Lee Designs Honda, nos últimos anos, vem surpreendendo e se tornando outra força no esporte e, prova disso, é que seus quatro pilotos participaram da final neste final de semana, com destaque, é claro, para Cole Seely.

Acima do esperado:

- Ken Roczen terminar sua primeira corrida nas 450cc no lugar mais alto do pódio. O trabalho de Aldon Baker realmente está funcionando e renderá o number plate vermelho para a KTM em Phoenix, neste final de semana.

- Jason Anderson vencer sua primeira prova de moto nova. O piloto dominou os primeiros treinos, teve uma ótima classificatória e fez uma passada de mestre em Cole Seely na penúltima curva.



- Cooper Webb estreou nos estádios com um quinto lugar, logo atrás dos favoritos da classe.

- Justin Hill foi outro piloto que me surpreendeu, mostrando mais velocidade e muito mais maturidade do que no ano passado. Acredito que ele estará pronto para o pódio em mais algumas provas.


Chad Reed subiu ao pódio provando que os críticos estão errados
- Air-shock: depois do equipamento falhar com Ryan Dungey em Anaheim 2 no ano passado, Ken Roczen e Ivan Tedesco resolveram apostar no mesmo, o que aparentemente gerou resultado com a primeira vitória na classe.

- Malcolm Stewart (muito pesado para as 250cc) e Chad Reed (ficando velho) provaram que os críticos estão errados. Malcolm venceu uma das qualificatórias e Chad Reed, à bordo de sua nova Kawasaki, subiu no pódio na primeira corrida do ano, igualando seu melhor resultado no ano passado.

Outra notas:

- James Stewart usou pela primeira vez suas botas Gaerne, neste final de semana, contrariando rumores que a Alpinestars teria assinado com o piloto depois da Nike partir do motocross. Esta semana também, Bubba anunciou a extensão do contrato com a Bell Helmets por mais dois anos, o que sinceramente me surpreendeu, já que a Troy Lee Designs vem distribuindo os equipamentos da sua marca Seven.

- Falando em Alpinestars, tenho que confessar que sempre fui fã da marca, especialmente do design das calças e das camisas, que por sinal, não estão disponíveis nos Estados Unidos. Porém - sei que serei criticado por isso -, eles poderiam ter feito um melhor trabalho com os equipamentos de Eli Tomac, além do que a 'camisa de lantejoulas' de Barcia poderia ter sido usada somente na final em Las Vegas.


Abaixo do esperado: Ryan Villopoto caiu quando liderava e acabou fora do pódio

- A1 ride: A empresa Specialized, que fornece bicicletas para o treinamento de grandes nomes do esporte, organizou um passeio de mountain bike no domingo aqui em Laguna Nigel, na Califórnia. Dentre os mais de 300 participantes do evento, estavam Jeremy McGrath, Ryan Villopoto, Adam Cianciarulo, Eduardo Erbs, Chad Reed, Will Hahn, Justin Barcia, Johnny O'Mara, Jeff Ward, Ricky Carmichael, além das feras do mountain bike Curtis Keene, Brian Lopes e Aaron Gwin.

Vídeo dos bastidores de Anaheim 1:



Frase da Semana

"For me, punk is about real feelings. It's not about "yeah, I'm a punk and I'm angry." That's a lot of crap. It's about loving the things that really matter: passio, heart, and soul."
Joey Ramone








© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet