X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Colunas > Direto dos EUA - Edu Erbs

Millville X Germany
Publicado em: 02/08/2013
Clique e saiba mais

A etapa de Millville aconteceu às avessas por conta de várias surpresas
Redação MotoX.com.br - Eduardo Erbs - Fotos: S. Cudby / Allisports.com / R. Archer / S. Gutierrez

Max Nagl em negociações com a Husqvarna. Gaultier Paulin fora da disputa pela vice-liderança do Mundial de Motocross


James Stewart conquistou sua primeira vitória na temporada 2013 do Motocross


Ryan Dungey
Millville foi uma etapa bastante diferente de tudo visto ate então nesta temporada. A começar pelo fato da pista preparada para uma forte chuva, que acabou não caindo. Ou seja, todos os dados de anos anteriores em relação à escolha de pneus e acerto de suspensão e chassis foram jogados pela janela. A humidade e o calor do sudoeste norte-americano se tornaram protagonistas da corrida mais fria do ano, com temperaturas abaixo dos 20º C, obrigando os times a tirarem suas roupas de inverno do guarda-roupa.

Nas 450s, a visão de James Stewart no lugar mais alto do pódio também foi novidade, porém mais estranho ainda foi Ryan Villopoto cometer tantos erros em uma corrida só e ficar fora do pódio. Ryan Dungey foi outro a não repetir o domínio dos anos anteriores: erros da primeira bateria lhe custaram algumas posições, além de uma pedra tirar a corrente do lugar... O que no final das contas acabou rendendo somente a quinta posição.

Entre as 250s, Eli Tomac assumiu a liderança do campeonato com 27 pontos de vantagem sobre Ken Roczen que abandonou a primeira bateria por conta de uma fortíssima queda. Além de Tomac, Jeremy Martin foi o destaque do dia com a segunda posição na primeira bateria. Mas vale destacar: os pais de Jeremy são os donos da pista e, literalmente, sua casa fica a poucos metros do circuito. Outro ponto interessante na categoria foram quatro pilotos empatados na segunda colocação - Marvin Musquin foi quem levou o troféu para casa por conta de dois quarto lugares.


Ryan Villopoto teve uma corrida atípica


Mike Alessi
#LL13: o final de semana é de folga para o AMA Lucas Oil MX Championship, enquanto durante toda a semana o maior campeonato amador de motocross do mundo pega fogo no Tenessee. Estamos falando do Loretta Lynn's que coroará os principais pilotos do país além de servir como graduação para pilotos como Matt Bisceglia e Shane McElrath.

X-Games: além do Loretta Lynn's, acontece aqui em Los Angeles a super final do X-Games de verão. Somando às tradicionais provas de Endurocross, Step up and Best-whip, vale a pena contar a volta do Moto-X, um "supercross fora de época", em que Chad Reed é visto como o grande favorito.

The Alessis: depois de todo o drama com o laser em Washougal e a multa de dez mil dólares, o início da semana indicava que talvez não víssemos o número 800 pelo resto do campeonato. Por fim o time decidiu aparecer de ultima hora para terminar a prova na sétima posição.


Andrew Short

Andrew Short: o piloto nativo do Colorado assinou contrato com a BTO Sports KTM por mais dois anos. Acredito ser a melhor coisa que poderia ter acontecido para o veterano desde a sua vitória no Seattle Supercross em 2012!



PED Test: no final de semana passado (Washougal National), os dirigentes dos principais times e organizadores do campeonato se reuniram para decidir o futuro do esporte. Entre outros tópicos, foi proposto, para o próximo ano, um controle anti-dopping bem mais rigoroso. Além de regular o uso de drogas recreacionais, fará o mesmo com substâncias que afetam o desempenho dos pilotos.
 
GP da Alemanha


1 - Achei interessante o GP da Alemanha acontecer no circuito de Lausitzring. Por quê? Esse negócio de corrida dentro de estádio ou autódromo é coisa dos norte-americanos. A mudança de local do GP da Alemanha aconteceu pelo fato da tradicional pista de Teutschenthal estar sendo preparada para o Motocross das Nações. O circuito receberá novidades no traçado e alguns trechos serão alargados.


Gautier Paulin venceu a classificatória de sábado e lidera no domingo até sofrer a queda que o tirou de circulação
2 - Max Nagl: o piloto da Honda World Team está em negociações com alguns times para a temporada 2014. Rumores indicam a ida do piloto para a Factory Husqvarna, ou ainda Factory Yamaha ou Kawasaki.
Nessa semana, Nagl foi diagnosticado com o vírus Epstein-Barr, que ataca o sistema imunológico, e estará fora da prova na Republica Checa.

3 - O ex-campeão mundial Tyla Rattray também é outro nome cotado para a Factory Husqvarna. De acordo com algumas fontes, a equipe será vestida de branco e azul, com um design bastante interessante.

4 - Michael Leib voltou aos GP com uma equipe nova, a Honda Gariboldi Racing... Porém Leib não terminou nenhuma das finais no domingo.
Vale lembrar: o piloto correu a etapa italiana em uma Suzuki - sendo o contrato com a marca até o final do ano. Sinceramente, não sei se o piloto é “azarado” ou as equipes têm um certo problema em lidar com o mesmo.

5 - Gaultier Paulin foi outra vítima do duro circuito alemão. O francês perdeu a segunda posição do campeonato para Clement Desalle depois da forte queda na primeira bateria e estará fora da próxima prova na Republica Checa.


Jeffrey Herlings  com a presilha da bota solta

6 - Jeffrey Herlings foi o primeiro piloto a estrear as novas Alpinestars Tech 10, aquelas comentadas na coluna passada. O fato de, aparentemente, a empresa não ter resolvido o problema da presilha de cima se soltar durante a prova me deixou impressionado, já que a mesma se desprendeu durante a segunda bateria.

Frase da semana

"Ain't no man can avoid being born average, but there ain't no man got to be common."
Satchel Paige






© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet