X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Competição > Freestyle

Copa Brasil de Motocross Freestyle - Rio de Janeiro - RJ
Publicado em: 15/01/2013
Clique e saiba mais

Fred Kyrillos faz história e acaba com hegemonia de Joaninha
Redação MotoX.com.br - Texto: Igor Moura - Fotos: Erick Simão

Paulistano aproveita melhor o tempo da volta e conquista os juízes com manobras estendidas


Fred Kyrillos alcança pela primeira vez o topo do pódio da Copa Brasil de Motocross Freestyle


Torcida manda mensagem de apoio ao piloto Henrique Balestrini, o "Zóio”, que se acidentou durante os treinos
A Copa Brasil de Motocross Freestyle reuniu neste fim de semana grandes pilotos brasileiros da modalidade. Além disso, a participação do norte-americano Wiley Fullmer deu um toque especial à competição.

Principalmente porque Wiley virou o queridinho da galera e deixou o público maluco com seus backflips. Esta 7ª edição da competição, realizada pela primeira vez longe das praias, na Sociedade Hípica Brasileira, Lagoa, Rio de Janeiro, foi marcada por grandes mudanças que começaram logo na sexta feira (11), quando a Honda anunciou a contratação de Gilmar Flores “Joaninha” e toda sua equipe, a J99. Agora com a Honda CRF 450R, de 4 tempos, Joaninha, até então invicto na prova, era o cara a ser batido.

Classificatória

No sábado, dia 12, uma melhora no tempo deixou os pilotos e organizadores mais tranquilos. Tranquilidade que acabou logo no início dos treinos, quando o piloto Henrique Balestrini, o "Zóio”, perdeu o eixo durante um backflip e caiu de lado na pista.

Rapidamente, Zóio recebeu atendimento e foi levado para o Hospital Miguel Couto, na Zona Sul do Rio. Segundo os médicos, o estado dele piorou nesta segunda feira. Ele sofreu traumatismo craniano e uma complicação grave no pulmão e está em coma induzido.

Zóio, de 20 anos, foi apadrinhado por Joaninha há cerca de três anos, que o viu andando de bicicross em Sinop (MT). Ele vinha treinando o backflip e pretendia estrear a manobra na final de Domingo.


Norte-americano Wiley Fullmer liderou a fase classificatória...


...seguido por Marcelo Simões. Prova foi disputada na Sociedade Hípica Brasileira
Após o incidente, continuação da classificatória. Como um dos carpetes do traçado ainda estava solto, os pilotos decidiram usar apenas um dos lados da pista, dando seis saltos cada um. Joaninha, por ordem de sorteio, foi o primeiro. Não foi bem, e conseguiu apenas 47,20. A pontuação virou a nota de corte, e Joaninha teve que torcer para não ficar de fora da final. Algo no mínimo incomum para o hexacampeão da competição.

Quem deu um show foi Wiley Fullmer. Sua precisão combinou perfeitamente com sua empolgação, agradando ao público e aos juízes. Primeiro lugar e nota 67,20 para ele. Marcelo Simões, sem backflips, manobra que evita desde um acidente em 2010, ficou com a segunda colocação, seguido por Kiko Loco, Fred Kyrillos e Joaninha.

Resultado completo da Fase Classificatória

1º Wiley Fullmer -Yamaha 61,10
2º Marcelo Simões - Kawasaki 56,80
3º Kiko Loco - Honda 52,70
4º Fred Kyrillos - Yamaha 48,30
5º Joaninha - Honda 47,20
6º Pedro Nougalli - Honda 42,15
7º Paô Bergamini - Yamaha 39,57
8º Cláudio Rocha - Yamaha35,85
9º Roberto Fireball - Honda 26,40

Final


Fred Kyrillos seguiu estratégia para completar mais saltos que os concorrentes e deu certo


Marcelo Simões conseguiu ser competitivo sem Backflip e ficou com o vice-campeonato pela quarta vez em sete anos
O tempo melhorou, e o público compareceu em peso: 400 pessoas na arquibancada e muita gente do lado de fora. A felicidade só não era completa por conta do acidente de Zóio. Cartazes de apoio apareceram na torcida e a preocupação com o companheiro era nítida nos pilotos.

Com a camisa de Zóio, Joaninha, quinto colocado na classificatória, foi o primeiro a saltar. Variações no backflip combinando manobras bem executadas levantaram o público. A torcida estava do lado dele. A nota 70,80 parecia anunciar que o heptacampeonato estava próximo.

Em seguida veio Fred Kyrillos, com manobras bem estendidas e Kiko Loco, abusando nos backflips. A torcida levantou quando Fred subiu na rampa e saudou a galera.

O quarto a entrar na pista foi Marcelo Simões, três vezes vice-campeão da competição. Sem backflips, Marcelo tentou aumentar a dificuldade de suas manobras, mas não fez boa volta. O último da primeira bateria foi Wiley Fullmer. O norte-americano é um verdadeiro showman e já vinha conquistando o público brasileiro. Mais uma vez, fez uma boa volta e conseguiu a terceira colocação da bateria, com a nota 65,20.


Joaninha fez uma boa primeira volta, mas não repetiu o desempenho na apresentação decisiva


Kyrillos festeja conquista inédita
Na segunda bateria, Joaninha não foi bem. Com poucos backflips, não conseguiu impressionar o público, tampouco os juízes. O abatimento da classificatória de sábado era visível outra vez. Além disso, Joaninha parecia sentir falta de sua antiga moto 2 tempos (o atleta teve pouco tempo para adaptação ao modelo 4 tempos).

Ao contrário de Joaninha, Fred Kyrillos deu um show. Mais uma vez estendeu muito bem as manobras e com um ruler, levou o público à loucura. Postura de campeão que lhe rendeu a nota 74,73. Fim da hegemonia de Joaninha. Agora Fred Kyrillos era o homem a ser batido. Missão quase impossível. Kiko Loco não foi bem na sua segunda volta, chegando a sair da rampa em uma das manobras. Sua melhor nota foi 61,87. Depois veio Marcelo Simões, que conseguiu agradar os juízes com sua variedade. Uma volta bem melhor que a primeira. Nota 72,93 para ele e mais um vice-campeonato. O quarto em sete anos de Copa Brasil.

Para encerrar a Copa Brasil, Wiley veio para a pista com o seu motor 2 tempos. A expectativa era grande e o norte-americano não decepcionou. Mais uma vez manobras bem executadas e um show que terminou com uma linda entortada. No entanto, o último salto não rendeu pontos ao americano, que estourou o tempo, e isso certamente teve peso no resultado final. Para a torcida, ele era o grande campeão. Ninguém queria saber a sua nacionalidade.

Já era um ídolo. Público conquistado, juízes nem tanto. Wiley ficou apenas em quarto e teve 65,20 como melhor nota. Fim da bateria e um novo campeão para a Copa Brasil. Fred Kyrillos fez o que precisava, aproveitou seu tempo e voou alto. A torcida não ficou satisfeita com a quarta colocação de Wiley e a terceira de Joaninha e respondeu com vaias e gritos de “roubado”.


Fullmer foi o preferido do público, mas acabou a disputa na quarta colocação


Competição mostrou que os pilotos brasileiros estão evoluindo
Porém, quando o locutor chamou Fred para subir ao pódio, a arquibancada aplaudiu. Um reconhecimento à dedicação e precisão do piloto que completou 10 saltos dentro do tempo limite, um a mais que todos os concorrentes. Após a festa, Fred contou o que fez para chegar lá, e colocar um fim na hegemonia de Joaninha: “Acho que a ficha nem caiu ainda. Me preparei demais, vim focado e tranquilo e consegui fazer. Aqui o número de saltos é determinado pelo tempo. Então, eu sabia que os outros pilotos tinham manobras melhores que as minhas e a minha estratégia era andar mais rápido fazer uma maior quantidade de saltos, e garantir.”

A história estava feita. Fred Kyrillos novo campeão da Copa Brasil de Motocross Freestyle. A comemoração só não foi completa por conta do acidente de Zóio. Fred deixou um recado aos fãs do Motocross: “Queria pedir para todo mundo uma corrente positiva para o Zóio, que infelizmente se machucou num tombo feio. Peço uma oração por ele que ele tá precisando. Valeu galera.”


Clique aqui para ver mais fotos do evento

Força Zóio e parabéns Fred Kyrillos!

Classificação Final

1º Fred Kyrillos – São Paulo, SP – Yamaha 450 – 74,73 pontos
2º Marcelo Simões – Herculândia, SP – Kawasaki 450 – 72,93
3º Gilmar “Joaninha” Flores – Sinop, MT – Honda 450 – 70, 80
4º Wiley Fullmer – Estados Unidos – Yamaha 250 – 65,20
5º Jonilson “Kiko Loco” Silva – Boavista, RR – Honda 450 – 61,87



Imagens Relacionadas:

Joaninha - Copa Brasil de Motocross Freestyle

Foto: Erick Simão

Público - Copa Brasil de Motocross Freestyle

Foto: Erick Simão

Fred Kyrillos - Copa Brasil de Motocross Freestyle

Foto: Erick Simão

Joaninha - Copa Brasil de Motocross Freestyle

Foto: Erick Simão

Marcelo Simões - Copa Brasil de Motocross Freestyle

Foto: Erick Simão

Wiley Fullmer - Copa Brasil de Motocross Freestyle

Foto: Erick Simão

Wiley Fullmer - Copa Brasil de Motocross Freestyle

Foto: Erick Simão

Público - Copa Brasil de Motocross Freestyle

Foto: Erick Simão





© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet