X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

Pro Tech

JPS Racing

MotoX Pneus

JP Motos

Clique e saiba mais

> Competição > Freestyle

Night of the Jumps Mundial de FMX 2018 - Final - Shenzen - China
Publicado em: 22/11/2018

Maikel Melero faz história com quinto título consecutivo
Redação MotoX.com.br - Fotos: Oliver Franke

Pilotos brasileiros, Nicolas Ferreira e Kiko Silva marcam presença na competição


Maikel Melero comemora o quinto título mundial

O Campeonato Mundial de Freestyle Motocross encerrou a temporada 2018 com uma rodada dupla nos dias 17 e 18 de novembro, na cidade de Shenzhen, China. A competição reuniu 10 pilotos de cinco países, entre eles dois brasileiros: Kiko Silva e Nicolas Ferreira. Com oito etapas, o Night of the Jumps, como também é conhecido o evento, consagrou o espanhol Maikel Melero campeão pela quinta vez consecutiva.  


Luc Ackermann

A dupla brasileira surpreendeu com belas apresentações, no entanto insuficientes para avançar a fase final já que enfrentaram pilotos bem mais experientes no circuito mundial. Nas duas noites, Kiko Silva foi o nono colocado na .


Petr Pilat

Desde a primeira fase da noite de abertura no no Shenzhen Sport Center, Melero e o alemão Luc Ackermann mediram forças, assim como foi ao longo da temporada. No apresentação final, Ackermann se destacou com um Hart Attack Backflip super extenso, um 360 perfeito no Super Kicker, além de um enorme Backflip Indy, entre outras manobras. Mas um grande erro na decolagem de um Surfer Tsunami atrapalhou a pontuação do alemão. Melero atacou com Nac-Nac Flair no Double Up, California Roll, seguido por um Flair e, em seguida, um Backflip Lazyboy em uma apresentação bastante segura.


Libor Podmol

Um empate entre os dois exigiu uma revisão no resultado considerando todas as pontuações dos juízes, assim Melero abriu uma leve vantagem de 3 pontos. A vitória deixou o espanhol ainda mais próximo do título antes da batalha final no domingo.


Maikel Melero

Na segunda noite, Ackermann selou seu destino ao deixar a mão escorregar do guidão durante um Surfer Tsunami Flip. Apesar de cair forte, o alemão se livrou de uma lesão mais séria, no entanto ficou com o oitavo lugar e não avançou para a fase final, mesmo assim ficou com o vice-cmpeonato de 2018. Melero optou por evitar riscos e garantiu sua vaga na decisão com o terceiro lugar.


Pat Bowden e Kai Haase

Na final o campeão conquistou mais uma vitória e enfim celebrou o histórico quinto título mundial da carreira. Os tchecos Petr Pilat e Libor Podmol completaram o pódio da oitava e última etapa do campeonato.       

Brasil no pódio


Nicolas Ferreira e Kiko Silva

Além de competir no Freestyle, Nicolas encarou o Best Whip (melhor entortada) e o Highest-Air (salto em altura). Neste último desafio o piloto de 22 anos colheu seu melhor resultado subindo ao pódio na segunda colocação. Em sua estreia neste tipo de prova, o sul-matogrossense saltou 9 metros e só foi superado pelo alemão Kai Haase, que sagrou-se campeão da temporada e alcançou 9,5 metros. O australiano Pat Bowden, com 7,5 metros, terminou na terceira posição.

"Gosto de novos desafios, por isso decidi entrar na disputa (Highest-Air). E um dos maiores desafios era a suspensão original da minha moto. A cada pouso, parecia que ia cair. Mas tudo foi incrível", avaliou o brasileiro.


Nicolas Ferreira

No Freestyle, Nicolas concentrou-se em mostrar voltas seguras e consistentes com manobras como Backflip Superman, Backflip Heelclicker e Backflip Indy. No Best Whip, realizou belas "entortadas" clássicas e turndown whips. No geral, Nicolas ficou bastante satisfeito com a sua estreia no evento.

Shenzhen marcou a terceira participação de Kiko Silva no Mundial deste ano. Ele estreou no campeonato na quinta etapa, realizada na cidade de Wuhan, também na China, onde encerrou prematuramente a participação por uma lesão no tornozelo.


Kiko Silva

A apresentação do brasileiro no Freestyle contou com manobras como, Flip Indy, Underflip e Flip Heelclicker. O piloto de Boa Vista (RR) ainda obteve bom desempenho no Best Whip, quando avançou para a segunda fase.

"Decidi participar do Best Whip pela empolgação. E consegui entortar de forma absurda. Nem acreditei quando avancei para a segunda fase. E na segunda fase entortei mais ainda. No geral, estou muito feliz com a experiência. E experiência é o mais importante. Veja, me senti bem, tranquilo, minha adrenalina não subiu a mil como antes. Entrei na pista calmo, e fiz minhas voltas sem falhas", destacou Kiko


Kai Haase

A temporada 2019 do Mundial de FMX está prevista para começar no fim de fevereiro. Com o sucesso da passagem do campeonato por países asiáticos, existe a expectativa de que novas nações da região entrem no roteiro da competição no ano que vem.

Vídeos:








Resultados

Final Sábado

1. Maikel Melero, ESP, Yamaha, 376 pts
2. Luc Ackermann, GER, Husqvarna, 376 pts
3. Libor Podmol, CZE, Husqvarna, 327 pts
3. Pat Bowden, AUS, Yamaha, 323 pts
5. Petr Pilat, CZE, KTM, 317 pts
6. Filip Podmol, CZE, Yamaha, 303 pts

Final Domingo
1. Maikel Melero, ESP, Yamaha, 368 pts
2. Petr Pilat, CZE, KTM, 342 pts
3. Libor Podmol, CZE, Husqvarna, 330 pts
4. Pat Bowden, AUS, Yamaha, 319 pts
5. Filip Podmol, CZE, Yamaha, 317 pts
6. Kai Haase, GER, Suzuki, 283 pts

Classificação final da temporada 2018:
1. Maikel Melero, 138 pts
2. Luc Ackermann, 121 pts
3. Libor Podmol, 110 pts
4. Pat Bowden, 85 pts
5. Petr Pilat, 84 pts
6. Rob Adelberg, 60 pts
7. David Rinaldo, 60 pts   
8. Remi Bizouard, 55 pts
9. Kai Haase, 54 pts
10. Brice Izzo, 50 pts
11. Filip Podmol, 37 pts
12. Leonardo Fini, 29 pts
13. Braydon Davies, 17 pts
14. Kiko Silva, 14 pts
15. Nicolas Ferreira, 12 pts

16. Marcin Lukaszcek, 6 pts
17. Marc Pinyol, 6 pts
18. Rafal Bialy, 4 pts




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet