X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Arena Cross

3ª etapa - Goiânia - GO
Publicado em: 08/06/2014

Arena Cross chega à terceira etapa com estrangeiros ampliando a vantagem na pontuação
Redação MotoX.com.br - Fotos: Wildes Barbosa


Largada da categoria Pró

O Arena Cross chegou à terceira etapa e ultrapassou a metade da temporada 2014 neste sábado (7), em Goiânia. A capital do Estado de Goiás já se firmou definitivamente no calendário da competição, que agora faz uma pausa até depois da Copa do Mundo de futebol. A festa mais uma vez foi estrangeira nas categorias mais importantes. Carlos Campano esteve em uma noite espetacular e garantiu a vitória geral da categoria Pró. O equatoriano Jetro Salazar foi o segundo e o goiano Wellington Garcia comemorou com a torcida local a terceira posição. Enquanto isso, na MX2, o português Paulo Alberto continua imbatível. Na Júnior, Enzo Lopes manteve 100% de aproveitamento na competição, na 65cc Keven Ikeda venceu a disputa mais apertada do evento, e na 50cc Luiz de Souza Filho alcançou a primeira vitória.


Carlos Campano

A disputa da Pró começou com Julien Bill assumindo a liderança da primeira bateria. Jean Ramos sofreu uma queda na largada e partiu na última posição. O suiço, que começou o dia obtendo a melhor marca dos treinos, desde o início foi perseguido pelo espanhol Carlos Campano na disputa pela liderança. O melhor brasileiro nos primeiros momentos da bateria foi Wellington Garcia, alguns segundos atrás dos europeus.


Jetro Salazar

Campano estudou o adversário por várias voltas e quando partiu para o ataque fez uma belíssima ultrapassagem. Depois disso o espanhol consolidou o primeiro lugar, enquanto Bill não manteve o mesmo ritmo e passou a sofrer pressão de Wellington. O piloto da casa ainda tocou a moto do companheiro de equipe em uma tentativa de ultrapassagem e caiu, antes de voltar a descontar a diferença até conquistar definitivamente o segundo lugar. O suiço depois foi ultrapassado pelo equatoriano Jetro Salazar terminando na quarta posição. Rafael Faria foi o quinto colocado e Jean Ramos conseguiu se recuperar até a sexta posição.


Wellington Garcia

Campano conseguiu uma ótima largada e já começou a segunda bateria da Pró na liderança. Desta vez, o grande oponente do espanhol foi Jetro Salazar. O vice-líder tentou pressionar, chegou a assumir a ponta por alguns segundos, mas Campano deu o troco e disparou para mais uma vitória. Rafael Faria desta vez se manteve em terceiro por um bom tempo, mas caiu e cedeu a posição à Wellington Garcia. Julien Bill assumiu a quarta posição e Faria conseguiu retornar para concluir em quinto.


Julien Bill

"Havia muita canaleta na pista e isso estava dificultando um pouco. Consegui fazer duas boas largadas e andar na frente. Sei que o campeonato é curto e qualquer erro em uma bateria pode custar caro", disse Campano.
 

Largada da categoria MX2

Na soma das duas baterias o espanhol teve a companhia de Salazar e Wellington no pódio. O equatoriano somou a mesma pontuação do goiano, mas levou o segundo lugar da etapa pelo melhor desempenho na segunda corrida. No campeonato, Campano já conta com 31 pontos de vantagem sobre Bill, seu perseguidor mais próximo. Salazar é o terceiro com 42 pontos de déficit.


Paulo Alberto

Na MX2 só dá ele. O português Paulo Alberto anda quebrando recordes no Arena Cross e é até difícil lembrar a última vez que um adversário conseguiu superá-lo na competição. Já se vão longas oito provas sem que ele seja incomodado. Desta vez Paulo disparou na largada e novamente fez uma corrida à parte. Dois grandes concorrentes, Thales Vilardi e Hector Assunção, sofreram quedas logo depois da largada e perderam muito tempo. Hector inclusive abandonou a disputa. Quem tentou pressionar o líder foi Anderson Cidade, mas o português ganhou espaço e não deu chances ao catarinense que completou na segunda posição, posto que ele também ocupa no campeonato. 


Anderson Cidade

O paulista Dudu Lima manteve a terceira colocação de forma tranquila e também é o dono da posição na temporada. Fábio dos Santos segue subindo de produção, mostrando que já é realidade, não é mais uma promessa, e garantiu o quarto lugar. Endrews Armstrong fechou a prova na sequência, em quinto, já com uma volta de desvantagem em relação ao vencedor.


Dudu Lima

O português resumiu seu domínio na modalidade com simplicidade. "Consegui me adaptar rapidamente ao país e às pistas do Arena Cross. Gosto muito de correr aqui no Brasil. Tanto a equipe quanto o público me receberam muito bem. O povo brasileiro é parecido com o de Portugal e faz com que eu me sinta em casa".


Enzo Lopes

Enzo Lopes, mais uma vez, foi o destaque da categoria Júnior. O gaúcho concluiu a prova com uma diferença tranquila em relação ao segundo colocado, Renato Muguinho. Antes da definição, Enzo viu o adversário liderar por várias voltas e dar algum trabalho até o momento da ultrapassagem. Djalminha Brito e Frederico Spagnol brigaram pelo terceiro lugar. No final Djalminha levou vantagem. Yuri Campelo foi o quinto colocado.


Keven Ikeda

Na 65cc, a vitória foi de Keven Ikeda, que correu em casa. Mas a conquista não foi nada fácil. O mineiro Joaquim Neto assumiu a liderança ainda na primeira volta e manteve a posição até a última curva. Foi neste momento que Keven conseguiu superar o adversário, aproveitando a sua indecisão no momento de ultrapassar um retardatário. Os dois foram lado a lado para a bandeirada e a direção de prova teve dificuldade em definir o vencedor, já que o sensor de cronometragem acusava um resultado diferente do visto. Após consultar as imagens da televisão, a organização confirmou a conquista do piloto da casa. Gabriel Andrigo terminou em terceiro e Carlos Eduardo "Dadalzinho" manteve a liderança do campeonato com a quarta posição. João Pedro de Freitas foi o quinto colocado.


Luiz de Souza Filho

O goiano Luiz de Souza Filho, o Bolinha, também fez a festa em casa entre os pequenos pilotos da 50cc com uma boa vantagem. Diogo Nascimento, vencedor das duas etapas anteriores e líder da temporada, ficou em segundo lugar, seguido pelo também goiano Marcello Leodorico. Rafael Becker e Rodolfo Bicalho completaram as cinco primeiras colocações.

Vídeos


Assista na MotoX TV as corridas de todas as categorias

O campeonato retorna somente no dia 19 de julho, em Joaçaba (SC). Jundiaí (SP) fecha o calendário no dia 9 de agosto.

Clique aqui para ver a classificação completa da prova

Para acessar o arquivo e assistir a transmissão oficial das provas clique aqui.

Classificação geral do campeonato após três etapas:

P Pró Pontos
1 115 Carlos Campano 117
2 902 Julien Bill 86
3 920 Jetro Salazar 75
4 18 Jean Ramos 71
5 21 Wellington Garcia 69
6 10 Pipo Castro 62
7 5 Marcelo Lima 51
8 116 Rafael Faria 49
9 101 Humberto Martin 41
10 14 Leandro Silva 36
11 407 Adam Chatfield 27
12 471 Kyle John Regal 18
13 410 Rodrigo Riffel 15
14 303 Gabriel Montagner Silva 11
15 4 Rooseveltl Assumção 8
16 107 Mike Donald Cassini 7
17 77 Marcos De Lima 7
18 111 Gustavo Amaral 5
P MX2 Pontos
1 1 Paulo Alberto 60
2 20 Anderson Cidade 42
3 2 Eduardo Lima 39
4 987 Fabio Aparecido Dos Santos 33
5 544 Marçal Muller 32
6 27 Thales Vilardi 28
7 112 Endrews Armstrong Nhemilhes2 6  
8 282 João P. Ribeiro 24
9 30 Hector Assunção 17
10 45 Leonardo De Souza 16
11 134 Caio Lopes 15
12 58 Leandro Araújo 14
13 900 Tauan Henrique Brenner 13
14 891 Gustavo Pessoa 12
15 83 Anderson Amaral 7
16 815 Lucas Fernando Frazão 3
17 99 Kioman Monoz 3
P Júnior Pontos
1 16 Enzo Lopes 60
2 102 Djalma Brito 45
3 101 Renato Muguinho 41
4 143 Vinicius Abreu De Sá 38
5 818 Yuri Campelo 36
6 962 Leonardo Almeida 24
7 61 Frederico Molina Spag 22
8 24 Thiago Henrique Brenner 21
9 14 Carlos Tavares Evangelista 21
10 48 José Felipe Mombach 21
11 55 Renan Goto Dos Santos 19
12 57 Lucas Nogueira 9
13 149 Eric Henrique Bispo 7
14 92 Marcus Henrique Dias Lera 7
15 989 Leonardo Nunes 6
16 111 Iuri Beltrão Naves 4
17 822 Wesley Alves Do Nascimento 3
18 3 Matheus Oliveira Lima 0
P 65 Pontos
1 77 Carlos Eduardo Pereira 53
2 11 Joaquim Neto 49
3 170 Keven Willian Ikeda 45
4 805 Bernardo Zapellini 29
5 14 Carlos Eduardo Baltazar 26
6 221 Joao Pedro Freitas 24
7 10 Gabriel Bohrer Andrigo 20
8 210 João P. Silva 17
9 50 Mateuzinho Dedel 16
10 89 Jose Antonio Pedro Filho 16
11 4 Bruno Schmitz 13
12 148 Matheus Hashimoto Domingos 11
13 3 Wilson De Oliveira Batista 8
14 78 Herick Fernandes Reis 7
15 19 Lucas Eduardo Disel 7
16 70 Ricardo Luis Ikeda Ramos 6
17 910 Matheus Gabriel Da Silva 4
18 27 Giacomo Scavino 3
P 50 Pontos
1 2 Diogo Nascimento 57
2 44 Marcello Leodorico 49
3 171 Luis De Souza Filho 46
4 38 Rodolfo Bicalho 39
5 50 Henrique Henicka 28
6 4 Garmichel Giehl 27
7 22 Gustavo Abrahão De Oliveira 25
8 7 Rafael Becker 21
9 34 Bruno Ferreira Martins 19
10 55 Gustavo Rodrigues 16
11 205 Raul Miranda 15
12 777 Cristyan Ryan Eckhardt 10
13 511 Leandro De Souza 10
14 166 Marino Fernandes Alves Dantas 8
15 851 Antonio Vitorino 6
16 227 Pablo Michelmam 5
17 99 Bruno Leal Rodrigues 3
18 160 Felipe De Menezes 2
19 711 Joao Mauricio Torres 2






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet