X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

Pro Tech

JPS Racing

MotoX Pneus

JP Motos

Clique e saiba mais

> Competição > Arena Cross

2018 Lençois Paulista - SP - 4ª etapa
Publicado em: 29/10/2018

Paulo Alberto vence penúltima etapa e segue líder da categoria Pró
Redação MotoX.com.br - Fotos: MM Imagens, Idário Café / Mundo Press e Tiago Lopes

Piloto da equipe IMS Racing vai pra decisão com 11 pontos de vantagem sobre Hector Assunção (Honda Racing)


Pista do Arena Cross em Lençois Paulista

Entrando na reta final da temporada, o Arena Cross definiu na noite deste sábado (27), os pilotos que seguem na briga pelo título da categoria Pró. O português Paulo Alberto (IMS Racing) venceu a quarta e penúltima etapa, em Lençois Paulista (SP), consolidando a posição de líder, mas Hector Assunção (Honda Racing) e Jean Ramos (Yamaha Monster Energy Geração), em segundo e terceiro na classificação, seguem vivos na disputa. Quarto colocado na tabela, o venezuelano Humberto "Machito" Martin (Rota K Racing Kawasaki) já não tem chances matemáticas de título.

Mas, apesar da vantagem, a noite não foi perfeita para Paulo Alberto, e seus adversários também mostraram força. A começar pelo Duelo 1x1, que reúne os dois melhores nos treinos e foi disputado entre Hector e Jean. A disputa com duração de duas voltas teva a vitória de Hector que somou dois pontos enquanto o rival ficou com um.


Paulo Alberto

Na primeira bateria Hector foi muito rápido e logo assumiu a liderança para não perder mais. No entanto, depois de abrir larga vantagem, o paulista quase viu tudo se perder por um problema no motor da sua moto. A última volta foi completada no sufoco, sem emendar a maior parte dos obstáculos e com Paulo Alberto se aproximando perigosamente. Ainda assim, Hector completou a bateria na frente, descontando mais alguns pontos do português que terminou em segundo. Jean Ramos, Humberto Martin e Lucas Dunka foram terceiro, quarto e quinto colocados.

A chance que perdeu na primeira, Paulo Aberto tratou de agarrar no início da segunda bateria. Largando na frente e impondo um forte ritmo, logo ele abriu bastante na primeira posição, enquanto Hector, o único que parecia capaz de alcançar a mesma velocidade, enfrentou dificuldades para recuperar terreno no meio do pelotão. Uma queda deixou tudo ainda mais difícil para o piloto Honda que não conseguir ir além da quarta colocação.


Hector Assunção

Mantendo o controle da corrida, Paulo Alberto seguiu com ampla vantagem até o fim. A vitória na segunda bateria veio com Machito na segunda posição, Jean em terceiro e Jetro Salazar em quinto, dando ao português o primeiro lugar também na etapa. Na soma, Hector garantiu o segundo degrau do pódio com Jean, Machito e Dudu Lima na sequência.

Paulo Alberto: "A primeira bateria não correu tão bem como eu queria, não larguei bem, não consegui saltar e peguei bastante retardatário, como todo mundo. Na segunda bateria larguei na frente, ficou muito mais fácil, consegui puxar logo o meu ritmo e mantive ele por toda a bateria conseguindo mais uma vitória. Agora vamos para a última etapa com tudo para ser campeão".        


Pódio da categoria Pró

Hector Assunção: "O dia começou bem para mim, venci o Duelo 1x1 e a primeira bateria. Estava muito confiante para a segunda corrida, o objetivo era vencer a terceira etapa seguida do Arena Cross, mas levei um tombo e ficou difícil recuperar. O objetivo (na próxima etapa) é fazer a minha parte e vencer a final, enquanto houver chances eu vou lutar pelo título".

Jean Ramos: "Me senti bem nos treinos, consegui classificar para o Duelo 1x1 e somei um ponto apesar dos erros no Duelo. Na primeira bateria, larguei mal, consegui me recuperar, mas travei um pouco e não consegui render tudo, acabei em terceiro. Na segunda, comecei travado, caí com 11 minutos, recuperei, cheguei em segundo, mas acabei cansando e o Machito (Humberto Martin) me passou no final. Deu terceiro na geral. Vamos atrás do 'quase impossível' na última etapa. Não vamos desistir. Tudo pode acontecer".


Evento teve apresentação de Freestyle Motocross com os pilotos Fred Kyrillos, Marcelo Simões e Cyro Oliveira

Na categoria 65cc, Rafael Becker (KTM Sacramento / Rinaldi) assumiu a liderança desde o início e comandou a corrida enquanto um pouco mais atrás três pilotos faziam uma movimentada disputa pelo segundo lugar. Vitor Hugo Borba levou vantagem e acabou em segundo seguido por Gustavo Rodrigues, Garmichel Giehl e Bruno Leal.

Rafael Becker: "Consegui fazer uma boa largada e administrei a prova até o final. Quero agradecer a todos os meus patrocinadores, se não fossem eles eu não estaria onde estou hoje, a toda a minha família, ao Prika (seu mecânico e treinador) e especialmente ao meu pai que está fazendo aniversário".


Pódio da categoria 65cc

Francisco Emílio manteve a invencibilidade assumindo de vez o favoritismo ao título da categoria 50cc com mais uma vitória de ponta a ponta. Gustavo Torres foi o segundo colocado, permanecendo como o único rival de Emílio ainda com chances de ser campeão, seguido de perto por Mateus Oliveira, na terceira posição.

O local e a data da final do Arena Cross 2018 serão divulgados em breve pela organização do evento.


Francisco Emílio

Vídeo:


Novo - Publicado em 06/11


Resultados da quarta etapa:

Pró - Primeira Bateria
1. Hector Assunção
2. Paulo Alberto
3. Jean Ramos
4. Humberto Martin  
5. Lucas Dunka

Pró - Segunda Bateria
1. Paulo Alberto
2. Humberto Martin
3. Jean Ramos
4. Hector Assunção
5. Jetro Salazar

Pró (soma das baterias)
1. Paulo Alberto, IMS Racing, 37 pontos
2. Hector Assunção, Honda Racing, 35 pontos
3. Jean Ramos, Yamaha Geração, 31 pontos
4. Humberto Martin, Rota K Racing Kawasaki, 30 pontos
5. Dudu Lima, Kawasaki EMG, 17 pontos

65cc
1. Rafael Becker
2. Vitor Hugo Borba
3. Gustavo Rodrigues
4. Garmichel Giehl
5. Bruno Leal

50cc
1. Francisco Emílio
2. Gustavo Torres
3. Mateus Oliveira

Classificação Geral após quatro etapas

Pró

1. Paulo Alberto, IMS Racing, 146 pontos
2. Hector Assunção, Honda Racing, 135 pontos
3. Jean Ramos, Yamaha Geração, 129 pontos
4. Humberto Martin, Rota K Racing Kawasaki, 120 pontos
5. Lucas Dunka, Honda Racing, 69 pontos
6. Caio Lopes, Rota K Racing Kawasaki, 65 pontos
7. Dudu Lima, Kawasaki EMG, 52 pontos
8. Leonardo Souza, Honda Racing, 50 pontos
9. Thales Vilardi, Subs27 Orange KTM, 47 pontos
10. Marcello Lima, Kawasaki EMG, 47 pontos

65cc
1. Rafael Becker, 72 pontos
2. Garmichel Giehl 70 pontos
3. Vitor Hugo Borba, 60 pontos
4. Gustavo Rodrigues, 51 pontos
5. Bruno Leal, 40 pontos
6. Bernardo Tiburcio, 38 pontos
7. Ana Letícia, 28 pontos
8. Felipe Maia, 25 pontos
9. Raul Miranda, 19 pontos
10. Felipe Marques, 15 pontos

50cc
1. Francisco Emílio, 80 pontos
2. Gustavo Torres, 68 pontos
3. Mateus Oliveira,- 54 pontos
4. Caio Tiburcio, 39 pontos
5. João Aquino, 37 pontos
6. Nikolas Tapari, 30 pontos
7. Lucas Pereira, 24 pontos
8. Luiz Henrique Tapari, 19 pontos
9. Emanuel Destri, 18 pontos
10. Pablo Galdino, 16 pontos




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet