X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Arena Cross

2019 - Caraguatatuba - SP - 2ª etapa
Publicado em: 13/06/2019

Paulo Alberto vence e assume liderança do campeonato
Redação MotoX.com.br - Fotos: MM Imagens, Tiago Lopes/Arena Cross e Danyllo Proto/Mundo Press


Pista de Caraguatatuba

Chegando embalado por três vitórias consecutivas em Portugal e outra na terceira etapa do Brasileiro de Motocross, Paulo Alberto manteve a excelente fase durante a segunda rodada do Arena Cross 2019, realizada na noite de sábado, 8 de junho, em Caraguatatuba (SP). O português da Yamaha venceu as duas baterias da categoria Pró e assumiu a liderança do campeonato.


Paulo Alberto

Mas o início da competição no litoral norte paulista não foi muito favorável para Alberto que terminou o treino cronometrado em terceiro e viu a dupla da Honda, Jetro Salazar e Hector Assunção disputando os pontos do Duelo 1x1. Jetro manteve a superioridade nas duas voltas da disputa e somou dois pontos, enquanto Hector ficou com um.


Hector Assunção

Na primeira bateria o domínio de Paulo Alberto foi absoluto, do início ao fim. Hector acabou na segunda posição, mas a distantes 11 segundos do vencedor. O paulista acabou isolado e também não teve a posição ameaçada por Jetro que acabou na terceira colocação. Do quarto colocado, Humberto Martin, para trás, todos levaram ao menos uma volta do líder. Caio Lopes garantiu a quinta posição.


Jetro Salazar

A segunda corrida começou com a liderança de Jetro Salazar e Hector Assunção logo atrás, mas ambos erraram abrindo novamente espaço para outra vitória de Paulo Alberto. O equatoriano caiu e o paulista passou ao comando da prova até errar saindo pra fora da pista. Paulo Alberto não perdeu a chance e venceu novamente com Hector, Jetro, Jean Ramos e Humberto Martin completando os cinco primeiros. 


Pódio da categoria Pró

Paulo Alberto (primeiro colocado da Pró): "Estou muito feliz por vencer as duas baterias. A pista estava bastante difícil, e muito erros aconteceram ao longo da prova. Eu consegui errar menos que meus adversários e vencer. Estou muito bem com a moto e com a equipe, só tenho a agradecer. Aproveito e mando um abraço também aos amigos e familiares que estão torcendo por mim". 


Largada da AX2

Hector Assunção (segundo colocado da Pró): "Na última prova, a vitória estava na minha mão, mas acabei errando. A pista estava bem técnica e difícil. Agora é trabalhar para a próxima".

Jetro Salazar (terceiro colocado da Pró): "Mostrei velocidade e ritmo. A corrida fluía bem legal, mas cometi erros que me tiraram a chance da vitória".


Lucas Dunka

A AX2 teve liderança de Fabio Santos por cerca de metade da prova quando Lucas Dunka, aproveitando uma queda do rival, assumiu o primeiro lugar e disparou para a segunda vitória na temporada. Leonardo Souza também superou o piloto da Yamaha para completar em segundo a dobradinha da Honda. Leonardo Cassarotti foi o quarto colocado e Reginaldo Ribeiro o quinto.

Lucas Dunka (primeiro colocado da AX2): "Uma dobradinha como essa é sempre ótima para a equipe. Fiz uma boa largada e consegui passar o Fabio Santos. Aí foi só abrir uma certa distância e administrar até o final".


Pódio da AX2

Fabio Santos (terceiro colocado da AX2): "Tinha tudo para ser um bom fim de semana. Fiz primeiro tempo no Treino Classificatório, fiz uma boa largada, liderei um bom tempo da corrida, mas infelizmente um retardatário acabou me atrapalhando e caí. Terminei em terceiro. Estou um pouco frustrado com o resultado porque tinha grandes chances de sair com a vitória. Agora é aproveitar esse descanso de uma semana para recuperar o joelho, que ainda está dolorido."


Bernardo Tibúrcio

Na 65cc, Bernardo Tibúrcio manteve a invencibilida de com Bruno Leal completando na segunda colocação. Kevin Andrade foi o terceiro, seguido de perto por José Abrantes e Lucas Pereira. 
 
Mateus Henrique também não teve dificuldades para liderar de ponta a ponta a corrida da 50cc conquistando a segunda vitória no campeonato. Felipe Martini garantiu o segundo lugar, enquanto João de Aquino foi o terceiro.


Mateus Henrique

A terceira etapa do Arena Cross ainda não teve a data e o local divulgados pela organização.

Vídeos:





Resultados


Pró (Soma das duas baterias)
1. Paulo Alberto, 40 pontos
2. Hector Assunção, 35 pontos
3. Jetro Salazar, 32 pontos
4. Humberto Martin, 24 pontos
5. Jean Ramos, 23 pontos

Pró Primeira Bateria
1. Paulo Alberto
2. Hector Assunção
3. Jetro Salazar
4. Humberto Martin
5. Caio Lopes

Pró Segunda Bateria
1. Paulo Alberto
2. Hector Assunção
3. Jetro Salazar
4. Jean Ramos
5. Humberto Martin

AX2
1. Lucas Dunka
2. Leonardo Souza
3. Fabio Santos
4. Leonardo Cassarotti
5. Reginaldo Ribeiro

65cc
1. Bernardo Tibúrcio
2. Bruno Leal
3. Kevin Andrade
4. José Abrantes
5. Lucas Pereira

50cc
1. Mateus Henrique
2. Felipe Martini
3. João de Aquino
4. Pablo Galdino
5. Nícolas Tapari
 
Classificação geral após duas etapas:

Pró
1. Paulo Alberto, 72 pontos (Yamaha/Monster/Geração)
2. Hector Assunção, 68 pontos (Honda Racing)
3. Jetro Salazar, 64 (Honda Racing)
4. Jean Ramos, 57 pontos (JMR/Destri/Geração)
5. Humberto Martin, 46 pontos (Circuit/Honda)
6. Caio Lopes, 37 pontos (Rota K/Kawasaki)
7. Roosevelt Assunção, 32 pontos (Rota K/Kawasaki)
8. Adam Chatfield, 21 pontos (KTM Sacramento/IMS)
9. João Marcos, 21 pontos (Sem equipe)
10. Pedro Bueno, 19 pontos (Yamaha IMS)

AX2
1. Lucas Dunka, 40 pontos
2. Leonardo Souza, 32 pontos
3. Fábio Santos, 32 pontos
4. Leonardo Cassarotti, 26 pontos 
5. Gabriel Andrigo, 19 pontos
6. Reginaldo Ribeiro, 18 pontos
7. Renan Goto, 18 pontos
8. Matheus Klysman, 17 pontos
9. Luiz Filipe, 13 pontos
10. Frederico Spagnol, 11 pontos

65cc
1. Bernardo Tibúrcio, 40 pontos
2. Bruno Leal, 34 pontos
3. Kevin Andrade, 30 pontos
4. Felipe Maia, 19 pontos
5. Matheus Lima, 16 pontos
6. José Abrantes, 13 pontos
7. João Torres, 13 pontos
8. Luiz Tapari, 12 pontos
9. Lucas Pereira, 11 pontos
10. Francisco Emílio, 10 pontos

50cc
1. Mateus Henrique, 40 pontos
2. Felipe Martini, 30 pontos
3. Pablo Galdino, 28 pontos
4. Nícolas Tapari, 22 pontos
5. João de Aquino, 19 pontos
6. Caio Groselli, 17 pontos
7. João Vítor Pereira, 17 pontos
8. Emanuel Destri, 16 pontos
9. Bruno Palmieri, 13 pontos
10. Pedro Dias, 11 pontos




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet