X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Supercross

1ª etapa - Teresópolis - RJ - Sábado - Resultados e Fotos
Publicado em: 03/08

Brasileiro de Supercross dá a largada em Teresópolis - RJ
Texto e fotos: Lucídio Arruda 


Largada MX2


E o Brasileiro de Supercross voltou! Sim, depois de alguns anos de molho o campeonato que já foi o principal do país voltou a ser realizado na temporada 2005.

A iniciativa foi das Federações dos Estados do Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná e São Paulo que esperam recuperar o prestígio da modalidade e colocá-la novamente como principal vitrine do motociclismo brasileiro. Estão programadas cinco provas onde em cada uma serão disputadas duas etapas, uma no sábado e a outra no domingo.


Zenni (4) e Massoud (6) escolhem traçados diferentes no obstáculo antes da reta de largada
Para conferir a primeira etapa subimos a serra carioca em direção a cidade de Teresópolis, também conhecida como "Campos do Jordão" do Rio de Janeiro. A cidade é famosa também por abrigar uma das sedes da CBF onde costumam treinar as seleções brasileiras de futebol, que aproveitam o exuberante cenário local para relaxar e se concentrar antes de competições importantes.

Mas neste final de semana o esporte oficial da cidade foi o Supercross. No parque de exposições municipal foi montada uma grande estrutura de iluminação, arquibancadas, áreas vip e tudo mais que o esporte merece. A pista, projetada para permitir a participação do maior número de pilotos, teve como uma das principais preocupações a segurança dos pilotos e não apresentou nenhum exagero nos obstáculos. Na verdade até pilotos mais atirados da categoria 65cc zeraram a pista em sua totalidade.

As categorias em disputa são as seguintes: 50cc, 65cc, 85cc, MX2 e Força-Livre (que abrange as motos das categorias MX2 e MX1). Outro ponto forte do campeonato é a premiação que distribuiu mais de R$ 22.000,00 durante o final de semana.

Classificatórias


Luciano Pinto  venceu a bateria válida pelo estadual
Com gate para 15 pilotos nas baterias finais foram disputadas durante a tarde as classificatórias nas categorias MX2 e Força Livre. No sábado não houve repescagem e os pilotos que passaram para as finais sairam direto das classificatórias. No domingo, atendendo a reinvidicação dos pilotos, foi implantada a repescagem, permitindo que pilotos que enfrentassem problemas nas classificatórias tivessem uma segunda chance de disputar vagas para a final.

Na primeira classificatória da Força Livre Roosevelt Assunção venceu à frente de Cristofer "Pipo" Castro. Na classificatória número 2 Rafael Ramos largou na ponta e segurou a pressão de Massoud Nassar por toda a bateria.

As classificatórias da MX2 foram vencidas por João Paulino Marronzinho e Leandro Silva.
Provas

A primeira final da noite foi válida apenas pelo campeonato estadual categorias Light e Sênior. Luciano Pinto foi o vencedor depois de ultrapassar Fernando "Tchuca" Gama. 


Kaio Miranda


Valendo pelo Brasileiro de Supercross largou a categoria 50cc. O paulista Kaio Miranda e o mineiro Gustavo Rodrigues disputaram cada palmo da pista nas voltas iniciais até que Gustavo sofreu uma queda e perdeu várias posições.

Kaio completou o restante da prova com boa vantagem sobre o segundo colocado Tauan Brenner. No final da prova ocorreu a boa briga pela terceira posição entre Gustavo Rodrigues, André Paschoal e Nicolas Rodrigues. Gustavo venceu o duelo e os três cruzaram a bandeirada praticamente juntos. 


Hector Assunção


65 - Daniel Guelman e Hector Assunção iniciam a prova disputando a liderança com estilos bem diferentes. Enquanto Guelman salta todos os obstáculos, Hector adota uma postura mais conservadora sem se arriscar na grande mesa da arquibancada e emendando dois no salto triplo.

A vitória é decidida quando o carioca enfrentou problemas com sua moto no "step-up jump" e ficou parado no obstáculo. Guelman ainda tentou retornar, mas com a motocicleta falhando conquistou apenas a 11ª posição.

O irmão caçula do Roosevelt abriu boa vantagem na liderança, o que o permitiu continuar na frente mesmo após uma queda quando saltou para fora da mesa de chegada.

O paranaense Endrews Armstrong fez uma excelente prova de recuperação para finalizar na segunda posição. Em terceiro ficou o paulista Kaio Miranda seguido de Petrus Veloso. Nicolas Rodrigues foi o quinto colocado, mesma posição que ocupou na 50cc. 


Anderson Cidade


85 - Apenas cinco pilotos se inscreveram nesta categoria contrastando com o gate cheio nas demais baterias do Brasileiro. Quando caiu o gate o catarinense Anderson Cidade disparou na liderança e administrou a vitória com tranquilidade até a poucas voltas do final quando seu óculos embaçou e Gustavo Amaral ganhou terreno. Logo após a bandeira branca, Almaral tentou o bote, mas não emendou o duplo seguinte e Cidade garantiu a primeira posição.

 Com poucas motos na pista as demais posições se definiram logo no início com a ordem de chegada sendo a seguinte: Cidade, Gustavo Amaral, Gabriel Montenegro, Gabriel Gentil e Rodrigo Rodrigues. 


Leandro Nunes Silva



Swian Zanoni
MX2 -
O paranaense Leandro Silva assumiu a liderança na primeira volta e fez uma prova quase perfeita. Quase perfeita porque ele deu uma escorregada após a mesa de chegada após a metade da bateria. Felizmente sua moto não morreu e o piloto da Honda remontou em ainda em primeiro para não perder mais a liderança.

Pela segunda posição completou a prova o paulista Rafael Zenni, após uma excelente prova de recuperação. Ele ultrapassou Marronzinho nos momentos finais, que ficou com a terceira posição.

O carioca Swian Zanoni surpreendeu muitos dos favoritos e subiu ao pódio na quarta posição. Rodrigo Siqueira foi o quinto. 




João Paulino Marronzinho



Pipo Castro
Força Livre -
Nas voltas iniciais Roosevelt Assunção assumiu a liderança e segurou os ataques de João Paulino Marronzinho. Massoud Nassar seguiana terceira posição assistindo a briga de perto.

Na reta de largada Marronzinho tenta por algumas vezes a ultrapassagem até que na terceira ou quarta tentativa completa a manobra. Roosevelt tentou dar o "x" na curva, mas bateu na roda traseira da Suzuki e entortou o disco de freio.

Marronzinho abre vantagem na frente enquanto no final da bateria as atenções se voltam para a recuperação de Rafael Zenni que assume o segunda posto. Massoud cruza a bandeirada na terceira posição defendendo-se dos ataques de Cristofer "Pipo" Castro. O último degrau do pódio ficou com Leandro Silva que também não largou bem nesta bateria.

A primeira etapa do Brasileiro de Supercross teve a realização da Femerj com o patrocínio da Prefeitura de Teresópolis. 
As provas de Teresópolis serão exibidas na BAND SPORTS no Domingo dia 07 de Agosto as 14:00 hs.

Confira em breve como foram as provas do segundo dia de competições e também a galeria de imagens do final de semana.

Resultados Finais 1ª etapa

50 cc
23 Kaio Miranda
10 Tauan H. Brenner
09 Gustavo Rodrigues Lima
105 André P. da Silva
05 Nicolas R. Rodrigues
115 Bruno V. Pinheiro
211 Hugo Erthal
97 Matheus Mendonça
76 Brendo Schiavo
10º 13 Daniel F. Macieira
11º 78 Douglas S. Bueno
65 cc
01 Hector F. Assunção
15 Endrews Armstrong
43 Kaio Miranda
489 Petrus Veloso
141 Nicolas R. Rodrigues
52 Felipe Defilipo
75 Felipe Sorrentino
10 Matheus R. Corguinha
31 Leonam M. Tavares
10º 41 Gustavo R. Lima
11º 13 Daniel Guelman
12º 123 Luca Haegler
13º 112 Gabriel V. Pinheiro
85 cc
10 Anderson H. Cidade
05 Gustavo P. Amaral
47 Gabriel Montenegro
52 Gabriel B. Gentil
17 Rodrigo C. Rodrigues
Força Livre
03 João Paulino
04 Rafael Zenni
06 Massoud Nassar
10 Cristopher Castro
14 Leandro N. Silva
22 João Toledo
19 Rafael Ramos
11 Rodrigo Siqueira
70 Swian Zanoni
10º 34 Alexandro Valerim
11º 44 Luciano H. Pinto
12º 126 Raul Guilherme
13º 23 Maurício Arruda
MX2
14 Leandro N. Silva
01 Rafael Zenni
03 João Paulino
70 Swian Zanoni
11 Rodrigo Siqueira
27 Renan Perine
126 Raul Guilherme
22 João Toledo
44 Luciano H. Pinto
10º 34 Alexandro Valerim
11º 189 Elievan Alves
12º 799 Richard Gabriel
13º 119 Fernando Eugênio
14º 911 João Batista Lopes



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet