X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Supercross

4ª etapa - Canoas - RS
Publicado em: 27/11/2008

Antônio Balbi (SX1) e Jean Ramos (SX2) ficam mais próximos dos títulos
Texto: Redação MotoX - Fotos: Divulgação / Cesar Greco Fotoarena / Idário Café


Largada SX2


Pista de Canoas
Ao que tudo indica, a final do Dunas Supercross deve ser uma emocionante prova, isso se for parecida com a corrida realizada em Canoas (RS), onde rolou a quarta e penúltima etapa da temporada nacional da modalidade. Os vencedores foram os mesmos da prova anterior em Joinville (SC), ou seja, Antônio Balbi e Jean Ramos, e da mesma forma a disputa, entre Balbi e Leandro na categoria SX1, permaneceu. Extra pista, problemas sérios afetaram alguns pilotos, como Lucas Moraes que teve motos e equipamentos roubados, além do furgão que tranportava o equipamento. Já Gustavo Amaral durante os treinos sofreu um forte acidente. Confira como foram as provas e tudo que rolou na etapa gaúcha. 


Jean Ramos


Rafael Zenni
Desde a terceira etapa, em Joinville, que o piloto paranaense Jean Ramos vem mostrando uma evolução expressiva em sua pilotagem e claro nos resultados obtidos na categoria SX2. Durante a etapa gaúcha, desde que entrou na pista pela primeira vez durante os treinos livres, foi sempre o mais rápido mostrando que aquela seria uma etapa totalmente liderada por ele. Dito e feito, durante as baterias classificatórias o piloto andou na frente as sete voltas e foi o mais rápido na pista. A mesma coisa se repetiu durante a prova da SX2, quando conseguiu o holeshot, assumiu a liderança na primeira volta e de lá só saiu ao cruzar a linha de chegada. Pode se dizer que foi um dia perfeito para o piloto da equipe Honda. "Estou muito satisfeito por este fim de semana, não poderia ser melhor, mais rápido nos treinos, mais rápido na largada e ainda a vitória de quebra", disse o piloto que remeteu o resultado aos treinos exaustivos.
 
O segundo lugar ficou com o piloto da equipe Suzuki Rafael Zenni que em declaração ao final da prova foi enfático em dizer que o que lhe falta é mesmo intensificar os treinos. "Fui bem, mas falta mais treinamento e uma boa largada para conseguir brigar pela primeira posição", disse o piloto, que passou a defender a equipe após o término da temporada do motocross. O terceiro colocado foi Swian Zanoni que apesar de sofrer duas quedas durante a prova consegui se recuperar e terminar na posição mantendo-se vivo na briga para ser campeão. As chances de lutar pelo título ainda são possíveis para o piloto, que venceu as duas etapas iniciais, mas que agora esta a onze pontos do líder Jean Ramos e não depende apenas de seus resultados. 


Swian Zanoni


Largada SX1
Cesar Popinhak, que passou a integrar a equipe KTM Oásis, ficou com a quarta posição e revelou que em Joinville, na etapa anterior, sofreu para conseguir um entendimento com sua nova moto. "Havia pego a moto naquela semana e não estava totalmente familiarizado por falta de treinamento com ela. Agora sei exatamente como ela funciona", contou o piloto. O pódio foi completado por Dudu Lima que continua fazendo uma temporada com muita regularidade que lhe dá também a quinta posição na classificação geral. 

Na SX1, principal categoria, a disputa pelo título parece estar mais acirrada do que na SX2. De um lado Antonio Balbi com toda a experiência adquirida nos EUA e de outro Leandro Silva que tem sido rápido, fato que se repetiu nas voltas iniciais desta etapa, mas ele não foi constante o bastante para manter a liderança da prova. Foi assim que Antonio Balbi viu a vitória chegar em suas mãos na metade da bateria. Leandro largou muito bem e abriu alguns metros em relação ao segundo colocado, no caso, Balbi.


Antonio Balbi
 

João Marronzinho
Era aparente a rapidez com que Balbi se aproximou, mas o ritmo mantido por Leandro poderia lhe garantir a vitoria. No entanto, o piloto de Curitiba errou num dos saltos, caiu e levou preciosos segundos até voltar a prova. Isso foi o suficiente para que Balbi conseguisse assumir a liderança e se distanciar a cada volta resultando em sua terceira vitoria na temporada 2008. Para o piloto, que volta para os EUA logo após a final do Supercross a vitoria foi importante a caminho do título. 

"Sabia o Leandro estava rápido desde os treinos e que durante a prova ele poderia surpreender. Apesar de uma largada não muito boa consegui a recuperação e por conseqüência a vitória. Com certeza teremos uma etapa final eletrizante", prevê o piloto que soma 14 pontos a frente de Leandro, que por sua vez disse estar "batendo na trave" com seus resultados. "Em Joinville fiquei muito perto da vitória, aqui cometi um erro e ela escapou da minha mão. Está difícil conseguir ser o primeiro, mas não impossível", relatou o piloto que por conta do acidente terminou em terceiro lugar. 


Leandro Silva


Wellington Garcia
O segundo posto desta etapa ficou com o piloto da equipe Pro Tork João Marronzinho, dono também do holeshot. Segundo o piloto, que vinha na terceira posição, conseguir chegar entre os dois pilotos que lideram a classificação geral foi um excelente resultado. "O Balbi e o Leandro tem feito um duelo muito particular, não tenho conseguido andar próximo deles, o segundo lugar veio por conta de um erro do Leandro. Mesmo assim estou satisfeito e feliz por ter sido o mais rápido, pelo menos na largada", relatou o piloto que dedicou o resultado ao filho que estava nas arquibancadas acompanhando o desempenho do pai. 

Weelington Garcia, que ainda não se recuperou 100% do acidente sofrido na temporada de motocross conseguiu um expressivo quarto lugar e disse ser um resultado acima das expectativas: "Andei o mais rápido que consegui e procurei não cometer erros, isso iria me garantir pelo menos terminar a prova. No entanto, o resultado foi além e um lugar no pódio acabou aparecendo”, disse o piloto de Goiânia. Cristopher Castro, da equipe Yamaha terminou a prova na quinta posição mantendo a mesma regularidade desde o início da competição.


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 317 Fotos!
De Canoas, a comitiva do Supercross tem dois finais de semana de folga e segue para o Parque do Peão em Barretos, no dia 13 de dezembro. Lá acontece a última etapa da temporada e claro, a decisão do titulo nas duas categorias em disputa. 

Na categoria SX2 a briga pelo título está restrita a Jean Ramos, que soma 93 pontos, e Swian Zanoni, que possui 82 e além de vencer a etapa final precisa torcer para que o concorrente não termine a prova na segunda colocação.

A SX1 tem situação semelhante, mas a vantagem de 14 pontos de Antônio Balbi sobre Leandro Nunes - os únicos dois que ainda disputam o título - permite que o mineiro até na quarta posição, independente da posição do adversário na classificatória, onde um ponto está em jogo, ou na prova final quando mais 26 estarão em disputa (1 do holeshot e 25 da vitória). Veja abaixo as tabelas com o resultado da etapa gaúcha e classificação geral no campeonato após quatro etapas.

Resultados

Pos. N. SX1 M Volta Dif
1 36 Antonio Jorge Balbi 42.022 -
2 3 João Paulino da Silva Junior 43.370 +15.096
3 4 Leandro Nunes da Silva 42.776 +29.725
4 1 Wellington Garcia Matos 45.268 +31.537
5 6 Cristopher Castro 44.588 +34.478
6 12 Kurtt Airton Rocha 44.899 +35.442
7 5 Roosevelt de Freitas Assunção Jr 44.509 1 Lap
8 444 Jethro Feula 48.479 3 Laps
9 68 Heinz Whynther Dollinger Chrispim 49.776 +22.992
10 56 Mariana Napolis Balbi 52.922 4 Laps
Pos. N. SX2 M Volta dIF
1 10 Jean Carlo Ramos 45.658 -
2 31 Rafael Zenni 45.395 +15.747
3 9 Swian Zanoni 44.587 +23.599
4 24 Cesar Augusto Popinhak 47.842 +45.037
5 13 Eduardo Ferreira Lima 47.205 1 Lap
6 8 Rodrigo Clemente Selhorst 46.413 +13.761
7 34 Gabriel Gentil 47.707 +16.218
8 700 Hector de Freitas Assunção 48.824 +18.407
9 14 Thales Vilardi Felix da Silva 49.435 +37.492
10 544 Marçal Muller 50.199 2 Laps
11 538 Fabiano Nestor dos Santos 49.263 +2.303
12 502 Leonardo Sebben 51.533 3 Laps
13 21 Gustavo Pereira do Amaral 1:06.707 6 Laps

Classificação geral no campeonato após quatro etapas

Categoria SX1
1. Antônio Balbi, 96 pts
2. Leandro Silva, 82 pts
3. João Marronzinho, 69 pts
4. Pipo Castro, 48 pts
5. Wellington Garcia, 42 pts
Categoria SX2
1. Jean Ramos, 93 pts
2. Swian Zanoni, 82 pts
3. Rafael Zenni, 62 pts
4. Rodrigo Selhorst, 47 pts
5. Eduardo Lima, 40 pts






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet