X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais


>Colunas > ABPMX

Saçaki – Mais que um amigo, um campeão
Publicado em: 01/06
Clique e saiba mais

Coluna - ABPMX
Por Marlon Olsen - Fotos: Arquivo MotoX

Eduardo Saçaki

Saçaki – Mais que um amigo, um campeão

Quem conheceu ou conhece o piloto Eduardo Saçaki, pôde acompanhar a sua história dentro do Motocross, e a sua luta constante em viver como piloto profissional em nosso país.Sempre servindo de referência para os outros pilotos brasileiros, pois quando ele estava em dificuldades de patrocínio, com certeza as coisas estariam difíceis para os demais também. 

Sempre foi um dos maiores incentivadores da Associação dos pilotos, pois conforme as suas próprias palavras, “Se dessa vez não for pra frente, nenhum filho meu vai andar de motocross no Brasil.” Sentimento compartilhado com a maioria dos pilotos. 

Quando muitos achavam que ele estava em final de carreira, lá vinha ele conquistar mais títulos para sua coleção.Quem viu as disputas memoráveis com os seus principais concorrentes e amigos, Cássio Garcia e Negretti, e viu ele conquistar o Holywood Supercross em 1989 no Pacaembú, diante de 60.000 pessoas, sabe que para ele nada é impossível, pois além da facilidade em pilotar uma motocicleta, ele têm uma coragem fora do comum em buscar novos desafios. Só não esperava, que enfrentaria o maior desses desafios depois de 22 anos de carreira. 

Nesses últimos dias, todos nós, fomos pegos de surpresa, ficando apreensivos e nos perguntando as mesmas coisas.O que aconteceu com o Saçaki? Como foi o acidente? Ele corre risco de vida? Ele vai voltar a competir? Etc, etc...  Queríamos saber, o que realmente aconteceu com o piloto que todos nós, aprendemos a amar e respeitar, seja pela sua genialidade nas pistas, ou pelo seu inigualável carisma fora dela. 

Ninguém viu e ninguém sabe como foi ao certo o acidente, pois aconteceu em um trecho da pista onde não se têm a visão da moto.Mas sabe-se que foi após um salto bem rápido, em uma parte de alta velocidade e de muitos buracos, combinação perigosa no motocross.Pelo grau das lesões, a motocicleta deve ter atingido mais de uma vez o seu corpo, que após a queda, permaneceu imóvel e com dificuldade em respirar, situação que foi controlada pelos amigos que estavam na pista naquele momento, o que com certeza, fez a diferença para a sua recuperação. 

Mostrando com isso, a importância em se ter uma pessoa com noções de primeiros socorros, nos acompanhando durante os treinos, pois somente nos damos conta disso após um acidente como este.Nesses momentos, também nos damos conta, de como o Motocross é perigoso, e de como o retorno proporcionado aos pilotos profissionais está incompatível com o risco que eles correm. 

Após ter sido socorrido por uma ambulância e levado ao Hospital de Carlos Barbosa, ele foi encaminhado para Caxias do Sul, devido a gravidade da situação.Em Caxias, foi diagnosticado o rompimento do baço e hemorragia interna, sendo encaminhado imediatamente para cirurgia.Onde além do baço, teve que retirar um dos rins, que foi comprometido pela hemorragia, e permanecendo em coma por causa do trauma na cabeça.Todos os procedimentos foram realizados com muito profissionalismo e competência, e foram acompanhados por médicos de Curitiba e de São Paulo, mas a grande dúvida seria se ele reagiria ou não ao tratamento e a medicação. 

Após ficar 10 dias em coma, entre a vida e a morte, com traumatismo craniano, tendo retirado o rim e o baço, de ter tido uma fratura na 2ª vértebra cervical, e de ter uma atividade cerebral de 3 pontos apenas (O normal é 15 pontos, sendo que abaixo de 3 é considerado morte cerebral), contrariando todas as previsões e laudos médicos, o nosso amigo guerreiro emocionou a todos e abriu os olhos. 

Com toda certeza, foi e está sendo a maior de todas as provas que ele já disputou em toda a sua vida, e que para a nossa felicidade ele está vencendo, e que tudo leva a crer, que vai conquistar mais essa vitória. 

Graças a sua força e a sua vontade de viver, ao excelente atendimento prestado pela equipe médica do Hospital Dalmese de Caxias do Sul, e pelas orações recebidas do Brasil inteiro, ele está se recuperando e voltando aos poucos a se comunicar com os médicos e com a família, iniciando o processo de fisioterapia, e já começa a ficar impaciente, querendo sair da cama do hospital. 

Com certeza a sua missão ainda não está cumprida aqui nessa vida, e ele vai realizar muitas coisas que irão nos encher ainda mais de orgulho, nos dando muitas alegrias por muitos anos ainda.Se ele vai voltar a competir? Sinceramente, depois de tudo isso, não têm a mínima importância, e o que ele irá fazer, somente o tempo irá dizer. O mais importante, é que ainda teremos tempo de dizer o quanto ele é importante em nossas vidas. Valeu meu amigo. Parabéns por mais essa vitória! 

Marlon Olsen
abpmx@abpmx.com.br 


Contribua

Foram criadas duas contas específicas para todos que quiserem contribuir na recuperação do Saçaki:

Contas em Nome de Cláudia Saçaki

Banco Bradesco (Banco 237) Agência:2006-0 Conta:1000323-7.

Banco Santander (Banco 353) Agência:0133 Conta:5087771-2.






© 2000 - 2020 MotoX MX1 Internet