X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Brasileiro de Supercross

3ª etapa - Campo Grande - MS
Publicado em: 01/11/2007

Leandro e Wellington vencem no Mato Grosso do Sul
Texto: Equipe MotoX - Fotos: Idário Café Araújo 


Largada SX2


Seis mil pessoas acompanharam as provas em Campo Grande
Após passar por Santa Luzia (MG) e Barretos (SP) o Campeonato Brasileiro de Supercross fez sua terceira parada em Campo Grande, a capital do Mato Grosso do Sul. A competição foi realizada no sábado, 27 de outubro, em uma pista montada ao lado da avenida Afonso Pena.

Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 138 Fotos!

As atividades no circuito começaram no início da tarde, quando foram realizados os primeiros treinos livres. Desta vez o responsável pela construção da pista foi André Sucuri, da cidade de Franca, interior de São Paulo. Sucuri preparou um belíssimo traçado que foi bastante elogiado pelos pilotos. A pista desta prova foi mais veloz e mais larga que a da etapa passada (em Barretos o circuito foi travado em virtude das limitações de espaço da arena) deixando a competição mais dinâmica.


Até o momento Leandro Silva venceu todas baterias que disputou
Outra novidade é que a partir de agora não serão mais realizados shows musicais após as corridas. A direção da Dunas Race, empresa promotora do campeonato, entende que a verba destinada ao show musical, deve ser aplicada na própria competição que assim terá novos investimentos.

Entre as ausências da prova na SX1 nomes importantes como João Marronzinho, que segue se recuperando do acidente que sofreu na primeira etapa; Jorge Balbi, que fez uma cirurgia no nariz e só voltará aos treinos já fazendo a pré-temporada nos Estados Unidos; Massoud Nassar e Rafael Ramos que optaram por competir na mesma data no Super Arena Motos em Piracicaba, SP. Na SX2 o principal desfalque foi Tuniquinho Miranda, piloto que acidentou-se na etapa de Barretos e tem seu retorno previsto para a próxima prova.


A pista desta 3ª etapa


Leandro Silva
Novamente todos os inscritos da categoria SX1 tinham suas posições já garantidas na bateria final (10 pilotos compuseram o gate da prova principal), apesar disto houve 
disputas de baterias classificatórias que além de definir a ordem de entrada dos pilotos, premiavam os vencedores com um ponto extra na classificação.

Na primeira delas o destaque foi Pipo Castro, que venceu seguido por Duda Parise, Davis Guimarães, Alexandro Martins e Richard Berois. Na classificatória B Roosevelt Assunção garantiu a primeira posição com Kurtt Rocha em segundo e Wellington Garcia em terceiro depois de recuperar-se de uma queda. Quarta e quinta posições foram ocupadas por Sandro Botelho e Carlos Vazques.

A categoria SX2 além das classificatórias teve a bateria de repescagem. Na primeira prova a vitória foi de Leandro Silva. Classificaram-se também Jean Ramos, Swian Zanoni, Lucas Moraes, Rafael Zenni, Anderson Cidade e Dudu Lima. Na segunda prova a primeira posição foi Marcello Ratinho Lima seguido de perto por Rodrigo Selhorst. Os demais classificados foram César Popinhak, Gustavo Amaral, Juliano Ramos, Milton Chumbinho Becker e Thales Vilardi.


Jean Ramos


Swian Zanoni
A bateria de respescagem foi a última chance para os pilotos que não conseguiram vaga para a final. O paranaense Kristofer Florenzano, que enfrentou problemas no câmbio de sua moto, não conseguiu resolvê-lo a tempo e ficou fora da etapa. Nesta prova de repescagem apenas os dois primeiros garantem lugar na corrida principal. Rafael Faria e Kaian Teixeira não tiveram problemas para conquistar os dois primeiros lugares da bateria.

Finais

As baterias finais foram realizadas diante de um público de aproximadamente 6 mil pessoas. As disputas no Mato Grosso do Sul deixaram a tabela de classicação apertada, mas é importante lembrar que cada piloto será obrigado a descartar seu pior resultado ao final das cinco etapas e isto pode alterar bastante o resultado final do campeonato.


Wellington Garcia


Roosevelt Assunção
A SX2 teve novamente Leandro Silva como princiapal destaque. O paranaense chegou a sua segunda vitória no campeonato em duas participações (na primeira estava competindo no Motocross das Nações). Após partir na frente e sofrer uma queda logo após o encaixe de um salto, Leandro voltou a prova na segunda posição. Milton Chumbinho Becker, outro piloto que teve um ótimo início e vinha no segundo lugar, também caiu retornando na última posição.

Quem aproveitou os deslizes dos adversários e pulou pra primeira posição foi Jean Ramos. Apesar do esforço em manter a liderança Jean acabou cedendo o primeiro lugar algumas voltas depois novamente para Leandro Silva que seguiu na ponta até a bandeirada. Jean conquistou mais um excelente resultado confirmando a segunda posição.

O terceiro lugar foi do líder desde o princípio do campeonato, Swian Zanoni (que agora divide a ponta da tabela com Leandro). Swian precisou suar muito a camisa já que começou a corrida no final do pelotão e precisou superar mais de 10 concorrentes para alcançar a posição. Ratinho Lima mais uma vez fez prova de recuperação começando em oitava até garantir lugar no pódio com a quarta posição. Situação parecida com a de Rodrigo Selhorst, que veio ganhando posições no mesmo ritmo terminando na quinta posição.


Pipo Castro

No campeonato Leandro Silva tem 52 pontos assim como Swian (segundo colocado pelo critério de desempate). Jean Ramos ocupa a terceira posição
(44), Ratinho a quarta (43) e Selhorst a quinta (36).

A prova da SX1 começou como terminou: com Wellington Garcia liderando até vencer de ponta a ponta, sempre perseguido por Roosevelt Assunção que cruzou a linha de chegada nove segundos depois do vencedor. Os dois pilotos da Honda andaram forte dominando toda a corrida.


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 138 Fotos!
Carlos Vazques largou bem e segurou o terceiro lugar por duas voltas, mas depois não aguentou a pressão dos adersários e foi perdendo posições. Duda Parise assumiu a terceira posição, mas antes da metade da prova foi ultrapassado por Pipo Castro, líder do campeonato que mais uma vez teve um início de prova difícil. Pipo conseguiu boa recuperação e com terceiro lugar chegou aos 51 pontos na classificação geral, mesma pontuação alcançada por Roosevelt Assunção. Agora, assim como na SX2, a categoria SX1 tem dois pilotos na ponta da tabela.

Na quarta posição Duda Parise foi o último piloto a completar as mesmas vinte voltas do vencedor. Davis Guimarães fechou o pódio da categoria principal novamente ocupando a quinta posição. O sexto colocado foi Kurtt Rocha. No campeonato, depois de Roosevelt e Pipo (ambos com 51 pontos), a tabela apresenta Wellington Garcia (45), Davis (38) e Kurtt (37). A quarta e penúltima etapa do Brasileiro de Supercross será realizada no dia 24 de novembro em Curitiba - PR.

O Campeonato Brasileiro de Supercross é organizado e promovido pela Dunas Race e conta com patrocínio de Honda e Ipiranga, co-patrocínio de Yamaha e apoio de Bunnet e Pro Tork.

Resultados

Pl SX1 Equipe Diff M Volta
1 5 Wellington Garcia Honda/Asw/Pirelli/Did/Ngk 20 Laps 00:46.575
2 6 Roosevelt Assunção Honda/Mobil/Asw/Did/Ngk 00:09.634 00:46.931
3 7 Pipo Castro Yamaha/Pro Tork/Pauta/G 00:14.338 00:47.778
4 10 Duda Parise Oasis/Circuit/Sal Diana/Ba 00:47.290 00:49.402
5 26 Davis Guimarães Usa Connection/Dunas Ra 19 Laps 00:49.998
6 25 Kurtt Rocha Pro Tork/Mitas/Jarva Imp 00:08.472 00:49.956
7 78 Richard Berois Rbc Racing/Radio Bandeir 18 Laps 00:53.542
8 945 Carlos Vazques Sthal/Gracar/Gotze 00:07.862 00:50.836
9 21 Alexandro Valerim Toque De Pele/Vhm/Loja K 17 Laps 00:54.856
10 324 Sandro Botelho Caminhao Do Gaucho/Mais 12 Laps 01:06.133
Pl SX2 Equipe Diff M Volta
1 3 Leandro Silva Honda/Asw/Mr Pro/Mx Par 20 Laps 00:47.374
2 18 Jean Ramos Oasis/Agua Mineral Ouro 00:13.699 00:48.352
3 23 Swian Zanoni Ktm/Mormaii/Lmp Metzeler 00:22.745 00:48.313
4 4 Ratinho Lima Vaz/Yamaha/Fox/Bridgest 00:31.836 00:48.867
5 16 Rodrigo Selhorst Honda/Orbital/Pirelli/Asw 00:37.794 00:49.499
6 35 Rafael Zenni Pro Tork/Zenni Preparaç 00:39.699 00:49.442
7 338 Dudu Lima Vaz/Yamaha/Fox/Bridgest 19 Laps 00:50.045
8 73 Gustavo Amaral Circuit/Suzuki/Petrobras 00:24.170 00:51.110
9 65 Anderson Cidade Pro Tork/Tbt/Motoshop/It 00:27.020 00:51.112
10 19 Thales Vilardi Honda/Mobil/Asw/Showa/D 00:42.967 00:50.694
11 280 Cesar Popinhak Jp Racing/Ims 00:43.396 00:51.742
12 30 Juliano Ramos Jmr Escola De Motocros 00:49.932 00:51.491
13 11 Lucas Moraes Yamaha/Dunas/Vort.X/Beri 18 Laps 00:50.745
14 13 Milton Chumbinho Pro Tork/American Cross 00:15.989 00:50.394
15 24 Rafael Faria Protork/Mitas/Jarva/Pmx/ 00:29.578 00:49.180
16 32 Kaian Teixeira Protork/Osmoze/America 17 Laps 00:52.114
          






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet