X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

Pro Tech

JPS Racing

MotoX Pneus

JP Motos

Clique e saiba mais

> Colunas > Freestyle Motocross

Qual o papel do público nas competições de FMX?
Publicado em: 23/01/2018

A reação do público à ação na pista determina sua importância para compor a pontuação nas provas de freestyle motocross
Redação MotoX.com.br - Por Jose Gaspar - Fotos: Alê Jardim e Marcelo Marafante


Comprometimento é fator chave ao encarar os riscos e os desafios em manobras como este Flip Cordova de Kiko Silva

Indiscutivelmente, o público é parte de suma importância no freestyle motocross. Ao realizarem shows, os pilotos vibram, convocam a torcida, alguns até inventam estripulias para criar vínculo com quem assiste. Nestas situações, interagir é artifício essencial para envolver o público na experiência do show.

Mas e nas competições, qual o papel do público?


Soltar-se da moto no Suicide Can exige comprometimento, demonstrado por Diego Djamdjian
Durante um bom tempo disseminou-se a ideia que, simplesmente, fazer o público vibrar aumentava a pontuação das voltas. O que levou ao entendimento, equivocado, que ao reproduzirem o comportamento interativo dos shows os pilotos conseguiriam mais pontos dos juízes nas competições.

+ Veja os destaques da quarta edição do Duelo de Motos, principal competição de Freestyle Motocross do país na atualidade

Nos primórdios do freestyle motocross, a lógica até funcionava, considerando os modelos de julgamento pouco desenvolvidos à época. Porém, essa realidade mudou há muito tempo. Nas competições contemporâneas esportivamente evoluídas, o público encaixa-se à pontuação e julgamento como um dos reflexos da ação na pista.

Explico melhor.

Em 2010, o X-Fighters sistematizou a visão na qual as apresentações devem ser parcialmente medidas pela reação do público às manobras e à ação na pista durante as voltas. Desconsidera-se a interação que acontece antes e depois das rotinas.

O X-Fighters adotava um formato de julgamento claro: dividia cinco juízes em cinco critérios distintos (Variedade, Estilo, Pista, Execução e Show). No caso do Show, três aspectos norteavam o juiz responsável por analisar o piloto naquele quesito: Energia, Empolgação e Entretenimento. Energia representava o ímpeto, o comprometimento do piloto. Empolgação a sensação do juiz ao assistir à apresentação. E Entretenimento a reação do público ao assistir à performance.

Para ser mais preciso, o juiz observava a reação do público ao presenciar manobras desafiadoras, inovadoras, ou ao aproveitar criativamente as seções do traçado. Reações ligadas à ação esportiva, não a interação. Posteriormente combinadas a sua empolgação pessoal para compor a pontuação daquele piloto no critério Show.

Entretanto, de onde vem essa tal Energia do piloto, a partir da qual resultam Empolgação e Entretenimento? No entendimento do piloto Kiko Silva, "Energia é o instinto competitivo. É o comprometimento para colocar tudo o que treinou em prática em busca da volta perfeita". Pensamento corroborado pelo também piloto Diego Djamdjian: "Energia é o desejo de ficar na frente, o piloto coloca para fora toda a energia guardada. Além do que treinou, coloca para fora o piloto dentro dele. É uma explosão de adrenalina".
 

Energia é essencial para disparar e alcançar plena extensão em manobras como este Kiss of Death realizado por Kiko Silva

Apesar de estabelecido pelo X-Fighters, hoje, mesmo competições que adotam formatos de julgamento diferentes baseiam-se no conceito para incorporar o papel do público. Então, lembre-se: cultivar o público no freestyle motocross de competição não se faz por meio de danças ou qualquer incitação. É pura energia e comprometimento sobre a moto.



Há mais de uma década envolvido com o lado esportivo do FMX no exterior, Jose Gaspar colaborou com a maior reestruturação promovida no regulamento esportivo do Mundial de FMX, com a IFMXF e a FIM, na Suíça. Desde então, julgou e contribuiu na parte esportiva do Red Bull X-Fighters, além de outros eventos, como X Games, Mundial de FMX e Gladiator Games.





Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet