fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Freestyle

1º Desafio Ride And Party de Holeshot - São Paulo - SP
Publicado em: 28/09/2016

Caio Lopes vence primeira edição da prova no Viaduto do Chá
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Maurício Arruda
 

Pódio do Desafio Ride And Party de Holeshot

O motociclismo foi muito bem representado na Virada Esportiva de São Paulo em 2016. O 1º Desafio Ride And Party de Holeshot foi a grande novidade da noite de sábado (24), ao lado de duas apresentações já tradicionais das duas rodas na capital paulista: o show de Freestyle Motocross da equipe Ride And Party e o de Wheeling da Força e Ação. Tudo realizado sobre o Viaduto do Chá, um conhecido ponto da região central da metrópole, local de arquitetura marcante que casa perfeitamente como pano de fundo do evento.    

+ Veja mais fotos na galeria de imagens da prova

"Essa foi a 10ª edição que participamos da Virada Esportiva e eu queria trazer alguma coisa diferente, especial. Eu vim do motocross, amo o motocross, admiro muito, tanto o nacional quanto o internacional. Acho que existe uma distância entre o Freestyle e o Motocross, não entre os pilotos que são todos amigos, mas vemos poucos eventos de um junto com o outro. A gente achou que essa era uma oportunidade fazendo o Holeshot e o Show de FMX", destacou o piloto e organizador Fred Kyrillos.


Tatá Pelegrino e Caio Lopes

A competição de largada teve um formato parecido com o das arrancadas em autódromos, mas claro, com uma reta bem mais curta, de apenas 30 metros que eram suficientes para agitar o público e verificar quem havia tracionado melhor. Quatro pilotos foram convidados para a disputa: Tatá Pelegrino, Caio Lopes, Ana Lúcia Vizioni e Roman Jelen.

Os competidores se enfrentaram em baterias dois a dois, decididas em melhor de três, ou seja, com duas vitórias o piloto eliminava o oponente. E foi assim na primeira disputa, que confrontou Tatá e Ana Lúcia com vantagem para o piloto da equipe Star Racing PlayStation. Caio também não teve dificuldades para eliminar Roman, definindo a fase final da competição.


Roman Jelen e Ana Lúcia Vizioni

A disputa pelo terceiro lugar ficou entre Ana Lúcia e Roman que começou marcando um a zero. Mas Ana Lúcia reagiu vencendo a segunda largada e, claro, conquistou a torcida. Na terceira e última disputa, Ana pulou muito bem do gate e Roman praticamente não teve o que fazer. Único piloto de 450 no evento, o esloveno sofreu pra conseguir tração com o pneu cross no asfalto um tanto úmido e traiçoeiro devido ao sereno. Ou seja, a maior potência se transformou em desvantagem contra os adversários de 250.

Na final Caio Lopes e Tatá Pelegrino se encontraram para definir o título. E, com domínio absoluto, Caio permaneceu invicto ganhando as duas primeiras corridas, o suficiente para se tornar campeão da primeira edição do Desafio Ride And Party de Holeshot e faturar o prêmio de R$ 1.000,00.


Caio Lopes

A verdade é que desde o aquecimento o piloto da equipe Honda Ipiranga IMS Rinaldi se mostrou favorito e grande parte disso se deveu a uma detalhe fundamental da sua estratégia: Caio foi o único com um pneu street na moto. A escolha deixou o piloto imbatível no Viaduto do Chá.

"Foi a primeira vez que participei de um evento assim, só de largadas. Foi muito bacana a iniciativa e a organização, deveria continuar nos próximos anos com mais pilotos. Eu coloquei um pneu de rua, consultei os organizadores e confirmei que podia. Foi difícil arrumar um pneu (aro) 19 e acabei colocando um dianteiro (na roda traseira da moto). A estratégia deu certo, estou muito feliz em voltar pra casa com essa vitória", avaliou Caio.


Evento foi realizado no Viaduto do Chá

Depois da equipe Força e Ação abrir a noite com o melhor do Wheeling, o encerramento ficou por conta dos incríveis saltos de Fred Kyrillos, Diego Djamdjian e dos irmãos Gian e Paô Bergamini sobre a carreta da equipe Ride And Party.

Mais uma vez o público vibrou com o Freestyle Motocross, modalidade que comemorou uma década de apresentações no local. "Valeu a oportunidade, valeu a experiência, acho que todo mundo gostou e foi um showzão. A galera pirou e estou muito feliz de ter dado a minha contribuição com o Motocross que foi o meu caminho para o Freestyle", afirmou Kyrillos.


Fred Kyrillos

"Tenho que agradecer toda a minha equipe técnica, os pilotos que vieram e também o meu primo Gui Kyrillos que planejou e produziu praticamente o evento inteiro. O Holeshot foi uma atração incrível, tivemos um grupo seleto de pilotos, mas a ideia é expandir em outras oportunidades. Vamos estudar um mix de Freestyle e Motocross para colocar em prática", revelou o piloto e organizador.

O Desafio Ride And Party de Holeshot e a apresentação de FMX na Virada Esportiva 2016 foram realizadas pela Ride And Party, com os apoios de ProTork, Liga de Esportes Radicais e Recreativos e Prefeitura de São Paulo.

Vídeo:



Classificação final do Desafio Ride And Party de Holeshot
1º Caio Lopes
2º Tatá Pelegrino
3º Ana Lúcia Vizioni
4º Roman Jelen

Mais fotos:


Show da equipe Força e Ação


Gian Bergamini


Diego Djamdjian


Paô Bergamini


Diego Djamdjian, Fred Kyrillos, Paô e Gian Bergamini


Fred Kyrillos planeja organizar mais eventos com um mix de Freestyle e Motocross










Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet