fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Reportagens > Especial

Evolução das pistas de motocross no Brasil
Publicado em: 30/10/2015

Brasileiros e estrangeiros que competem no país, consideram que os circuitos melhoraram nos últimos anos
Redação MotoX.com.br: Carolina Arruda - Fotos: Maurício Arruda


No geral, pilotos consideram que as pistas melhoraram nos últimos anos

Elas sempre estão entre os assuntos mais debatidos nos boxes das competições. Nos bate-papos entre pilotos do Campeonato Brasileiro de Motocross, as pistas certamente estão entre os temas principais. Por isso, aproveitamos a quarta etapa da temporada 2015, realizada em conjunto com a final da Copa Brasil em São José (SC), para conversar sobre a questão com alguns dos principais atletas das categorias MX1 e MX2. É difícil agradar todos, mas o discurso da maioria indica que os circuitos evoluíram, estão mais exigentes e no geral, apesar de muitos considerarem que faltam trechos de maior velocidade, estão seguindo em uma direção satisfatória.

Confira o que eles disseram:

Jean Ramos (MX1)



Jean Ramos

"As pistas do Brasileiro tem sido mais técnicas. Na primeira etapa, em Limeira (SP), foi uma pista bem técnica. Depois Paty do Alferes (RJ), Indaiatuba (SP) e São José. Então temos encontrado pistas boas. A próxima (em Tapejara - RS) eu não sei como que é, sabemos que é um terreno duro. Então temos encontrado pistas com canaletas, pistas duras ou com um pouco de areia. Mas eu tenho gostado. Acho que estamos evoluindo e mantendo um nível de pista bom."

Carlos Campano (MX1)


Carlos Campano

"O Brasileiro esse ano ficou ruim porque corremos pouco, tivemos poucas etapas. Mas as pistas e o trabalho nas pistas acho que é o melhor que já vi aqui. Em Limeira, era uma pista muito boa. Paty Alferes, também. Indaiatuba, uma pista boa... a manutenção foi mais ou menos. Hoje (Motódromo Marronzinho), era uma pista mais travada. Tinha também muita gente andando. Então ficaram linhas muito travadas, mas com a chuva, acho que ficou ótimo."

Antônio Jorge Balbi Jr. (MX1)


Antônio Jorge Balbi Jr.

"Bom, é como a gente vem falando. As pistas esse ano estão muito diferente do que sempre foram no Brasileiro. Muito travadas. Eu tenho muita dificuldade. Mas os pilotos da Yamaha, o Campano e o Jean estão muito bem. Eles estão em um nível diferente nesse tipo de pista. Espero que as etapas finais tenham umas pistas mais soltas, de alta velocidade. Que é mais o meu estilo."

Humberto Martin - Machito (MX1)


Humberto Martin - Machito

"Acho que as pistas do Brasileiro estão evoluindo a cada dia. Acho que com o passar dos anos e a evolução de nível, os pilotos precisam de melhores pistas. E acho que está acompanhando. Então acho que estão de parabéns. Mas é continuar trabalhando, né? E sempre ouvindo aos pilotos que ajudam na evolução das pistas."

Paulo Alberto (MX1)


Paulo Alberto

"As pistas tem sido mais travadas. A próxima corrida falam que é um bocado mais rápida. Em termos gerais, acho que as pistas estão boas, bastante técnicas. Até o próprio Cairoli falou que as pistas estão muito técnicas aqui no Brasil. E isso é bom para nós, para os pilotos aprenderem. Acho que as pistas não tem sido problema."

Jetro Salazar (MX1)


Jetro Salazar

"Eu estou gostando das pistas. Eu que não consigo me achar na moto. É difícil porque as vezes você não gosta da pista, então tem um motivo para saber o porquê de não ir bem. Agora nesse caso eu simplesmente não consigo me achar com a moto."

Adam Chatfield (MX1)


Adam Chatfield

"Eu gosto das pistas aqui no Brasil. Elas são curtas e com muitos pulos, então combina com meu estilo. Mas acho que elas poderiam ser um pouco maiores, com mais trechos de velocidade."

Hector Assunção (MX2)


Hector Assunção

"Acho que tivemos boas pistas (este ano). Limeira é uma pista muita boa, uma das melhores pistas que temos em São Paulo. A pista do Rio também foi fora de série. Até agora as pistas foram muito boas mesmos. Acho que é o verdadeiro motocross. Nos últimos anos não tivemos pistas assim, mas esse ano está com pistas muito legais. E isso deixa a gente bem empolgado, para treinar mais e deixa a gente com vontade de correr."

Fábio Santos - Moranguinho (MX2)


Fábio Santos - Moranguinho

"Acho bem travadas (as pistas brasileiras), bem diferentes. Eu fui disputar o Nações (na França). Era uma pista completamente diferente do Brasil. Era uma pista bem difícil, o que não estamos acostumados aqui. Muita cava, muito buraco, muita canaleta. Eu demorei para me acostumar lá."

Vídeo:









Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet