X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Reportagens > Especial

Dakar 2015: conheça os novatos e os brasileiros na competição
Publicado em: 19/12/2014

Prestes largar oficialmente, conheça algumas das histórias dos novatos do Dakar 2015
Redação MotoX.com.br: Carolina Arruda - Fotos: Vipcomm/ Romain Blanchon/DPPI

Pela primeira vez na história, Índia terá representante oficial na competição


Cerimônia de anúncio da edição 2015 do Rally Dakar realizada no mês de novembro


Conferência do Dakar 2015 na Bolívia
A poucos dias do final de 2014, um time seleto de competidores do off-road espera não só pelo ano novo, mas também pela largada oficial do Rally Dakar 2015. É a sétima edição que acontece em solo sul-americano, dos dias 4 a 17 de janeiro do próximo ano, com passagem pela Argentina, Chile e Bolívia.

Serão mais de 9 mil quilômetros através de estradas, trilhas e dunas e mais algumas novas dificuldades. A organização da corrida, divulgou através de Etienne Lavigne, diretor do rally, que neste ano os carros também passam pela etapa maratona, quando não é permitido auxílio externo e de mecânicos durante a rota. Nesta edição, a passagem pela Bolívia também foi alongada. Os pilotos ficarão em Uyuni e seus entornos por três dias, ao mesmo tempo que o local servirá de acampamento da etapa maratona.

Para Evo Morales, presidente boliviano, a chegada da competição e a participação de competidores locais é motivo de alegria. “Teremos 10 representantes em três categorias. É um orgulho para a Bolívia ver nossos pilotos enfrentando estes desafios. As atuações deles contribuem para união do nosso povo”, comentou Morales.


Santosh Chunchunguppe Shivashankar

Outra nação que também pode acompanhar o Dakar e pela primeira vez ter sua bandeira entre as representadas na competição é a Índia. O segundo país mais populoso do mundo, em 2015, entrará oficialmente na história do Dakar com seu primeiro participante: o tetracampeão nacional de supercross Santosh Chunchunguppe Shivashankar.

Inscrito para competir entre as motos, Santosh CS, reconhece a responsabilidade de competir do maior rally do mundo. "É uma verdadeira aventura, muito mais do que apenas uma corrida. Estou muito animado por ser o primeiro indiano a participar. Agora é tempo para terminar a preparação e enfrentar o desafio", afirmou o piloto.

Mas, diga-se de passagem, o competidor de 31 anos não tem pequenas ambições. Com a 22ª colocação no Rally do Marrocos 2014 no currículo, Santosh CS espera completar o Dakar entre os mais rápidos. "O mais importante é adaptar-se aos terrenos da prova e conseguir terminar cada especial. Se não tivermos nenhum problema, acredito que posso alcançar o top 20", finalizou.


Xavier De Soultrait

O indiano não é o único com grandes expectativas. Em sua segunda participação no rally, Xavier De Soultrait larga em 2015 buscando atrair os olhares dos patrocinadores, em específico, os japoneses da Yamaha. "No meu primeiro Dakar, o objetivo era finalizar a corrida e terminar entre os 50 primeiros. Consegui fazer isso e aprendi bastante. Mas agora esse ano, estarei melhor equipado para mostrar do que sou capaz. Estou aqui para convencer e tentar se chamado para o time de fábrica da Yamaha, então tenho que terminar entre os 15 primeiros", explicou o piloto.

De Soultrait também revelou o sonho de vencer o Dakar. "Coma e Despres levaram quatro ou cinco anos para conseguir, então se esse ano eu tiver um bom resultado, isso me permite continuar sonhando".


Simon Pavey

Por falar em sonhos, uma característica que parece ser válida para todos os participantes é qualidade de sonhador, com um desejo comum: crescer na competição. Outro exemplo que confirma a hipótese é a dupla de pai e filho que em 2015 competem juntos pela primeira vez. Os australianos Simon e Llewelyn Pavey compartilham toda uma trajetória pelo Dakar desde 1998, o ano de estreia de Simon.

Desde então, Llewelyn acompanhou e ajudou o pai na preparação das motos e também nos bastidores das edições anteriores. "Sempre quisemos correr o Dakar juntos e agora isso finalmente vai acontecer. Estou animado por que não é só ver o meu filho correr, mas também assistir a ele melhorar e ganhar mais confiança", explicou Simon. O filho completa: "Será algo especial correr junto. Ele não é só meu pai, mas meu melhor amigo".

Participação brasileira no Rally Dakar 2015


Jean Azevedo

Na próxima edição, o país conta com cinco participantes inscritos. Jean Azevedo, da Honda South America Rally Team, é o único representante nacional nas motos. Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, da Mitsubishi Petrobras, correrão nos carros e André Suguita, nos quadriciclos. Maykel Justo será navegador do piloto português Ricardo Leal, competindo nos carros.

Com 13 participações nas motos e três nos carros, é 17ª vez que Jean Azevedo compete o Dakar. Em 2015, o paulista representa a Honda, através da equipe Honda South America Rally Team, que conta também com a presença dos argentinos Javier Pizzolito, Pablo Rodrigues e Demián Guiral e o chileno Daniel Gouet. O HSA Team utilizará a Honda CRF 450 Rally, modelo 2015.

“Estou muito feliz de fazer parte do projeto HSA Team. Será o primeiro ano de um grande time. Com certeza, temos muito a crescer. Vou para minha 17ª participação no Dakar e estou confiante em fazer um bom trabalho com toda a equipe”, destacou Jean. 

A rota da edição 2015 do Rally Dakar

Com largada e chegada em Buenos Aires, totalizando 9.295 quilômetros de trajeto, sendo 4.752 km de trechos cronometrados, em treze dias, a competição passará por 12 cidades e pontos turísticos com as dunas do Deserto do Atacama, a Cordilheira dos Andes e o Salar de Uyuni, entre outros.

A palavra-chave dos dias 04 a 17 de janeiro será adaptação. Para completar o rally, resistência e determinação serão os requisitos básicos. Com rotas que passarão de terrenos arenosos a pedregosos na mesma etapa, assim como quatro dias de etapa maratonas, e trajetos por regiões virgens, os pilotos serão obrigados a lidar com surpresas a todos os instantes.





Data Largada Chegada
04/01/2015 Buenos Aires Villa Carlos Paz
05/01/2015 Villa Carlos Paz San Juan
06/01/2015 San Juan Chilecito
07/01/2015 Chilecito Copiapo
08/01/2015 Copiapo Antofagasta
09/01/2015 Antofagasta Iquique
10/01/2015 Descanso Motos e Quadris
10/01/2015 Iquique Uyuni (Car) / Marathon (Truck)
11/01/2015 Uyuni (Car) / Marathon (Truck) / Iquique (Bike) Iquique (Car/Truck) / Uyuni (Bike)
12/01/2015 Descanso Carros e Caminhões
12/01/2015 Uyuni Iquique
13/01/2015 Iquique Calama
14/01/2015 Calama Marathon (Bike) / Salta (Car/Truck)
15/01/2015 Marathon (Bike) / Salta (Car/Truck) Termas Rio Hondo
16/01/2015 Termas Rio Hondo Rosario
17/01/2015 Rosario Buenos Aires







© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet