X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Arena Cross

3ª etapa - Indaiatuba - SP
Publicado em: 28/10/2012

Campano vence as duas baterias da MX Pro e equilibra disputa pelo título
Redação MotoX.com.br - Lucídio Arruda - Fotos: Maurício Arruda

Português Hugo Basaúla domina bateria da MX2


Largada MX Pró

Foi mais uma noite dos estrangeiros no Arena Cross. Na principal categoria, a MX Pró, o espanhol Carlos Campano, o inglês Adam Chatfield e o venezuelano Humberto "Machito" Martin subiram ao pódio neste sábado (27) em Indaiatuba (SP), terceira etapa da temporada. Na classe MX2 o português Hugo Basaúla deu um show de pilotagem.

Veja também:
- Vídeo - Melhores momentos das categorias MX Pró, MX2 e Júnior
- Vídeo - Volta onboard pelo circuito de Indaiatuba (SP) com Thales Vilardi
- Galeria de imagens da prova com 490 fotos


Corridas


Chatfield, Campano e Martin no pódio da MX Pró


Adam Chatfield
Na primeira bateria da MX Pró, Jean Ramos partiu na ponta ja sofrendo bastante pressão de Campano. A tática do espanhol foi incomodar o líder até forçá-lo ao erro. Foi o que aconteceu. Uma breve escorregada de Jean deu a ponta ao adversário. Logo depois o paranaense erraria de novo e perderia mais posições.

Machito superou Adam e apareceu forte na segunda posição. O venezuelano aproveitou-se da seção de costelas, obstáculo onde o espanhol não se mostrou muito a vontade durante toda a noite, para tomar a liderança.

A liderança de Machito não durou mais que uma volta. Quando a 'batata assa' para o lado de Campano, ele sempre acha pontos na pista onde pode extrair algo a mais de sua pilotagem. Com o espanhol na ponta novamente a disputa pela vitória foi definida. O destaque nos minutos finais foi novamente Jean Ramos que superou Chatfield e Machito para tomar a segunda posição.

A ordem na primeira bateria foi a seguinte: Campano, Jean, Machito, Chatfield e Rafael Zenni na quinta posição.


Humberto Martin

  Segunda Bateria


Carlos Campano


Leandro Silva
Assim como a primeira corrida, a segunda bateria da MX Pró começou quente. A certo momento foram cinco pilotos embolados na disputa da liderança separados por não mais que meio fio de cabelo. Chatfield, líder na pontuação, sabia que não podia deixar o espanhol ganhar espaço no campeonato e tentou de todas as formas tomar a ponta.

Novamente a seção de costelas foi o melhor lugar para tomar o espaço de Campano. Chatfield emparelhou algumas vezes alí até que certa vez os dois foram surpreendidos pelo oportunista Machito com uma belíssima dupla ultrapassagem. O venezuelano, porém ficou na frente por meros 30 metros. Logo em seguida pulou demais na mesa de chegada e devolveu as duas posições.

O pega continuou interessante por mais algumas poucas voltas, com Jean Ramos e Leandro Silva acompanhando o trio na ponta até que as posições se acomodaram, pouco depois da metade dos 15 minutos mais uma volta de prova, e assim ficou até a bandeirada.

Com a dupla vitória, Campano recuperou 10 pontos em relação a Chatfield no campeonato. Pela segunda posição na etapa três pilotos estão empatados com 30 pontos. A definição no pódio ficou por conta do melhor resultado na segunda bateria, Chatfield ficou em segundo e Machito em terceiro. Jean Ramos ficou com a quarta posição na etapa.

"Consegui treinar bem na Espanha em duas pistas, uma delas parecida com a daqui. Nos preparamos mais, o mecânico trabalhou muito, porque na primeira corrida não sabíamos como era a pista. Tenho que melhorar bastante, meu nível é bom, mas cometo muitos erros, a pista escorrega muito, quase caí duas ou três vezes, tenho que preparar-me muito para as duas últimas etapas e garantir a vitória", comentou Campano após o pódio.


Jean Ramos

Na classificação geral Chatfield viu sua vantagem na liderança cair para apenas 8 pontos em relação a Campano, agora segundo colocado. Jean Ramos, em terceiro, também está na briga a 11 pontos do líder. Com 80 pontos ainda na disputa, as duas próximas etapas prometem ser interessantes.

MX2 - Vitória portuguesa com certeza


Hugo Basaúla


 Thales Vilardi
Uma das regras não escritas no motocross é que se você for duro numa dividida com seu adversário na pista, tenha certeza de que pode e precisa se manter longe dele pelo menos até a bandeirada.

Anderson Cidade, que liderou desde o início a categoria MX2 foi duro quando o português Hugo Basaúla, que veio da quinta posição, tentou assumir a ponta. No contato entre os dois o português foi empurrado fora da pista e quase caiu (assista o vídeo na MotoX TV).

Refeito do susto, Basaúla devolveu a gentileza algumas voltas depois numa curva de baixa velocidade e o catarinense acabou no chão perdendo várias posições.  Rafael Faria, que havia acabado de ultrapassar Endrews Armstrong, assumiu o segundo posto e ficou nele até a bandeirada. O resultado foi suficiente para colocá-lo na liderança da pontuação já que Hector Assunção começou a corrida na última posição e numa ótima recuperação chegou em quarto. O terceiro colocado foi Thales Vilardi que fez uma prova consistente e sem erros.

O norte-americano Sean Lipanovich foi o quinto colocado e Cidade, após a queda, chegou em sexto.


Rafael Faria

Hugo Basaúla, importação temporária da Equipe IMS Ipiranga, comentou sua primeira prova no Brasil: “É uma pista sem muito descanso onde a gente possa respirar. É um ritmo intenso porque a pista é bastante simples, toda hora a gente faz os mesmos obstáculos. Nas três primeiras voltas não sabia qual era o ritmo, cometi alguns erros logo na primeira ou segunda volta. Estava em quinto ou sexto, depois consegui imprimir meu ritmo”, disse o português que disputará também a próxima etapa da competição.

Pelo campeonato Faria e Assunção se firmam como favoritos ao título separados por apenas 2 pontos. Vilardi, Lipanovich e Anderson Amaral correm por fora, ainda com chances matemáticas, mas dependendo de resultados ruins dos líderes.

Junior


Leonardo de Souza

O gaúcho Enzo Lopes tomou a frente na largada, mas uma pequena escorregada na entrada das costelas foi o suficiente para Leonardo de Souza assumir a liderança e permanecer nela até a bandeirada, recebida com a boa vantagem de 12 segundos.

Na terceira volta um choque entre dois favoritos colocou ambos no chão. Gustavo Pessoa, então segundo colocado perdeu mais tempo para voltar, enquanto Fábio Santos retornou em terceiro, posição que manteve até o final atrás de Enzo.

Pelo campeonato Fábio viu sua vantagem sobre Leonardo cair para 8 pontos.


Enzo Lopes

65cc


Thiago Brenner

Na categoria 65cc a pista escorregadia fez algumas vítimas, notadamente os líderes da prova. Logo após a largada, o piloto que fez o holeshot (que não consegui idenficar quem foi) caiu na segunda curva. Arthur Todeschini assumiu a ponta, mas sua liderança não durou mais do que meia volta.

Leonardo Nunes ficou na frente por duas voltas até que Renato "Muguinho" Paz tomou a dianteira. Com uma vantagem relativamente tranquila Muguinho parecia caminhar para uma vitória certa até que um erro numa das mesas, a apenas duas voltas do final, o derrubou.


Leonardo Nunes

O catarinense Thiago Brenner herdou a liderança, ficou de pé e faturou sua primeira vitória no Arena Cross. De quebra assumiu a liderança na pontuação. Leonardo Nunes foi o segundo colocado na etapa e Bruno Zamana o terceiro. Muguinho ainda chegou em quinto atrás de Matheus Emílio. Todeschini, até então líder na pontuação foi apenas o nono colocado na etapa.

50cc


Gabriel Andrigo

Na categoria dos iniciantes Gabriel Andrigo dominou liderando de ponta a ponta. Carlos Pereira Dadalzinho assumiu o segundo posto ainda no início da 50cc, mas caiu na sequência levando Rafael Araújo junto.

Os dois voltaram à prova recuperando posições enquanto Andrigo se preocupava apenas em administrar a ponta. Na bandeirada, Dadalzinho foi segundo colocado a quatro segundos de Andrigo. Rafael foi o terceiro, já a uma volta do líder.


Carlos Dadalzinho

O Arena Cross é apresentado pela Honda, com patrocínio Mobil, co-patrocínio Pirelli, Yamaha, Mormaii e Revista da Moto!. A etapa tem apoio da Prefeitura Municipal de Indaiatuba, BWA, rádio Clip FM, Prolink, Polo Shopping Indaiatuba e IMS Racing.

O campeonato segue para o centro-oeste brasileiro com disputas em Brasília (DF) no dia 10 de novembro, e a grande final em Goiânia (GO) no dia 24 de novembro.

Resultados de Indaiatuba


P N MXPro__________ Pt 1 2 Sponsor
1 115 Carlos Campano 40 20 20 Yamaha/Grupo Geração/Monster Energy/Circuit/Lcm
2 407 Adam Chatfield 30 13 17 Ims/Ipiranga/Vulcano/Polivisor/Honda/Pirelli
3 101 Humberto Martin 30 15 15 Honda/Flash Power/Pirelli/Mobil/Tag Vans
Ogio/Duble X/Mr Pró
4 992 Jean Ramos 30 17 13 X Motos Do Brasil/Jmr Escola De Motocross
5 14 Leandro Silva 21 10 11 Honda/Mobil/Pirelli/Oakley/Fox/Polisport
Ct Leandro Silva
6 8 Cristopher Castro 18 8 10 Yamaha Grupo Geração/Monster Energy/Circuit
7 4 Roosevelt Assunção 17 9 8 Yamaha
8 18 Marcos Cordeiro 13 6 7 Yamaha/Fabricando Pilotos
9 94 Marcelo Sousa 11 5 6 Ims/Marques Pneus/Red Dragon/Slin
10 931 Rafael Zenni 11 11 -- Zenni Preparações/Phone Brasil/Mundial/Brasil Racing/Promax/
11 48 Ito Massanori 9 0 9 Ims/Ipiranga/Vulcano/Polivisor/Honda/Pirelli/Bm Motos
12 21 Wellington Garcia 7 7 -- Honda/Mobil/Pirelli/Fox/Oakley
P No MX2 Best Tm Diff Sponsor
1 747 Hugo Basaula 36,672   Ims/Ipiranga/Vulcano/Polivisor
2 116 Rafael Faria 37,105 11,706 Flyingracing/Yamaha/Asw/Motosavages/Serginho
3 27 Thales Vilardi 37,895 15,475 Honda/Mobil/Pirelli/Stam/Subs/Fox
4 30 Hector Assunção 36,572 0.020 Honda/Mobil/Fox/Pirelli/Oakley
5 505 Sean Lipanovich 37,577 22,871 Honda/Ct Leandro Silva/Mobil/Pirelli/Mx Parts/Im
6 20 Anderson Cidade 37,492 29,096 Yamaha Grupo Geração/Monster Energy/Usa Impo
7 22 Benjamin Hussey 38,584 38,816 Pirelli/Morato/Asw/Yamaha/Gmtech
8 282 João P. Ribeiro 38,175 1 Lap Mormaii/Prox/Yoshimura/Amalube/Rinaldi
9 6 Gabriel Gentil 38,249 1 Lap Yamaha/Grupo Geração/Monster Energy/Circuit
10 83 Anderson Amaral 38,307 1 Lap Irrigação Borborema/Rota Do Mar/Kawasaki/Wrp
11 12 Endrews Armstrong 37,813 1 Lap  
12 111 Gustavo Amaral 38,871 1 Lap Kawasaki/Rota Do Mar/Briger Jeans/Irrigação Bo
Pl Junior Team Tr Temps Moy/Ec Meill. To
1 45 Leonardo De Sou Honda/Ct Leandro Silva/Mobi 16 11:03.9 16 Trs 00:40.7
2 92 Enzo Lopes Pirelli/Ktm/Mobil/Red Bull/Re 16 11:16.0 00:12.1 00:40.7
3 87 Fábio Dos Santos Pirelli/Ims/Vaz/Motul/Orbital 16 11:31.0 00:27.1 00:41.2
4 8 José Bryan Kaiane Malhas/Tbt Suspensõ 16 11:40.2 00:36.3 00:42.1
5 102 Djalma Brito Kawasaki/Red Nose/Pirelli/M 15 11:07.1 15 Trs 00:42.9
6 111 Vitor Almeida X Motos Do Brasil/Colombo L 15 11:11.2 00:04.1 00:42.1
7 222 Márcio Hortense Kut Kó 15 11:44.2 00:37.1 00:44.1
8 49 Carlos Evangeli One Industries/Rx Graphics/ 15 11:47.6 00:40.5 00:45.9
9 991 Ricardo Jurça Flying Racing/Morato/Asw 14 11:08.8 14 Trs 00:41.5
10 818 Yuri Campello Paitrocinio 14 11:37.4 00:28.6 00:45.0
11 117 Gustavo Pessoa Itamaracá Rodas/Honda/Mobi 14 11:41.4 00:32.6 00:40.50
12 75 Leonardo Simas Trevo Da Sorte Loterias/Mo 13 11:20.0 13 Trs 00:45.1
13 930 Gustavo Nagama Neyfa Parts/Ths Racing/Mxr 13 11:49.2 00:29.1 00:50.4
14 114 Pedro Bento Pirelli/Morato/Asw /Yamaha/ 13 11:57.3 00:37.2 00:49.4
Pl 65 Team Tr Temps Moy/Ec Meill. To
1 24 Thiago Brenner Contabilidade Progresso 14 11:40.6 14 Trs 00:48.7
2 15 Leonardo Nunes Pé No Estribo/Nitrogenius 14 11:51.7 00:11.0 00:49.3
3 90 Bruno Zamana Papalégua Motos/Borracha 14 11:58.6 00:18.0 00:50.3
4 107 Matheus C. Emílio Rota Baús/Papaleguaracing 14 12:04.0 00:23.3 00:50.3
5 101 Renato Paz Habib's/Bud/Asw /Ragazzo 14 12:06.7 00:26.0 00:48.49
6 25 Leonardo Cassar Ims 14 12:14.3 00:33.6 00:49.7
7 111 Iuri Naves Pro Race Preparações 14 12:18.8 00:38.1 00:50.2
8 55 Renan G. Dos San Proeste Tupã/Super Truck/S 14 12:24.8 00:44.1 00:51.7
9 3 Arthur Todeschi Pirelli/Brasil Racing/Tbt Sus 13 12:04.9 13 Trs 00:50.0
10 75 João P. Assunção Distrib. Marsil/Slt Transpor 13 12:18.0 00:13.0 00:55.1
11 11 Joaquim De Olivei Pirelli/Atms/Lagoinha Auto 13 12:18.9 00:14.0 00:52.0
12 5 Monique De Cama Kawasaki/Asw /Rinaldi/Mec M 13 12:34.5 00:29.6 00:54.5
13 21 João Raimundo Maxxy Energy/Neyfa Parts/D 12 11:48.9 12 Trs 00:53.0
14 903 Márcio C. Da Silv Kawasaki/Rinaldi/Asw /Red Dr 12 11:53.4 00:04.4 00:57.1
Pl 55 Team Tr Temps Moy/Ec Meill. To
1 10 Gabriel Andrigo Ims/Km Motos/Mr Pró/Pneus 12 11:28.7 12 Trs 00:50.71
2 1 Carlos B. Pereira Asw /Pi 12 11:33.5 00:04.8 00:51.3
3 99 Rafael De Araújo Maxxi Energy 11 11:30.7 11 Trs 00:55.7
4 44 Marcelo L. Ferna Rapozão Racing/Brasil Racin 11 11:50.4 00:19.7 00:57.3
5 22 Leonardo G. De S Minimoney/Motomania Motob 11 11:57.8 00:27.1 00:55.7
6 38 Rodolfo Bicalho Genuina 11 12:13.7 00:43.0 00:58.2
7 2 Mateus De Olivei Red Dragon/One/Doublex/Ts 11 12:15.8 00:45.0 00:58.6
8 26 Felipe Rodrigues Lpr Locações/Gaticell Telec 10 11:38.5 10 Trs 01:01.0
9 5 Gustavo Oliveira Pizzarilha/Bela Boats/Quios 10 12:15.5 00:36.9 01:03.6
10 4 Garmichel Geiehl Supermercados Dois Irmãos/ 10 12:24.6 00:46.1 01:05.4
11 15 Brenda Dias Mrp Racing/Asw /Slin/Mr Pró 9 12:03.5 9 Trs 01:08.5


Classificação Geral

Pos No . MX Pro Total
1 407 Adam Chatfield 102
2 115 Carlos Campano 94
3 992 Jean Ramos 91
4 14 Leandro Silva 67
5 931 Rafael Zenni 57
6 8 Cristopher Castro 51
7 101 Humberto Martin 49
8 4 Roosevelt Assunção 47
9 21 Wellington Garcia 43
10 48 Ito Massanori 38
Pos No . MX2 Total
1 116 Rafael Faria 47
2 30 Hector Assunção 45
3 505 Sean Lipanovich 38
4 27 Thales Vilardi 34
5 83 Anderson Amaral 32
6 20 Anderson Cidade 28
7 282 João P. Ribeiro 26
8 6 Gabriel Gentil 24
9 747 Hugo Basaula 20
10 12 Endrews Armstrong 16
P. Junior Pt
1 Fábio Dos Santos 52
2 Leonardo De Souza 44
3 Ricardo Jurça 39
4 José Bryan 37
5 Vitor Almeida 31
6 Djalma Brito 26
7 Enzo Lopes 25
8 Gustavo Pessoa 25
9 Kiomann Munoz 23
10 Leonardo Simas 17
P. 65 Pt
1 Thiago Brenner 50
2 Arthur Todeschini 47
3 Renato Paz 45
4 Leonardo Nunes 39
5 Matheus C. Emílio 33
6 Leonardo Cassarotti 23
7 Iuri Naves 22
8 Renan G. Dos Santos 19
9 Monique De Camargo 16
10 Bruno Zamana 15
P. 55 Pt
1 Gabriel Andrigo 57
2 Carlos B. Pereira 54
3 Rafael De Araújo 45
4 Marcelo Fernandes 39
5 Leonardo G. Souza 29
6 Rodolfo Bicalho 24
7 Diogo Nascimento 21
8 Mateus De Oliveira 19
9 Felipe Rodrigues 18
10 Bernardo Zappeline 17






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet