X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Reportagens > Especial

Coragem, virtude dos campeões
Publicado em: 24/02/2010

De nada adianta lamentarmos o que nos falta. Precisamos de coragem e determinação para lidar com os problemas
Redação MotoX.com.br - Texto: Fabiano Mello* - Fotos: Maurício Arruda / Arquivo MotoX 


Coragem...


...Virtude dos campeões
Hoje resolvi falar de coragem, característica fundamental para qualquer aspirante a piloto que queira ingressar nesse meio tão fascinante que é o Motocross. Para ser piloto é preciso realmente muita coragem! Coragem para subir em cima de uma moto e desde muito cedo (como é o início de grande parte dos pilotos) aprender a se equilibrar em alta velocidade, buracos, lama, saltos...

É preciso também coragem para lidar com o ritmo alucinante das competições. Treinos e mais treinos, livres, cronometrados, tendo o tempo sempre como adversário, pressões, momentos tensos como o parque fechado, o alinhamento no gate...

A coragem também está presente no momento de encarar as lesões tão comuns nesse esporte. Certa vez um amigo meu também psicólogo e que iniciou um trabalho com um piloto me disse espantado ao presenciar seu cliente quebrando o nariz em decorrência de uma queda: "Eu imaginava que um lutador de vale tudo quebrasse o nariz e não um piloto de motocross".

Essa coragem não é uma característica inata, mas algo que vai se desenvolvendo de acordo com o meio em que a criança está inserida, na relação com seus pais, etc. Ou seja, nós aprendemos a ser corajosos ou não. 


"Tive a oportunidade de trabalhar com muitos atletas corajosos. Entre eles, um muito especial. Sempre me chamou a atenção sua maturidade e coragem".


Eduardo Rudnick
Ao longo dessa minha jornada como psicólogo esportivo, tive a oportunidade de trabalhar com muitos atletas corajosos. Entre eles, um muito especial. Quando iniciei meu trabalho com esse piloto, ele estava se recuperando de duas lesões decorrentes de uma prova do Campeonato Brasileiro de Motocross. Durante nossas sessões, sempre me chamou a atenção sua maturidade e coragem para lidar com aquele momento tão difícil na carreira de um jovem piloto de apenas 14 anos. 

Em nenhum momento queixou-se da sua condição atual de estar afastado temporariamente das pistas e ter perdido a chance de disputar o título naquele ano. Muito pelo contrário, sobrava coragem para lidar com a situação, acompanhada de um otimismo fantástico e uma inteligência emocional surpreendente para alguém tão jovem. De nada adianta lamentarmos o que nos falta. Precisamos de coragem e determinação para lidar com os problemas com as ferramentas que temos.
E foi assim até o fim! Ao longo desses poucos meses que eu o acompanhei, aprendi muito mais do que ensinei. E lembrarei sempre de uma de nossas conversas onde eu pedi para que ele mais uma vez tivesse força para superar aquele momento tão difícil e ele com toda a sua coragem e sabedoria me disse: "Ficarei bem, fique tranqüilo!". 


Tenho a certeza de que está bem sim, meu amigo. Obrigado pela lição de coragem! 
*** Em memória de Eduardo Rudnick

* Fabiano Mello é psicólogo esportivo e atualmente trabalha com os pilotos Rafael Faria, Leandro Silva e Leonardo Lizotti.
Email: fabiano@bottomello.com.br






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet