X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Arena Cross

5ª etapa - São Sebastião - SP
Publicado em: 17/07/2008

Após etapa de São Sebastião Arena Cross tem novos líderes 
Texto e fotos: Maurício Arruda


Largada MX1


Leandro Silva
Em momento decisivo da temporada o Arena Cross voltou ao litoral paulista para 5ª etapa do campeonato.

Três dias antes da prova, realizada dia 12 em São Sebastião (SP), os ingressos para assistir a competição já estavam esgotados. E o público que encheu as arquibancadas desde os treinos mostrou muita animação durante as provas. Depois desta haverá apenas mais três etapas, momento importantíssimo na definição dos candidatos ao título.

Assim que as motos começaram a voar pela pista – uma das mais apertadas desta temporada – vimos que a noite prometia um grande espetáculo. A platéia bastante participativa contagiou os presentes, mesmo sem a participação dos principais pilotos neste primeiro contato com a pista.

Os líderes chegaram apenas à noite, de dia treinaram na cidade de Indaiatuba, onde simultaneamente era realizado o treino do Latino-Americano de Motocross. Assim as principais estrelas da competição prepararam-se para uma maratona competindo na noite de sábado no litoral, onde foi realizado o Arena Cross, viajando em seguida para o interior para disputar a abertura do evento continental. 


Roosevelt Assunção


Jean Ramos
Na MX2 com a ausência dos líderes outros pilotos aproveitaram para brilhar nos treinos cronometrados. Quem garantiu o ponto extra foi César Popinhak. Na MX1 Pipo Castro ficou com a melhor marca. A categoria principal teve também a ausência do primeiro colocado na classificação geral, Wellington Garcia, que acaba de passar por uma cirurgia na perna esquerda e não deve retornar ao Arena Cross nesta temporada.

Corridas

Sem Wellington Garcia na pista Leandro Silva largou mais favorito do que nunca na bateria da MX1. Nem por isto foi um trabalho fácil para o piloto da Honda. Roosevelt Assunção também andou determinado e próximo do paranaense desde as primeiras voltas da corrida.

Apesar da perseguição Leandro assumiu a ponta na largada e seguiu em primeiro durante as 29 voltas da bateria.“A pista estava bastante lisa, por isso foi necessário poupar um pouco. O Roosevelt andou forte e se aproximou no final, mas consegui fazer uma boa corrida”, afirmou o novo líder na classificação geral. 



Pista de São Sebastião


Largada MX2
Roosevelt também ficou satisfeito com sua apresentação: “Atingi meu objetivo de ficar entre os primeiros colocados no Arena e sigo na luta pelo título”, disse o piloto da equipe Pro Tork. Na briga pelo terceiro lugar a definição também foi rápida com Pipo Castro ultrapassando Massoud Nassar ainda no início da bateria para isolar-se na colocação. O bi-campeão do Arena Cross (2005 e 2006) quer recuperra-se na reta final da competição. “O campeonato está aberto e ainda vou brigar para conquistar este título. Há muito a ser disputado”, disse o catarinense. 


Swian Zanoni


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 476 Fotos!
Massoud Nassar acabou superado por Dênis Cordeiro que conquistou a quarta colocação da prova. Massoud ainda precisou defender-se de João Paulo Feltz que chegou a tomar-lhe o quinto lugar, mas levou o troco na última volta. Um fato curioso da prova foi a determinação de Uyran Silva, bastante lembrado pelo locutor Zezito que não cansou de pedir o incentivo do público ao atleta durante a corrida. O piloto paulista perdeu o banco de sua motocicleta, e outras peças se soltaram, mas Uyran não desistiu, levando sua motocicleta até o final recebendo a bandeirada na nona posição.

A primeira passagem pelo salto da chegada trouxe também um grande susto para a equipe de Marcello Ratinho Lima na categoria MX2. O líder do campeonato, que estava na frente também na prova, levou uma forte queda encerrando ali sua participação. O saldo da queda foi uma lesão na clavícula que acabou por afasta-lo também da abertura do Latino-Americano no dia seguinte. 


Gate de Largada 85cc


Matheus Corguinha
Quem pulou para liderança então foi Swian Zanoni, piloto que havia dado apenas duas voltas na pista antes da largada. Em pouco tempo ele tinha na presença de Jean Ramos sua principal preocupação. O ritmo forte fez com que rapidamente os dois começassem a encontrar retardatários.

Assim como seu irmão Ratinho, Dudu Lima, também não teve sorte na prova e após uma queda abandonou a bateria. Já Lucas Moraes acabou não enfrentando dificuldades para chegar ao terceiro lugar deixando César Popinhak e Thales Vilardi na disputa pela quarta posição.

Jean Ramos tanto pressionou que conquistou a primeira colocação. “Tenho feito um bom trabalho nas últimas etapas. Não larguei muito bem. O Swian saiu bem forte, esperei o momento ideal para assumir a ponta. Foi uma ótima corrida e cheguei à liderança do campeonato”, comemorou.

Swian havia enfrentado problemas nos treinos do Latino-Americano e teve trabalho para deixar a moto pronta a tempo, mas conseguiu uma excelente apresentação e finalizou a prova na segunda posição. “No treino de hoje quebrou a segunda marcha da moto. Tivemos de abrir o motor. Ainda bem que deu para fazer tudo rápido. Consegui fazer uma boa largada, mas eram muitos retardatários e acho que faltou sinalização”, falou.

Lucas Moraes confirmou a terceira posição enquanto Thales Vilardi superou Popinhak e subiu ao pódio na quarta posição. Kaique Polimeno também fez boa apresentação e esteve na disputa ao longo da bateria, mas finalizou a bateria na sexta colocação. 


Gabriel Zenni


Largada 65cc
Se dá para dizer que houve uma grande “zebra” nesta noite, foi na prova da 85cc. Matheus Ribeiro “Corguinha” chegou a São Sebastião com a oitava posição como melhor resultado em sua temporada da categoria. Sem subir ao pódio até então, era difícil acreditar em uma vitória do carioca. No treino cronometrado ele conseguiu a melhor marca, mas podia-se dizer que os favoritos não estavam presentes, já que os pilotos de fábrica treinavam em Indaiatuba.

Só que quando o gate caiu, já com a presença dos líderes, Corguinha continuou mostrando que a noite seria sua. Ultrapassou Eduardo Rudnick na sexta volta e daí para frente foi impecável conquistando uma merecida vitória. Na metade da bateria a segunda posição também já tinha dono: Gabriel Zenni continuou mostrando sua evolução neste ano chegando a seu melhor resultado. 


Kaio Miranda


Hallex Dalfovo
Em prova de recuperação Endrews Armstrong pulou da 11ª posição no início para o terceiro lugar final. Marcos Holtman fechou na quarta posição enquanto o líder do campeonato, Rodrigo Lama, fez prova comedida terminando em quinto. “Corri com o braço doendo bastante, mas precisava defender a liderança”, explicou o piloto que competiu machucado, mas ainda assim teve melhor resultado que seus principais adversários. Everaldo Lima caiu e abandonou a prova quando tinha a terceira posição. Já César Zamboni não conseguiu uma boa apresentação e foi apenas sétimo colocado.

Se nesta bateria houve novidade no topo do pódio, na 65cc não dá para dizer o mesmo. Kaio Miranda segue dominando a categoria e não foi desta vez que alguém fez frente ao paulista. Hallex Dalfovo bem que se esforçou, mas ambos vieram ganhando posições ao longo da bateria e Kaio sempre esteve à frente de seu principal oponente em São Sebastião. Na bandeirada 5 segundos separavam os dois.

Victor Monnerat fez boa apresentação e após liderar as primeiras voltas e fechou a bateria na terceira posição. Pedro Bueno chegou logo atrás garantindo a quarta posição da bateria. O quinto lugar só foi definido na última volta quando Filipe Ribeiro ultrapassou Gustavo Pessoa. 


Kioman Navarro


Enzo lopes
Na 50cc mais uma vez o trio Kioman Navarro, Enzo Lopes e Djalma Britto mostrou mais velocidade que os demais. Enzo bem que tentou resistir a pressão de Kioman, liderou as primeiras voltas, mas acabou ultrapassado e foi o único piloto a terminar na mesma volta do vencedor.

Djalminha não enfrentou dificuldades para completar em terceiro, assim como Guilherme Torres que do começo ao fim manteve a quarta posição. Otávio Leite fechou o pódio após boa disputa com Matheus Freschi.

A sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Arena Cross acontece no dia 9 de agosto na cidade de Indaiatuba (SP).

O patrocínio do Arena Cross é da Honda, Gol e Mobil, com co-patrocinio da Yamaha, Peels Capacetes, Metzeler e Consórcio Nacional Honda. Apoio Prefeitura de São Sebastião e Rádio Morada.

Resultados

P. MX1 Equipe Dif.
1 1 Leandro Silva Hon/Asw/Mr Pro/Mobil/Pirelli/Mx Part 30 Laps
2 5 Roosevelt Assunçao Hon/Mobil/Pirelli/Ngk/Did/Asw/Oakley 00:02.739
3 10 Pipo Castro Yam/Geração Motos/Pro Tork 00:21.488
4 43 Denis Cordeiro Hon/Race Tech/Motorex/Mr Pro 29 Laps
5 26 Massoud Nassar Ktm/Shift/Herbert Motos 00:04.438
6 51 João Paulo Feltz Geração Motos 00:20.052
7 46 Juliano Ramos Jmr Escola motocross/Posto Costa Brav 27 Laps
8 708 Ari Paschoal Da Silva Pirelli/ Suzuki/ Petrobras/ Ciclo Star 00:07.167
9 91 Uyran Carlos Fari Da Silva Stylos Metais/ Protork/ Pro Terra 24 Laps
P. MX2 Equipe Dif.
1 10 Jean Carlo Ramos Honda/ Mobil/ Asw/ Oakley/ Pirelli/ Jm 30 Laps
2 9 Swian Zanoni Ktm/ Fox/ M3/ Benazi/ Mormai/ Motul/ M 00:04.414
3 23 Lucas Lengruber De Moraes Dunas/ Yamaha/ Usa Conection/ Vaz/ Mot 00:25.321
4 14 Thales Vilardi Hon/Mobil/Pirelli/Asw/Orbital/Hrc/Po 29 Laps
5 24 Cesar Augusto Popinhak Suzuki/ Petrobras 00:10.209
6 51 Kaique Polimeno Lemotor/Mcracing/Asw 28 Laps
7 89 Maicon Morgado Tardin Di Maik Confeccoes/ Cabriteam/ Dali 00:23.494
8 30 Edson Luíz Bertos Ting/ Ims/ B. Carneiro/ Transmor/ Dism 27 Laps
P. 85cc Equipe Dif.
1 308 Matheus Ribeiro Corguinha - 18 Laps
2 6 Gabriel Zenni Zeni Preparações 00:04.697
3 112 Endrews Armstrong Nhemihis Tork/ Mitas/ Jarva/ Jmr/ Serginho Susp 00:07.621
4 43 Marcos Paulo Holtman Vale Fertil/ Boeing/ Alpinestar/ Sergi 00:25.250
5 3 Rodrigo Lama Honda/ Mobil 00:30.868
6 94 Eduardo Rudnick Protork 00:31.462
7 816 Talvon Teixeira Zoolo 17 Laps
8 7 Cesar Auusto Zamboni Honda/ Pirelli/ Sw/ Mobil 00:03.454
9 53 Leonardo Lisoti - 00:07.422
10 12 Gabriel Marques Bmcd/ Plasfer/Souter Industrial/Riocro 00:32.400
P. 65cc Equipe Dif
1 2 Kaio Miranda Fox/ Oakley/ General Motos/ Bud Racing 17 Laps
2 11 Hallex Dalfovo Abn Amro Bank/ Webmotors/ Dalforo Veic 00:05.644
3 99 Victor Monnerat Íntima Tex 00:18.729
4 188 Pedro Henrique Rosa Bueno Vortex/ Jarva Racing/ Dash/ R2 00:19.560
5 122 Filipe Sorrentino Ribeiro Lufi Lingerie 00:23.380
6 536 Gustavo Pessoa De Souza Itamaracá Rodas/ Asw/ Rodas Mongelis/ 00:23.932
7 111 Andre Paschoal Da Silva Ciclo Star Motos 16 Laps
8 16 Ricardo Jurça - 15 Laps
9 44 Leonardo Neto Gambatto Motos E Engeaço Estruturas Me 00:23.946
10 359 "flocos" Carlos Augusto Lisboa Zogbi/ Rk5/ Color Prits/ Beco Motocros 00:25.978
11 120 Raul Salmazo Senga/Rr Motos/Club Club/Br Motos/Rs1 00:32.223
12 929 Danilo Luiz De Almeida Bicicletas Barcala/ Pro Tork/ Churrasc 13 Laps
13 47 Iuri Nitole Fox/ Crefil Reciclagem 01:41.229
P. 50cc Equipe Dif.
1 1 Kioman De Jesus Navarro Munõs Tonin Bala Motopeças/ American Cross/ 17 Laps
2 3 Enzo Lopes Oasis Racing/ Freeday/ Léomotos.com.br 00:13.887
3 6 Djalma Brito Transbrito Cargas/Circuit/M.negretti 16 Laps
4 4 Guilherme Torres Da Costa Asw/ Motul/ Vaz/ Orbital 00:12.052
5 88 Otávio Sousa Leite Guincho Modelo/ Transmáquina 00:26.384
6 44 Matheus Freshi Grupo Embramaco/Rancho Phoenix/Riocros 00:28.699
7 26 João Gabriel Michelin Alpes/ Posto Solon/ Bom Vr Papéis 00:40.700
8 8 Carlos Tavares Evangelista Ktm/ Asw/ Evs/ Fox/ Visual Design 14 Laps
9 63 Pedro Moreira Colegio Progresso/ Ccaa/ Lem Motor 00:15.883
10 49 Gustavo Lazarini Martins - 00:29.172
11 52 Pedro Oliveira Sousa Leite Guincho Modelo/ Transmáquina 00:30.814
12 99 Bruno Monnerat Íntima Tex 13 Laps
13 27 Alifer Rodrigues Seletiva Casas 00:41.797
14 120 Felipe Gonzalez Sanfer Ferragens E Ferramentas 00:42.823



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet