X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Arena Cross

10ª etapa - São José - SC
Publicado em: 15/11/2007

Leandro Silva (MX1) e Wellington Garcia (MX2) comemoram os títulos 
Texto e fotos: Luiz C. Garcia


Largada da primeira bateria MX2


Wellington Garcia e Swian Zanoni
Após nove etapas a temporada 2007 do Arena Cross chegou a sua decisão na cidade catarinense de São José, terra do bi-campeão Pipo Castro (MX1) que lutava pelo tri campeonato. Só que esta temporada Pipo teve que enfrentar um "osso duro de roer", o paranaense Leandro Silva, que chegou para esta 10ª e última etapa como líder da categoria. O paulista Rossevelt Assunção, vice-campeão no ano passado também estava na luta pelo título, estes três pilotos eram os únicos com chances de levantar a taça na classe principal. 

Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 404 Fotos!

Na MX2, a missão do goiano Wellington Garcia para chegar ao título estava mais fácil, porém se dependesse de Swian Zanoni, o título iria para o Rio de Janeiro. Falando em MX2, esse foi o ano que considerei o mais difícil e disputado na categoria que mostrou um alto nível de seus pilotos. Além de Wellington Garcia e Swian Zanoni, que para mim foi o destaque do Arena Cross nesse ano devido a evolução em relação a temporada passada participaram também diversos outros excelentes pilotos como: Marcello "Ratinho", que mesmo andando forte não teve sorte em algumas etapas; Thales Vilardi piloto que mantêm a consistência dentro da pista acelerando forte; Dudu Lima, irmão de Ratinho, que já deixou de ser uma promessa dentro da MX2 e vem conquistando seu espaço; Gustavo Amaral, um excelente "largador", que dá cada vez mais trabalho aos adversários. Destaco também Edson Bertos que sempre esteve entre os primeiros. 


Kaio Miranda e Eduardo Rudnick
As demais categorias já foram para essa última etapa com os campeões definidos. Na 85cc excelente temporada para Hector Assunção que dominou a categoria. Outro que dominou e não deixou dúvidas sobre o título foi Leonardo Neto (50cc). Esse catarinense não deu chance para ninguém vencendo nove de dez etapas disputadas. Na 65 cc, o paulista Kaio Miranda andou bem e manteve a regularidade o que lhe rendeu o título antecipado em cima do paranaense Eduardo Rudnick. 

Nesta prova também tivemos a oportunidade de ver a linha Honda 2008 em ação com Leandro Silva acelerando a nova versão da CRF 450. Além disso os títulos das principais categorias estavam em jogo gerando grande expectativa. Por isso as emoções para essa última etapa estavam garantidas. Durante os treinos o dia esteve quente e ventando forte o que anunciava chuva no final da tarde, um tempero a mais para as provas. 


Wellington Garcia


Swian Zanoni
O sol estava se pondo quando a MX2 entrou para disputar a primeira bateria. Wellington Garcia larga na frente seguido de Gustavo Amaral, Swian Zanoni, Dudu Lima, Thales Vilardi, Ratinho Lima e o "local" Anderson Cidade. Wellington anda forte e aproveita a oportunidade de decidir o titulo já nesta bateria. Swian após ultrapassar Gustavo Amaral parte para cima de Wellington. Mesmo tirando a diferença ele não consegue um ataque. 

Thales Vilardi ultrapassa Gustavo Amaral e trás com ele Ratinho. A briga pela terceira posição foi emocionante entre os dois, com Ratinho levando a melhor. Thales, em quarto lugar, ainda teve se suportar as investidas de Anderson Cidade no final da prova. 

Com a vitória na primeira bateria Wellington Garcia garante o título da temporada da MX2 e, pela conversa do piloto, tudo indica que ele irá para a categoria MX1 do Arena Cross em 2008. Já Swian Zanoni na entrega da premiação da temporada deu a entender que deixou quase acertada sua participação na MX2 para o ano que vem. 


Jean Ramos


Pipo Castro
"Entrei para a primeira bateria pensando em garantir o título. Larguei bem e mantive o ritmo mesmo com o Swian andando forte atrás de mim. Quero agradecer as pessoas que me ajudaram nessa temporada, patrocinadores e aqueles que torceram por mim", comentou o campeão Wellington. 

Com o título da MX2 já garantido, faltava saber quem seria o campeão da principal categoria, a MX1. Leandro Silva e Pipo Castro já começaram a disputa nos treinos com Leandro conseguindo a pole com apenas 0,022 miléssimos de vantagem sobre seu principal oponente. Na primeira bateria Leandro larga na frente seguido de Jean Ramos, Pipo, Rossevelt Assunção (que logo sairia da briga pela liderança após uma queda) e Rodrigo Selhorst. 


Leonardo Neto
Nem Pipo nem Leandro contavam com o grande empenho de Jean Ramos para terminar a temporada com uma vitória. Acompanhando os ponteiros, Pipo viu a oportunidade de sair da primeira bateria com uma diferença menor em relação a Leandro Silva, no momento em que o paranaense cai ao tentar dar o troco em Jean Ramos que assumira a primeira posição. 

Rodrigo Selhorst é o terceiro e Leandro volta na quarta colocação. Rafael Ramos vem tranqüilo na quinta posição. Leandro a partir daí começa a fazer uma prova sem se arriscar, pensando no campeonato. 

Na frente e sem nenhuma escolha Pipo parte para cima de Jean Ramos, os dois chegam a trocar de posição. Jean consegue dar o troco, vence a bateria e Pipo fica em segundo. Selhorst garante o terceiro lugar seguido por Leandro Silva e Rafael Ramos. "Entrei nessa bateria pensando em defender a liderança da prova e isso fez com que eu corresse tenso. Depois da queda pensei no campeonato e não me arrisquei", afirmou Leandro Silva. 


Kaio Miranda


Hector Assunção
Com a chuva começando a cair entrou na pista a 50cc. A criançada deu aula em como andar nesta condição. Djalma Brito largou na frente e logo foi ultrapassado pelo campeão Leonardo Neto. Henrique Schimidt, Otávio Leite, João Gabriel e Iuri Nitole vinham logo atrás. 

Com Leonardo Neto andando forte e Djalma Brito também abrindo vantagem a briga da prova ficou pelo terceiro lugar. Iuri Nitole veio recuperando terreno e após ultrapassar Otavio Leite fechou no terceiro lugar. Otavio ficou em quarto. Danilo Almeida, que largou em oitavo, se recuperou na prova e terminou em quinto. 

Com uma chuva forte e a pista muito escorregadia a 65cc entrou para a disputa com Kaio Miranda, campeão antecipado, na frente seguido de Eduardo Rudnick, Hallex Dalforo, João Ribeiro, Matheus Corguinha e Manoel Kuhn. 

Rudnick força para cima de Kaio e assume a ponta. Andando melhor no barro, Rudnick abre uma pequena diferença em relação a Kaio, mas a chuva forte começou a deixar a pista ainda mais escorregadia. Rudnick tenta se segurar, mas deixa a moto escorregar em uma curva e cai entregando a liderança para Kaio Miranda que não desperdiça  a oportunidade: fecha o ano com o título e vitória na prova final. Eduardo Rudnick foi o segundo. Hallex Dalforo (3º), João Ribeiro (4º) e Manoel Kuhn (5º) fecharam o ultimo pódio do ano na categoria. 


Marcello Ratinho


Anderson Cidade
Na 85cc Rodrigo Lama pula na frente, mas cai ainda na primeira volta. Hector Assunção
assume a ponta e mostra porque foi o campeão antecipado da categoria não dando chances a Éder de Lima que finaliza na segunda colocação. Rodrigo Lama ainda se recupera na prova terminando em terceiro. Anderson Amaral, ficou na quarta colocação e Raul Fastino, que largou mal, veio ganhando posições terminando em quinto.
 
O campeão Hector ficou satisfeito com mais uma vitória: "Não larguei bem, mas procurei andar redondo por causa da pista que estava muito escorregadia. Graças a Deus deu tudo certo e fechei o ano com o título". 

Na segunda bateria da MX2, Wellington Garcia pula na frente seguido de Ratinho, Dudu Lima, Jonathan Menegasso, Gustavo Amaral, e Anderson Cidade. Swian Zanoni larga mal e termina a bateria apenas na sétima posição. Thales Vilardi também se enrosca na largada e parte na última posição. Na frente Wellington lidera uma boa parte da prova, mas Ratinho vem pressionando o goiano. Pela terceira posição, Anderson Cidade acompanhava os líderes, mas não chegava a incomodar e nem ser incomodado por Dudu Lima que andou praticamente sozinho a prova inteira. 


Leandro Silva


Rodrigo Selhorst
Ratinho consegue assumir a primeira posição e vence a bateria. Wellington finaliza em segundo. Anderson Cidade foi o terceiro e Dudu Lima o quarto. Pela quinta colocação excelente recuperação de Thales Vilardi. 

Ratinho: "A chuva deixou bem pesada a pista nesta bateria, mas graças a Deus consegui um vitória e com o resultado da bateria anterior (terceiro lugar) fiquei em segundo na soma geral". 

Na soma das duas baterias Wellington Garcia levou a etapa com 37 pontos. Em segundo ficou Ratinho (33 pontos), Anderson Cidade foi o terceiro (22), Swian Zanoni ficou em quarto (21) e Thales Vilardi em quinto (20). 

Faltava a última bateria da noite que definiria quem seria campeão da MX1. Leandro Silva leva vantagem na disputa e pula na frente seguido de Pipo Castro, Jean Ramos, Roosevelt Assunção, Rafael Ramos, Dênis Cordeiro e Rodrigo Selhorst. 


Pódio MX2
Pipo e Leandro andam lado a lado na primeira volta, mas quem passa em primeiro é Jean Ramos que impõe excelente ritmo. Pipo vem logo atrás. Leandro Silva, que precisa terminar a prova em sétimo para garantir o título, não oferece resistência, deixa Roosevelt Assunção assumir o terceiro lugar e vê a briga pela ponta entre Jean - que bravamente resistia - Pipo e Roosevelt. 

Jean Ramos me fez lembrar de Jorge Negretti, por andar muito bem no barro. E vê a vitória cada vez mais nas mãos quando Pipo Castro cai deixando a segunda posição para Roosevelt. A partir daí Jean passa a administrar a prova. Roosevelt fica em segundo e acaba se isolando. Pipo, mesmo caindo de novo, termina em terceiro. Leandro Silva é o quarto e sai da pista com o título da MX1. Em quinto ficou Rodrigo Selhorst. 


Pódio MX1

Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 404 Fotos!
Na somatória das duas baterias, Jean Ramos saiu como vencedor, com 40 pontos. Pipo Castro ficou em segundo (29 pontos), Leandro Silva em terceiro (23), Rodrigo Selhorst em quarto (22) e em quinto Roosevelt Assunção (21). 

O campeão da temporada, Leandro Silva, comentou: "Na segunda bateria andei com a cabeça por que precisava de um sétimo lugar para ser campeão. Agradeço ao Carlinhos Romagnolli pela oportunidade, a Honda que me apoiou e meus mecânicos Marcos, Luciano e Old, além dos meus familiares". 

Agora fica a expectativa para sabermos com será a temporada 2008 do Arena Cross. Pelo que ouvimos nos bastidores em São José, ano que vem o campeonato ganhará uma estrutura ainda melhor, promessa de que será ainda mais emocionante. 

O Arena Cross 2007, uma realização da Carlinhos Romagnolli Promoções & Eventos é patrocinado por Honda, Old Eight e ABN Amro - Aymoré Financiamentos, tendo como co-patrocinadores: Peels, Pirelli, Consórcio Nacional Honda e Yamaha. 
    
Resultados

Pos Piloto Categoria MX1 (Soma das Baterias)
1 Jean Carlo Ramos Oasis/Agua Mineral Ouri Fino/R2/Ims
2 Pipo Castro Yam/Geração Motos/Pro Tork
3 Leandro Silva Hon/Asw/Mr Pro/Mobil/Pirelli/Mx Part
4 Rodrigo Selhorst Hon/ Asw/Pirelli/Mobil/Oakley
5 Roosevelt Assunçao Hon/Mobil/Pirelli/Ngk/Did/Asw/Oakley
6 Rafael Ramos Ktm/Vorty/Oakley/Cti2/Alpinestars
7 Denis Cordeiro Hon/Race Tech/Motorex/Mr Pro
8 Juliano Ramos Jmr Escola motocross/Posto Costa Brav
9 Rodrigo Guerreiro Moldimix/Ronchetti/Superm.Central
Pos Piloto Categoria MX2 (Soma das Baterias)
1 Wellington Garcia Hon/Mobil/Pirelli /Did/Ngk/Asw/Orbita
2 "Ratinho" Marcello Lima Yamaha/Fox/Vaz/Bridgestone
3 Anderson Cidade Protorc/ Motoshop/ Iteguaçu Fitness/ T
4 Swian Zanoni Lmp/Metzeler/Benazi/ Motorex/Vortx/Mr P
5 Thales Vilardi Hon/Mobil/Pirelli/ Asw/Orbital/Hrc/Po
6 Eduardo Lima Yamaha/Fox/Vaz/Bridgstone
7 Gustavo Amaral Circuit/Suz/Mr Pro/Racetech/Pirelli
8 Gabriel Bitencourt Motoshop/ Asw/ Orbital
9 Jonathan Menegasso Arauto Motos/Mene Locadora De Veiculos
10 Rodrigo Taborda -
Pos Piloto Categoria 85cc
1 Hector Assunçao Hon/Mobil/ Ngk/Did /Pirelli/Oakley/Or
2 Eder De Lima Mitas/Dash/Rudnick Motopeças/Limas Aut
3 Rodrigo De Andrade Hon/Mobil/Riffe/Ngk /Asw/Pirelli/Poli
4 Anderson Amaral
5 Raul Faustino Total Equipqmentos De Segurança/Help L
6 Matheus Ferraro Centura Calçados
7 Leonan Tavares Posto Status/ Prefeitura De Guapimirim
8 Maylon Dal Lago Moto&cia
9 Stefany Serrao Yam/Circuit/Bridgestone /General Mot
10 Denner Alves Barros Superm/ Vortx/ Frigeri
Pos Piloto Categoria 65cc
1 Kaio Miranda Oakley/Frigeri/Fox/Bud/Alpinestars
2 Eduardo Rudnick Protork/Irmaos Maahs/Rudnick Moto Peça
3 Hallex Dalforo Abn Amro Bank/ Webmotors/ Dalforo Veic
4 João Pedro Ribeiro Pinho Yam/ Pinho Chevrolet/ Recris
5 Manoel Kuhn Transkuhn/Pneus Rinaldi/Nelson Import/
6 Matheus Corguinha Beijoca Confecções
7 Ricardo Jurça Zracing.scool/Negretti Preparações
Pos Piloto Categoria 50cc
1 Leonardo Neto Gambatto Motos
2 Djalma Brito Transbrito Cargas/Circuit/M.negretti
3 Iuri Nitole Rw Ambiental Reciclagem
4 Otavio Souza Leite Guinch Modelo/Tras Maquinas
5 Danilo Almeida Pro Torkchurrascaria Estrela Prata/Po
6 Leonardo Limberger Trans Kuhr
7 Arthur Piva Todeschini Expresso Sul Transportes/ Cetric/ Moto
8 João Gabriel Michelin Posto Solon/Alpesfogo Já/Ruah
9 Henrique Schimidt Motoshop/ Ims/ Asw/ Lem
10 Leonardo Alves Vort-x/ Barros Supermercados/ Frigeri
    
Classificação Final do Campeonato no Site Oficial do Arena Cross              



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet