X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Arena Cross

5ª etapa - São Sebastião - SP
Publicado em: 19/07/2007

Disputa espetacular na categoria MX1!
Texto e fotos: Luiz C. Garcia


Pipo (10), Roosevelt (3) e Leandro (11) comandaram o show em São Sebastião, litoral paulista


Kioman Navarro
Após muitos anos cobrindo corridas de motos, as vezes você pensa que já viu tudo dentro de uma pista, porém o que vi no último sábado, 14, em São Sebastião (litoral paulista), é algo que me anima a cobrir o esporte. Foi espetacular o que aconteceu na pista, principalmente na última bateria da categoria MX1, onde três pilotos (Pipo Castro, Leandro Silva e Roosevelt Assunção) disputaram a liderança até a curva final. Bom, mas este é um assunto que abordarei mais a frente. 

Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 438 Fotos!

A quinta etapa do Arena Cross, começou com as arquibancadas lotadas o que animou em muitos os pilotos. Dentro da pista era consenso geral entre eles que largar bem seria fundamental. A primeira curva - fechada e a mais escorregadia do circuito -somada a reta bastante curta, dificultaria em muito a disputa por uma boa posição no início das provas. 


Danilo Almeida
A expectativa dentro da pista era grande sobre o desempenho de Leandro na MX1 que acaba de se recuperar de um acidente ocorrido em um treino particular e não participou da última etapa em São Manuel; se o bi-campeão Pipo conseguiria manter sua ascensão de rendimento dentro do campeonato e se Roosevelt Assunção reagiria nesta disputa.

Na MX2 todos queriam saber se haveria a repetição das belas disputas entre Ratinho, que se adaptou muito bem ao Arena, Wellington Garcia, líder do campeonato que até então só perdera uma bateria, Swian Zanoni que voltou da Europa após realizar três provas no continente e Thales Villardi vencedor geral da etapa passada. 

Nos treinos cronometrados da MX1 o melhor tempo foi de Roosevelt e na MX2 de Wellington. Swian Zanoni teve problemas com sua moto (quebra do cubo da roda) e dúvida para o cronometrado, mas sua equipe conseguiu arruma-lá a tempo. 



Leonardo Neto


Kaio Miranda
'O imbatível', esse seria o título mais apropriado para falar sobre o piloto Leonardo Neto na categoria 50cc. Nesta etapa a classe contou com uma prova extra devido ao grande número de pilotos, com direito a treino cronometrado e tudo. Leonardo pulou na frente na primeira volta e fez uma corrida a parte. Kioman Navarro também teve uma prova tranqüila, cruzou a primeira volta em segundo e seguiu na posição até o final da prova.
 
Pela terceira posição a briga foi intensa, Carlos Evangelista largou bem e andou na posição boa parte da prova. Djalma Brito e Danilo Almeida largaram muito mal, mas foram recuperando posições na prova. Na metada da bateria Djalma já havia encostado em Evangelista e após algumas tentativas ultrapassou assumindo a terceira posição. 

Evangelista ainda seria pressionado Guilherme Costa. O que os dois não contavam era com o ótimo rendimento de Danilo Almeida que após assumir a sexta colocação de Iuri Nitoli, partiu com tudo na briga pela quarta colocação. 


Eduardo Rudnick


Manuel Kuhn
Com os dois ponteiros disparados na frente, Djalma Brito erra e cai deixando a terceira posição para Carlos Evangelista, que era pressionadíssimo por Guilherme Costa e Danilo Almeida. Logo em seguida, numa excelente manobra, Danilo consegue ultrapassar os dois adversários assumindo o terceiro lugar e consolida a posição. Carlos Evangelista e Guilherme Costa, na final da prova perdem posições, quem sobe é Djalma Brito que assume a quarta colocação e Iuri Nitole que ultrapassa Evangelista na última curva para finalizar na quinta colocação. 

"Estou treinando bastante sempre tentando melhorar meu rendimento e estou conseguindo largar bem o que ajuda para fazer uma boa prova", afirmou o vencedor da categoria, Leonardo Neto. 


Rodrigo Lama
A briga pelo titulo da categoria 65cc parece se encaminhar para Kaio Miranda e Eduardo Rudnick. Nesta etapa Kaio pulou na frente e com uma tocada segura e forte venceu sem dificuldades. Eduardo Rudnick assumiu o segundo lugar e não conseguiu acompanhar o ritmo de Kaio - que não foi incomodado por ninguém na prova - chegou até a cair durante a prova, mas a distância dele para o terceiro colocado era grande.
 
A briga ficou restrita a terceira posição. Guilherme "Tatu" Guarnieri era pressionado por Anderson Amaral, Kauê Fernandes, Matheus Prado e Manuel Kuhn. Tatu segura bem a posição por algum tempo, mas perde rendimento na prova e fica somente na décima segunda posição. A briga fica mesmo entre Anderson Amaral e Manuel Kuhn. Kuhn leva vantagem ultrapassa Amaral e fica em terceiro. Felipe Sorrentino ficou em quinto após se recuperar de um tombo no começo da prova.


Hector Assunção
 

Éder de Lima
Para Kaio Miranda a prova foi realmente tranquila:"Fui andando forte e abri do Rudnick , no final da prova foi só administrar", afirmou. 

O lado de fora da largada era o mais apropriado para se ter uma ótima largada, mas para isso era preciso enfrentar o lado mais escorregadio da curva, e Gustavo Takahashi pagou esse preço na bateria da classe 85cc. Uma queda na primeira curva fez com que ele ficasse na ultima posição. 

Hector Assunção assumiu a ponta seguido de Everaldo filho, Rodrigo Lama, Denner Alves e Stefanny Serrão. Na volta seguinte Rodrigo Lama assume a segunda posição e parte com tudo para cima de Hector. O ritmo dos dois era alucinante e com isso eles foram abrindo dos demais. Lama assume a liderança da prova, mas não consegue abrir de Hector. 

Na tentativa de ultrapassar um retardatário Rodrigo Lama cai deixando a ponta para Hector que a partir daí foi só administrando a prova. Rodrigo vendo que seria quase impossível tentar alguma coisa após o acidente, ficou na segunda posição. 


Wellington Garcia


Swian Zanoni
Gustavo Takahashi veio recuperando posições e brigava pela terceira posição com Everaldo Rodrigues quando os dois se enroscaram e caíram deixando a posição para Éder de Lima. Takahashi abandonaria logo em seguida, já Everaldo consegue retornar e termina a prova na quarta posição. Denner Alves manteve-se consistente durante toda a corrida terminando na quinta colocação. A campeã da categoria 50cc do Arena Cross em 2005, Stefany Serrão, competiu pela primeira vez na classe 85cc finalizando a bateria próxima do pódio, na sexta colocação.

Hector comentou a boa disputa com o companheiro de equipe: "Eu e o Lama vinhamos disputando a prova num ritmo bom, mas ele teve problemas com um retardatário e caiu. Aí assumi a ponta e fui administrando a prova". 


Thales Vilardi
Na 1ª bateria da MX2 Thales Villardi assume a ponta, seguido de Ratinho e Swian. Wellington Garcia larga bem mais cai na primeira volta. A briga pela vitória começa forte, Ratinho assume a ponta, mas logo em seguida Thales recupera a posição. Na tentativa de reassumir a liderança Ratinho vai pra fora da pista. Bom para Swian que assume a segunda posição e parte para cima do líder. A esta altura Anderson Cidade vem na terceira posição. 

Swian assume a ponta e trás atrás dele Anderson aproveita e passa Thales que começa a sofrer pressão de Ratinho que por sua vez é perseguido por Wellington Garcia que ultrapassa Gustavo Amaral. 

Na frente Swian anda forte e abre uma boa diferença para os demais deixando a briga para o segundo lugar. Na metade final da prova Ratinho assume a terceira posição de Thales e vai para cima de Anderson Cidade. Anderson cai e leva junto Ratinho, com isso Thales volta a ser segundo, mas Wellington Garcia também ganha posições e não demora muito para assumir o segundo lugar. Ratinho no esforço de se recuperar na prova cai novamente e abandona. 


Pipo Castro
Com boa vantagem Swian administra a prova e vence pela primeira vez no Arena Cross. Wellington Garcia fica em segundo seguido de Thales Villardi. A briga pela quarta posição ficou entre Eduardo Lima e Gustavo Amaral com Dudu levando a melhor. 

Gustavo Amaral larga na ponta na 2ª bateria, porém logo em seguida Wellington Garcia assume a primeira posição. Ratinho também investe contra Amaral e assume o segundo lugar. Quem não largou bem foi Swian Zanoni que passou na primeira volta somente na sétima posição. Gustavo Amaral ainda perderia a terceira colocação para Anderson Cidade, mas recuperou a posição após Cidade cair. 

Na frente Wellington administra sua vantagem em relação a Ratinho e segue firme para a vitória. Em terceiro Amaral começa a sofrer pressão de Swian que consegue uma boa recuperação e consegue a terceira posição, mas não disputa com Ratinho o segundo lugar. No final da prova a briga pelo quarto lugar envolvia Gustavo Amaral, Thales Villardi e Edson Bertos. Thales ficou com a posição seguido por Gustavo e Bertos.
 

Roosevelt Assunção


Leandro Silva
Na soma das duas baterias o vencedor foi Wellington Garcia, com 37 pontos, em segundo ficou Swian Zanoni, com 33 pontos. Thales (24), Gustavo Amaral (18) e Marcello Ratinho Lima (16) formaram o pódio. 

Wellington: "Na primeira bateria tive problemas na largada, mas consegui fazer uma corrida de recuperação. Na segunda bateria larguei muito bem e fui administrando a corrida até o final. Queria agradecer meu pai, meu preparador Zebrinha, seu Yasuda da Honda pelo apoio e também a todos que torcem por mim".
 
Ratinho: "Larguei bem e pressionei o Thales e depois por um erro cai, mas vinha recuperando. Ai o Anderson Cidade caiu na minha frente e não tive como desviar. Fui tentar a recuperação, mas senti algo estranho que prendeu na minha roda... era um pedaço de pano o que fez com que eu desistisse da corrida. Na segunda bateria larguei novamente bem e consegui acompanhar o ritmo do Wellington".

Se a MX2 proporcionou grandes pegas a MX1 fez o público em São Sebastião ficar o tempo todo em pé acompanhando os pegas. Na largada da 1ª bateria Roosevelt Assunção assume a ponta seguido de Pipo Castro, Massoud Nassar e Jean Ramos. Quem começa no prejuízo é Leandro Silva que escorrega na curva e cai, demorar muito a voltar e praticamente dá adeus a alguma chance de vitória nesta bateria. 


Jean Ramos
Roosevelt segue na frente com Pipo logo atrás não deixando o ponteiro escapar, quem aproveita e se aproxima da briga é Jean Ramos que vem com uma tocada forte e segura, ultrapassa Pipo e parte com tudo para cima do líder. Massoud Nassar também anda forte e encosta nos líderes, mas um pneu furado tira tira todas possibilidades do mineiro que termina em nono. 

Rossevelt, Jean e Pipo seguem na mesma balada e nas últimas voltas Jean tenta ainda mais atacar o líder. Na volta final ao tentar ultrapassar Roosevelt  ele cai deixando a segunda posição para Pipo. Jean termina em terceiro e o piloto da Honda confirma a vitória. Leandro Silva ainda terminou em quarto seguido por Rafael Ramos que lutou e conseguiu o quinto lugar. 

Na 2ª bateria Pipo pula na frente seguido por Massoud que logo perde a posição para Leandro Silva e Roosevelt Assunção. Os três ponteiros partem para uma luta que dura a prova inteira, com menos de duas motos de diferença entres eles em boa parte da prova. Rossevelt ultrapassa Leandro Silva e cola em Pipo esperando o catarinense errar. Mas é o paulista quem se descuida e perde a posição para Leandro. 


Rafael Ramos

Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 438 Fotos!
Logo em seguida Leandro assume a primeira colocação, Rossevelt aproveita pega o 'vácuo' e assume a segunda colocação. As duas voltas finais foram as mais emocionantes em todo o ano no Arena Cross com os três pilotos dando um verdadeiro show. 

A corrida foi decidida na última curva a menos de trinta metros da chegada. Leandro
chega a curva em primeiro com Roosevelt a menos de uma roda de diferença atrás, mesma diferença para o terceiro colocado Pipo. Os três entram juntos, Roosevelt é tocado e toca em Leandro Silva que se desequilibra, mas não cai. Rossevelt cai e ainda perde a terceira posição para Jean Ramos que vinha logo atrás. 

Pipo com o melhor traçado tenta tirar a diferença nos últimos metros, mas Leandro consegue confirmar a vitória passando com uma diferença de 0.090 segundos
registrada pelo sensor. Pouco mais que um piscar de olhos! Fechando os cinco melhores desta bateria chegou Massoud Nassar. 

Na somatória das duas baterias, Pipo Castro saiu como grande vencedor da etapa pelo critério desempate (melhor resultado na segunda bateria) pois ele teve o mesmo número de pontos que Roosevelt Assunção (32). Leandro Silva ficou em terceiro com um ponto a menos. Jean Ramos ficou em quarto e, fechando o pódio, Rafael Ramos na quinta posição. 

A próxima etapa acontecerá em Araraquara no dia 4 de agosto.

O Arena Cross tem o patrocínio de Honda, Old Eight, Aymoré Financiamentos, Consórcio Nacional Honda, co-patrocínio de Peels Capacetes, Pirelli e Yamaha. Os apoios são da Prefeitura de São Sebastião e Rádio Morada do Sol FM. Realização: Carlinhos Romagnolli Promoções e Eventos.

Resultados 

Pos Num. Piloto Categoria MX1 (Soma das Baterias) Pts
10 “Pipo” Christopher Castro Yam, Geração Motos, Pro Tork 32
03 Roosevelt Assunção Hon,Móbil,Pirelli,NGK,DID,ASW, Oakley, orbital 32
11 Leandro silva Hon, ASW, Mr Pro, Renazi Racing 31
18 Jean Carlos Ramos Oásis, água mineral Ouro Fino, R 2, IMS 26
06 Rafael Ramos KTM – R6 COMUNICAÇÃO -OAKLEY – CTI2 – ALPINESTARS – Vorto.X - Alemão Rodas - José Rubens D´elia 12
09 Massoud Nassar Tassi Transportes, Jarbinhas Racing 11
14 Fábio Correa Hon, DID,NGK, Ims Polivisor , Polistosport ,Griffe Corrêa,Hon 09
43 Denis Cordeiro Hon, Motorex, Race Tech,Sinisalo, Íris,MR-pro, Vertex 08
30 Juliano Ramos JMR escola de moto cross,Posto Costa Brava, Academia Mobi Dick 08
10º 103 André Roberto Veiga Asw, racing, megamodel nordeste, brite tecnologia wireless 06
Pos Num. Piloto Categoria MX2 (Soma das Baterias) Pts
05 Wellington Garcia Hon,Mobil,,Pirelli,Did, NGK, ASW, Orbital 37
23 Swian Zanoni Pro Tech,Sinisalo, zanoni racing, motorex, vertex, ktm, LMP/Metzeler, Benazi Racing, MR Pro 33
19 Thales Villardi Hon, mobil, pirelli, asw, orbital, hrc, polisport 24
73 Gustavo Amaral Circuit, MR Pro 18
04 Marcelo Ferreira Lima Vaz, Yam, Fox, Bridgestone, Pio X 16
338 Eduardo Lima Yam, Vaz, Fox, Bridgestone, Pro Circuit 11
36 Edson Bertos Ting, Sandeleh, Dismotor, IMS, Transp. Montemorense, B. Carneiro, Polisport 10
47 Elievan Silva Karekas Motos, Mrpro, Navarro, Benazi, Fox 10
181 Rogger Torres CBN, Rede Tiradentes de radio televisão, honda 07
10º 065 Anderson Cidade Moto Shop, TBT, MCR, Itaguaçu Fitness 06
11º 713 Gabriel Montinegro Tendas e Cia. 02
12º 082 Murilo Betarte Moto mix 01
13º 512 Ramon Sacilotti Circuit, alpinestars, bad boy 00
14º 386 Higor Passos Moto Litoral, Escola São Geraldo 00
Pos Num. Piloto Categoria 85cc Pts
04 Hector Assunção Hon, Mobil, NGK, Did, Pirelli, Oakley, Orbital, Master 20
11 Rodrigo Santos Lama Hon, Mobil, Riffe, NGK, ASW, Pirelli, Polisport, Siscos Master, Griffe Correa 16
916 Eder de Lima Pintura de Moveis Ader, Blim Pintura e Acabamento de moveis e Lima’s automóveis. 13
121 Everaldo Rodrigues Super Truvks / ASW 11
188 Denner Daniel Alves Supermercado Barros, Frigeti, DGD, Usinagem, ASTY, Facas, Rotativas 09
97 Stefany Serrão Yam, Circuit, Valflex, Roncar, Doubex, General 07
39 Gabriel Marques BMCD Plasfer 05
67 Raul Faustino - 03
49 Leonan Tavares Posto Status, Colegio nº 5 do Carmo, PM Guapimirim 02
10º 29 Matheus Boechat Boechat Freios, Race Tech, M3 Racing 01
11º 45 Matheus Ferraro Centura Calçados 00
12º 93 Luan Queiroz Lino Brandy Comercio e Industria, Capacete e Cia, Motomix Ribeirão 00
13º 06 Gustavo Takahashi Hon, Móbil, Pirelli, ACW, Oakley, Riffel, Polisport, Orbital, Consórcio Nacional Hon, Frgeri, MR Pro 00
14º 151 Bruno Gomes Santos - 00
Pos Num. Piloto Categoria 65cc Pts
11 Kaio Miranda Oakley, Frigeri, Fox, Racetech, Alpinestar, Circuit 20
06 Eduardo Rudnick Protork, Irmãosmaahs, Mitas, Silaqua, Cerro Branco 16
15 Manuel Oliveira Kuhn Transkuhn Ltda., Prefeitura Municipal de Triunfo, Castrol, Pneus Rinardi, MCR 13
19 Anderson Pereira do Amaral Circuit, MR Pro 11
22 Felipe Sorrentino Ribeiro Lufi Lingerie 09
07 Endrews Armstrong Tork, Protork, Mitas, JMR, Enzo, Jarva, R2 07
715 Matheus Luis Prado Motul, Herbert Motos, Serraria Santo Expedito 05
113 Kauê Fernandes 03
99 Ricardo Jurça 2 Racing, Negretti Preparações 02
10º 359 Carlos Lisboa Flocos Lojas Zogbi, Color Print, Alphamol 01
11º 51 Lucas Gomes Santos - 00
12º 37 Guilherme Guarnieri Duboy Racing, RM Instalações Hidraulicas 00
13º 25 Marcelo Felipe de Lima e Souza Rede Nose, General Motos, Kaerre, JPS Racing, Colégio Padre Anchieta, Shondor Motocross, AGF Preparações, AJ Motos 00
14º 199 Alberto Simão Lawant Lem Motor, Fox, Oceaneve, Motul 00
Pos Num. Piloto Categoria 50cc Pts
04 Leonardo Neto Gambatto Motos 20
05 Kioman Navarro Tonin Bala Motos Peças 16
09 Danilo Luiz Almeida Bicicletas Barcala, Pro tork, Churrascaria Estrelas de Prata 13
13 Djalma Brito Transbritto cargas, Motovili express, Circuit 11
47 Iuri Nitoli Rio Ambiental, Fox, Lem, Motul 09
14 Carlos Evangelista Dirt Action, HM Motor, ASW Fox, Frigeri, EVS 07
08 Mateus Mendonça Pref. Embu Guaçu, Orbital, ASW 05
06 Guilherme Torres da Costa - 03
26 João Gabriel Michelin Alpes, Posto Solon, Motora Racing, Bom VR Papeis, Fogo Já 02
10º 11 Lucas de Lima e Souza Rede Nose, General Motos, Kaerre, JPS Racing, Colégio Padre Anchieta, Shondor Motocross, AGF Preparações, AJ Motos 01
11º 36 Matheus Freshi Centro de Treinamento rio cross 00
12º 20 Raul Salmazo Sengª , RR Motos, Estopas Ipanema 00
 



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet