X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

Pro Tech

JPS Racing

MotoX Pneus

JP Motos

Clique e saiba mais

> Reportagens > Especial

Bruno Schmitz realiza o sonho de pilotar em Glen Helen, nos EUA
Publicado em: 25/10/2018

Sonho realizado - Bruno Schmitz treina na pista de motocross de Glen Helen, nos EUA
Redação MotoX.com.br: Reportagem e fotos: Carolina Yada / Fotos adicionais: arquivo Bruno Schmitz


Bruno Schmitz em Glen Helen


Com Kevin Windham no Nações em RedBud
Sabe aqueles momentos que ficarão marcados para sempre na vida de um piloto? Para Bruno Schmitz, 17 anos, um deles é a conquista do título de campeão brasileiro de motocross, na categoria Júnior, em 2017, e o outro é o dia que treinou na pista de Glen Helen, nos Estados Unidos.

Para entender completamente como tudo isso aconteceu, primeiro, é preciso voltar alguns dias nessa história. Integrante de uma excursão de um grupo de mais de 30 brasileiros que partiram para assistir ao Motocross das Nações, em RedBud, e o Monster Energy Cup, em Las Vegas, ambos nos Estados Unidos, Schmitz aproveitou cada momento desses dois grandes eventos mundiais do esporte.

Natural de Três Passos, cidade localizada ao Noroeste do Rio Grande do Sul, com pouco mais de 23 mil habitantes, o jovem piloto, que subiu neste ano para a categoria MX2, precisou se afastar das competições no meio da temporada, devido a um acidente com seu pai. Mas a paixão pelo motocross e vontade de acelerar nas pistas continua, ainda mais depois de ver de perto seus grandes ídolos, como Ken Roczen, Eli Tomac, Jeffrey Herlings, entre outros.


Bruno Schmitz

Em RedBud, diante de um público de mais de 80 mil pessoas, mais que o triplo da população da sua cidade, além de acompanhar as corridas do meio da pista, Schmitz embarcou em uma outra missão: conseguir algumas lembranças dos pilotos que ali defendiam a bandeira de seus países. Resultado, o brasileiro saiu de lá com dois para-lamas, um do Hunter Lawrence e o outro do Calvin Vlaanderen; um guarda-sol da Honda Geico; camisa do Kevin Windham; e o conjunto (calça e camisa) do espanhol Jorge Prado, atual campeão mundial da MX2, esse muito especial.

Entre o Motocross das Nações e o Monster Energy Cup surgiu a oportunidade de visitar a pista de Glen Helen, em San Bernardino, na Califórnia. Um dos mais tradicionais e desafiadores circuitos do mundo, o local é o templo do motocross e pilotar lá é um sonho para muitos.


Bruno Schmitz


Com Ronnie Mac
No dia 11 de outubro de 2018, Bruno Schmitz realizou o seu. A expectativa e ansiedade começaram na véspera do treino. Para andar em Glen Helen, o brasileiro alugou uma moto, uma KTM 450 SX-F 2019, e agendou o horário na pista, via um intermediador, o piloto Jethro Feula, que também levou para Schmitz o capacete, luvas, meias e botas. Já a calça e camisa... Lembram aquelas que ele ganhou do Jorge Prado? Foram com essas mesmas que entrou na pista. “Acordei às quatro da manhã, partimos de Las Vegas rumo à Califórnia em uma viagem de quatro horas. Estava na melhor pista do mundo e com a roupa do campeão mundial. O que mais eu poderia querer?”, conta Schmitz.

Aliás, com o uniforme do Prado e uma KTM, o brasileiro chegou a confundir os outros pilotos que estavam na pista, que acreditaram que seria mesmo o espanhol que acelerava por lá. O treino de Schmitz naquele dia durou cerca de quatro horas, junto com outras cinquenta motos, e outro ídolo do piloto também foi treinar nesse dia lá: o britânico Dean Wilson, que no início do ano defendeu a equipe Rockstar Energy Husqvarna. “Foi uma experiência incrível. Desde criança, meu sonho é andar em Glen Helen. Por coincidência, o Dean Wilson foi treinar lá no mesmo dia e pude acompanhar a tocada dele. Estou muito realizado e satisfeito”, destaca.


 

Uma das características da pista de Glen Helen são as difíceis subidas e descidas. “A gente não está acostumado com isso e foi muito legal encarar esses obstáculos. Além disso, o posicionamento na moto é bem diferente, assim como o terreno, que é uma areia que ela desliza bastante. Senti que consegui melhorar ao longo do treino”, explica Schmitz, que após esse treino de luxo também conseguiu outro presente no Monster Energy Cup: a calça autografada do Justin Barcia.

De volta ao Brasil e cheio de histórias para contar, a expectativa é que Bruno Schmitz retorne em breve às pistas. Boa sorte ao nosso campeão!


Com Justin Barcia


Jeffrey Herlings


Travis Pastrana


Com lembranças de Hunter Lawrence e Calvin Vlaanderen


Ken Roczen


Eli Tomac


Com Dean Wilson em Glen Helen


Bruno Schmitz com o uniforme que Jorge Prado correu o Nações




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet