X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Reportagens > Especial

Fotos: Kawasaki MXGP 2018 - Clement Desalle e Julien Lieber
Publicado em: 16/02/2018

Kawasaki encara o MXGP 2018 com dois pilotos belgas
Redação MotoX.com.br: Lucidio Arruda - Fotos: Ray Archer


Kawasaki MXGP 2018 alinha com os pilotos Julien Lieber e Clement Desalle

A Kawasaki ataca o Mundial de Motocross 2018 na classe MXGP com dois pilotos belgas: Clement Desalle e Julien Lieber. Desalle é um velho conhecido do público brasileiro, pois ganhou aqui em Canelinha (SC), em 2009, no retorno do campeonato ao Brasil, ainda correndo com uma Honda privada. Depois disso ele integrou a equipe oficial Suzuki e há dois anos pilota para a Monster Energy Kawasaki Racing Team..

Em 2017 ocupou a terceira posição no campeonato até a prova de Assen, na Holanda, quando se lesionou perdendo as duas etapas finais. Desalle ficou em quarto na temporada.

Julien Lieber fará sua primeira temporada na categoria principal. Depois de ficar parado praticamente a temporada inteira de 2016, Lieber voltou ao campeonato em 2017 correndo com uma equipe própria, gerenciada pela própria família, e suporte satélite da KTM. Embora a consistência não seja seu forte, mostrou seu potencial e velocidade diversas vezes em 2017 conquistando um pódio logo na abertura da temporada. Chegou oito baterias em terceiro e duas em segundo. Na última bateria do campeonato, durante o festival de lama na França, sofreu uma lesão no joelho e passou 4 meses sem pilotar. Terminou o campeonato em sexto.

A marca deixou de ter equipe própria na classe MX2, onde apoiará alguns times satélite.


Kawasaki KX450-SR de Clement Desalle

Clément Desalle: "Tive uma preparação de inverno muito boa sem lesões e consegui treinar em boas condições no sul da Espanha. Voltei a pilotar em novembro e tivemos tempo suficiente para trabalhar com a equipe na moto; não há grandes mudanças, mas uma afinação muito delicada, principalmente no chassi. Estou muito feliz com os resultados e tenho uma sensação muito boa com o KX450-SR. Minha temporada começará neste fim de semana no Lacapelle International. Foi escolha nossa participar de muitas corridas, já que a temporada será longa o bastante. Estou totalmente focado no Mundial de Motocross e feliz por começar a temporada na Argentina, pois é um país agradável e uma ótima pista; O objetivo desta temporada será o bom desempenho em cada rodada".
 
Julien Lieber: "Retomei os treinos com a moto há três semanas e a sensação com a KX450-SR é melhor a cada dia. Na primeira semana eu usei uma moto de produção, pois eu tive uma interrupção de quatro meses devido à minha cirurgia no joelho. Era a melhor maneira de voltar a andar e depois da semana eu subi na moto de fábrica. Devo dizer que as primeiras sessões não foram fáceis, pois esta moto é muito mais potente, mas trabalhamos com a equipe no acerto para adaptá-la ao meu estilo de condução e encontramos uma configuração muito boa. Não foi a minha primeira experiência em um 450, já que fiz algumas corridas na areia há alguns anos e eu gosto mesmo dessa cilindrada. Nós pulamos as corridas de pré-temporada porque não estava pronto para correr tão cedo, mas estou confiante para a Argentina; Era melhor nos concentrarmos em nos nossos testes e no meu treinamento".


Clement Desalle


Clement Desalle


Kawasaki KX450-SR de Julien Lieber


Julien Lieber


Julien Lieber


Julien Lieber









© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet