fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Arena Cross

1ª etapa 2017 Caraguatatuba - SP
Publicado em: 02/05/2017

Jean Ramos ignora concorrência e domina categoria Pro na abertura do campeonato
Redação MotoX.com.br - Fotos: Ney Evangelista / Arena Cross e Bruno Miani / Vipcomm

Chuva castigou pista na primeira etapa da temporada 2017


Pódio da categoria Pró na primeira etapa do Arena Cross 2017

A temporada 2017 do Arena Cross teve início na noite do último sábado em Caraguatatuba, litoral norte paulista, com a chuva atrapalhando parte da programação. Tanto que a apresentação de Freestyle Motocross com Fred Kyrillos, Marcelo Simões e Diego Dias, uma das novidades deste ano, precisou ser cancelada, assim como a segunda bateria da categoria Pro. Atual campeão do AX, Jean Ramos mostrou estar bem preparado para defender o título dominando a corrida entre os profissionais. Na classe 50cc, Rafael Becker, também atual campeão, ditou o ritmo saindo na frente na disputa por mais um título.


Jean Ramos

O Duelo 1x1 já mostrou aos pilotos que a noite não seria fácil. Com o melhor tempo dos treinos cronometrados, Jean Ramos enfrentou o português Paulo Alberto nas duas voltas que valeram os primeiros pontos da temporada: dois para o vencedor e um para o segundo colocado. O paranaense parecia bem à vontade no traçado apesar do terreno molhado e liderou desde o início com o rival tentando linhas diferentes para atacar. Apesar da pressão, as posições foram mantidas até a bandeirada com Jean em vantagem.


Jetro Salazar

Outro duelo no formato, batizado de Duelo 1x1 Ídolos, reuniu os veteranos Rafael Ramos e Gene Fireball com a chuva caindo forte na hora da largada. O norte-americano partiu na frente e liderou até se atrapalhar na seção de costelas, quando Rafinha assumiu o comando da prova. Acontece que o paulista, depois de algumas curvas, deixou o motor da moto apagar dando uma nova chance a Fireball que retomou a primeira posição. Na segunda volta, Rafinha reagiu, fez a ultrapassagem e a disputa logo foi definida com um novo erro de Fireball que foi ao chão.


Lucas Dunka

A primeira bateria da Pro largou com a pista ainda mais complicada. Jean Ramos, no entanto, não tomou conhecimento das condições e rapidamente abriu vantagem sobre os adversários assumindo a liderança na primeira sequência de obstáculos. O britânico Adam Chatfield também teve um bom início mantendo a segunda colocação nas primeiras voltas seguido por Lucas Dunka e o letão Mattis Karro. Paulo Alberto, depois de partir entre os primeiros, logo cometeu um erro despencando na classificação.


Hector Assunção

Karro, assim como o companheiro de equipe, acabou se atrapalhando. Atropelou uma placa de publicidade e mais tarde, já na última posição depois de uma queda, abandonou a disputa. Na frente a liderança de Jean Ramos era cada vez mais tranquila. Dunka, grande surpresa da noite, superou Chatfield e também tinha um bom ritmo, tanto que mesmo após uma queda manteve a colocação. No entanto o jovem catarinense não resistiu a aproximação do equatoriano Jetro Salazar nas últimas voltas e cedeu o segundo lugar, mas ainda manteve a terceiro degrau do pódio.


Paulo Alberto

No fim, Jetro era o único rival na mesma volta do líder, mas quase 30 segundos atrás. Assim Jean confirmou a vitória com larga vantagem. "Foi uma prova muito técnica. Os três primeiros colocados são de Curitiba (treinam na capital paranaense), nós treinamos nessas condições na semana passada, isso acabou facilitando nosso desempenho. Fico muito feliz pelo trabalho da minha equipe e não tinha uma maneira mais especial de iniciar a temporada", destacou o piloto da Yamaha Geração.


Mattis Karro

Jetro ficou satisfeito com o segundo lugar. "A pista estava muito pesada. Larguei no meio dos pilotos e fiz algumas ultrapassagens. Vi que meu companheiro de equipe Lucas Dunka estava em segundo, fui para cima e passei também, mas já não dava mais para alcançar o Jean. Foi uma corrida boa e começar o campeonato no pódio é fundamental, por isso estou feliz", avaliou o equatoriano.


Jean Ramos somou todos os pontos possíveis na abertura do campeonato

Além de Dunka em terceiro, o pódio contou com Chatfield em quarto e Hector Assunção em quinto, depois de passar na primeira volta na penúltima posição. Marcello Lima, o Ratinho, saiu do fim do pelotão para completar em sexto, seguido por Paulo Alberto, Dudu Lima, Humberto Martin e João Ribeiro. O paulista Thales Vilardi, que se recupera de uma lesão no braço, foi o único piloto convidado que não pôde participar da prova de abertura, mas deve competir na segunda etapa do Arena Cross.


Rafael Becker

Depois da primeira bateria os pilotos se reuniram com os organizadores para avaliar as condições do circuito. Por uma questão de segurança, pensando na preservação da integridade física dos competidores, foi decidido em comum acordo o cancelamento da segunda prova.


Pódio da categoria 50cc

Na corrida da 50cc, disputada antes dos profissionais, dos 12 participantes apenas quatro conseguiram pontuar, os demais não chegaram a completaram 75% da prova. O catarinense Rafael Becker venceu com bastante tranquilidade, de ponta a ponta. Felipe Marques foi o segundo, Lucas da Silva o terceiro e Luiz Henrique Tapari o quarto.

A segunda etapa do Arena Cross está prevista para ser realizada em Criciúma (SC) no mês de junho.

Reveja a transmissão oficial do evento através do link abaixo:



Resultados

Pos Pro Tempo Dif Vol M Vol NV Med/Vel
1 1 Jean Carlo Ramos 16:06.166 0.000 21 40.298 1 35.734 Km/H
2 920 Jetro Salazar 16:35.504 29.338 21 42.854 2 33.602 Km/H
3 934 Lucas Dunka 16:07.766 1 Lap 20 42.418 1 33.948 Km/H
4 407 Adam Chatfield 16:09.745 1 Lap 20 41.517 1 34.685 Km/H
5 30 Hector Assunção 16:21.003 1 Lap 20 43.838 2 32.848 Km/H
6 5 Marcello Lima 16:22.974 1 Lap 20 43.503 1 33.101 Km/H
7 211 Paulo Alberto 16:35.230 1 Lap 20 45.485 6 31.659 Km/H
8 2 Eduardo Lima 16:38.022 1 Lap 20 43.841 1 32.846 Km/H
9 101 Humberto Martin 16:50.700 1 Lap 20 45.329 1 31.768 Km/H
10 282 João Pedro Pinho Ribeiro 16:57.775 1 Lap 20 44.593 6 32.292 Km/H
11 4 Fabio Aparecido Dos Santos 16:42.820 2 Laps 19 45.371 1 31.738 Km/H
12 958 Leandro Pará 16:52.846 2 Laps 19 44.989 2 32.008 Km/H
13 134 Caio Lopes 16:49.292 4 Laps 17 48.020 5 29.988 Km/H
14 91 Mattis Karro 16:13.334 5 Laps 16 43.029 2 33.466 Km/H
Pos 50cc Tempo Dif Vol M Vol NV Med/Vel
1 7 Rafael Becker 11:33.758 0.000 11 56.595 1 25.444 Km/H
2 160 Felipe Marques 11:50.167 16.409 11 58.648 2 24.553 Km/H
3 17 Lucas da Silva 11:44.223 2 Laps 9 1:06.790 6 21.56 Km/H
4 158 Luiz Henrique Santos 12:47.810 2 Laps 9 1:13.678 3 19.545 Km/H
Em diante Não classificados (não completaram 75% da prova) - - - - - -
Pos Duelo 1x1 Pro Tempo Dif Vol M Vol NV Med/Vel
1 1 Jean Carlo Ramos 1:39.553 0.000 2 38.537 1 37.367 Km/H
2 211 Paulo Alberto 1:41.296 1.743 2 39.188 1 36.746 Km/H
Pos Duelo 1x1 Ídolos Tempo Dif Vol M Vol NV Med/Vel
1 4 Rafael Ramos 2:30:027 0.000 2 59.406 1 24.24 Km/H
2 1 Gene Fireball 2:38.717 8.690 2 1:00.548 1 23.783 Km/H








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet