X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Reportagens > Especial

Red Bull Straight Rhythm - Especial Fotográfico
Publicado em: 28/10/2016

Marvin Musquin conquista segunda vitória invicta na prova
Redação MotoX.com.br – Fotos: Christian Pondella / Garth Millan


 Ryan Dungey e Marvin Musquin

Em sua terceira edição, o Red Bull Straight Rhythm já tem um nome para a história do evento: Marvin Musquin venceu a prova na categoria Open, no último sábado (22), de forma invicta – tal como em 2014 na Lites. Novamente, a corrida aconteceu em Fairplex, na cidade californiana de Pomona.

A competição consiste em uma adaptação do supercross, no modo “melhor de três”. Os pilotos disputam corpo a corpo em um circuito, em linha reta, de meia milha (aproximadamente, 800 m). Neste ano, a pista foi a mais rápida de todas as edições e contou com 74 pulos, permitindo diferentes combinações.


Marvin Musquin e Ryan Dungey


Josh Hansen e Dakota Tedder
Desde as classificatórias, Marvin Musquin apresentou uma pilotagem agressiva e marcou o melhor tempo. Depois de quatro disputas, Musquin chegou à final contra Ryan Dungey. O adversário chegou a ameaçar a vitória do francês, que se recuperou rapidamente.

“É muito intenso. São apenas 40 segundos, mas estamos segurando a respiração e podemos sentir o cara bem ao seu lado. A multidão também estava muito animada, foi muito divertido. Ganhar aqui hoje é muito importante para mim”, declarou Musquin.

Na Lites, rapidamente, a briga pela vitória se concentrou nos pilotos da Troy Lee Designs KTM: Shane McElrath, Mitchell Oldenburg e Jordon Smith.

Com o mesmo equipamento e muitas vezes com as mesmas escolhas de traçado, ficou difícil diferenciar o desempenho de cada atleta do trio. Porém, na final McElrath arrancou a vitória de Oldenburg. Jordon Smith ficou com a terceira colocação.


Shane McElrath e Mitchell Oldenburg

“Foi divertido competir com meus companheiros de equipe. Felizmente, consegui terminar no topo do pódio. Espero que ano que vem a corrida também seja de noite e vou me sair bem”, brincou McElrath, que no último ano ficou com a segunda colocação.


Josh Hill e Kyle Cunningham

Ironicamente, a moto mais silenciosa da prova foi uma das que mais chamou atenção. Nas mãos de Josh Hill a elétrica Redshift MX da Alta Motors fez história e ganhou a simpatia do público. Na primeira competição de destaque de um motor elétrico contra os convencionais a combustão, Hill conquistou um resultado expressivo. Com a quarta colocação final - depois de perder o bronze para Oldenburg - sem dúvidas é um grande avanço para a participação das motos elétricas nas provas off road.

Confira mais melhores momentos:


Ronnie Mac: apenas inscrito para a volta de exibição, se saiu tão bem que competiu na Lites


Jordan Smith e Shane McElrath


Kyle Chisholm e Nick Schmidt


Devin Raper e Austin Politelli


Mitchell Oldenburg e Shane McElrath


Dakota Tedder e Josh Hansen


Pódio Open com Hansen, Musquin e Dungey


Pódio Lites: Jordon Smith, Shane McElrath e Mitchell Oldenburg

Resultados

Open Class
1. Marvin Musquin
2. Ryan Dungey
3. Josh Hansen
4. Trey Canard

Lite Class

1. Shane McElrath
2. Mitchell Oldenburg
3. Jordon Smith
4. Josh Hill

Vídeos


















© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet