fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Catarinense

Catarinense de Motocross - 2ª etapa - Curitibanos - SC
Publicado em: 12/05/2016

Lucas Dunka e José Brayan se destacam nas principais categorias da competição
Redação MotoX.com.br - Com informações e fotos de Tiago Wolff


Largada da categoria MX1

A pista do parque Pouso do Tropeiro, em Curitibanos (SC), foi palco nos dias 7 e 8 da segunda etapa do Campeonato Catarinense de Motocross. O circuito, velho conhecido dos pilotos, passou por algumas alterações ficando com o traçado mais longo, mas mantendo a característica principal de ter vários obstáculos, em alguns pontos lembrando um supercross. Lucas Dunka e José Brayan venceram as principais categorias, enquanto Milton Becker foi o destaque entre os veteranos.
 

José Brayan

Thiago Brenner saiu na frente na MX1, mas ainda na primeira volta Lucas Dunka assumiu a primeira posição. José Brayan também passou Brenner e foi em busca do líder. Após algumas voltas de disputa, Brayan soube usar a força da 450cc para superar Dunka, que competia de 250cc, para alcançar a primeira posição. Dunka ainda acompanhou Brayan por algumas voltas, mas aos poucos perdeu contato. Na disputa da terceira colocação, Venicio Voigt superou Thiago Brenner e Charles Baron terminou com a quinta posição.
 

Lucas Dunka

Lucas Dunka assumiu o comando da prova da MX2 na segunda curva e foi abrindo vantagem, enquanto José Brayan tinha trabalho para superar Thiago Brenner. Após quatro voltas Brayan conseguiu superar o adversário assumindo a vice-liderança. Na frente conseguiu manter a distancia e confirmou a vitória. Brayan até diminuiu um pouco a distância para o líder, mas terminou isolado em segundo. Thiago Brenner completou com a terceira colocação.


Milton Chumbinho Becker e Erivelto Nicoladelli

A programação desta etapa exigiu que MX3 e MX4 corressem juntas. Milton Becker, o Chumbinho, largou na frente enquanto Erivelto Nicoladelli partiu apenas na quarta posição, mas no final da primeira volta já ocupava o segundo lugar. A cada volta, com os dois lideres próximos, a disputa esquentava mais. Chumbinho era mais rápido em alguns pontos, enquanto Nicoladelli se aproximava em outros. A disputa durou algumas voltas, até Nicoladelli errar uma marcha permitindo que o adversário escapasse um pouco. Daí em diante Chumbinho manteve uma pequena vantagem e garantiu a vitória. No segundo pelotão, Lawrence Tasca foi ganhando posições até superar Amilton Juca Bala para ficar com a terceira posição. Alex Cavalca, que não teve bom inicio, conquistou a quarta posição nas ultimas voltas, também superando Amilton que acabou na quinta posição.


Alex Cavalca

Alex Cavalca dominou a Intermediária MX1, vencendo de ponta a ponta. Na disputa pelo segundo lugar, Renan Coldebela resistiu a pressão imposta por Renato Lemkuhl até a bandeirada. Everson Silva terminou logo atrás e ficou com a quarta posição.


Gilmar Longen Júnior

Na Intermediária MX2, João Gabriel da Veiga liderou o início, mas logo perdeu a posição para Gilmar Longen Júnior que manteve o primeiro lugar até o final. Charles Baron começou fora dos cinco primeiros, mas ganhou posições a cada volta e garantiu o segundo lugar no final ao superar João  Gabriel. Deivid Carradore e Rafael Dunka completaram os cinco primeiros.


Vanderlei de Souza Júnior

A Júnior foi a mais disputada entre as categorias de base, com emoções do início ao fim. Darlan Milverstedt, pressionado por Matheus Zolet, liderou o início. Zolet ganhava na seção de curvas e Darlan compensa fazendo o triplo que o concorrente não completava. Vanderlei de Souza Júnior não teve um bom início, mas se recuperou até se aproximar dos lideres que ao mesmo tempo inverteram as posições. Vanderlei superou Darlan e pouco depois Zolet teve um pequeno erro que favoreceu o adversário que chegou a ultrapassar, mas os dois acabaram se enroscando. Zolet caiu e Darlan acabou atingindo o concorrente provocando um novo acidente. Olívio Gabriel não desperdiçou a chance e conquistou a segunda colocação. Vanderlei confirmou a vitória, Darlan a terceira posição e Zolet a quarta.


Largada da categoria MX2

A Nacional teve disputa do inicio ao fim com Leandro Esmeraldino e Mauricio Ricardo como protagonistas e se alternando na frente. No decorrer da prova, Maurício perdeu um pouco de ritmo, mas as coisas ainda não estavam definidas, pois Murilo França passou a pressionar o líder nas últimas voltas. No entanto, as posições foram mantidas, Leandro suportou a pressão e confirmou a vitória. Murilo foi o segundo, seguido por Mauricio Ricardo e Ramon França.


Gabriel dos Santos

Na 65cc, Raul Miranda largou na frente, mas caiu ainda na primeira volta. Ivo Konel ultrapassou Vitor Hugo de Borba e liderou boa parte da bateria, mas foi Gabriel dos Santos quem mais cresceu no decorrer da prova até assumir a primeira posição. Raul se recuperou e encostou em Ivo no final, mas ele suportou a pressão e confirmou o segundo lugar.


Victor Hugo de Borba

Victor Hugo de Borba dominou a categoria 50cc. Andando próximo do líder no inicio, Derek Slater garantiu a segunda colocação, com Angelo Gonçalves fechando os três primeiros.

Vídeos





Resultados

MX1
1.    31    JOSÉ BRAYAN
2.    34    LUCAS DUNKA
3.    51    VENICIO VOIGT
4.    24    THIAGO BRENNER
5.    13    CHARLES BARON

MX2       
1.    34    LUCAS DUNKA
2.    31    JOSÉ BRAYAN
3.    24    THIAGO BRENNER
4.    13    CHARLES BARON
5.    172    JOAO GABRIEL DA VEIGA

MX3
1.    2    MILTON BECKER
2.    932    ERIVELTO NICOLADELLI
3.    413    LAWRENCE TASCA
4.    111    ALEX CAVALCA
5.    929    AMILTON JUCA BALA

MX4
1.    2    MILTON BECKER
2.    932    ERIVELTO NICOLADELLI
3.    929    AMILTON JUCA BALA
4.    556    EVERSON LICIANO SILVA
5.    914    LUCIANO LUIZ FARIAS

Júnior
1.    72    VANDERLEI DE SOUZA JUNIOR
2.    101    OLIVIO GABRIEL ALVES DOS SANT
3.    17    DARLAN MILVERSTET
4.    183    MATHEUS ZOLET
5.    805    BERNARDO ZAPPELLINI

Intermediária MX1
1.    111 ALEX CAVALCA
2.    14  RENAN COLDEBELLA
3.    586 RENATO LEHMKUHL
4.    556 EVERSON LICIANO SILVA
5.    381 FLAVIANO TIEPO

Intermediária MX2
1.    111    GILMAR LONGEN JUNIOR
2.    13    CHARLES BARON
3.    172    JOAO GABRIEL DA VEIGA
4.    65    DEIVID CARRADORE
5.    34    RAFAEL DUNKA

Nacional
1. LEANDRO ESMERALDINO
2. MURILO FRANÇA
3. MAURICIO RICARDO
4. RAMON FRANÇA

65cc
1.   102 GABRIEL VINICIUS DOS SANTOS
2.    77  IVO PETRAS KURAHASHI KONELL
3.    205 RAUL MIRANDA
4.    28  VITOR HUGO JAROSCZEVSKI
5.    189 PABLO MICHELMANN

50cc
1.    28  VITOR HUGO JAROSCZEVSKI
2.    305 DEREK SLATER ROCHA DA SILVA
3.    910 ANGELO GABRIEL GONÇALVES
4.    413 FELIPE MARTINI TASCA








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet