X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Catarinense

Pro Tork Catarinense de Motocross 2019 - Campos Novos - SC - 1ª etapa
Publicado em: 21/03/2019

Campeonato começa com boas disputas sob forte chuva
Redação MotoX.com.br - Fotos: Anderson Wolff/Racecross


Pista da abertura do Campeonato Pro Tork Catarinense de Motocross

O Campeonato Pro Tork Catarinense de Motocross começou debaixo de chuva neste fim de semana, dias 16 e 17, em Campos Novos. As corridas realizadas no Parque Ambiental Ernesto Zortea foram marcadas por muito barro e lama que deixaram a pista complicada e exigente.


Jean Ramos

A cidade de Campos Novos SC, deu inicio a temporada 2019 do Campeonato Catarinense de Motocross. Com pilotos de 5 estados diferentes, a prova teve alto nível técnico na pista, com boa presença de publico e tempo instável para testar a habilidade dos pilotos.


Largada da MX2

Um dos principais destaques do evento foi o paranaense Jean Ramos que venceu as categorias MX2 e Elite MX. Na bateria da MX2 o paulista Fabio Santos, atual campeão brasileiro, chegou a pressionar Jean por algumas voltas, mas as posições foram mantidas até o final. A disputa pela terceira posição também foi forte, com Gabriel Della Flora levando vantagem sobre Vanderlei Junior e Leonardo Limberguer.


Pepê Bueno

Jean Ramos assumiu a liderança da Elite MX logo na primeira curva e, mesmo com uma pequena queda na fase final, garantiu a vitória. Fabinho novamente foi o segundo colocado chegando bem perto do líder, enquanto Pepê Bueno teve trabalho para garantir o terceiro lugar em uma prova de recuperação.  


Fabio Santos

A chuva apertou bastante na hora da MX1 e nessa bateria foi Pepê quem se deu bem. O paranaense venceu seguido de perto pelo conterrâneo Jean Ramos, enquanto Fabio Santos completou mais de um minuto atrás na terceira colocação.


Markolf Berchtold

Na MX3, Markolf Berchtold aproveitou um erro de Jhonatan Batista e garantiu a vitória. A disputa entre Gustavo Visto e Richard Berois foi o destaque da MX4. Richard mostrou muita habilidade na lama e no fim conquistou a vitória com uma ampla margem sobre o rival. Na MX5, Léo Lopes, pai do Enzo Lopes piloto que representa o Brasil no AMA Supercross, superou Ricardo Agut conquistando o primeiro lugar.


Richard Berois

A garotada das categorias de base também enfrentou o barro. Zion Berchold venceu a 55cc, Pietro Pirolli faturou a 65cc e Gabriel Mielke ganhou a Júnior.


Léo Lopes

A prova da Nacional foi dominada por Cássio Anacleto que venceu com boa vantagem. Jacson Keil levou a melhor na disputa com Murilo França pelo segundo lugar. Na Intermediária MX2, Olívio Santos venceu seguido por Gabriel Gesleicher e Fabio Troian. Na Intermediária MX1, Markolf Berchtold foi mais uma vez vencedor, com Leonardo Archer e Charles Baron ocupando a segunda e a terceira posições, respectivamente.


Cássio Anacleto

A segunda etapa do Campeonato Catarinense de Motocross está programada para os dias 27 e 28 de abril na cidade de São José.


Gabriel Mielke


Próxima etapa será em São José

Vídeos:





Resultados

MX Elite

1. 10 - Jean Carlo Ramos, 20:29.543
2. 4 - Fabio Aparecido dos Santos, 6.652
3. 97 - Pedro Henrique Rosa Bueno, 38.268
4. 700 - Rodrigo Taborda, 1:02.246
5. 84 - Vanderlei de Souza Junior, 1:28.306
6. 717 - Markolf Berchtold, 1 Volta
7. 101 - Olivio Gabriel dos Santos, 1 Volta
8. 2 - Cassio Anacleto Espindola, 1 Volta
9. 111 - Alex Cavalca, 1 Volta
10. 13 - Charles Baron, 1 Volta

MX1
1. 97 - Pedro Henrique Rosa Bueno, 19:25.898
2. 10 - Jean Carlo Ramos, 2.527
3. 4 - Fabio Aparecido dos Santos, 1:02.972
4. 700 - Rodrigo Taborda, 2:19.524
5. 21 - Victor Alberto Fontana, 1 Volta
6. 14 - Renan Coldebella, 1 Volta
7. 84 - Vanderlei de Souza Junior, 1 Volta
8. 111 - Alex Cavalca, 1 Volta
9. 228 - Jacson Keil, 1 Volta

MX2
1. 10 - Jean Carlo Ramos, 23:56.777
2. 4 - Fabio Aparecido dos Santos, 1.867
3. 919 - Gabriel Dellaflora, 1:09.410
4. 84 - Vanderlei de Souza Junior, 1:11.892
5. 18 - Leonardo Seibert Limberger, 1:12.386
6. 7 - Joaquim Antonio Neto, 1:28.676
7. 101 - Olivio Gabriel dos Santos, 1:30.563
8. 2 - Victor Alberto Fontana, 1 Volta
9. 261 - Fábio Troian, 1 Volta
10. 136 - Gabriel Gelsleister, 1 Volta

MX3
1. 717 - Markolf Berchtold, 18:11.636
2. 913 - Jhonatan Batista, 2.382
3. 9 - Richard Berois, 24.581
4. 111 - Alex Cavalca, 34.920
5. 932 - Erivelto Nicoladelli, 37.895
6. 27 - Gustavo Visoto, 1:23.701
7. 413 - Lawrence Tasca, 1:26.773
8. 19 - Fabricio Farina, 1:29.932
9. 69 - Anisio Clasen, 1:44.429
10. 277 - Luiz Carlos May Junior, 1 Volta

MX4
1. 9 - Richard Berois, 15:55.438
2. 27 - Gustavo Visoto, 22.185
3. 932 - Erivelto Nicoladelli, 42.299
4. 925 - Zeus Glanert, 55.027
5. 117 - Ingo Gielow Junior, 2:17.517
6. 914 - Luciano Luiz Farias, 2:19.454
7. 297 - Fabio de Oliveira, 1 Volta
8. 93 - Vanderlei de Souza, 1 Volta
9. 97 - Valdecir Vanelli, 3 Voltas

MX5
1. 16 - Leo Lopes, 15:52.376
2. 5 - Ricardo Kamencic Agut, 36.867
3. 349 - Claiton Luiz Detoni, 1:12.086
4. 49 - Rogerio Schmitt, 1:30.840
5. 99 - Airton Maso, 1:36.604
6. 40 - Arno Carvalho Junior, 2:00.736
7. 67 - Paulo Roberto Buehring, 2:07.074
8. 51 - Arno Büchner Filho, 1 Volta

Intermediária MX1
1. 717 - Markolf Berchtold, 16:23.219
2. 101 - Leonardo Archer, 6.694
3. 13 - Charles Baron, 40.001
4. 122 - Mauricio Perozin, 45.325
5. 202 - Alexandro Carvalho, 49.364
6. 85 - Eduardo Archer Filho, 52.275
7. 141 - Ramon França, 54.380
8. 93 - Osmair Cipriani, 55.107
9. 175 - Luís Felipe Fietz, 57.223
10. 19 - Guilherme da Silva, 1:31.166

Intermediária MX2
1. 101 - Olivio Gabriel dos Santos, 16:48.814
2. 136 - Gabriel Gelsleister, 7.855
3. 261 - Fábio Troian, 12.019
4. 840 - Thiago Winiarski, 26.019
5. 75 - Murilo Lima França, 26.860
6. 46 - Herick Fernandes Reis, 31.686
7. 77 - Ivo Petras Kurahashi Konell, 48.560
8. 3 - Thiago Maia de Lima, 51.347
9. 28 - Vitor Hugo Jarosczevski de Borba, 53.379
10. 79 - Jean Carlos Lourenzetti Junior, 1:08.718

Nacional
1. 2 - Cassio Anacleto Espindola, 15:19.057
2. 228 - Jacson Keil, 24.624
3. 75 - Murilo Lima França, 35.320
4. 132 - Eduardo de Lavi, 54.467
5. 34 - Rafael Dunka, 1:00.346
6. 189 - Pablo Michelmann, 1:00.925
7. 775 - Regis Zonta, 1:30.834
8. 9 - Joao Carlos Tonial Junior, 1:32.307
9. 1 - Jose Filadelfo Ferreira, 2:00.663
10. 93 - Fabio Maia de Lima, 1 Volta

Júnior
1. 102 - Gabriel Vinicius dos Santos Mielke, 16:31.015
2. 77 - Ivo Petras Kurahashi Konell, 34.120
3. 28 - Vitor Hugo Jarosczevski de Borba, 51.700
4. 205 - Raul Miranda, 1:06.273
5. 27 - Rafael Becker, 1:29.173
6. 217 - Murilo Felisbino Jacinto, 1 Volta

65cc
1. 6 - Pietro Dalla Nora Piroli, 7:47.304
2. 100 - Joaquim Atanasio Dias, 31.030
3. 7 - Zion Berchtold, 1:30.551
4. 413 - Felipe Martini Tasca, 1:31.278
5. 5 - Lucas Eduardo Tonial, 1 Volta
6. 349 - Dhiovanna Detoni, 1 Volta

55cc
1. 7 - Zion Berchtold, 9:08.854
2. 222 - Anthony Dalla Nora Piroli, 3 Voltas

O Campeonato Pro Tork Catarinense de Motocross tem o patrocínio de Pro Tork, Yamaha, bLU cRU e o apoio de Geração Motos e Blade Energy Drink. O evento teve o apoio local da prefeitura de Campos Novos.




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet