fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

1º Velocross Sobre as Nuvens - Campos do Jordão - SP
Publicado em: 05/11/2015

Prova foi realizada na lendária pista Sobre as Nuvens
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Luis Bueno


Velocross Sobre as Nuvens movimentou a famosa pista de Campos do Jordão


João Vitor
A lendária pista Sobre as Nuvens que foi palco por muitos anos de etapas do Mundial de Motocross e dos grandes eventos nacionais da modalidade, agora ganhou destaque também no velocross. O circuito em Campos do Jordão (SP), na Serra da Mantiqueira, foi sede neste fim de semana do Velocross Sobre as Nuvens. O traçado manteve parte das características originais, muito bem elaborado, com subidas, descidas, trechos de alta e sequências travadas. Boa parte dos 1.600 metros de percurso utilizou como base o antigo traçado, criado originalmente para o motocross, que exigiu bastante técnica e ousadia dos pilotos que prestigiaram o evento.

Veja mais fotos na galeria de imagens do evento

As emoções começaram já no sábado, com a liberação da pista para treinos e a disputa de duas baterias com pilotos locais divididos em motos importadas e nacionais. No domingo os treinos ocorreram pela manhã e na sequência, aproveitando as boas condições da pista, as corridas começaram com as categorias de base.

Os garotos da VX 50cc foram os primeiros a entrarem em ação. Além das disputas, a correria dos pais invadiu os barrancos nos arredores do percurso. O pilotinho João Vitor foi bem desde o início, vencendo de ponta a ponta. Thales Brizinha tentou acompanhar o ponteiro nas primeiras voltas, mas com um ritmo menor se manteve na segunda posição seguido por Luiz Gustavo.


Ana Flávia Sgobin

A briga pela liderança da VX Feminino foi intensa durante toda prova, mas Ana Flávia Sgobin, aproveitando bem a maior potência da sua moto em comparação ao da sua concorrente mais próxima, foi mais rápida e recebeu a bandeirada primeiro. Karen Prado não deu moleza a vencedora e chegou a superá-la em um momento da prova, mas acabou na segunda colocação, ainda próxima da líder. Na sequência, Joyce "Ruiva", Vitória Briza e Katlym Joyce completaram as cinco primeiras colocadas.
 

Vinícius Gustavo

Na VX 65cc, Vinícius Gustavo foi o vencedor escapando rapidamente das disputas por posição. No pelotão mais atrás, após muitas trocas, a segunda posição ficou com Luiz Eduardo seguido por Rodrigo Chaves em terceiro. Pedro Augusto levou vantagem sobre Pedro Silva e garantiu a quarta posição deixando o concorrente no degrau seguinte do pódio.


Santiago

Aumentando a cilindrada, a idade dos pilotos e a intensidade das disputas, a VX Júnior animou o bom público que prestigiou o evento e acompanhou atento as disputas. Arthur Garcia dividiu a primeira curva com Felipe Augusto e levou vantagem, mas depois teve em Santiago o principal oponente. Os dois travaram uma bela briga pela liderança nas primeiras voltas, até Santiago assumir a liderança para faturar a bateria deixando Arthur com a segunda posição. Felipe Augusto terminou com a terceira colocação, enquanto Erick Oliveira e Marcelo Henrique subiram ao pódio na quarta e quinta posições, respectivamente.


Joarez Souza

Daniel Fumaça estava disposto a tudo pelo título na VX3 e largou bem, mas de cara viu que a batalha não seria fácil e logo na primeira volta foi superado por Joarez Souza. Com um ritmo mais forte e sem cometer erros, Joarez ficou com o lugar mais alto do pódio, seguido de perto por Daniel. Carlos Diego assegurou o terceiro lugar, deixando Luiz Felipe em quarto e Luis Fernando em quinto.


Wesley Lúcio (7) venceu a VX Nacional A

A primeira bateria com motos nacionais foi a da categoria VX Nacional A, para motos de 250cc e acima. Alheio a movimentação e muitas trocas de posição, Wesley Lúcio largou na ponta e por lá permaneceu até a bandeirada. Celso Neto chegou bem próximo ao ponteiro e conquistou a segunda posição, seguido por Paulo Romário na terceira colocação. Lucas Machado teve mais trabalho que o trio e, após duelar bastante, terminou em quarto, com Luciano Silva completando o pódio.


José Calil

A expectativa cresceu antes da largada da VX2, uma das mais competitivas e velozes. Logo que o gate baixou José Calil pulou na frente  e impôs seu ritmo sobre os cocorrentes para assegurar o lugar mais alto do pódio. A definição das demais colocações foi de tirar o fôlego e fez o público vibrar. Matheus Santos garantiu a segunda posição logo a frente de Willian Batista, enquanto Jhony Silva terminou na quarta posição e Douglas Prado fechou o primeiro pelotão no quinto posto.


A chuva deixou tudo mais difícil na VX Nacional B. Richard de Souza (222) superou as dificuldades e os adversários faturando a categoria


Cleber Rosa
Momentos antes da largada da VX Nacional B, com motos de até 200cc, a chuva resolveu aparecer para dar uma apimentada nas disputas. Com a pista bem mais lisa e escorregadia, os pilotos tiveram que mostrar habilidade para não cometer erros. Richard de Souza foi aquele que se saiu melhor e garantiu o ponto mais alto do pódio depois de uma breve liderança de Vítor Valuano. Celino de Souza também ultrapassou Vítor e conquistou a segunda posição, deixando o concorrente em terceiro. Fábio Gaiola completou a prova na quarta posição e Paulo Pança em quinto.


Joarez Souza não se importou muito com a pista pesada e acelerou forte para faturar a VX1. Mesmo sem uma largada muito favorável, Joarez foi abrindo boa vantagem sobre os demais o que possibilitou administrar a sua segunda vitória no evento. Thomas Elias também mostrou boa velocidade e alcançou a segunda posição, seguido por Renato Barros em terceiro. Matheus Gonçalves completou a disputa na quarta colocação.

Cleber Rosa não deu chances aos adversários na VX 230cc e com uma boa apresentação garantiu a bandeirada em primeiro. Wellington "Soneca" seguiu no encalço do ponteiro terminando na segunda colocação, enquanto Maikon Araújo tinha trabalho para ficar com a terceira posição. Éder Gonçalves e Victor Matheus completaram a prova na quarta e quinta colocações.


Daniel Fumaça

Os pilotos da VX4 e da  VX5 foram juntos para a pista e a experiência fez a diferença. Na VX4 Daniel Fumaça faturou o título seguido por Alessandro Lins, o Toquinho", em segundo, e Warley, em terceiro. Luiz Alves e Eduardo Saa completaram o pódio dos quarentões. Na VX5 o vencedor foi Eraldo França, que superou Paulo Pança e Marcus Tadeu, segundo e terceiro colocados da categoria, respectivamente.


Eraldo França (6) venceu a VX5

O vencedor da VX Nacional Open teve trabalho para se manter na liderança e somente nas voltas finais é que Maikon Araújo assegurou a vitória. Eder Gonçalves fechou a prova logo atrás do ponteiro, na segunda posição. Victor Matheus levou vantagem sobre Celso Netto e faturou o terceiro lugar. Karen Prado deixou alguns marmanjos para trás e terminou na quinta posição.


Maikon Araújo

Na categoria mais forte da competição, a VX Importada Open o pega foi grande entre Joarez Souza e Matheus Santos. O vencedor foi definido somente nas últimas voltas. Matheus não permitiu que o adversário conquistasse o terceiro triunfo, conseguiu se impor e faturou a vitória deixando Joarez com a segunda colocação. O terceiro posto foi merecido para José Calil que acompanhou os líderes de perto. Thiago Cruz e Luiz Fernando completaram o pódio na quarta e quinta colocações.


Matheus Santos (259) ganhou a VX Importada Open


William Musquitinho
Com gate lotado, a VX Nacional Iniciante foi a última bateria a entrar na pista. O cenário não poderia ser outro, com trocas constantes de posições e grande alternância na classificação. William Musquitinho foi o vencedor, mas, correndo com uma moto especial, ele levou a premiação em separado. Entre as nacionais o destaque foi Nicolas Henrique, que conquistou a vitória seguido por Daniel Gonçalves, Jeferson Rodolfo, Wlademir de Melo e Pedro Inácio, respectivamente.

Aroldo Oliveira, secretário de esportes de Campos do Jordão e organizador do Velocross Sobre as Nuvens, ficou contente com o prestígio da competição. "Foi um bom evento e com um bom número de pilotos. O público veio em massa e saiu satisfeito com as disputas dentro da pista. Para os próximos esperamos melhorar ainda mais. Agradeço a todos pelo apoio e compreensão", ressaltou.

 A prova contou com o total apoio da Prefeitura de Campos do Jordão e Secretarias envolvidas, Tempercampos, Circuit Equipment, WP Racing e R&A Comunicação Visual.


Nicolas Henrique



Resultados

50cc
1. #28 João Vitor
2. #7 Thales Brizinha
3. #96 Luiz Gustavo

65cc
1. #4 Vinicius Gustavo
2. #58 Luiz Eduardo
3. #154 Rodrigo Chaves
4. #12 Pedro Augusto
5. #16 Pedro SIlva
6. #5 Bryan Vinicius
7. #128 João Vitor
8. #149 Murilo Oliveira

VX Júnior
1. #111 Santiago
2. #238 Arthur Garcia
3. #18 Felipe Augusto
4. #313 Erick Oliveira
5. #221 Marcelo Henrique
6. #21 João Vitor
7. #96 Luiz Felipe
8. #10 Cassiano
9. #17 Pedro Henrique

VX Feminino
1. #73 Ana Flavia Sgobin
2. #14 Karen Prado
3. #15 Joyce "Ruiva"
4. #255 Vitoria Briza
5. #22 Katlym Joyce
6. #222 Andreza Souza
7. #1 Denise Aparecida
8. #0 Marilucia
9. #74 Wanilda Costa

VX3
1. #26 Joarez Souza
2. #458 Daniel "Fumaça"
3. #01 Carlos Diego
4. #11 Luiz Felipe
5. #33 Luis Fernando

Nacional A (250cc acima)
1. #7 Wesley Lucio
2. #389 Celso Neto
3. #118 Paulo Romário
4. #294 Lucas Machado
5. #53 Luciano Silva
6. #46 Diego "Joinha"
7. #9  Rafael Oliveira
8. #136 Paulo Vinicius
9. #06 Eduardo França

VX2
1. #67 José Calil
2. #25 Matheus Santos
3. #13 Willian Batista
4. #419 Jhony Silva
5. #810 Douglas Prado
6. #2 Marcelo Monteiro
7. #287 Anderson Ribeiro
8. #11 Luiz Felipe
9. #19 Daniel Fumaça

VX Nacional B (até 200cc)
1. #222 Richard de Souza
2. #19 Celino de Souza
3. #7 Vitor Valuano
4. #0 Fabio Gaiola
5. #121 Paulo Pança
6. #307 Julio Rufino
7. #12 Thiago da Silva

VX1
1. #26 Joares Souza
2. #67 Thomas Elias
3. #75 Renato Barros
4. #53 Matheus Gonçalves

VX 230cc
1. #3 Cleber Rosa
2. #1 Wellington "Soneca"
3. #220 Maikon Araújo "Carcinha"
4. #560 Eder Gonçalves
5. #132 Victor Matheus
6. #129 Cassio Alvarenga
7. #88 Anderson Silva
8. #17 José Henrique
9. #28 Paulo Romário
10. #328 Romulo Motta

VX4
1. #458 Daniel "Fumaça"
2. #99 "Toquinho"
3. #100 Warley
4. #33 Luiz Alves
5. #01 Eduardo Saa
6. #28 Paulo Rogério
7. #111 Hélio Soares

VX5
1. #6 Eraldo França
2. #27 Paulo Pança
3. #290 Marcus Tadeu

VX Nacional Open
1. #220 Maikon Araújo "Carcinha"
2. #560 Eder Gonçalves
3. #132 Victor Matheus
4. #118 Celso Netto
5. #14 Karen Prado
6. #0 Santiago
7. #50 Marcio Toledo
8. #28 Rogério
9. #6 Eraldo França
10. #88 Hamilton Silva

VX  Importada Open
1. #259 Matheus Santos
2. #26 Joarez Souza
3. #67 José Calil
4. #43 Thiago Cruz
5. #33 Luiz fernado
6. #258 Anderson Sião
7. #2 Marcelo
8. #458 Daniel "Fumaça"
9. #53 Matheus Gonçalves

VX Nacional Iniciante
1. #1 Willian "Musquitinho"
2. #7 Nicolas Henrique
3. #988 Daniel Gonçalves
4. #0 Jeferson Rodolfo
5. #10 Wlademir de Mello
6. #4 Pedro Inácio
7. #307 Julio Rufino
8. #23 Vinicius
9. #333 Carlos Eduardo
10. #88 Matheus Lemes

 







Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet