fechar
X Fechar
X Fechar

X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

RM - Motocross Racing

Edgers Racing

RX Graphics

JPS Racing

Ohlins

DLua Racing

Toro Sports

> Competição > Veloterra

Copa Paulista Velopraia de Veloterra - 1ª etapa - Caraguatatuba - SP
Publicado em: 24/04/2015

Litoral paulista será palco de toda a temporada da competição promovida pela equipe Velopraia Racing
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Luis Bueno


Largada da categoria Nacional B

A temporada 2015 Velopraia Racing teve início neste domingo (19) com a primeira etapa da Copa Paulista de Veloterra, no Parque Off Road, em Caraguatatuba (SP). O local será sede ainda de outras cinco etapas até a definição dos campeões. O parque está localizado em uma ampla área cercada de muito verde aos pés da Serra do Mar e conta com toda a estrutura necessária para as disputas, como área de alimentação, pista de veloterra e motocross. Também está sendo viabilizada uma área para camping, para melhor acomodar aos pilotos.

Na parte de segurança, pensando no pronto atendimento aos competidores em um possível acidente, o evento contou com uma equipe de resgate especializada equipada com duas ambulâncias e um unidade de resgate avançado sempre a postos para qualquer eventualidade.


Valmir Polaco


Vagner Parafuso
Nesta etapa de abertura também foi realizada a premiação dos campeões da temporada 2014, reunindo pilotos de toda a região e também de outros estados que prestigiaram a festa. Eles foram divididos em 15 categorias e durante todo o dia travaram boas disputas em uma pista que na sua maior parte é de piso arenoso, carcterístico da região, com um traçado bem interessante e rápido.

A categoria Nacional A foi a primeira a entrar na pista para abrir as disputas. O paulista Valmir Polaco, já largando como favorito, confirmou a expectativa e não deu chances aos adversários vencendo de ponta a ponta. Edinho Ilha conseguiu acompanhar o ritmo do ponteiro até a metade da prova, depois se manteve na segunda colocação, assim como Saulo dos Santos que desde o início ficou na terceira posição. Glauber Ribeiro e Rosivaldo Novinho trocaram ultrapassagens durante a bateria, terminando em quarto e quinto, respectivamente.


Douglas Silva e Matheus Waldeck


Lavínia Sobota
O veterano Ney Broto pulou na ponta pela briga na VX 2 Tempos, mas na metade da bateria, após uma queda, teve que abandonar. Então, Igor Galvão e Vagner "Parafuso" aproveitaram o espaço e travaram uma bela briga pela primeira colocação. Vagner se saiu melhor, vencendo a bateria, com Igor em segundo. Erick Zimmernot concluiu a prova na terceira posição.

As categorias 65cc, 85cc e Penélope foram juntas para o gate, e quem surpreendeu foi Lavínia Sobota, única representante feminina na pista, que deu muito trabalho aos garotos. Matheus Waldeck, após muita pressão, conseguiu superar Douglas Silva, assumindo a liderança até bandeirada final. Com categorias diferentes na pista, a disputa se manteve acirrada em todas as posições. Douglas Silva foi o ganhador na 85cc, com Bryan Martins e Bruno Rother em segundo e terceiro. Matheus Waldeck foi o vencedor na 65cc. Felipe Alexandre ficou na segunda colocação, com Bruno Leal em terceiro. Rafael Martins ficou com a quarta posição.


Bruno Leal


Warley Lins
A garotada da 50cc também teve seu momento de disputa e claro que a correria maior foi dos pais acompanhando os filhos por toda a pista. Gustavo Oliveira largou bem e pulou na ponta, se mantendo lá até a metade da prova, quando Bruno Leal conquistou espaço e sem negociar ultrapassou para se segurar a primeira posição até o final. Breno Baltazar terminou em terceiro, seguido por Danilo Alexandre e Pedro Rafael, completando o pódio na quinta colocação.

Após um pequeno intervalo para manutenção da pista, as disputas prosseguiram com a VX4. Alessandro Lins "Toquinho" foi rápido na queda do gate, mas antes de cruzar a linha do holeshot se envolveu em um acidente com outros três pilotos, deixando a liderança para André "Calcinha". Warley Lins não demorou muito para superar o líder e ocupar a primeira posição, abrindo certa vantagem dos demais, o que possibilitou administrar a vitória. Ney Broto assumiu a segunda colocação, recebendo a bandeirada na bota do ponteiro. André Calcinha, após muito trabalho, terminou na terceira colocação. Valmir Dedé ganhou duas posições e ficou em quarto, com Sérgio Fernandes em quinto.


Reinaldo Quincas


Felipe Santos
Com uma corrida consistente, Reinaldo Quincas faturou com certa tranquilidade a Nacional B, subindo ao topo do pódio. Na segunda posição e na cola do ponteiro, mais uma vez, Lavinia Sobota surpreendeu, subiu da quinta posição, e mostrou que vai dar trabalho nesta temporada. Com uma apresentação constante, Mateus de Jesus conseguiu se manter na terceira colocação. João Vitor e Patrick Souza completaram o pódio.

As principais categorias, VX1 e VX2, entraram juntas na pista para uma disputa agitada. Wellington Rodrigues, piloto da VX2, assumiu a liderança e se manteve por algumas voltas, mas teve que abandonar em virtude de problemas na moto. Sérgio Santos, também da VX2, que estava na briga pela liderança assumiu a ponta e se manteve até o final. Felipe Santos, piloto da VX1, não se acertou muito bem com a pista, mas fez o suficiente para terminar na segunda posição geral e faturou a disputa entre as 450cc. Sérgio Fernandes foi o segundo colocado na VX1, com Ailton Machado em terceiro. Marcos Luiz terminou com a segunda colocação na VX2, seguido por Rogerio Vitor em terceiro.


Sérgio Santos


Competição conta com 15 categorias em disputa
Três pilotos se revezaram na liderança da VX230cc, tornando a luta pela vitória muito intensa, sem um vencedor aparente. Após muitas trocas de posições, Igor Santos assumiu a ponta e permaneceu assim até a bandeirada, subindo no ponto mais alto do pódio. Max Sander só se definiu na segunda posição quando restavam poucas voltas para o final. Juninho Santiago terminou com o terceiro posto, enquanto Reinaldo Quincas e Adilson Galdino completaram o pódio.

Em mais uma ótima largada, o carioca André Calcinha saiu na ponta, desta vez na VX3. No entanto, ele foi superado logo nas primeiras voltas por Valmir Dedé, que imprimiu um ritmo mais forte, e passou a ser seguido de perto por Rogério Vitor. Após algumas investidas, Rogério conseguiu superar André assuminado a segunda colocação. Faltando poucas voltas para o término da bateria, Nei Broto, que estava estava em uma corrida de recuperação, surpreendeu o pelotão e se aproveitou de um erro do segundo colocado para ganhar duas posições. Com a investida, Broto assumiu a ponta e conquistou a vitória na categoria. Valmir Dedé concluiu na segunda posição, seguido por Rogério Vitor em terceiro. André Calcinha terminou em quarto, com Airton Machado fechando o pódio.


Igor Santos


Outras cinco etapas estão programadas no Parque Off Road de Caraguatatuba
Em uma tarde muito feliz, Valmir Polaco faturou mais uma bateria, a Força Livre Nacional. Após ótima largada, ele abriu boa vantagem sobre os demais, deixando a briga por posições para trás. Igor Santos deu duro e conseguiu se manter em segundo durante toda a prova. Após se alternarem várias, Max Sander garantiu a terceira posição, seguido por Saulo Fernandes, com Sávio Santos completando o pódio.

A última bateria foi da categoria Força Livre Importada, que mesmo com poucos pilotos no gate, garatiu um bom show na pista. Sérgio Santos Júnior largou bem, faturando o holeshot para liderar a prova de ponta a ponta, seguido por Erick Zimmernot. Marcos Botossi cometeu alguns erros durante a corrida e terminou com a terceira colocação.

A primeira etapa da Copa Paulista Velopraia de Veloterra contou com o apoio da Revista Dirt Action, General Motos, Space1, Stocovich, Turn Down, Universo Honda, Auto Escola Porto Novo, Mil Tintas, Lubrificantes Ipiranga, TNT e Prefeitura Municipal de Caraguatatuba.


Nei Broto

Resultados

Nacional A

1- #10 - Valmir Polaco
2- #97 - Edinho Ilha
3- #55 - Saulo dos Santos
4- #7 - Glauber Ribeiro
5- #46 - Rosivaldo Gomes Novinho
6- #11 - Alex de Jesus
7- #12 - Stanley Toledo
8- #22 - Edmar Milczuk
9- #2 - Fabiano Rocha
10- #77 - Alexandre Karunho
11- #311 - Joelmir de Oliveira
12- #81 - Oswaldo Antonio Bilu

2 Tempos
1- #929 - Vagner Parafuso
2- #98 - Igor Galvão
3- #2 - Erick Zimmernot
4- #23 - Nei Broto

50cc
1- #317 - Bruno Leal
2- #55 - Gustavo Oliveira
3- #222 - Breno Baltazar
4- #2 - Danilo Alexandre
5- #20 - Pedro Rafael

65cc
1- #600 - Matheus Waldeck
2- #28 - Felipe Alexandre
3- #317 - Bruno Leal
4- #99 - Rafael Martins

85cc
1- #4 - Douglas Silva
2- #151 - Bryan Martins
3- #389 - Bernardo Rother

Penélope
1- #12 - Lavinia Sobota

VX4
1- #100 - Warley Lins
2- #23 - Ney Broto
3- #130 - André Calcinha
4- #99 - Valmir Dedé
5- #18 - Sérgio Fernandes
6- #97 - Edinho Ilha
7- #98 - Alessandro Lins Toquinho
8- #55 - Savio Santos
9- #242 - Edmir Caranguejo
10- #7 - Marcos Tobossi
11- #299 - Eduardo Silva
12- #17 - Sergio Ruivão

Nacional B
1- #34 - Reinaldo Quincas
2- #12 - Lavinia Sobota
3- #23 - Mateus de Jesus
4- #976 - João Vitor
5- #2 - Patrick Souza
6- #20 - Anderson Santos
7- #13 - Vinicius Milzuck
8- #3 - João Carlos

VX1
1- #357 - Felipe Santos
2- #18 - Sergio Fernandes
3- #6 - Airton Machado

VX2
1- #68 - Sergio Santos Jr
2- #78 - Marcos Luiz
3- #411 - Rogerio Vitor Zanet
4- #151 - Wellington Rodrigues
5- #98 - Igor Galvão

230cc
1- #137 - Igor Santos
2- #8 - Max Sander
3- #07 - Juninho Santiago
4- #12 - Reinaldo Quincas
5- #431 - Adilson Galdino
6- #7 - Saulo Fernando

VX3
1- #23 - Nei Broto
2- #99 - Valmir Dedé
3- #411 - Rogerio Vitor Zanet
4- #130 - André Calcinha
5- #6 - Airton Machado
6- #55 - Savio Santos
7- #17 - Sérgio Santos
8- #7 - Marcos Bottossi
9- #317 - Bruno Baltazar

Força Livre Nacional
1- #1 - Valmir Polaco
2- #137 - Igor Santos
3- #8 - Max Sander
4- #12 - Saulo Fernandes
5- #55 - Savio
6- #311 - Joemir Oliveira
7- #13 - José Roberto Justino
8- #7 - Fernando Diniz
9- #11 - Alex de Jesus Araújo

Força Livre Importada
1- #68 - Sergio Santos Jr
2- #2 - Erick Zimmernot
3- #7 - Marcos Bottossi








Vídeos MotoX Connect



Acompanhe o MotoX no Facebook

Curso MotoX Ric Raspa
Brasil Racing
JPS Racing

© 2000 - 2017 MotoX MX1 Internet