X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

Copa Oeste de Velocross - 3ª etapa - São Roque - SP
Publicado em: 12/12/2014

Prova definiu os campeões da primeira temporada da competição 
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Luis Bueno


Largada das categorias VX1 e VX2


Veja mais fotos na galeria de imagens do evento
São Roque (SP) foi palco, no último domingo, da terceira e última etapa da Copa Oeste de Velocross, e o público da região foi presenteado com a decisão dos campeões da temporada. Os principais competidores marcaram presença, valorizando a decisão da primeira edição do campeonato.

A pista recebeu tratamento especial, mantendo-se em perfeitas condições, sem poeira para pilotos e espectadores que compareceram para prestigiar os pegas. A cronometragem eletrônica da etapa foi feita pela equipe Asfalto Zero, que trouxe mais agilidade no momento de passar os resultados.


Stanley Feltrin


Breno Camargo
Após os treinos da manhã, os pilotos das categorias VX 50cc e 65cc deram início às disputas. Por decisão dos próprios pilotos e equipes, as largadas foram separadas e os pilotinhos da 50cc saíram na frente, seguidos da 65cc. A disputa pelo título entre os pilotos maiores foi boa, sempre com Breno Camargo na liderança, até a vitória de ponta a ponta. De quebra, Breno levantou o caneco de campeão, seguido de perto na prova por Rafael Yamada, que ganhou um posto ao longo da bateria conquistando a segunda posição. O vice-campeonato foi para Lucas Mateus. Stanley Feltrin correu pelas duas categorias. Ele terminou em terceiro na 65cc e venceu e se tornou campeão da 50cc. Paulo Júnior ficou com a segunda colocação e Leonardo Lincoln com a terceira. O vice-campeonato ficou com Murilo Martinez.


Camila Nogueira


Elízio Júnior
Muito determinadas, as meninas da VX Penélope foram para a pista junto com os meninos da Júnior e fizeram bonito. Camila Nogueira foi a vencedora da prova, com Giceli Tenório na segunda colocação. Pelo campeonato, Mylena Maia levantou o troféu de campeã e Ana Flávia Sgobin o de vice. Já a disputa da Júnior foi mais acirrada. Douglas Yamasaki faturou o holeshot, mas logo nas primeiras voltas, foi superado por Pedro Lucas e Elízio Júnior, terminando na terceira posição. Elízio conseguiu encostar rápido no líder e, após muita pressão, com um ritmo mais forte, assuimu a ponta, se mantendo até o final na frente. A vitória na bateria rendeu também o título do campeonato. Diego Yamasaki, após várias trocas de posição, terminou em quarto, logo atrás de Douglas. Matheus Henrique de Meira completou o pódio na quinta colocação. O vice-campeonato foi para as mãos de Pedro Lucas.


Sandro Alex Oliveira

Após uma rápida manutenção na pista, os pilotos da VX45 alinharam para a decisão. Sandro Alex, com uma corrida de muita cautela, sem cometer erros, foi insuperável levando o holeshot e também o lugar mais alto no pódio. Warley Martins e Ricardo Bernaca, se alternaram diversas vezes na vice-liderança durante a prova, até que Warley assumiu de vez a posição, recebendo a bandeirada logo atrás do líder. Ivan de Meira não largou bem, mas foi conquistando posições e terminou em quarto, seguido de Paulo Yamasaki. Sandro Alex de Oliveira ficou com o título da temporada e Ivan de Meira com o vice.


Rafael Oreia


Vagner Lopes
Deixando a disputa ainda mais emocionante, a VX1 e a VX2 correram juntas. A galera vibrou com os pegas. Rafael Oreia não se importou com os demais competidores e, com um ritmo forte, liderou desde o início até a bandeirada final Com a vitória ele também faturou o título da VX2 na competição. Alan Ferley concluiu a prova na segunda posição, seguido de Artur Augusto. Rafael Castro foi o vice-campeão. Gustavo Verrone conquistou o título de campeão na VX1, após bela disputa com Vagner Lopes, que ficou na segunda colocação da prova. Márcio Takamune fechou a temporada com o vice-campeonato.

Alan Ferley e Vagner Lopes voltaram a travar um bom duelo, desta vez válido pela VX35. Alan largou bem, mas logo nas primeiras voltas cedeu à pressão de Vagner, que assumiu a ponta, mas ainda teve que administrar os ataques do adversário. Vagner recebeu a bandeirada na frente, com Alan na sua bota. O terceiro a receber a bandeirada, após inverter a posição com Vanderlei Lopes, foi Roque Franklin. Rodrigo Padoca completou o pódio na quinta posição. Marco Bastos conquistou o campeonato com o desempenho nas etapas anteriores e Wagner Lopes o vice.


Marconi Magalhães


Augusto Sérgio
Yuri Dias foi mais rápido na largada da VX Nacional 230 e puxou a fila, mas Marconi Magalhães foi em busca da vitória e ainda no início conseguiu assumir a liderança. Mas, a briga pela ponta só foi definida nas últimas voltas, quando Marconi conseguiu uma pequena vantagem sobre Yuri, não permitindo ser ultrapassado, e com a vitória ele abraçou o troféu de vice-campeão. Simei Fernandes chegou a ocupar a segunda colocação nas primeiras voltas, mas terminou em terceiro. Ivan Luis conseguiu a quarta posição e com este resultado levantou o troféu de campeão. Cláudio Roberto, que subiu duas posições no decorrer da bateria, concluindo a corrida na quinta colocação.

Augusto Sérgio teve bastante trabalho para vencer a VX Nacional 250. Depois de anular os ataques de Luciano Azevedo, que concluiu a prova na segunda posição, Augusto vibrou bastante ao final da corrida que também lhe garantiu o título de campeão. Ralf de Oliveira terminou na terceira posição, colado em Luciano. A quarta colocação e o vice-campeonato ficaram com Ivan dos Santos, que cresceu no decorrer da prova. Leandro Pires ocupou o quinto lugar no pódio.


Gustavo Verrone

A prova da VX Importada Iniciante brindou Augusto Sérgio com mais uma vitória. Constante desde o início, ele faturou o holeshot pela segunda vez no dia, assim como o primeiro lugar. Leonardo Almeida ficou com a segunda colocação, seguido de perto por Claudimar, Gustavo e Douglas Arjona. O campeonato e o vice foram para Jhonatas Marins e Bruno Pannain, respectivamente.

Fernando Correia e Maycon Augusto travaram uma bela batalha na VX Nacional Amador. Maycon pressionou até conseguir a ultrapassagem sobre Fernando, mas ainda teve que trabalhar bastante para se manter na liderança e subir ao ponto mais alto do pódio. Gustavo Cherubini assumiu a terceira posição logo no início e manteve o posto até a bandeirada. Felipe Magalhães e Leandro Pires brigaram intensamente pela quarta posição. Após algumas mudanças, Felipe levou vantagem na disputa. Fernando Correia, mesmo sem a vitória na etapa, se tornou campeão.

Gustavo Verrone novamente subiu ao ponto mais alto do pódio na prova da VX Importada Open. Desde a largada ele puxou o pelotão, mantendo um ritmo forte durante toda a prova. Rafael Oreia e Elízio Júnior estavam em uma bela briga pela segunda posição que lamentavelmente foi interrompida antecipadamente. Rafael sofreu uma forte queda que o obrigou a abandonar a disputa, deixando o segundo lugar para Elízio, que depois administrou os ataques Mário Alexandre, que veio de trás ganhando posições e acabou em terceiro. A briga pelo quarto e quinto lugar se manteve até a bandeirada, quando Adriano Barbosa levou vantagem sobre Douglas Arjona. Com a soma das etapas anteriores, Elizio Barboza Júnior tornou se campeão e o vice campeonato foi para Marcelo Lima.


A categoria que mais colocou pilotos no gate foi a VX Nacional Open que brindou o público com disputas acirradas. As posições se alternavam a cada volta. Marconi Magalhães assumiu a liderança ainda nas primeiras voltas, durante toda a corrida foi pressionado, mas mesmo assim foi o primeiro a receber a bandeirada e levantou o troféu de campeão da temporada. Yuri Dias largou na ponta, vendeu caro a posição e chegou em segundo. Vários pilotos passaram pela terceira posição, que só foi definida na última volta, quando Ivan Barioni ultrapassou Ivan dos Santos, que terminou em quarto. Ralf de Oliveira não fez boa largada, mesmo assim conquistou cinco posições, terminando com o último degrau do pódio. O troféu de vice ficou com Alessandro Eugênio.

Reginaldo Andrade, promotor do evento, ficou satisfeito com o sucesso da primeira edição do campeonato. "Só tenho a agradecer, primeiramente a Deus, minha família, meus amigos e a todos os pilotos, público e autoridades que compareceram às etapas da Copa Oeste de Velocross. Houve algumas falhas que procuramos corrigir nas etapas seguintes. Sempre procurei fazer o melhor, pensando nos pilotos e no público. Na final, consegui suprir as necessidades e o objetivo de realizar um evento oficial com segurança e qualidade foi alcançado. Agradeço também a todos que me apoiaram na realização da última etapa. Para 2015 já estamos com algumas datas marcadas e a Copa contará com quatro etapas, que serão divulgadas assim que todos os locais e datas forem fechadas", declarou.

A Copa Oeste de Velocross tem o patrocínio de Taquaplan Terraplanagem, Burn Intense Energy, Monte Leone Concessionária Honda e Lavsim Higienização Têxtil. Co-patrocínio de Jornal O Democrata, Formato Outdoor, Stok Motos, Servitec Cerione, Soldatopo Fladafi, Levisa Descartáveis e Munks Toco. Apoio Prefeitura da E.T. de São Roque; organização R. A. Promoções e Eventos, supervisão Livre Brasil, cronometragem Asfalto Zero, cobertura Jornal O Democrata e site MotoX.

Resultados da etapa

Pos VX50
1 33 Stanley Feltrin
2 18 Paulo Pereira Junior
3 134 Leonardo Lincoln Mendonça
Pos VX65
1 55 Breno Camargo
2 14 Rafael Yamada Dos Santos
3 33 Stanley Feltrin
Pos Penélopes
1 123 Camila Nogueira
2 17 Giceli Tenorio Ferreira
Pos Junior
1 23 Elizio Junior
2 31 Pedro Lucas Lopes
3 353 Douglas Yamasaki
4 363 Diego Yamasaki
5 5 Matheus Henrique De Meira
6 55 Breno Camargo
Pos VX Importada Iniciante
1 8 Augusto Sérgio
2 16 Leonardo Thiago Almeida
3 656 Claudimar
4 114 Gustavo
5 9 Douglas Leandro Arjona
6 919 Julio Cesar Oliveira
7 1 George Adriano
8 13 Mario Alexandre
Pos VX Nacional 230
1 6 Marconi Magalhaes
2 180 Yuri Dias
3 71 Simei Fernandes
4 89 Ivan Luis Barion
5 46 Claudio Roberto Kid
6 130 Felipe Correa
7 21 Ivan Lucas De Meira
8 252 Ivan De Meira
Pos VX Nacional 250
1 7 Augusto Sérgio
2 77 Luciano Azevedo
3 17 Ralf De Oliveira Ferreira
4 31 Ivan Dos Santos Laurindo
5 206 Leandro Ederson Pires
6 173 Bruno Aparecido Leite
Pos VX Nacional Amador
1 8 Maykon Augusto C. Dias
2 733 Fernando Correa Da Silva
3 17 Gustavo Cherubini
4 6 Felipe Magalhaes
5 206 Leandro Pires
6 21 Ivan Lucas De Meira
7 144 Jansen Zenatti Custodio
8 103 Antonio Jose Antunes Neto
Pos VX Nacional Open
1 6 Marconi Magalhaes
2 180 Yuri Dias
3 89 Ivan Luis Barioni
4 31 Ivan Dos Santos Laurindo
5 17 Ralf De Oliveira
6 8 Maykon Augusto C. Dias
7 206 Leandro Ederson Pires
8 77 Luciano Azevedo
9 118 Tiago Ferreira Amaral
10 184 Gustavo Chad Godinho
11 111 Evandro Caciano Dos Santos
12 90 Jose Dias
13 46 Claudio Roberto Kid
14 7 Alex Jacovicks
15 11 Marquinhos
16 103 Antonio Jose Antunes Neto
Pos VX1
1 95 Gustavo Verrone Oliveira
2 32 Vagner Lopes
Pos VX2
1 15 Rafael Oreia
2 409 Alan Farley
3 200 Artur Augusto Ribeiro
Pos VX35
1 32 Vagner Lopes
2 409 Alan Farley M. Braga
3 8 Roque Franklin Almeida
4 33 Vanderlei Lopes
5 428 Rodrigo Padoca
6 1 George Adriano
Pos VX45
1 200 Sandro Alex Oliveira
2 100 Warley Lins
3 33 Vanderlei Lopes
4 252 Ivan De Meira
5 353 Paulo Yamasaki
6 95 Ricardo Bernaca
7 90 Rogerio Dias
8 410 Benedito Oliveira Junior
9 8 Roque Franklin Almeida
Pos VX Importada Open
1 95 Gustavo Verrone De Oliveira
2 23 Elizio Junior
3 114 Mario Alexandre Ramos
4 84 Adriano Barbosa Silva
5 9 Douglas Leandro Arjona
6 16 Leonardo T. G. Almeida
7 15 Rafael Oreia
8 8 Roque Franklin Almeida

Campeões e vice-campeões da temporada

Pos VX50
1 33 Stanley Feltrin
2   Murilo Martinez
Pos VX65
1 55 Breno Camargo
2   Lucas Mateus
Pos Penélopes
1   Mylena Maia
2   Ana Flávia Sgobin
Pos Junior
1 23 Elizio Barboza Junior
2 31 Pedro Lucas
Pos VX Importada Iniciante
1   Jhonatas Marins
2   Bruno Pannain
Pos VX Nacional 230
1 89 Ivan Luiz Barioni Ribeiro
2 6 Marcone Magalhães
Pos VX Nacional 250
1 7 Augusto Sergio Cardoso
2 31 Ivan Dos Santos Laurindo
Pos VX Nacional Amador
1 733 Fernando Corrêa
2 6 Felipe Magalhães
Pos VX Nacional Open
1 6 Marcone Magalhães
2   Alessandro D. Eugênio
Pos VX1
1 65 Gustavo Verrone
2   Marcio Takamune
Pos VX2
1 15 Rafael Oliveira (oreia)
2   Raphael Castro
Pos VX35
1   Marco A. Bastos
2 32 Wagner Lopes
Pos VX45
1 200 Sandro Alex De Oliveira
2 252 Ivan De Meira
Pos VX Importada Open
1 23 Elizio Barboza Junior
2   Marcelo Lima






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet