X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Paranaense

Grand Prix Pro Tork - Siqueira Campos - PR
Publicado em: 08/12/2014

Humberto Martin faturou a vitória na MX1 e Jorge Balbi na MX2
Redação MotoX.com.br - Fotos: IC Fotos e Moisés Firmino

Evento definiu campeões estaduais em seis categorias e distribuíu R$ 35 mil em prêmios


Centro de Treinamento Pro Tork sediou final do Campeonato Paranaense de Motocross

Siqueira Campos (PR) recebeu neste fim de semana, dias 6 e 7, o Grand Prix Pro Tork de Motocross, evento válido pela sétima e última etapa do Campeonato Paranaense da modalidade. As corridas que nomearam os campeões da temporada em seis categorias foram realizadas no centro de treinamento da marca, conhecido pela ótima infraestrutura e pela exigente pista. Para completar, R$ 35 mil foram distribuídos em premiações aos competidores.

Os dois dias foram repletos de atrações. No sábado, o público prestigiou os treinos cronometrados e também atrações musicais como o show da dupla João Neto e Fabiano. Já no domingo, além de acompanhar as corridas, os fãs viram as apresentações e manobras radicais de Fred Kyrillos, no Freestyle Motocross, e Douglas Lourenço, no show aéreo.


Venezuelano Humberto Martin comemorou a vitória na MX1

As corridas foram valorizadas pela presença de pilotos de destaque do circuito nacional. Na principal categoria, a MX1, o troféu de primeiro lugar ficou nas mãos de Humberto Martin, o Machito, que nos treinos já havia sido o mais rápido. O venezuelano venceu adversários de peso, como o mineiro Jorge Balbi, que precisou se superar para conquistar o segundo lugar da categoria, completando a prova cerca de cinco segundo atrás: "Estou há tempo sem treinar, me recuperando de lesões no pé e no ombro. Mas não dava para perder este evento, tive que me superar, valeu a pena", explicou. O argentino Jose Felipe não conseguiu andar no mesmo ritmo dos dois primeiros, mas também não teve a terceira colocação ameaçada pelo jovem Wilgner Francisco, o Guigão, que completou na quarta colocação. Marcelo Maziero fechou o pódio na quinta colocação, seguido por Ismael Rojas, o campeão da temporada.


Jorge Balbi faturou o primeiro lugar na MX2

Se na MX1 não deu para o mineiro, na MX2 a história foi diferente e Balbi conquistou a vitória. Com um ritmo forte, Pepê Bueno colocou pressão no líder até o final e cruzou a bandeirada bastante próximo, garantindo o segundo lugar e a melhor volta da prova. Distantes dos dois, Humberto Martin, Enzo Lopes e Ismael Rojas protagonizaram uma boa disputa pela terceiro lugar. O venezuelano conquistou a posição seguido por Enzo menos de um segundo atrás. Ismael, que também faturou o título desta categoria, completou logo depois.


Largada da categoria MX2

Willian Guimarães igualmente atraiu a atenção dos espectadores. O piloto, campeão antecipado na MX3 e na MX4, se manteve invencível na última etapa. "Mesmo com os títulos garantidos, dei o melhor de mim e consegui terminar o ano no alto do pódio. Estou feliz com meu desempenho e motivado para 2015", declarou Guimarães.


Willian Guimarães, campeão da MX3 e da MX4, venceu as duas classes em Siqueira Campos

Na Força Livre Nacional, Jacson Keil conquistou o campeonato depois de vencer de forma convincente a prova. "Estou muito feliz em erguer o caneco na casa da minha equipe. Gostaria de agradecer a ela por acreditar no meu trabalho", afirmou o piloto Pro Tork.


Jacson Keil dominou a prova decisiva da Força Livre Nacional

Outros vencedores da etapa foram Antônio Berrocal (MX5), Leonardo Almeida (85cc e Intermediária), Anderson Camilo (Light), Rhuan Avila (65cc) e Henrique Henicka (50cc).

O calendário 2015 do Campeonato Paranaense de Motocross ainda não foi divulgado. Confira abaixo os resultados da prova em todas as categorias e a classificação final do campeonato no site da Federação Paranaense de Motociclismo.


Além de conferir as corridas, Público acompanhou outras atrações...


...como o show de Freestyle Motocross com Fred Kyrillos e...


...o Pro Tork Air Show com Douglas Lourenço


Willian Guimarães, campeão da MX3, recebe o number plate número 1 do diretor-presidente da Pro Tork, Marlon Bonilha



Resultados do Grand Prix Pro Tork de Motocross:

MX1

1. Humberto Martin
2. Antônio Jorge Balbi Júnior
3. José Felipe
4. Wilgner Francisco
5. Marcelo Maziero

MX2
1. Antônio Jorge Balbi Júnior
2. Pepê Bueno
3. Humberto Martin
4. Enzo Lopes
5. Ismael Rojas

MX3
1. Willian Guimarães
2. Mariana Balbi
3. Vagner Lachi
4. Rodrigo Guedes
5. Jeverson Camiloti

MX4
1. Willian Guimarães
2. Marcos Benetatti
3. Alencar Krefta
4. Adilson Szlachta
5. Olavio Carpinski

MX5
1. Antônio Berrocal
2. Luciano Panhozzi
3. Cesar Mocelin
4. Valdir Bonoto
5. Elias Nunes Prado

Força Livre Nacional
1. Jacson Keil
2. Jefferson Piva
3. Kleymar Pancera
4. Charles Luft
5. Danilo Almeida

Intermediária
1. Leonardo de Almeida da Silva
2. Andre Fonseca
3. Vinícius Macarini
4. Mauriti Júnior
5. Paulo Eduardo Rossatto

Light
1. Anderson Camilo
2. Matheus Zerbatto
3. Francisco Monteiro Lima
4. Wilker Rodrigo Colman
5. Helton Monteiro Batista

85cc
1. Leonardo de Almeida da Silva
2. Henrique Lapola
3. Leonardo Nunes
4. Willyan Deivis Fucks
5. Gabriel Favero

65cc
1. Rhuan Avila
2. Matias Iturbe
3. Matheus Favero e Silva
4. Renan Ferreira
5. Henrique Henicka

55cc
1. Henrique Henicka
2. Everb Luhan
3. Lucas Ribeiro
4. Jorge Simões
5. Gustavo Hatleben





Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet