X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Carioca

Estadual de Supercross LEMERJ- 1ª etapa - Itaguaí - RJ
Publicado em: 18/07/2014

Gabriel Montenegro vence disputa equilibrada com Raul Guilherme na abertura da competição Redação MotoX.com.br - Fotos: Gustavo Freitas


Largada da primeira bateria da categoria Força Livre


Veja mais fotos na galeria de imagens do evento
O primeiro sábado de julho marcou o início de um fim de semana agitado na cidade sul-fluminense de Itaguaí com a disputa de duas competições. As emoções começaram com a etapa de abertura do Campeonato Estadual de Supercross LEMERJ. O traçado de 600 metros, de alto nível técnico e ao mesmo tempo muito seguro, recebeu grandes disputas ao longo do sábado. No domingo, dia 6, foi a vez da realização da primeira etapa do Campeonato Estadual de Motocross LEMERJ, no mesmo local, com o traçado modificado (confira em outro artigo os resultados e mais informações sobre esta prova).

Além de reunir a nata do motociclismo do Rio de Janeiro, o evento também atraiu pilotos de São Paulo e de Minas Gerais, o que abrilhantou ainda mais todas as baterias.


Gabriel Montenegro

Os principais pilotos do evento se reuniram na categoria Força Livre, disputada em duas baterias. Na primeira, Raul Guilherme, um dos favoritos, pulou na ponta, seguido de Thiago Dalla, que logo cedeu a posição para Philipe de Pinho e Gabriel Montenegro. Um "strike" na largada, envolveu um dos favoritos, Sérgio Monteiro, que após se levantar, ainda tomou dois tombos e acabou abandonando a disputa. Lá na frente, Raul administrou a vitória, De Pinho também controlou a vice-liderança e não foi ameaçado por Montenegro, que terminou em terceiro. Oziel Barroso fez boa corrida e fechou em quarto, seguido pelo paulista Deninho Alves.


Raul Guilherme


José Carlos Guimarães
A segunda corrida da Força Livre foi também a última corrida do dia. Desta vez Gabriel Montenegro pulou na ponta. Sérgio Monteiro, após o abandono na primeira bateria, voltou com força para brigar pela liderança. Rápido na pista, Montenegro esteve atento ao adversário e não deu muitos espaços para Monteiro investir na ultrapassagem. Ao final, Gabriel consolidou a vitória. Serginho permaneceu em segundo, seguido por Raul Guilherme, Deninho Alves e Philipe de Pinho. Na classificação geral, Gabriel Montenegro venceu por critério de desempate, pelo melhor desempenho na bateria decisiva, deixando Raul Guilherme em segundo. Philipe de Pinho foi o terceiro, Deninho Alves o quarto e Oziel Barroso o quinto.

A primeira disputa do Supercross foi com os experientes pilotos da SX4. O paulista Flávio Loffredo mostrou a que veio e saiu na ponta, seguido de perto por José Carlos Guimarães e Márcio Jone. Zé Carlinhos logo ultrapassou Loffredo e começou a colocar boa vantagem. Alcimar dos Santos, nas primeiras voltas já mostrava que era o piloto mais rápido na pista, ao se recuperar rapidamente de uma péssima largada, fora das dez primeiras colocações. Na metade, Dos Santos assumiu a segunda colocação e iniciou uma caça ao líder. Porém, com tempo insuficiente, o vice-líder não conseguiu ultrapassar, apesar de chegar muito perto. No final, as posições foram: José Carlos em primeiro, seguido por Alcimar e Márcio Jone. Dener Daniel e Roberto Kreischer completaram o pódio.


Largada da categoria MX3


Thiago Dalla
Em seguida foi a vez da SX3. Thiago Dalla colocou sua Honda à frente, logo na primeira curva e não deu chances aos adversários, vencendo de ponta a ponta. Wagner Coutinho fez má largada e após belíssima prova se recuperou até a segunda colocação. Guilherme Lopes e Guilherme Sathler travaram um batalha durante toda a corrida e foram terceiro e quarto, respectivamente, seguidos de Rogério Belo.

Na primeira bateria da Nacional Adeílton Gonçalves pulou na ponta, seguido de perto por Leandro Marchon. Após algumas voltas na pressão, Adeílton cedeu a posição para Léo, que venceu com um ótimo ritmo de prova. Mais atrás, Rafael Deivisson fica em terceiro após boa briga com Everton Mussi, o quarto. Ricardo Borges fica em quinto, após boa prova de recuperação.

A segunda bateria da Nacional reservou boas emoções. Mais uma vez, Adeílton Gonçalves largou na frente, com Everton Mussi em seu encalço. Nitidamente, era o dia de Leandro Marchon, que teve má sorte na largada e conseguiu se recuperar até encostar nos líderes. Na metade da bateria, Marchon assumiu a liderança, levando o público ao delírio. Adeílton novamente completou em segundo, seguido por Everton. Rafael Deivisson fechou em quarto, com Luciano Coutinho em quinto. Após a soma de resultados, Leandro Marchon venceu no geral. Adeílton Gonçalves foi o segundo e Everton Mussi o terceiro. Rafael Deivisson e Luciano Coutinho também subiram ao pódio.


Eduardo Pereira


Leandro Marchon
Na corrida da 50cc, com a mais nova geração do esporte, destaque para Leandro Pereira de Souza, que venceu de ponta a ponta, seguido por Kaio Borges, Breno Balthazar, Pedro Batista e Miguel Guto.

Logo após, foi a vez da categoria Amador. O piloto da casa, Mário Andrade, largou na frente e levou o público à loucura na disputa com Eduardo Pereira. Na metade da bateria, Pereira levou a melhor e, como pareceu estar melhor fisicamente, ultrapassou Mário. Ao final, Eduardo venceu, seguido de Mário em segundo, Alysson Barreto em terceiro, Thiago Barreto em quarto (com uma 125cc 2 Tempos) e Leonardo Alves em quinto.

A categoria 60cc contou com a participação do piloto líder do Arena Cross, Carlos Eduardo Dadal, que como previsto, venceu a prova de ponta a ponta. Pela segunda posição, Yann Felipe Vaz foi seguido de perto por Juan Souza. Vinícius Dutra e Pedro Henrique fecharam o pódio.

As "pratas da casa" se reuniram na categoria Local. Thiago Bolidei, logo na segunda volta, assumiu a liderança e venceu. Roger da Silva chegou em segundo, seguido de Felipe Luis, Maicon do Caminhão e Rogério Silva.


Thiago Bolidei

Pela 80cc, Yuri Campello venceu, liderando do início ao fim sem ser ameaçado. João Candia seguiu isolado na segunda colocação, onde terminou. Carlos Eduardo Dadal, pilotando uma 65cc, recebeu a bandeirada em terceiro, à frente de Caio Vitor Souza e Vitor Lopes.

Resultados


Yuri Campello
Força Livre
1º - 23 - Gabriel Montenegro (3º/1º)
2º - 33 - Raul Guilherme (1º/3º)
3º - 54 - Philipe de Pinho (2º/5º)
4º - 188 - Dener Alves (5º/4º)
5º - 946 - Oziel Barroso (4º/7º)
6º - 553 - Sergio Monteiro (13º/2º)
7º - 15 - Matheus Boechat (10º/6º)
8º - 357 - Juan Pablo Amaral (7º/10º)
9º - 702 - Thiago Dalla (6º/11º)
10º - 28 - Raphael da Rocha (9º/9º)

Nacional
1º - 85 - Leandro Marchon (1º/1º)
2º - 7 - Adeílton Gonçalves (2º/2º)
3º - 71 - Everton Mussi (4º/3º)
4º - 7 - Rafael Deivisson (3º/4º)
5º - 55 - Luciano Coutinho (6º/5º)
6º - 10 - Ricardo Borges (5º/7º)

Carlos Eduardo Dadal
7º - 112 - Adilson Miranda (8º/6º)
8º - 720 - Roger da Silva (7º/9º)
9º - 56 - Alexandre Borracha (9º/8º)
10º - 118 - Elton Siqueira (10º/10º)

SX3
1º - 702 - Thiago Dalla
2º - 100 - Wagner Coutinho
3º - 620 - Guilherme Lopes
4º - 168 - Guilherme Sathler
5º - 98 - Rogerio Bello
6º - 22 - Toninho Guzzo
7º - 10 - Alysson da Silva
8º - 148 - Ananias Gonçalves
9º - 5 - Alexandre de Oliveira
10º - 4 - João Batista da Silva

SX4
1º - 600 - José Carlos Guimarães

Leandro Pereira de Souza
2º - 259 - Alcimar dos Santos
3º - 88 - Marcio Jone
4º - 91 - Dener Daniel
5º - 27 - Roberto Kreischer
6º - 357 - Flávio Loffredo
7º - 553 - Paulo Monteiro
8º - 311 - Marcelo Ferreira
9º - 141 - Mauro Barros
10º - 25 - Carlos Alberto Matos

Amador
1º - 28 - Eduardo Pereira
2º - 243 - Mario Andrade
3º - 10 - Alysson Medeiros
4º - 103 - Thiago Barreto
5º - 188 - Leonardo Alves
6º - 259 - Alcimar dos Santos
7º - 919 - Dário Paes
8º - 141 - Leonardo Bassotho
9º - 23 - Philipe Migiati
10º - 18 - Bruno Paes Leme

Local
1º - 85 - Thiago Bolidei
2º - 720 - Roger Barros
3º - 15 - Felipe Luis
4º - 8 - Maicon do Caminhão
5º - 1 - Rogério Queiroz da Silva
6º - 7 - Abraão Dias
7º - 88 - Fabio Bruno
8º - 1 - Adriano Martins
9º - 71 - Alexandro Romão
10º - 77 - Antônio Fabiano da Silva

80cc
1º - 818 - Yuri Campello
2º - 9 - João Candia
3º - 77 - Carlos Eduardo Dadal
4º - 38 - Caio Vitor de Souza
5º - 4 - Vitor Lopes
6º - 22 - Santiago Santos

60cc
1º - 77 - Carlos Eduardo Dadal
2º - 122 - Yann Felipe Vaz
3º - 8 - Juan de Souza
4º - 92 - Vinícius Dutra
5º - 187 - Pedro Henrique
6º - 511 - Leandro de Souza

50cc
1º - 511 - Leandro Pereira de Souza
2º - 10 - Kaio Borges
3º - 222 - Breno Balthazar
4º - 4 - Pedro Batista
5º - 22 - Miguel Guto







© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet