X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

União Dirt Action Velocross - 1ª etapa - Nova Odessa - SP
Publicado em: 03/04/2014

Pista montada no centro da cidade foi palco da etapa de abertura do campeonato
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Guto Bernardes


Largada da categoria Nacional acima de 250


Veja mais fotos da prova na galeria de imagens do evento
No último domingo, Nova Odessa (SP), recebeu a primeira etapa do novo campeonato de velocross organizado pela Sport Race com promoção da revista Dirt Action. Com uma pista montada no centro da cidade, o evento, batizado de União Dirt Action Velocross, contou com boa infra-estrutura e diferenciais como box asfaltado e amplo estacionamento para os pilotos e equipes.

A bateria que abriu a competição foi destinada às crianças equipadas com motos de 50 a 65 cm3 de cilindrada. Felipe Gonçalves largou muito bem, puxando a fila, seguido de Nathan Leme e Luan Caramel. No entanto, na segunda volta, Nathan assumiu a primeira colocação e se manteve à frente até a bandeirada final da categoria VX50/65. Rafael Barbosa também superou Felipe terminando com a segunda colocação. Guilherme de Godoy e João Pedro dos Reis completaram os cinco primeiros lugares.


Nathan Leme


Fabrício Caleffi
A Júnior teve uma boa disputa pelas primeiras posições. Elízio da Silva saiu na frente e foi pressionado por Léo Lima. Os dois ponteiros abriram em relação ao terceiro colocado, Leonardo Barbosa. Faltando três voltas para o final, Léo encostou em Elízio, mas errou e foi ao chão. Melhor para Leonardo Barbosa, que se aproveitou do erro ao assegurar a segunda colocação com Elízio comemorando a vitória. Léo ainda foi o terceiro ficando a frente de João Guilherme Jacovani e Adalberto Gaioto.

A Nacional acima de 250 foi definida no momento da largada. Fabrício Caleffi largou na ponta para dominar toda a bateria, abrindo mais de 30 segundos em relação ao segundo colocado. João Vitor Posso e Josias Togni completaram a lista dos três primeiros. Silvio Albuquerque, em quarto, e Rafael Virmieiro, em quinto, também subiram ao pódio.


Elízio da Silva


Babi Fernandes
Sérgio Fortunato largou muito bem na VX45, abrindo uma boa margem na liderança logo nas primeiras voltas. Ele foi seguido a prova toda por Juliano Tavella, mas as posições foram mantidas até a bandeirada. O terceiro lugar do pódio foi para Valmir da Silva, após largar na quinta posição e brigar com Ayres Simões e Gilberto Paschoalin, quarto e quinto colocados, respectivamente.

As meninas deram o ar da graça na categoria Feminina, com o domínio absoluto de Babi Fernandes que, mesmo caindo na largada, completou a primeira volta na liderança! Gláucia Boghossian e Janaína Vieira eram as concorrentes mais próximas, respectivamente em segundo e terceiro, no início da disputa. Durante a prova, quem também se recuperou do enrosco na largada foi Júlia Oliveira, que conquistou o segundo lugar no final. A emocionante batalha entre Janaína e Gláucia valeu pela terceira posição. A decisão só veio na bandeirada, com Janaína levando a melhor. No final, Babi Fernandes venceu com mais de uma volta de vantagem sobre as demais.


Sérgio Fortunato


Ernandes "Bambú" Brassoroto
Gabriel Orsatti e Ernandes "Bambu" Brassaroto iniciaram a bateria da VX 2 Tempos, dividindo a primeira curva. Gabriel liderou a primeira volta, mas Bambu tomou a liderança na segunda e não perdeu mais. Gabriel segurou a segunda colocação e João Vitor Lopes conseguiu a terceira posição, após brigar com Gleides "Tiba"de Lima por metade da bateria. Anderson Bruzon foi o quinto colocado.

Na Nacional 230, Edsinho Refundini liderou a prova até a quinta volta, quando abandonou por problemas na moto. Alcides Beazin, que estava na cola do líder, assumiu o comando e venceu. Quem fez uma ótima corrida de recuperação foi Fabrício Caleffi que chegou a andar em oitavo, mas cresceu durante a corrida e terminou na segunda colocação. Leonardo Benetti se manteve na terceira posição até a bandeirada, seguido por Thiago Reoli e Romário Silvério.


Alcides Beazin


Mauricio Gerlach
Largando na ponta, Mauricio Gerlach não teve muita dificuldade para liderar a corrida da VX35 de ponta a ponta. Em segundo, ficou Marcinho Caetano, após superar Sergio Fortunato logo nas primeiras voltas. Zezinho 'Motosul' foi o quarto, depois de brigar com Márcio Baasch, que fechou o pódio dos experientes pilotos desta bateria.

Um dos destaques da competição, Gustavo Beazin, confirmou o favoritismo na VX2 e levou a vitória de ponta a ponta. Edisinho Refundini superou Lucas Musseli na luta pela segunda colocação. Terceiro colocado, Lucas correu com um dedo da mão fraturado, um sacrifício para marcar pontos importantes pelo campeonato. Gabriel Lins e Ricardo Paçoca completaram o primeiro pelotão da categoria.

Prestigiada, a categoria Intermediária reuniu muitas motos, o que tornou a largada bastante disputada. Renato Togni e Marcio Cenedezi pularam na frente, o primeiro se destacou e abriu boa vantagem. Com o líder tranquilo, a disputa no pelotão intermediário virou atração. Cenedezi, Wagner Kubiac e Leonardo Cocholice brigaram por várias voltas pela segunda colocação. Quem veio de traz foi Matheus Furlan que, saindo da nona posição, atropelou os concorrentes e recebeu a bandeirada em segundo. Renato confirmou a sólida vitória com quase trinta segundos de vantagem. Cenedezi , Kubiac e Cocholice completaram os cinco primeiros colocados.


Gustavo Beazin


Renato Togni
Alcides Beazin largou na ponta da Nacional Open e repetiu a vitória da categoria 230 sem muita dificuldade. Tiago Reoli ficou na segunda posição praticamente a corrida toda, mas faltando duas voltas para o término da bateria, Fabrício Caleffi roubou a posição. Completando o pódio, Rodrigo Cartucheira ficou com a quarta colocação e Gabriel Orsatti com a quinta.

Quando o gate caiu para a categoria máxima do velocross, a Importada Open, Chiquinho Gianetti arrancou na ponta sem dar chances para Gustavo Beazin. Os dois logo abriram boa vantagem sobre Renato Cocholice, que vinha sendo perseguido de perto por Renato Togni e Mauricio Gerlach. Cocholice perdeu as duas posições na mesma volta. Os líderes abriram muito dos demais, dando voltas até no terceiro colocado. Ao final, Gianetti foi o grande vencedor, Beazin ficou em segundo e Togni em terceiro. Gabriel Lins, que fez uma prova de recuperação, foi quarto e Mauricio Gerlach fechou na quinta colocação.


Chiquinho Gianetti

A primeira etapa do União Dirt Action Velocross foi uma realização da Prefeitura Municipal de Nova Odessa com organização da Sport Race e promoção da revista Dirt Action. O evento contou com patrocínio Dynels Motosul Race Team e apoio Stocovich, MRP Racing, AllSign, Camilo Diniz Advocacia e Evypol Camisaria.

Resultados

2 Tempos
1. Nº6 Ernandes "Bambú" Brassoroto
2. Nº114 Gabriel Orsatti
3. Nº222 João Victor S. Lopes
4. Nº44 Gleides de S. Lima
5. Nº79 Anderson Bruzon

Feminino
1. Nº949 Babi Fernandes
2. Nº21 Julia Oliveira
3. Nº29 Janaina Oliveira
4. Nº47 Glaucia Boghossian
5. Nº92 Bruna Francine

Importada Open
1. Nº182 Chiquinho Gianetti
2. Nº377 Gustavo Beazin
3. Nº77 Renato Togni
4. Nº237 Gabriel Lins
5. Nº26 Mauricio Gerlach

VX 50/65
1. Nº54 Nathan Leme
2. Nº5 Rafael Barbosa
3. Nº28 Felipe Alexandre Gonçanves
4. Nº10 Guilherme de Godoy
5. Nº656 João Pedro dos Reis

Intermediária
1. Nº77 Renato Togni
2. Nº731 Matheus Furlan
3. Nº3 Márcio Cenedezi
4. Nº21 Wagner Kubiac
5. Nº28 Leonardo Cocholice

Júnior
1. Nº23 Elizio da Silva
2. Nº97 Leonardo Barbosa
3. Nº819 Leo Lima
4. Nº111 João Guilherme Jacovani
5. Nº19 Adalberto Gaioto

Nacional 230
1. Nº721 Alcides Beazin
2. Nº711 Fabricio Calefi
3. Nº62 Leonardo Benetti
4. Nº189 Thiago Reoli
5. Nº92 Romario Silverio

Nacional Acima de 250
1. Nº711 Fabricio Caleffi
2. Nº241 João Vitor Posso
3. Nº27 Josias Tognoli
4. Nº196 Silvio Cesar Albuquerque
5. Nº189 Rafael Virmieiro

Nacional Open
1. Nº721 Alcides Beazin
2. Nº711 Fabricio Caleffi
3. Nº189 Tiago Reoli
4. Nº22 Rodrigo Arthur Cartucheira
5. Nº25 Gabriel Orsatti

VX2
1. Nº377 Gustavo Beazin
2. Nº12 Edsinho Refundini
3. Nº722 Lucas Musseli
4. Nº237 Gabriel Lins
5. Nº198 Ricardo Paçoca

VX35
1. Nº26 Mauricio Gerlach
2. Nº26 Marcinho Caetano
3. Nº100 Sergio Fortunato
4. Nº73 Zezinho Motosul
5. Nº43 Marcio Baasch

VX45
1. Nº100 Sergio Fortunato
2. Nº18 Juliano Tavella
3. Nº99 Valmir da Silva
4. Nº11 Ayres Simões
5. Nº100 Gilberto Paschoalin







© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet