X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Carioca

Estadual de Motocross LEMERJ - 4ª etapa - São Pedro da Aldeia - RJ
Publicado em: 17/12/2013

Sérgio Monteiro acumula títulos nas principais categorias do Campeonato Estadual
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Gustavo Freitas

Após sete anos, estadual do Rio de Janeiro retorna à cidade de São Pedro da Aldeia


Largada da categoria MX3


Veja mais fotos da prova na galeria de imagens do evento
São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, foi sede da grande final do Campeonato Estadual de Motocross do Rio de Janeiro 2013. O circuito na pedreira, como é conhecido, foi utilizado em 2006 como palco da segunda etapa do campeonato daquele ano. Durante todo esse tempo, a já aprovada pista permaneceu inativa. Para este ano, contou com pequenas mudanças no traçado. O solo foi gradeado e molhado, o que proporcionou um bonito espetáculo em todas as baterias.

Para esta etapa final, o título de todas as categorias estava em jogo. Nas principais, Força Livre e MX1, Raul Guilherme era o único com chances de impedir as conquistas de Sérgio Monteiro, então líder do campeonato em ambas. Nas sêniores, MX3 e MX4, Wagner Coutinho e Paulo Monteiro já estariam, respectivamente, com as mãos na taça, precisando apenas completar a prova. Nas categorias para motos nacionais, Nacional e 230cc, Ricardo Borges e Adeílton Gonçalves viriam para travar o duelo definitivo. Houve muita tensão em torno de tudo isso, o que apimentou as baterias e trouxe ao público de mais de 5 mil pessoas um espetáculo jamais visto na cidade, proporcionado pelos 105 pilotos inscritos.


Paulo Monteiro


Douglas Pitangy
A categoria MX4, para pilotos com idade superior a 45 anos, deu início aos trabalhos. Carlos Alberto Corujito pulou na ponta, seguido de perto por Ruy Álvares e Paulo Monteiro. Após duas voltas sob pressão, Corujito caiu, deixando a primeira posição. Quem então passou a pressionar o novo líder foi Paulo Monteiro. Vale ressaltar que a segunda colocação já lhe daria o título da temporada. Mais rápido, Paulo investiu e efetuou a ultrapassagem a duas voltas do final. Ruy, cansado, caiu, colocando Márcio Jone em segundo. Final: Paulo Monteiro vencedor da etapa e campeão estadual 2013, Márcio Jone segundo colocado e vice-campeão, Manoel Matos terceiro colocado, Alexandre Barbosa quarto e Joefisson da Silva quinto.

Na MX3, a expectativa era em torno do virtual campeão Wagner Coutinho, que largou em segundo, na perseguição ao líder Alexandre ZN. Waguinho pressionou e ultrapassou. ZN agora tinha Douglas Pitangy em seu encalço. Douglas era visivelmente o piloto mais rápido da pista, e logo assumiu a segunda colocação, já se aproximando do líder. Mais atrás, Alexandre começou a travar uma bela disputa com Raphael Navega pela terceira colocação. Enquanto isso, na disputa pela liderança, Douglas Pitangy realizou a ultrapassagem em Wagner Coutinho e venceu. Waguinho comemorou o título com a segunda colocação. Alexandre ZN, recuperando-se de uma lesão no ombro, mostrou que vai dar trabalho em 2014, subindo ao pódio em terceiro. Raphael Navega e Ananias Gonçalves completaram os cinco primeiros.


Leandro Marchon


Yuri Campello
Na bateria das motos de 230cc, vimos uma apimentada disputa pelo título. Leandro Marchon largou na frente e abriu vantagem sobre os demais, dando trabalho aos candidatos ao título. Ricardo Borges e Adeílton Gonçalves eram segundo e terceiro, respectivamente. Enquanto Leo abria, Adeílton via suas chances de título descerem pelo ralo ao ter seu pneu traseiro furado na metade da prova provocando seu abandono. Melhor para Cadinho, que levou para Rio Bonito o título, ao completar a prova em segundo, atrás de Marchon. Joanir Quirino, carinhosamente conhecido como "Boca", mostrou que a velha guarda ainda tem 'lenha para queimar', recebendo a bandeirada em terceiro e sendo aclamado por seus companheiros de box. Rafael Deivisson e Luciano Coutinho subiram ao pódio em quarto e quinto, respectivamente.

Na 85cc, Yuri Campello mostrou facilidade para levar sua KX à vitória. O piloto de Araruama não teve adversários desde a largada, quando saiu na frente e conduziu a posição até o final da bateria, carimbando o título da temporada 2013. Na segunda posição, bela prova de João Candia, que ficou com o vice-campeonato. Caio Vitor completou o pódio em terceiro.


Circuito de São Pedro da Aldeia


Kaio Borges
As crianças da 50cc foram representadas por Kaio Borges, vencedor da etapa e do campeonato, e Max Antônio, segundo colocado na prova e na competição.

O sol forte passou a esquentar mais ainda as disputas no momento em que a categoria Amador foi à pista, com Leandro Marchon novamente na primeira colocação. Então líder do campeonato, Leandro se aproximou mais do título ao abrir vantagem na primeira colocação. Felipe Anabal e Yuri Campello começaram a travar uma bela disputa pela segunda colocação. O público ovacionou o menino Yuri de 14 anos, por estar com uma moto de 85cc em meio aos adultos. Rapidamente, ele se desvencilhou de Anabal e seguiu em busca de Marchon, até que a duas voltas da bandeirada, o jovem piloto colou no líder, atacou e ultrapassou, 'colocando a arquibancada abaixo'. Resultado: Yuri Campello venceu uma prova emocionante, Leandro Marchon comemorou o título de 2013, subindo ao pódio em segundo, Felipe Anabal venceu o duelo com Renan Ferreira pela quarta posição e Tobias Gabriel completou o pódio em quinto.


Adeílton Gonçalves


Jailton Lima
As motocicletas mais fortes do circuito alinharam na categoria MX1. Beto Ranhol, após sua participação no World Vet Championships na Califórnia, mostrou estar bem preparado e largou na ponta. Raul Guilherme, ainda na briga pelo título buscava a primeira colocação. Sérgio Monteiro, em terceiro, visivelmente se continha numa posição favorável na tabela. Raul investiu e ultrapassou Beto, conduzindo sua moto até a bandeirada em primeiro lugar, porém, o resultado foi insuficiente para ser campeão, visto que Monteiro em terceiro, ainda assumiu a segunda posição, consolidando o título na categoria. Pedro Henrique dos Santos teve problemas durante a prova, mas ainda terminou em quarto, seguido por Wagner Coutinho.

Os pilotos da categoria Nacional foram à pista e o que vimos foi mais uma bela largada de Leandro Marchon. Com pneu restaurado, Adeílton Gonçalves veio a esta bateria com fome do título perdido na 230cc, e tão logo na segunda volta, já assumiu a liderança. Ricardo Borges veio de trás, após má largada, mas na metade da prova já era o vice-líder. O resultado, porém, foi insuficiente para Cadinho, o que colocou Adeílton com o título de 2013 e a primeira colocação na prova. Leandro Marchon foi o terceiro, seguido por Luciano Coutinho e Joanir Quirino.


Raul Guilherme


Sérgio Monteiro
Pela MX2, Raul Guilherme largou na frente, sem dar chances aos adversários. Após perder o título na MX1 para Sergio Monteiro, Raul contou com a ausência do adversário nesta categoria e venceu de ponta a ponta, garantindo o título da temporada 2013. Rafael Frota em segundo, teve um pneu furado, deixando a pista livre para Adeílton Gonçalves ficar com o posto. Frota ainda completou a prova em terceiro, seguido por Yuri Campello e Leandro Marchon.

Na categoria Local, vitória de Jailton de Lima Filho, seguido por Magnum Costa, Maycon de Oliveira, Edson Santos e Jean Santana.

A Força Livre, mais uma vez, trouxe uma grande expectativa pelo título, que estava entre Sérgio Monteiro e Raul Guilherme. Beto Ranhol largou em primeiro novamente. Sérgio e Raul partiram em segundo e terceiro. O foco da corrida era ali. Beto escapa, enquanto Serginho faz uma prova com a cabeça, contando com a vantagem no campeonato. Raul, com pressa, errou e caiu, deixando Monteiro ainda mais próximo do título. Ranhol, que nada tinha a ver com isso, se manteve firme na ponta até as últimas três voltas. Até que, apesar de estar se contendo pelo campeonato, Sérgio, visivelmente mais rápido, se aproximou do líder e chegou a colocar sua moto lado a lado em determinados pontos da pista. Mas, sem querer tomar sustos, ele não arriscou e manteve a segunda colocação, resultado que lhe deu o 15° título estadual, uma das maiores marcas já atingidas no Rio de Janeiro. Raul Guilherme fechou a prova em terceiro e foi vice-campeão. Pedro Henrique recebeu a bandeirada em quarto, seguido de Leandro Marchon, o quinto.


Beto Ranhol

A LEMERJ fechou seu calendário com mais um campeonato muito disputado e bem organizado. Parabéns aos campeões e participantes do Campeonato Estadual de Motocross 2013. Para o próximo ano, fica a expectativa por outra temporada maravilhosa como esta. A grande final contou com o apoio da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia.

Resultados - Final Estadual de Motocross LEMERJ 2013

Força Livre
1 - 985 - Beto Ranhol
2 - 553 - Sergio Monteiro
3 - 969 - Raul Guilherme
4 - 197- Pedro Henrique dos Santos
5 - 85 - Leandro Marchon
6 - 12 - Douglas Pitangy
7 - 551 - Sergio Candido
8 - 28 - Marney Siqueira
9 - 139 - Marcus Vinicius Machado
10 - 10 - Ricardo Borges dos Santos

MX1
1 - 969 - Raul Guilherme
2 - 553 - Sergio Monteiro
3 - 985 - Beto Ranhol
4 - 197- Pedro Henrique dos Santos
5 - 100 - Wagner Coutinho
6 - 551 - Sergio Candido
7 - 217 - Raphael Navega
8 - 28 - Marney Siqueira

MX2
1 - 6 - Raul Guilherme
2 - 19 - Adeílton Gonçalves
3 - 108 - Rafael Frota
4 - 818 - Yuri Campello
5 - 85 - Leandro Marchon
6 - 16 - Danilo Guimarães
7 - 547 - Wanderson Benzi

MX3
1 - 12 - Douglas Pitangy
2 - 100 - Wagner Coutinho
3 - 974 - Alexandre ZN
4 - 217 - Raphael Navega
5 - 142 - Ananías Gonçalves
6 - 317 - Jaílton de Lima Filho
7 - 139 - Marcus Vinícius
8 - 39 - Marcos Fidélis
9 - 55 - Fábio Castellar
10 - 141 - Maycon Antônio

MX4
1 - 550 - Paulo Monteiro
2 - 88 - Marcio Jone
3 - 92 - Manoel Alves
4 - 7 - Alexandre Barbosa
5 - 82 - Joefisson da Silva
6 - 106 - Carlos Alberto Frota
7 - 25 - Carlos Alberto Matos

Nacional
1 - 7 - Adeílton Gonçalves
2 - 10 - Ricardo Borges dos Santos
3 - 85 - Leandro Marchon
4 - 55 - Luciano de Barros Coutinho
5 - 44 - Joanir Quirino Gonçalves
6 - 53 - Jonathan Machado
7 - 274 - Rafael Edmundo
8 - 19 - Rafael Deivisson

230cc
1 - 85 - Leandro Marchon
2 - 10 - Ricardo Borges dos Santos
3 - 44 - Joanir Quirino
4 - 19 - Rafael Deivisson
5 - 55 - Luciano de Barros Coutinho
6 - 53 - Jonathan Machado
7 - 15 - Alysson de Souza
8 - 21 - Maycon Rocha
9 - 2 - Angelo Antônio

Amador
1 - 818 - Yuri Campello
2 - 85 - Leandro Marchon
3 - 5 - Felipe Anabal
4 - 101 - Renan Ferreira
5 - 8 - Tobias Gabriel
6 - 12 - Pedro Lopes Reis
7 - 551 - Sergio Candido
8 - 317 - Bernardo Baltazar
9 - 38 - Caio Vitor Souza
10 - 9 - João Candia Coutinho

Local
1 - 317 - Jailton Lima Filho
2 - 12 - Magnum Costa
3 - 3 - Maycon de Oliveira
4 - 70 - Edson Santos de Oliveira
5 - 111 - Jean Santana
6 - 85 - Lincon de Jesus
7 - 291 - Otaniel Santos
8 - 53 - Claudio Nunes
9 - 11 - Edson Marcelino
10 - 13 - Marcio dos Santos

85cc
1 - 818 - Yuri Campello
2 - 9 - João Candia Coutinho
3 - 38 - Caio Vitor de Souza

50cc
1 - 10 - Kaio Borges Correa
2 - 4 - Max Antônio Miranda Machado








© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet