X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

Copa Jarinu de Veloterra - 2ª etapa - Jarinu - SP
Publicado em: 08/08/2013

Competição reuniu pilotos em 17 categorias
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Luis Bueno


Largada da categoria VX3


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 620 Fotos!
Após o sucesso da primeira etapa, a equipe Jarinu Racing realizou, no último fim de semana, a segunda fase da Copa Jarinu de Veloterra e, mais uma vez, a quantidade de pilotos surpreendeu aos organizadores. A pista foi projetada sem grandes retas, com um traçado bem técnico, e proporcionou grandes pegas que se iniciaram já no sábado.

No primeiro dia do evento foram disputadas as Taças Cidade Importada e Nacional, apenas para pilotos de Jarinu e Atibaia, já que a pista fica na divisa das duas cidades. Em ambas as categorias, o gate estava cheio e boas disputas anunciavam que a competição seguiria em alto nível no domingo. Na Importada Fabinho Santos alcançou a vitória, enquanto na Nacional a primeira colocação ficou com Ricardo Cokinho.



Nathan Lisboa


Evandro Contesini
O dia amanheceu com muito calor e logo após os treinos, a garotada da Infantil (65cc e 50cc) alinhou no gate para a primeira bateria do segundo dia de competição, mas a correria mesmo ficou por conta de pais e parentes dos pilotinhos. Nathan Lisboa, da 65cc, foi rápido na largada e disparou na ponta. Caique, que vinha na segunda colocação, tentou acompanhar o ritmo do ponteiro, mas acabou permitindo que o concorrente abrisse boa vantagem confirmando a vitória. João Pedro, da 50cc, estava liderando a categoria, mas teve um contratempo e demorou para retornar à pista, perdendo a posição. Nathan em primeiro, Caique em segundo, Gabriel Cozer em terceiro, Rafael Beterelli em quarto e João Vitor ‘Japinha’, na quinta colocação, formaram o pódio da 65cc. Beatriz Lopes em primeiro, Antônio Fernando em segundo e João Pedro subiram no pódio da 50cc.

Após a primeira manutenção na pista, quem já estava preparada para a largada era a categoria VX3. Assim que o gate baixou, Evandro Contesini assumiu a ponta e não deu chances aos demais, seguindo em primeiro até a bandeirada. Juraci Petroni foi ganhando posições ao longo da prova, terminando em segundo após muita disputa por um lugar no pódio. Gilbertinho Rossi foi o terceiro colocado e Fábio Silva, que não tinha largado bem, foi brigando por posições até alcançar a quarta colocação. Hyroshi Takayama, que saiu da última colocação, fez uma corrida de recuperação incrível e completou o pódio.


Diógenes ‘Japa’


Joel Colega
Cássio Lopes fez boa largada na VX40, mas não resistiu à pressão de Diógenes ‘Japa’, que assumiu a ponta e administrou a liderança até a bandeirada. Uma bela disputa foi travada nas demais posições e Paulo Cruz conseguiu assegurar o segundo lugar. Amauri Corrêa, após muita pressão, chegou a assumir a terceira colocação, mas levou o troco e terminou em quarto. Cássio Lopes foi o terceiro e Warley Lins o quinto colocado.

Na categoria VX45, Joel Colega pulou na frente na largada, mas sempre acompanhado de perto por Juliano Tavella e Toninho da Mata, em uma prova que só foi definida nas duas últimas voltas. Joel resistiu aos ataques e terminou na primeira colocação. Toninho da Mata conseguiu uma bela ultrapassagem sobre Juliano Tavella, completando a disputa em segundo, logo atrás do ponteiro. Juninho Delalana e Davi completaram o pódio na quarta e quinta colocações, respectivamente.


Janaina Souza


José Lucas
As meninas da categoria Penélope se alinharam no gate para mais uma prova e como sempre aceleraram forte. Cristiane Moreira foi mais rápida na largada e disparou na ponta, com Suzana Lenzi e Janaina Souza logo atrás. Quando já tinham completado a metade da prova, Janaina Souza assumiu a liderança e abriu boa vantagem sobre as demais, vencendo a bateria. Cristiane Moreira terminou na segunda colocação e Suzana Lenzi em terceiro lugar. Completando o grupo das mais rápidas, Monica Kologeski foi a quarta colocada e Paula Bueno a quinta.

Na disputa da categoria Júnior, Patrick Leite, mesmo com uma fratura no pé, foi para a prova para somar pontos no campeonato. Já na largada, José Lucas demonstrou que não seria fácil ser ultrapassado, assumiu a ponta e a cada volta, ampliava a distância para os demais, o que lhe permitiu administrar a vitória durante as últimas voltas. Patrick superou a lesão e terminou em segundo. Leonardo Beterelli cruzou a linha de chegada em terceiro, com Pedro Lucas na quarta posição e Júlio Doratiotto em quinto.


Renan Azevedo


Erick Bueno
O público recebeu uma alta dose de adrenalina com a disputa da categoria 230cc, na qual os principais pilotos da região marcaram presença na pista. Vitor Daniel assumiu a ponta logo na largada, mas não dava para saber quem seria o vencedor, pois muitos competidores aceleravam juntos no primeiro pelotão. Alcides Beazim, que estava na terceira posição, se destacou e assumiu a ponta com duas ultrapassagens praticamente na mesma volta. Daniel se manteve em segundo. Cokinho, que vinha na terceira colocação, não suportou a pressão de Edisinho Refundini, cedendo o posto. Diego Dedel pressionou Alessandro Takayama e ficou com o quinto lugar definindo o pódio.

Silas Brolo foi bem na largada da VX 2Tempos, mas logo foi ultrapassado por Renan Azevedo, que fez ótima prova e garantiu a vitória. Fernando Longuin conquistou uma posição durante a bateria e terminou em segundo, deixando a terceira colocação para Silas. Wesley Leal não foi bem no início, porém, conquistou vários postos, terminando em quarto. A quinta posição ficou com Vanderlei Lopes.


Alcides Beazim


Osvaldeir Silva
Na categoria VX1, Juraci Petroni disparou na ponta, seguido de perto por Erick Bueno, que após muita pressão, conseguiu a ultrapassagem assumindo a liderança da prova. Gilbertinho Rossi e Amauri Correa se alternaram várias vezes na terceira e quarta colocações. Toninho da Mata vinha logo em seguida, no entanto, cometeu um erro e terminou um pouco mais atrás. Erick venceu, com Juraci em segundo e Amauri na terceira colocação. Gilbertinho e Toninho completaram o pódio na quarta e quinta colocações.

Lucas Musseli começou com forte ritmo a categoria VX2, permanecendo na primeira posição por várias voltas, até Alcides Beazim, que estava na segunda colocação, conseguir impor a ultrapassagem, assumindo a liderança definitivamente, até a bandeirada de chegada. Gustavo Beazim, que estava em terceiro, tentava buscar a segunda colocação, mas ao mesmo tempo, tinha que defender a posição das investidas de Luís Mazzochi. Os dois chegaram a trocar de posições, porém, faltando poucas voltas para o final, Mazzochi teve que abandonar a prova com problemas na moto. André Ramos e Diego Clayton não tinham feito boa largada e vinham em uma corrida de recuperação. Alcides Beazim venceu com Lucas Musseli em segundo, Gustavo Beazim em terceiro, André Ramos em quarto e Diego Clayton em quinto.


Gustavo Beazim


Romario Silverio
Muita disputa marcou a Nacional 230+ para motos acima de 230cc. Ney Corsi fez boa largada e liderou a prova por um bom tempo, mas Osvaldeir Silva não dava espaço para o líder e, depois de muita pressão, conseguiu a ultrapassagem conquistando a vitória. Juninho Delalana também estava no páreo pelo lugar mais alto do pódio e, após alternar a segunda posição com Osvaldeir, terminou em terceiro. Corsi fechou a prova na segunda colocação. Rogério Possa foi o quarto colocado e Cleber Alves terminou na quinta posição.

Renan Azevedo foi imbatível na VX Importada Amador, desde a largada até a bandeirada final. Diógenes ‘Japa’ não teve trabalho para assegurar a segunda posição, enquanto nas demais colocações, houve muita disputa e trocas de posições. Willian Craveiro subiu no pódio em terceiro, com Neto Longuin em quarto e Vitor Daniel completando na quinta posição.

Os pilotos da Nacional Amador resolveram definir as posições logo nas primeiras voltas, mas mesmo assim, houve muita emoção durante a bateria, isto porque um piloto atacava o outro. Todos tinham que se defender de quem estava atrás, e foi assim até a bandeirada. Romário Silvério foi o grande vencedor, seguido por Daniel Zanella em segundo e Osvaldeir Silva, na terceira posição. Leandro Moraes e Marcos Evangelista completaram o pódio em quarto e quinto, respectivamente.



Ricardo Cokinho
Gustavo Beazim se superou na categoria Força Livre Importada e, com um ritmo muito forte, venceu a bateria de ponta a ponta, não tendo a liderança ameaçada pelos outros competidores. Lucas Musseli tentou acompanhar o ritmo de Gustavo e, com isso, abriu larga vantagem sobre o terceiro colocado Diego Parmira, que está de volta às pistas e tentou acompanhar os líderes, mas sentiu falta de ritmo de prova e resolveu administrar a sua posição. Juraci Petroni chegou a alcançar Diego, mas não havia mais tempo para tentar a ultrapassagem, terminando na quarta colocação. Amauri Corrêa foi o quinto.

A última bateria do dia foi da classe Força Livre Nacional. Logo na largada, Edisinho Refundini pulou na frente e Ricardo Cokinho tentava acompanhar o ritmo do líder. Alcides Beazim, que já tinha feito algumas ultrapassagens no início da bateria, colou em Cokinho, que durante algumas voltas resistiu na posição. O líder abriu certa vantagem na frente e tudo parecia definido, mas Beazim superou Cokinho e mudou o panorama partindo na captura de Refundini. Os dois passaram na placa de última volta praticamente juntos e começaram a disputar a posição lado a lado, quando em uma curva se tocaram e foram ao chão. Após uma confusão na retomada das motos, voltaram à pista, mas já era tarde: Cokinho foi o vencedor, Alessandro Takeyama ficou em segundo, com Diego Dedel na terceira colocação. Edisinho Refundini terminou em quarto e Alcides Beazim completou o pódio na quinta colocação.

Para a próxima etapa da Copa Jarinu de Veloterra, a equipe Jarinu Racing irá construir uma nova pista e em novo local, procurando manter um traçado bem técnico, nos mesmos moldes da pista utilizada nas etapas anteriores. As provas têm sido bastante elogiadas pelos pilotos e a organização promete continuar com o bom trabalho. "O nível dos competidores está muito alto em todas as categorias. Para um campeonato que está sendo realizado pela primeira vez, isso é muito bom, precisamos de mais provas assim", destacou o promotor Tito Gonçalves.

Resultados

P. # Vx1 V Total Time Diff Best Time Speed
1 5 Erick Bueno 15 10:43.488   42.175 68.287
2 51 Juraci Petroni 15 10:49.213 05.725 42.010 68.555
3 9 Amauri Correa 15 11:10.081 26.593 43.504 66.201
4 7 Gilbertinho Rossi 15 11:10.780 27.292 43.639 65.996
5 46 Toninho Da Mata 14 10:58.685 1 Lap 44.974 64.037
6 62 Bruno Lopes 14 11:08.107 1 Lap 45.535 63.248
7 765 Baiano Serra Negra 14 11:16.844 1 Lap 46.611 61.788
8 29 Fernando Favari 13 10:54.661 2 V 46.072 62.511
P. # Vx2 V Total Time Diff Best Time Speed
1 721 Alcides Beazin 15 10:30.439   40.769 70.642
2 722 Lucas Musseli 15 10:35.961 05.522 41.018 70.213
3 377 Gustavo Beazin 15 10:52.470 22.031 40.453 71.194
4 45 André Ramos 14 10:58.013 1 Lap 44.754 64.352
5 110 Diego Clayton 14 10:58.599 1 Lap 43.118 66.793
6 Xx Thiago Franco 14 11:06.167 1 Lap 46.259 62.258
7 12 Bruno Urbano 13 11:15.650 2 V 45.390 63.45
8 99 Enio Gomes 12 10:39.010 3 V 49.650 58.006
9 47 Luis Mazzochi 12 11:02.116 3 V 42.101 68.407
10 1 Paulo Lucio 4 03:42.184 11 V 51.525 55.895
P. # Vx40 V Total Time Diff Best Time  Speed
1 3 Diógenes Japa Racing 15 11:18.725   44.061 65.364
2 5 Paulo Cruz 15 11:20.123 01.398 44.405 64.858
3 75 Cassio Lopes Camargo 15 11:29.452 10.727 45.092 63.869
4 9 Amauri Correa 15 11:38.942 20.217 44.843 64.224
5 100 Warley Lins 15 11:40.369 21.644 45.235 63.668
6 99 Valmir 15 11:54.357 35.632 46.562 61.853
7 3 Gustavo Moraes 15 11:56.295 37.570 46.510 61.922
8 32 Wagner Lopes 13 11:25.421 2 V 50.613 56.902
9 11 Ayres Simões 13 11:28.560 2 V 49.188 58.551
P. # Penelope V Total Time Diff Best Time Speed
1 13 Janaina Souza 13 10:58.986   48.607 59.251
2 410 Cristiane Moreira 13 11:23.267 24.281 50.699 56.806
3 12 Susana Lenzi 13 11:31.216 32.230 51.317 56.122
4 7 Monica Kologeski 12 11:34.716 1 Lap 54.803 52.552
5 277 Paula Bueno 11 11:00.553 2 V 55.241 52.135
6 16 Gabriele Roscia 11 11:17.732 2 V 54.168 53.168
7 30 Natalia Tamura 11 11:17.739 2 V 58.691 49.071
8 89 Bruna Francine 11 11:25.370 2 V 58.623 49.127
9 95 Marina Del Poente 11 11:37.119 2 V 01:00.283 47.775
10 17 Bruna Genovez 10 11:27.843 3 V 01:04.506 44.647
P. # Vx3 V Total Time Diff Best Time Speed
1 422 Evandro Contesini 17 12:45.298   43.292 66.525
2 51 Juraci Petroni 17 12:45.646 00.348 42.063 68.469
3 7 Gilbertinho Rossi 17 13:06.967 21.669 44.646 64.507
4 4 Fabio Silva Socorro 17 13:23.924 38.626 44.754 64.352
5 8 Hiroshi Takayama 17 13:27.538 42.240 43.918 65.577
6 45 André Ramos Dida 17 13:30.588 45.290 45.807 62.872
7 207 Isaac Beazin 16 13:00.967 1 Lap 47.165 61.062
8 39 Ney Corsi 16 13:03.889 1 Lap 46.434 62.024
9 765 José Ricardo Baiano 16 13:12.737 1 Lap 47.926 60.093
10 74 Jonas Tavella 16 13:13.192 1 Lap 47.441 60.707
P. # Importada Amador V Total Time Diff Best Time Speed
1 66 Renan Azevedo 15 11:10.340   42.444 67.854
2 3 Diogenes Japa Racing 15 11:18.495 08.155 43.902 65.601
3 30 Willian Craveiro 15 11:18.991 08.651 43.730 65.859
4 111 Neto Longuim 15 11:22.618 12.278 44.016 65.431
5 275 Vitinho 15 11:29.304 18.964 44.500 64.719
6 75 Bruno Lopes 15 11:46.939 36.599 45.199 63.718
7 207 Isaac Beazin 15 11:47.770 37.430 45.432 63.391
8 7 Alexandre Gaucho 15 11:51.008 40.668 45.398 63.439
9 11 Matheus Santos 15 11:51.574 41.234 46.019 62.583
10 29 Fernando Favari 15 11:52.367 42.027 45.493 63.306
P. # Nacional Amador V Total Time Diff Best Time Speed
1 89 Romario Silverio 8 06:01.964   44.638 64.519
2 51 Daniel Zanella 8 06:09.078 07.114 45.288 63.593
3 77 Osvaldeir Silva 8 06:19.587 17.623 45.788 62.899
4 12 Leandro Moraes 8 06:23.932 21.968 46.156 62.397
5 129 Marquinho 8 06:27.458 25.494 47.081 61.171
6 333 Juninho Delalana 8 06:27.933 25.969 45.770 62.923
7 25 Rodrigo Bueno 8 06:31.718 29.754 47.302 60.885
8 241 Regis Takeshita 8 06:32.184 30.220 47.149 61.083
9 30 Carioca 8 06:34.214 32.250 47.707 60.368
10 26 Jorge Rodrigues 8 06:34.890 32.926 47.923 60.096
P. # Taça Cidade Importada V Total Time Diff Best Time Speed
1 70 Fabinho Santos 17 11:55.264   40.072 71.871
2 377 Gustavo Beazin 17 12:06.885 11.621 40.851 70.5
3 722 Lucas Musseli 17 12:39.143 43.879 42.677 67.484
4 51 Juraci Petroni 16 12:28.121 1 Lap 43.892 65.616
5 7 Gilberto Rossi 16 12:35.641 1 Lap 44.616 64.551
6 30 Willian Craveiro 16 12:35.808 1 Lap 45.013 63.982
7 18 Paulo Bitencourt 15 11:55.268 2 V 45.666 63.067
8 45 Dida 15 12:08.158 2 V 45.702 63.017
9 317 Jonas Lorencini 15 12:17.444 2 V 46.627 61.767
10 523 Fernando Spinassi 15 12:22.149 2 V 46.923 61.377
P. # Taça Cidade Nacional V Total Time Diff Best Time Speed
1 721 Alcides Beazin 15 11:07.976   43.552 66.128
2 275 Vitor Daniel 15 11:38.338 30.362 45.077 63.891
3 983 Gustavo Leardine 15 11:46.815 38.839 45.779 62.911
4 90 Cokinho 14 11:11.908 1 Lap 45.386 63.456
5 33 Diego Dedel 14 11:19.858 1 Lap 45.857 62.804
6 Xx Luverci Moura 14 11:20.130 1 Lap 47.269 60.928
7 89 Rogerio Possa 14 11:21.545 1 Lap 47.024 61.245
8 241 Higor 14 11:25.327 1 Lap 47.260 60.939
9 129 Marcos Evangelista 14 11:29.782 1 Lap 47.376 60.79
10 9 Claudio 14 11:44.660 1 Lap 48.249 59.69
P. # Vx 45 V Total Time Diff Best Time Speed
1 991 Joel Colega 14 10:54.876   45.409 63.424
2 46 Toninho Da Mata 14 10:55.189 00.313 44.092 65.318
3 18 Juliano Tavella 14 11:01.988 07.112 45.848 62.816
4 333 Juninho Delalana 14 11:15.751 20.875 46.653 61.732
5 878 Davi 13 11:00.525 1 Lap 49.103 58.652
6 33 Vanderlei Lopes 13 11:14.777 1 Lap 48.055 59.931
7 36 Silvano Silva 13 11:27.268 1 Lap 50.223 57.344
8 29 Cesar Del Poente 13 11:51.828 1 Lap 52.515 54.841
9 30 Claudio Tamura 12 11:13.464 2 V 53.543 53.789
10 217 Rubens Lenzi 9 08:05.937 5 V 51.402 56.029
P. # Nacional Força Livre V Total Time Diff Best Time Speed
1 90 Cokinho 16 11:47.979   43.481 66.236
2 126 Alessandro Takeyama 16 11:54.017 06.038 43.469 66.254
3 33 Diego Dedel 16 11:57.292 09.313 43.322 66.479
4 11 Edsinho Refundini 16 12:05.879 17.900 42.225 68.206
5 721 Alcides Beazin 16 12:23.821 35.842 40.875 70.459
6 1 Willian Craveiro 16 12:25.603 37.624 45.190 63.731
7 131 Danilo Antonio 15 12:35.893 1 Lap 47.242 60.963
8 241 José Lucas 14 11:04.634 2 V 43.550 66.131
9 28 Weberson Dos Santos 10 08:59.815 6 V 48.280 59.652
P. # Importada Força Livre V Total Time Diff Best Time Speed
1 377 Gustavo Beazin 16 11:16.282   40.799 70.59
2 722 Lucas Musseli 16 11:20.717 04.435 41.393 69.577
3 39 Diego Parmira 16 11:41.455 25.173 41.498 69.401
4 51 Juraci Petroni 16 11:42.098 25.816 41.781 68.931
5 9 Amauri Correa 15 11:22.196 1 Lap 43.578 66.088
6 7 Gilbertinho Rossi 15 11:23.640 1 Lap 44.379 64.896
7 80 Tiago Beagim 14 11:33.763 2 V 46.662 61.72
8 10 Wesley Leal 12 11:19.713 4 V 47.645 60.447
9 66 Luis Mazzochi 3 04:37.816 13 V 47.245 60.959
P. # Infantil V Total Time Diff Best Time Speed
1 54 Nathan Lisboa 12 11:25.966   54.956 52.406
2 28 Caique 12 12:15.789 49.823 58.761 49.012
3 991 Gabriel Cozer 12 12:31.081 01:05.115 59.767 48.187
4 5 Rafael Beterelli 11 11:29.108 1 Lap 01:00.512 47.594
5 13 João Victor Japinha 11 11:37.501 1 Lap 01:00.772 47.39
6 10 Beatriz Lopes 11 12:30.424 1 Lap 01:05.606 43.898
7 48 Antonio Fernando 8 11:32.449 4 V 01:20.953 35.576
8 656 João Pedro Baianinho 8 11:59.504 4 V 01:03.550 45.319
P. # 2 Tempos V Total Time Diff Best Time Speed
1 66 Renan Azevedo 15 11:11.899   43.618 66.028
2 111 Fernando Longuin Neto 15 11:20.080 08.181 43.815 65.731
3 608 Silas Brollo 15 11:48.303 36.404 45.737 62.969
4 10 Wesley Leal 14 11:45.823 1 Lap 46.914 61.389
5 33 Vanderlei Lopes 14 11:50.751 1 Lap 48.416 59.484
6 36 Silvano Silva 13 11:12.686 2 V 49.946 57.662
7 27 Leandro Diniz 13 11:18.731 2 V 50.266 57.295
8 9 Luis Gustavo 13 11:34.162 2 V 49.548 58.125
9 222 João Victor 13 11:52.856 2 V 48.689 59.151
10 71 Ederson   22.521 15 V 00.000  
P. # Junior V Total Time Diff Best Time Speed
1 241 José Lucas 13 10:21.427   46.272 62.241
2 45 Patrick Leite 13 10:52.119 30.692 48.199 59.752
3 97 Leonardo Beterelli 13 11:03.908 42.481 48.818 58.995
4 31 Pedro Lucas 13 11:07.341 45.914 49.677 57.975
5 12 Julio Doratiotto 12 10:31.443 1 Lap 49.824 57.803
6 241 João Vitor Possa 12 10:31.895 1 Lap 48.032 59.96
7 58 Eduardo Petroni 12 10:39.278 1 Lap 50.788 56.706
8 199 Luis Henrique 12 10:39.506 1 Lap 51.551 55.867
9 22 Julio Corsi 11 10:30.654 2 V 54.260 53.078
10 192 Matheus Biasini 11 10:51.529 2 V 56.657 50.832
P. # Nacional 230 V Total Time Diff Best Time Speed
1 721 Alcides Beazin 15 11:03.109   41.843 68.829
2 275 Vitinho 15 11:15.695 12.586 43.865 65.656
3 11 Edsinho Refundini 15 11:17.464 14.355 43.738 65.847
4 90 Cokinho 15 11:19.506 16.397 44.023 65.42
5 33 Diego Dedel 15 11:32.100 28.991 44.009 65.441
6 126 Alessandro Takayama 15 11:38.951 35.842 44.820 64.257
7 89 Romario Silverio 15 11:43.730 40.621 45.352 63.503
8 12 Gabriel Lenzi 15 11:45.038 41.929 44.912 64.125
9 12 Hiroshi Takayama 15 11:47.563 44.454 44.721 64.399
10 34 Tuca 14 11:42.468 1 Lap 47.947 60.066
P. # Nacional 230 Acima V Total Time Diff Best Time Speed
1 77 Osvaldeir Silva 14 11:11.876   46.423 62.038
2 39 Ney Corsi 14 11:15.056 03.180 47.579 60.531
3 333 Juninho Delalana 14 11:16.092 04.216 46.671 61.709
4 241 Rogerio Possa 14 11:55.973 44.097 48.621 59.234
5 286 Cleber Alves 13 11:23.918 1 Lap 50.750 56.749
6 71 Ederson Amorin 13 11:24.768 1 Lap 49.495 58.188
7 367 Washington Cantareira 13 12:14.200 1 Lap 53.226 54.109
8 129 Marcos Evangelista 9 11:23.441 5 V 47.261 60.938
9 25 Rodrigo Bueno   03.451 14 V 00.000  







© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet