X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

JPS Racing

MotoX Pneus

Arenafama

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Carioca

Estadual de Motocross LEMERJ 2012 - Final - Casimiro de Abreu - RJ
Publicado em: 26/12/2012

Liga do Estado do Rio de Janeiro encerra temporada em grande estilo
Redação MotoX.com.br - Fotos: Divulgação


Casimiro de Abreu foi palco da grande final da competição estadual


Guto Lima
O tradicional Campeonato Estadual de Motocross do Rio de Janeiro voltou à cidade de Casimiro de Abreu para sua sexta e última etapa. A pista, elogiada e tida como a melhor do estado, mais uma vez foi palco de grandes disputas. Nomes como Guto Lima, Bernardo Bens, Sergio Monteiro, Gabriel Montenegro e Walter Tardin fizeram a tarde do domingo que antecedeu o natal mais agitada e emocionante.

A categoria MX4, com os pilotos de maior idade do campeonato, foram os primeiros a alinhar, como de tradição. Quem pulou na ponta foi o nacionalmente conhecido Guto Lima. Alcimar dos Santos largou em segundo, seguido de perto por Sergio de Souza, que logo ganhou a posição. Quem pensava que Guto teria vida fácil, se enganou. O veterano encontrou dificuldade para se afastar de Sergio e foi pressionado até a bandeirada. Mas a experiência falou mais alto e o 'mineiro mais carioca do Brasil' venceu a prova. Em terceiro ficou o campeão de 2012 Paulo Monteiro, que aproveitou a ausência do então líder Marcio Jone para se recuperar na pontuação. Alcimar dos Santos e Áureo Moraes completaram o pódio.


Maicon Rosa


Bernardo Bens
As 230cc foram para a pista com Rodinaldo Matheus liderando a primeira curva. Logo atrás, Maicon Rosa fazia jus ao título. Apóslargar em quinto, ele rapidamente recuperou posições e já na primeira volta era o líder. Com o campeonato nas mãos, restou a Maicon apenas levar sua motocicleta ao final da prova e garantir o título, com mais uma excelente apresentação. Em segundo, Rodinaldo Matheus subiu ao pódio, seguido de Adeílton Gonçalves, Leandro Marchon e Rafael Mozer.

A categoria MX3 criou grande expectativa para a sua corrida. Embora Fabiano de Lima Bastos já tivesse sido campeão, a categoria contou com um alto nível de competidores. Bernardo Bens, brasileiro radicado na Califórnia, Estados Unidos, treina e compete no local de maior prestígio do esporte e provou que essa condição surte efeito. Bernardo duelou boa parte da prova com Walter Tardin, piloto que foi terceiro colocado no Campeonato Brasileiro de Motocross e chegou a vencer uma etapa deste ano. Ambos abriram grande vantagem dos demais competidores. Tardin atacou diversas vezes, mas em nenhum momento foi contundente, até que no final da prova errou e caiu, deixando a segunda colocação de presente para o campeão Fabiano de Lima Bastos. Bernardo Bens conquistou uma bela vitória com grande vantagem para os demais, seguido de Fabiano de Lima, Luis Fabrício, Sergio de Souza e Fabiano Fontes Pinto.


Diogo Moraes


Gabriel Montenegro
Na 50cc Diogo Moraes mostrou personalidade apesar da pouca idade e venceu, sagrando-se campeão estadual de 2012. Gustavo Lima ficou em segundo após má largada. A menina Valéria Pessanha também se destacou e terminou em terceiro, seguida de Hugo Faria e Guilherme Lima.

A MX2 também já tinha um virtual campeão, o carioca Sergio Monteiro. Mas quem largou na frente foi Juan Pablo Amaral, que liderou a primeira volta até ser superado por Gabriel Montenegro e, logo em seguida, Sergio Monteiro. Gabriel teve a sombra de Serginho durante toda a prova, mas o adversário não conseguiu se aproximar a ponto de ameaçar sua liderança. E assim terminou a prova. Gabriel Montenegro venceu, Sergio Monteiro, em segundo, confirmou mais um título na sua carreira, seguido de Matheus Venâncio, Bruno Silveira e Juan Pablo.


Artur Meirelles


Caio Vitor de Souza
Em seguida foi a vez da 65cc. Caio Vitor de Souza carimbou a faixa de Lucas Pavani, que já havia sido assegurado o título antecipadamente, e venceu a prova de ponta a ponta. Gabriel Mello ficou em segundo, com Pavani, campeão de 2012 em terceiro. Lucas Santos e Vitor Lopes completaram o pódio em quarto e quinto respectivamente.

Os novatos no esporte não pareciam ser tão iniciantes assim na categoria Amador. O piloto da casa, Artur Meirelles imprimiu forte ritmo e não deu chances aos adversários, liderando toda a corrida. Ao final da bateria, Artur se emocionou ao ganhar o patrocínio da empresa Heringer. O campeão da categoria em 2012 foi João Pedro Braga Vargas, que terminou a prova em segundo, administrando a pontuação. Sergio de Souza Jr voltou às pistas, terminando em terceiro. Diego Moraes completou a prova em quarto e Reginaldo Ribeiro em quinto.


Diego Moraes


Maurício da Rocha
Alguns pilotos da Amador voltaram à pista para a categoria 85cc. Diego Moraes teve vitória tranquila. O piloto que poderia lhe ameaçar, Yuri Campello, sofreu com muitos tombos durante a prova e terminou em terceiro. Reginaldo Ribeiro, herdou a segunda posição de Yuri, enquanto Gustavo do Canto e André Willie completaram os mais rápidos da classe. No ranking geral, Lucas Pavani garantiu mais um título.

Na Nacional, mais um vitória de Maicon Rosa, que garantiu o título, merecido, diga-se de passagem, com tranquilidade. Em segundo, o piloto que mais ultrapassagens fez durante a bateria, Maurício da Rocha, que largou na décima posição e se recuperou até superar Adeílton Gonçalves, na última volta, alcançando o segundo lugar. O constante Rodinaldo Matheus terminou em quarto, mesmo posto que ocupava no início da prova, seguido de Everton Mussi, que retornou às pistas.


Sérgio Monteiro

A principal categoria do estado começou de forma conturbada sua última prova do ano. Logo na largada da Força Livre, um tombo generalizado envolveu vários pilotos, entre eles alguns favoritos como Bernardo Bens e Fabiano de Lima Bastos. Sergio Monteiro, então líder do ranking, escapou na ponta e colocou as duas mãos no título. Mais atrás Gabriel Montenegro ocupava a vice-liderança e lutava para se desvencilhar de Walter Tardin. Enquanto isso, Monteiro abria vantagem na frente. Gabriel escapou de Tardin, mas não encontrou meios de se aproximar do líder. Sergio Monteiro venceu a prova e conquistou mais um título estadual. Montenegro assegurou a segunda posição. Walter Tardin, nas voltas finais, perdeu a terceira posição para Matheus Venâncio. Atrás de Tardim, finalizou Rodinaldo Matheus, completando o pódio.

Encerrando o evento, a última bateria, da categoria Local. Artur Meireles, ainda eufórico com a vitória na Amador venceu mais uma. Rafael Mozer superou Leandro Marchon na batalha pelo segundo lugar. Rodrigo Gomes completou a prova em quarto, seguido de Julio Cesar Coutinho.

A Liga Esportiva de Motociclismo do Estado do Rio de Janeiro celebra o ano próspero parabenizando todos os pilotos e com a perspectiva de mais uma excelente temporada em 2013. Para conferir a pontuação do ranking de todas as categorias em 2012 basta acessar o site da entidade.

Resultados

Força Livre
1º - Sergio Cury Monteiro (550)
2º - Gabriel Montenegro (23)
3º - Matheus Venâncio (35)
4º - Walter Tardin (25)
5º - Rodinaldo Matheus (211)
6º - Bruno Silveira (228)
7º - Juan Pablo Amaral (357)
8º - Guto Lima (11)
9º - Luis Fabrício (12)
10º - Guilherme Sathler (168)

MX2
1º - Gabriel Montenegro (23)
2º - Sergio Monteiro (553)
3º - Matheus Venâncio (35)
4º - Bruno Silveira (228)
5º - Juan Pablo Amaral (357)
6º - Artur Meireles (46)
7º - Adeílton Gonçalves (7)
8º - Maurício da Rocha (7)
9º - Guilherme Sathler (168)
10º - Italo Bruno (10)

Local
1º - Artur Meireles (46)
2º - Rafael Mozer (77)
3º - Leandro Marchon (85)
4º - Rodrigo Gomes (963)
5º - Julio Cesar Coutinho (777)
6º - José Augusto Filho (200)
7º - Luciano Prates (00)
8º - José Roberto Barbosa (38)
9º - Charles Xavier Nunes (76)
10º - Gabriel Amaral (81)

230cc
1º - Maicon Rosa (411)
2º - Rodinaldo Matheus (221)
3º - Adeílton Gonçalves (7)
4º - Leandro Marchon (85)
5º - Rafael Mozer (77)
6º - Mauricio da Rocha (137)
7º - Everton Mussi (71)
8º - Abílio Fernandes (2)
9º - Ricardo Borges dos Santos (10)
10º - Anderson Rosa (44)

Nacional
1º - Maicon Rosa (411)
2º - Mauricio da Rocha (137)
3º - Adeílton Gonçalves (7)
4º - Rodinaldo Matheus (221)
5º - Everton Mussi (71)
6º - Ricardo Borges dos Santos (10)
7º - Leandro Marchon (85)
8º - Abílio Fernandes (2)
9º - Joanir Quirino (44)

MX3
1º - Bernardo Bens (701)
2º - Fabiano de Lima Bastos (714)
3º - Luis Fabrício (12)
4º - Sergio de Souza (36)
5º - Fabiano Fontes (963)
6º - Guilherme Rosa Lopes (620)
7º - Walter Tardin (25)
8º - Jesus Rodrigues (51)

MX4
1º - Guto Lima (11)
2º - Sergio de Souza (36)
3º - Paulo Monteiro (550)
4º - Alcimar dos Santos (77)
5º - Áureo Moraes (601)

Amador
1º - Artur Meireles (46)
2º - João Pedro Braga Vargas (6)
3º - Sergio de Souza Jr (36)
4º - Diego Moraes (601)
5º - Reginaldo Jr (416)
6º - Jesus Rodrigues Xavier (15)
7º - Gustavo do Canto (14)

65cc
1º - Caio Vitor S de Souza (38)
2º - Gabriel Mello (81)
3º - Lucas Pavani (73)
4º - Lucas Santos (5)
5º - Vitor Viana Lopes (4)
6º - Diogo Moraes (9)
7º - Juan Souza (8)
8º - José Dalmas (19)
9º - Valéria Pessanha (88)
10º - Vinícius Crespo (7)

85cc
1º - Diego Moraes (601)
2º - Reginaldo Jr (416)
3º - Yuri Campello (818)
4º - Gustavo do Canto (14)
5º - Andre Willie (17)
6º - Lucas Pavani (73)

Local
1º - Diogo Moraes (9)
2º - Gustavo Lima (45)
3º - Valeria Pessanha (88)
4º - Hugo Faria (5)
5º - Guilherme Lima (25)



Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet