X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

Copa Pé na Lama de Veloterra - Final - Itatiba - SP
Publicado em: 21/11/2012

Etapa decisiva contou com mais de duzentos inscritos
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Luiz C. Garcia


Largada VX3


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 566 Fotos!
Os pilotos deram um show na pista da Copa Pé na Lama de Veloterra, em Itatiba (SP), no último final de semana. A competição contou com excelente organização e nesta última etapa, os pilotos da região compareceram em peso. Além disso, houve participação de competidores do Rio de Janeiro e Santa Catarina. Mais de duzentas inscrições foram feitas no evento que decisivo da competição. O sol forte e a fácil localização fizeram com que o público também comparecesse em massa para o evento, lotando as dependências em torno do circuito montada no Parque da Juventude logo na entrada da cidade, com o apoio da Prefeitura Municipal.

Após quatro meses afastado das pistas devido a um acidente, o piloto de Amparo, Diego Parmira, venceu duas categorias. Tiago Piolli também foi destaque ao faturar as duas principais baterias do dia, das classes VX1 e VX2.


Jairo Carlos


Lucas Musseli
A VX3 foi a primeira a entrar na pista. Edson Cascata largou na frente e teve a companhia no começo da prova de Marcinho Caetano até a terceira volta, quando o perseguidor caiu e perdeu posições. Porém, a pressão em cima do líder passou a ser de Jairo Carlos, que não demorou muito para assumir a frente. Administrando bem a corrida, Jairo venceu com uma diferença de seis segundos sobre Cascata, que se manteve distante de Cássio Lopes, terceiro colocado, após trocar de posição com Leandro Magnusson. Edson Cesário ficou em quinto.

Lucas Musseli dominou de ponta a ponta a categoria Júnior e não deu chance para nenhum adversário. Aproveitando o embalo do líder, Gabriel Elias, assumiu a segunda posição logo após cair o gate e manteve o posto até o final, abrindo uma boa diferença do terceiro colocado Agnaldo "Quatazinho" Júnior. A maior disputa ficou para ver quem iria se estabelecer no começo da prova pelo quarto lugar. Nicolas Piccoli, que largou em quinto, caiu para a sexta posição, porém, na metade da prova ele se saiu melhor, conseguindo ultrapassar José Lucas e Patrick Leite para terminar em quarto. Patrick venceu a disputa com José e completou o pódio.


Gabriele da Mata


Leandro Silva
Leandro Silva andou muito forte e dominou a Nacional acima de 230cc. Com o ponteiro muito bem, o que chamou mais atenção foi a disputa pelas demais posições. Osvaldeir da Silva largou no quinto posto e antes da metade da prova assumiu o segundo lugar. Isaac Beazin teve de tomar cuidado no final da prova para não perder a terceira posição para Marcos Evangelista, que terminou pouco mais de um segundo atrás. Bem próximo deles, completou Rogério Possa, que chegou a figurar na metade da prova na terceira posição, mas fechou a disputa em quinto.

As meninas da Penélope deram um verdadeiro show de disputa que só terminou na última volta. Aline Ferro pulou na frente e trouxe junto com ela Maristela Zago. As duas duelaram pela posição até a metade final da prova, quando Maristela assumiu a ponta. A partir daí foi a vez de Aline tentar de todas as formas recuperar a ponta. Na penúltima volta a disputa pelo primeiro lugar esquentou, Aline Ferro e Maristela Zago se enroscam e caíram, deixando a vitória de bandeja para Gabriele da Mata, que vinha na terceira colocação. Maristela ainda se recuperou e terminou a prova em segundo. Cristiane Moreira fez uma corrida discreta e acabou com um excelente terceiro lugar. Susana Lenzi e Natalia Tamura completaram o pódio.


Cassio Lopes


Toninho da Mata
Após uma bela manutenção de pista, foi a vez da VX1 andar forte nas longas retas do circuito, que por sinal foi muito bem construído por Evandro Contesini.

Bruno Lopes Camargo largou na frente, mas na volta seguinte, quem assumiu a ponta do pelotão foi Tiago Piolli trazendo com ele outro Bruno Lopes, o Boka. Imprimindo um ritmo forte, Tiago abriu boa diferença e garantiu uma vitória tranquila na categoria. Boka teve um pouco de trabalho no começo da corrida com as investidas de Tiago Tsuji, mas soube administrar a pressão, e no final ficou em segundo. Bruno Camargo ficou em quarto já com desvantagem de uma volta em relação ao vencedor.

As categorias VX40 e VX45 andaram juntas e, em ambas, a liderança foi muito disputada. Pela VX40, Agnaldo Quatá largou na frente, porém, na quarta volta, Cássio Lopes, que largou na terceira posição da categoria e na quarta colocação geral, conseguiu ultrapassar o ponteiro. Agnaldo Quatá não deu folga e tentou de todas as maneiras recuperar a ponta, no entanto não obteve êxito. A vitória da VX40 ficou mesmo com Cássio Lopes. Marcelo Wilher fez uma corrida tranqüila na terceira colocação. Dedé fez uma corrida de recuperação e saiu de trás do pelotão para terminar em quarto. Sandro completou o pódio.


Luiz Henrique


Gustavo Beazin
Na VX45, o veteraníssimo Roque Colman liderou a prova até a penúltima volta, quando foi surpreendido por Toninho da Mata, que o ultrapassou e venceu a corrida, mas não tirou o título do piloto de 66 anos. Os dois abriram uma boa distância do terceiro colocado Paulo Degani. Andando sem pressão, Tito terminou em quarto e Paulo Penteado em quinto.

Na Infantil, Jairo Carlos Junior largou bem e assumiu a ponta. Luiz Henrique e Antonio Marcos brigaram pela segunda posição no começo da prova. Porém, na quinta volta, Jairo escorregou e caiu deixando a ponta para Luiz Henrique que não desperdiçou a chance de vencer. Jairo conseguiu recuperar a segunda posição ultrapassando Antonio Marcos. Bernardo Wilher não teve grandes dificuldades em terminar a prova em quarto, posição em que largou. Na sequência, bem mais atrás, terminou Tiago dos Santos.

Diego Parmira tratou logo de assumir a ponta da categoria 2 Tempos no começo da prova, em uma disputa com Leandro Magnusson. Ney Corsi largou na ponta, mas foi perdendo rendimento e terminou na quarta colocação, à frente de Jefinho. Diego consegui abrir uma boa vantagem que lhe deu certa folga no final da corrida. Magnusson ficou em segundo também com boa margem, mais de 20 segundos em relação à Felipe Frare que fechou a corrida em terceiro.


Tiago Piolli


Bruno Lopes "Boka"
Depois da segunda manutenção do dia foram disputadas as quatro ultimas baterias. Repetindo o desempenho que teve após a primeira manutenção, Tiago Piolli venceu mais uma bateria, desta vez da VX2, mas a liderança só veio no finalzinho da prova. Gustavo Beazin largou na frente e deu muito trabalho ao adversário. Somente na antepenúltima volta, aproveitando uma indecisão do ponteiro ao passar um retardatário, Piolli assumiu a ponta, mas logo em seguida levou o troco. Na volta seguinte a disputa continuou intensa, Tiago conseguiu superar Gustavo e venceu a corrida. Tiago Tsuji terminou pouco depois da dupla, em terceiro. Luiz Mazzochi manteve a mesma posição em que largou e concluiu em quarto. Com uma volta de desvantagem e na quinta colocação ficou Yuri.

Diego Parmira largou na frente da Nacional 230cc, porém, no giro seguinte, o líder era Luisinho Silva. Parmira retomou à ponta na terceira volta e não deixou escapar mais. Andando forte, abriu uma enorme vantagem em relação ao segundo colocado, Luisinho. O vice-líder viu de perto uma bela disputa que se formou pela terceira posição entre Hiroshi Takaiama e Alessandro Takaiama com o primeiro levando a melhor.


Diego Parmira


Evento em Itatiba foi bastante prestigiado por pilotos e público
Murilo largou na frente da Importada Amador, mas quem assumiu a ponta na volta seguinte foi Bruno Lopes "Boka". A partir daí, Boka foi abrindo uma boa diferença em relação ao segundo colocado. Os demais não conseguiram um ritmo próximo dos ponteiros. O terceiro colocado foi Lucas "Cascatinha", que na parte final da prova foi incomodado por Fernando Spinassi. Bem próximo deles ficou Lucas Belgini em quinto.

A Nacional Amador fechou o dia de competição com muita disputa. Com 26 motos no gate, a corrida foi bastante animada. Leandro Silva venceu a prova de ponta a ponta e sempre teve a companhia de Diego Silvério. Daniel Zanella largou em terceiro, mas na volta seguinte, Toni assumiu o posto e tentou de todas as formas conquistar o segundo lugar, mas teve que se contentar com a terceira colocação. Zanella perdeu durante a prova algumas posições e terminou em quinto. Silas Brollo foi o quarto colocado.

Após a prova, um dos organizadores do campeonato, Evandro Contesini agradeceu a todos que confiaram no trabalho da equipe. "Queria deixar meu agradecimento à Prefeitura de Itatiba que nos deu apoio total nesta última etapa prometendo para o ano que vem novas corridas aqui. Também quero aproveitar para agradecer o apoio da Honda Mila Moto e ASW Racing que acreditaram nesta idéia", destacou.

A Copa Pé na Lama de Veloterra contou também com organização da equipe Asfalto Zero. Para mais informações sobre calendário e classificação acesse o site da promotora.

Resultados

Pos 2 Tempos Voltas Diferença M. Tempo
1 399 Diego Parmira 9   1:20.246
2 459 Leandro Magnusson 9 10.222 1:23.338
3 70 Felipe Frare 9 33.157 1:25.451
4 22 Ney Corsi 9 1:01.398 1:28.684
5 111 Jefinho 9 1:06.796 1:29.667
6 707 Paulo Biazi 9 1:11.826 1:29.324
7 169 Luiz Gustavo 9 1:33.212 1:31.397
8 72 Bitu 8 1 Lap 1:32.810
9 21 Ricardo Beterelli 8 5.389 1:33.304
10 7 Wayne 8 27.898 1:34.570
Pos Importada Amador Voltas Diferença M. Tempo
1 715 Bruno Lopes Boka 9   1:17.962
2 27 Murilo 9 15.828 1:21.930
3 46 Lucas "cascatinha" 9 26.308 1:21.418
4 23 Fernando Spinassi 9 27.880 1:23.266
5 21 Lucas Belgini 9 28.569 1:21.941
6 99 Valmir Dede 9 43.745 1:24.414
7 333 Silas Brollo 9 1:00.507 1:25.626
8 Xx Yuri Batista 9 1:03.668 1:24.295
9 707 Paulo Biazi 9 1:10.438 1:25.572
10 195 Rodrigo Scarelli 9 1:11.237 1:27.473
Pos Infantil Voltas Diferença M. Tempo
1 9 Luiz Henrique 7   1:35.392
2 800 Jairo Carlos Junior 7 29.386 1:34.094
3 10 Antonio Marcos 7 35.226 1:39.153
4 94 Bernardo Wilher 7 48.975 1:42.936
5 2 Tiago Dos Santos 7 57.316 1:44.518
6 58 Eduardo Petroni 7 1:52.702 1:49.803
7 72 Iezo Sega 6 1 Lap 1:53.906
8 Xx Rafael Betezele 6 22.982 1:49.061
9 2 Eduardo Batista 5 2 Laps 2:20.191
10 713 Diego Botelho 4 3 Laps 1:51.388
Pos Junior Voltas Diferença M. Tempo
1 722 Lucas Musseli 9   1:22.374
2 5 Gabriel Elias 9 16.233 1:22.704
3 49 Aganaldo "quatazinho" Junior 9 42.231 1:26.095
4 99 Nicolas Piccoli 9 54.108 1:27.008
5 45 Patrick Leite 9 1:04.544 1:27.784
6 900 Gabriel Reis Silva 9 1:10.140 1:28.627
7 9 José Lucas 9 1:15.007 1:29.941
8 97 Mauro Lucio 8 1 Lap 1:31.584
9 93 André Barci 8 16.421 1:31.864
10 22 Julio Corsi 8 36.036 1:35.480
Pos Nacional 230 Voltas Diferença M. Tempo
1 39 Diego Parmira 9   1:21.676
2 151 Luisinho Silva 9 26.067 1:23.703
3 12 Hiroshi Takaiama 9 29.209 1:25.269
4 2 Alessandro Takaiama 9 29.553 1:24.852
5 0 Juraci 9 36.940 1:25.803
6 51 Daniel Zanella 9 37.302 1:26.832
7 804 Gabriel Lenzi 9 53.494 1:26.343
8 32 Fernando Polli 9 57.606 1:28.566
9 18 Tiago Augusto 9 1:02.104 1:27.852
10 357 Julio Cesar 9 1:04.802 1:28.239
Pos Nacional Acima Voltas Diferença M. Tempo
1 518 Leandro Silva 9   1:22.000
2 77 Osvaldeir Da Silva 9 42.559 1:27.391
3 207 Isaac Beazin 9 50.132 1:25.239
4 129 Marcos Evangelista 9 51.244 1:28.227
5 6 Rogério Possa 9 54.780 1:29.262
6 13 Dida 9 1:00.760 1:28.359
7 77 Gustavo Valêncio 9 1:17.176 1:31.299
8 266 Antonio Alves 9 1:20.447 1:29.116
9 10 Nelli 9 1:24.347 1:31.797
Pos Nacional Amador Voltas Diferença M. Tempo
1 518 Leandro Silva 9   1:23.399
2 5 Diego Silvério 9 6.859 1:25.822
3 0 Toni 9 7.246 1:25.573
4 367 Silas Brollo 9 11.616 1:26.442
5 51 Daniel Zanella 9 13.305 1:27.052
6 937 Bruno Brollo 9 15.538 1:26.841
7 275 Vitinho 9 19.744 1:26.204
8 2 Alessandro Takaiama 9 21.966 1:27.188
9 207 Isaac Beazin 9 34.761 1:27.437
10 12 Hiroshi 9 37.276 1:27.906
Pos Penelope Voltas Diferença M. Tempo
1 16 Gabriele Da Mata 8   1:35.805
2 3 Maristela Zago 8 1.126 1:35.386
3 410 Cristiane Moreira 8 11.487 1:32.343
4 12 Susana Lenzi 8 24.242 1:33.928
5 30 Natalia Tamura 8 1:32.747 1:42.658
6 39 Luciana Corsi 7 1 Lap 1:56.809
7 87 Aline Ferro 6 2 Laps 1:34.739
Pos VX1 Voltas Diferença M. Tempo
1 92 Tiago Piolli 11   1:16.758
2 715 Bruno Lopes Boka 11 13.459 1:18.785
3 74 Tiago Tsuji 11 17.866 1:18.507
4 62 Bruno Lopes Camargo 10 1 Lap 1:22.925
5 27 Murilo 9 2 Laps 1:23.774
6 43 Vitor Nora 1 10 Laps 1:28.630
Pos VX2 Voltas Diferença M. Tempo
1 92 Tiago Piolli 10   1:17.802
2 377 Gustavo Beazin 10 12.883 1:17.896
3 74 Tiago Tsuji 10 14.543 1:19.694
4 47 Luiz Mazzochi 10 25.669 1:20.355
5 Xx Yuri 9 1 Lap 1:26.037
6 23 Fernando Spinassi 9 2.593 1:26.615
7 14 Tiago Angelon 9 11.453 1:26.390
8 99 Nicolas Piccoli 9 20.217 1:27.894
9 109 Caio Godoi 9 21.076 1:28.903
10 82 Leandro Prego 9 48.270 1:31.707
Pos VX3 Voltas Diferença M. Tempo
1 847 Jairo Carlos 9   1:19.338
2 46 Edson Cascata 9 6.365 1:20.656
3 75 Cassio Lopes 9 15.846 1:22.125
4 459 Leandro Magnusson 9 37.079 1:22.904
5 907 Edson Cesário 9 44.267 1:24.580
6 607 Juraci Petroni 9 49.314 1:24.128
7 26 Marcinho Caetano 9 53.134 1:21.368
8 39 Ney Corsi 9 1:06.449 1:27.255
9 211 Criolo 9 1:09.504 1:26.799
10 13 Dida 9 1:23.091 1:29.190
Pos VX40 Voltas Diferença M. Tempo
1 75 Cassio Lopes 9   1:23.003
2 49 Agnaldo "quatá" 9 1.310 1:23.673
3 632 Marcelo Wilher 9 15.256 1:24.659
4 99 Valmir Dedé 9 33.909 1:25.220
5 73 Sandro 9 41.991 1:26.960
6 94 Peu Souza 9 58.994 1:28.871
7 328 Marcio Zago 9 1:21.846 1:31.435
8 25 Marcelo Elizeu 8 1 Lap 1:32.475
9 607 Luiz Carlos 8 19.538 1:35.367
10 56 Kalu 7 2 Laps 1:48.913
Pos VX45 Voltas Diferença M. Tempo
1 46 Toninho Da Mata 9   1:25.771
2 62 Roque Colman 9 1.966 1:26.630
3 38 Paulo Degani 9 11.226 1:28.419
4 333 Tito 9 43.424 1:30.746
5 25 Paulo Penteado 8 1 Lap 1:34.557
6 333 Aluisio Brunet 8 7.978 1:33.637
7 35 Isaias Zaza 8 16.129 1:36.401
8 217 Rubens Lenzi 8 19.360 1:35.597
9 36 Valter Renê 8 43.251 1:38.554
10 45 João Carvalho 8 49.120 1:38.248






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet