X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

Final - Copa Ashby de Veloterra - Amparo - SP
Publicado em: 24/08/2012

Competição chegou ao fim com quatro títulos de Diego Parmira
Redação MotoX.com.br - Fotos: Eduardo Kska Campos


Largada Nacional Amador


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 582 Fotos!
No último final de semana chegou ao fim a Copa Ashby de Veloterra na cidade turística de Amparo (SP). O dia de sol forte atraiu um excelente público além de uma grande quantidade de pilotos, fazendo o evento um sucesso com a promessa de um grande retorno no próximo ano. O destaque do campeonato foi o piloto local Diego Parmira que se sagrou campeão de quatro categorias: Nacional 230cc, Nacional 250, VX2 e VX1.

Na Nacional 250cc, Diego foi campeão invicto. Largando na frente, ele dominou as 14 voltas da prova abrindo uma diferença de mais de 7s30 da briga pela segunda colocação que foi acirrada. Mesmo assumindo a posição na segunda volta, Edsinho Refundini não conseguiu se livrar das investidas de Renato Hermann até o final da prova. Na quarta colocação, Gabriel Lenzi ficou bem atrás na disputa. Rodolfo Breda andou forte as primeiras voltas para sair da oitava posição e terminar em quinto.


Diego Parmira


Babi Fernandes
Babi Fernandes foi outra que venceu as quatro etapas da categoria Penélope. Só que nesta etapa ela teve muito trabalho com Larissa Dallo que chegou a ocupar a liderança durante as primeiras voltas. Babi tomou a ponta para vencer, deixando Larissa bem próxima em segundo. As duas abriram uma boa vantagem sobre a terceira colocada, Susana Lenzi, que assumiu a posição já na fase decisiva da prova após ultrapassar Aline Ferro. Fernanda Mantovani terminou em quinto com duas voltas de desvantagem em relação às líderes.

Na Júnior, mais um campeão invicto. Lucas Musseli confirmou a conquista com vitória de ponta a ponta a última etapa mantendo uma diferença tranquila em relação ao seu concorrente mais próximo, Patrick Leite. O segundo colocado fez uma excelente prova saindo do meio do pelotão para assumir a posição no finalzinho da prova. Matheus Furlan foi o terceiro. Gabriel Elias e Nicolas Piccoli trocaram de posição em relação à largada e terminaram em quarto e quinto.



Lucas Musseli


Nathan Lisboa
Os quatro pilotos que disputaram a 50cc definiram as posições ainda na primeira volta. Nathan Lisboa venceu a prova com uma grande vantagem em relação ao segundo colocado, João Pedro Reis. Diego Botelho e Kauã Ventura completaram o pódio. Nathan só não entrou para a galeria dos campeões invictos por que não participou da primeira etapa.

Fabinho Silva dominou a categoria Light, largou na frente e abriu muito em relação aos demais pilotos sem dar chance de reação aos concorrentes. A disputa ficou pela segunda posição. Matheus Zig chegou a ocupar o posto, mas na sétima volta, Ney Corsi retomou a posição para não perder mais. Zig ficou em terceiro bem próximo. Com uma volta atrás, David Carrion terminou na quarta posição após ultrapassar José Ricardo 'Baiano' na antepenúltima volta. Esse resultado foi suficiente para Baiano se sagrar campeão da categoria.


Fabinho Silva


Renato Hermann
Lucas Musseli, Fabinho Silva e Quatá tinham tempos parecidos na Importada Amador. E isso se refletiu na disputa da prova. Quatá largou na frente, liderando a corrida por um bom gtempo, mas perdeu a liderança para Lucas Musseli e logo em seguida a segunda posição para Fabinho Silva, terminando a prova em terceiro com mais de sete segundos de desvantagem. Na ponta, Musseli suportou bem a pressão de Silva e venceu. Outra disputa intensa foi pela quarta posição, com Rodolfo Urbano conseguindo segurar Gilbertinho Rossi na quinta colocação.

Diego Parmira e Renato Hermann disputavam o campeonato da Nacional 230. Cinco pontos era a diferença deles na classificação com vantagem para Parmira. Na pista Hermann mostrou que queria estragar a festa e tratou de fazer a parte dele, largando na frente e dominando a prova até a bandeirada final. Luizinho Silva tentou ajudar Hermann, assumindo a segunda posição no começo da prova e deixando Parmira em terceiro. Com problemas na metade da corrida, Luizinho desistiu deixando a segunda posição para Diego Parmira que só precisou cruzar a bandeira quadriculada para ser campeão da segunda categoria do dia. Gabriel Lenzi terminou em terceiro bem atrás. Ricardo 'Cokinho' Belli e o piloto local Boka completaram o pódio.


Ney Corsi


Agnaldo Quatá
A Nacional Amador foi a categoria mais disputada do dia. Os cinco primeiros colocados terminaram com uma diferença de menos de dois segundos entre eles. Ney Corsi largou na frente e sustentou a posição até o final, mas foi pressionado o tempo todo no começo por Romário Silvério, depois por Marcelo Sujeira. Já na metade final foi Roni Reis que tentou de todas as formas passar o líder. Junto com Roni, Piva terminou grudado nos dois com uma diferença de meio segundo em relação ao líder. A um segundo ficou Leandro Doretto que teve muito trabalho para deixar Daniel Salomão em quinto.

Os destaques na VX4 ficaram pela disputa da segunda posição adiante pois na frente, Agnaldo Quatá largou bem e venceu de ponta a ponta. Na segunda posição, Juliano Tavella fez uma prova sem preocupações até a metade. Fernando Longuim largou em terceiro, mas uma queda ainda nas primeiras voltas fez com que fizesse uma corrida de recuperação para terminar em quinto. Quem assumiu a posição foi Babi Fernandes que partiu para cima de Tavela. Nas últimas voltas ele foi superado e ficou em terceiro. Auro Pileckas terminou em quarto, bem próximo de Longuim. A vitória não foi suficiente para Quatá sair com o título da categoria que ficou com Juliano Tavela.


Jean Dickson


Gustavo Beazin
Jean Dickson entrou para a disputa da VX3 com uma larga vantagem na classificação e sem pressão pôde fazer seu ritmo de corrida vencendo de ponta a ponta. A segunda posição foi ocupada por dois pilotos até Fabinho Silva assumir o lugar ao redor da metade da prova, deixando Jonas Tavella, que fez uma boa corrida de recuperação, em terceiro. Marcio Alexandre e Volnei Cavalcanti completaram o pódio.

Diego Parmira fez o melhor tempo do dia na VX2 com uma volta completada em 41s874. Mesmo se esforçando muito para carimbar a faixa do campeão, Gustavo Beazin não conseguiu alcançar Diego e ficou em segundo. Os dois imprimiram um ritmo mais forte que os demais abrindo grande vantagem. Uma volta atrás ficou Jean Dickson. As cinco primeiras posições da categoria foram definidas rapidamente, com Gilbertinho Rossi em quarto e Dididil em quinto. Foi o terceiro título de Diego no dia.

A quarto conquista de Parmira veio antes de entrar na pista na VX1. Sem precisar somar mais pontos, Diego Parmira nem largou e viu a vitória de Gustavo Beazin, com Gabriel Lenzi em segundo e Rodrigo Baptistela em terceiro. Essa prova marcou o vice-campeonato para o piloto Gabriel Lenzi, companheiro de equipe de Diego Parmira na Amparo Racing.


Competição definiu campeões na última de suas quatro etapas

Segundo os organizadores, após quatro etapas a competição distribuiu uma boa premiação: R$ 9.100 em dinheiro e mais R$ 17 mil reais em produtos como equipamentos, lubrificantes, isotônicos e acessórios patrocinados pelas empresas Cervejaria Ashby, Ampcarnes, Ultralub Lubrificantes, Grupo Lena, IMS Racing, Energil Sport e Máster e Cia.

A Copa Ashby de Veloterra teve apoio de: Grupo Lena, Macedo Veículos, Supermercado Poupe bem, Maximus Vistorias, Programa Full Motors, Bougainville Hotel Fazenda, Evolution Security, RF Moto Kasinski, Tideras Motos, NSA Pneus, Pneutec, Comercial Amparense, Carvão Sol, MRP Racing, Papelaria Beabá, Transpel, G7 Nutrição Esportiva, Total Som, Rubinho Auto Center, Rodovam, Varejão Amparense, Padaria do Alemão, FM 101,3, Carolina Transportes, Chinaglia Serviço de Bob Cat, Moto Máster, Irmãos Andreta, Corsi Materiais para Construção, AMF Radiadores, Usimag, Spacebikes, Cat tratores, JLMarcom, Prefeitura Municipal de Amparo e Secretaria de Esporte e Cultura e Jornal a Tribuna. A cronometragem ficou por conta da equipe da Asfalto Zero. Mais informações sobre o campeonato como classificação final acesse o site da Asfalto Zero.

Resultados

Pos 50cc Laps Diff Best Time
1 54 Nathan Lisboa 10   59.639
2 656 João Pedro Reis 9 1 Lap 1:07.535
3 713 Diego Botelho 8 2 Laps 1:12.677
4 111 Kauã Ventura 8 1:09.453 1:21.263
Pos Light Laps Diff Best Time
1 22 Fabinho Silva 14   45.800
2 39 Ney Corsi 14 45.366 48.408
3 Xx Zig 14 47.306 49.345
4 357 David Carrion 13 1 Lap 48.689
5 765 Baiano Serra Negra 13 12.676 49.569
6 82 Pedro Romanini 13 24.799 51.671
7 129 André Azniquelo 13 30.838 53.674
8 333 Reginaldo Borges 12 2 Laps 53.418
9 217 Rubens Lenzi 12 26.879 50.950
10 29 Cesar Del Poente 12 28.165 55.624
Pos Importada Amador Laps Diff Best Time
1 22 Lucas Musseli 15   45.828
2 22 Fabinho Silva 15 1.637 45.684
3 49 Quatá 15 7.885 46.661
4 10 Rodolfo Urbano 15 28.513 47.914
5 14 Gilbertinho Rossi 15 28.940 47.389
6 Xx Giovani Silva 15 37.285 48.534
7 12 Bruno Urbano 15 46.850 48.001
8 841 Jean Rodrigues 15 49.009 49.354
9 82 Leandro Pires Silva 14 1 Lap 51.077
10 99 Nicolas Piccoli 14 6.062 49.811
Pos Junior Laps Diff Best Time
1 22 Lucas Musseli 15   46.594
2 45 Patrick Leite 15 7.257 46.189
3 7 Matheus Furlan 15 9.261 46.959
4 99 Nicolas Piccoli 15 15.325 47.056
5 5 Gabriel Elias 15 15.892 47.616
6 22 Mario Guarizzo 15 17.978 46.082
7 49 Quatazinho 15 47.908 48.545
8 82 Luciomar Junqueira Jr 14 1 Lap 50.012
Pos Nacional 230 Laps Diff Best Time
1 33 Renato Hermann 16   44.182
2 399 Diego Parmira 16 7.249 44.083
3 804 Gabriel Lenzi 16 35.241 46.055
4 90 Cokinho 15 1 Lap 46.132
5 Xx Boka Amparo 15 10.656 47.026
6 3 Vinicius Domingues 15 17.726 47.012
7 34 Tuca 15 35.733 48.967
8 Xx Luan Camacho 14 2 Laps 49.820
9 112 Esqueme Delmaschi 14 13.497 50.248
10 89 Romário Silvério 14 34.725 49.604
Pos Nacional 250 Laps Diff Best Time
1 399 Diego Parmira 14   44.476
2 11 Edsinho Refundini 14 7.690 45.212
3 111 Renato Hermann 14 8.088 45.132
4 804 Gabriel Lenzi 14 20.352 45.809
5 115 Rodolfo Breda 14 21.903 45.461
6 Xx Boca Amparo 14 35.896 46.236
7 333 Juninho Delalana 14 37.330 47.477
8 129 Marcos Evangelista 14 44.272 47.612
9 129 Ronildo Reis 13 1 Lap 48.297
10 13 André Galvez 13 0.671 48.069
Pos Nacional Amador Laps Diff Best Time
1 39 Ney Corsi 14   48.806
2 129 Roni Reis 14 0.236 48.961
3 34 Piva 14 0.508 48.456
4 12 Leandro Doretto 14 1.046 48.713
5 Xx Daniel Salomão 14 1.463 47.977
6 111 Bruno Ramos 14 8.716 49.056
7 13 André Galvez 14 9.189 48.524
8 9 Maicon Goes 14 44.289 51.439
9 112 Richard 14 45.611 50.013
10 659 Tiago Luchi 14 49.663 51.585
Pos Penelope Laps Diff Best Time
1 949 Babi Fernandes 15   45.838
2 21 Larissa Dalló 15 0.374 46.064
3 12 Susana Lenzi 14 1 Lap 51.283
4 82 Aline Ferro 14 12.106 52.603
5 45 Fernanda Mantovani 13 2 Laps 53.718
6 410 Cristiane Moreira 13 2.303 53.173
7 49 Julia Biazoto 13 43.424 54.970
8 111 Janaina Ventura 12 3 Laps 57.031
9 713 Jean Dickson Junior 12 8.890 54.875
10 16 Stefany Casarin Moura 12 23.027 59.272
Pos VX2 Laps Diff Best Time
1 399 Diego Parmira 18   41.875
2 377 Gustavo Beazin 18 12.887 42.267
3 713 Jean Dickson 17 1 Lap 45.051
4 22 Gilbertinho Rossi 17 10.163 45.946
5 782 Dididil 17 11.783 46.233
6 10 Rodolfo Urbano 17 12.615 46.350
7 Xx Giovani S. Maia 17 13.096 46.167
8 217 Gabriel Lenzi 17 14.492 45.368
9 82 Vinicius Domingues 17 14.975 45.785
10 17 Rodrigo Baptistela 15 3 Laps 48.344
Pos VX3 Laps Diff Best Time
1 713 Jean Dickson 15   46.793
2 22 Fabinho Silva 15 17.753 48.074
3 74 Jonas Tavella 15 39.750 49.437
4 31 Marcio Alexandre 15 40.106 49.378
5 19 Volnei Cavalcante 15 41.959 49.049
6 782 Dididil 14 1 Lap 47.966
7 82 Leandro Pires Silva 14 30.021 51.703
8 88 Stopa 13 2 Laps 53.208
9 14 Gilbertinho Rossi 6 9 Laps 48.402
Pos VX4 Laps Diff Best Time
1 49 Quatá 16   46.744
2 949 Babi Fernandes 16 14.948 47.356
3 18 Juliano Tavella 16 16.102 48.446
4 150 Auro Guadaguini 16 16.787 47.844
5 Xx Fernando Longuim 16 26.811 46.284
6 134 Ricardo Pileckas 16 37.296 48.384
7 467 Tustão 15 1 Lap 50.221
8 82 Cokinho Neri 14 2 Laps 55.617
9 20 Claudio Tamura 13 3 Laps 56.844
Pos VX1 Laps Diff Best Time
1 377 Gustavo Beazin - - -
2 217 Gabriel Lenzi - - -
3 17 Rodrigo Baptistela - - -






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet