X Fechar
foto
Salvar nos Favoritos

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

América Sports

Capacete Companhia

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

Pro Tech

JPS Racing

MotoX Pneus

JP Motos

Clique e saiba mais

> Competição > Motocross Carioca

2ª etapa - Estadual LEMERJ de Motocross - Macaé - RJ
Publicado em: 11/05/2012

Segunda etapa da competição foi realizada no litoral norte fluminense
Redação MotoX.com.br - Com informações e fotos: LEMERJ
 


Litoral norte fluminense foi palco da competição


Largada MX1
Depois de quatro anos fora do circuito, a cidade de Macaé voltou ao cenário, ao sediar a segunda etapa do Campeonato Estadual de Motocross LEMERJ 2012, no último fim de semana de abril. Macaé impressiona pela quantidade de pilotos locais. Mas a grande prova da paixão macaense pelo motociclismo foi o público massivo que compareceu ao evento. A tradicional pista da Linha Verde, como é conhecida, teve o traçado remodelado pela organização do evento e foi muito elogiada. Não somente por isso, mas pelo tratamento dado ao solo, com trator de grade e irrigação. As disputas, como sempre, foram intensas em todas as categorias. Destaque para os pilotos Raul Guilherme e Gabriel Montenegro, que duelaram nas categorias principais do evento. Nas outras classes não foi diferente e a disputa aconteceu do início ao fim.

Para começar o dia, quem entrou no gate foi a MX4, para pilotos com idade a partir de 45 anos. Jesus Fernandes, competidor prata da casa, mais conhecido como Sucito, mostrou sua especialidade e largou isolado na primeira posição. Mais atrás, Marcio Jone e Mário Grativol tentavam estabelecer a segunda posição, para então atacar o líder. Quem teve êxito foi Grativol, que atacou Sucito e assumiu a primeira posição para não mais perder. Marcio Jone se acomodou na terceira colocação, enquanto Áureo Moraes e Jânio Boechat completaram o pódium.

Na sequência, os pilotos da MX3, com mais de 35 anos, foram à pista. Para delírio do público local, Fabiano de Lima Bastos, o Naftalina, não deu chances aos adversários e venceu de ponta a ponta, dando a vitória para a cidade macaense, sua terra natal. Luciano Fonseca acompanhou de perto o triunfo do adversário, mas não conseguiu se aproximar a ponto de tentar uma ultrapassagem. Rau Martins voltou às competições em grande estilo, subindo ao pódio em terceiro. Guilherme Lopes ficou em quarto e Paulo César Brum, mais um piloto que comemorou o pódio em casa, ficou em quinto.


Maicon Rosa

As motos de 230cc nacionais contemplaram o belo dia de domingo com a terceira bateria do dia. Um dos favoritos à vitória era Everton Mussi, que confirmou as expectativas ao largar na primeira posição. Porém, a sorte não estava ao lado de Everton, que viu suas chances se acabarem ao ter problemas mecânicos. Com isso, o piloto da região serrana fluminense Maicon Rosa teve caminho livre para vencer sem ser incomodado. Pablo Rangel Vivaqua duelou com Rodinaldo Matheus e levou a melhor, garantindo a segunda posição. Rodinaldo fechou a prova em terceiro, seguido de Giovani Montechiari e Luciano de Barros.


Gabriel Montenegro
Uma das principais categorias, a MX2, veio logo em seguida. Gabriel Montenegro largou na ponta, mostrando que os sete meses afastado do gate não pesaram. Raul Guilherme e Matheus Boechat vinham logo atrás. Raul se desvencilhou de Matheus e atacou Gabriel. Mais atrás, Sergio Monteiro se recuperou da má largada e ultrapassou Boechat, fazendo companhia aos líderes. Enquanto se defendia dos ataques de Monteiro, Raul Guilherme conseguiu espaço para ultrapassar Montenegro e assumir a primeira posição. O que parecia improvável aconteceu. Gabriel revidou a ultrapassagem e voltou à ponta, superando sua forma física que ainda não é ideal. Raul estabilizou-se na segunda posição, bem como Sergio Monteiro em terceiro e Matheus Boechat em quarto. Adeílton Gonçalves fez uma ótima corrida e subiu ao pódio em quinto.

A prova para os pilotos de menor experiência entrou na pista e reservou fortes emoções. Fabiano da Costa largou na frente na Amador, seguido de perto por João Pedro Aguiar, e já na segunda volta foi ultrapassado pelo adversário. Rodinaldo Matheus também impôs um ritmo forte e assumiu a segunda posição. Após um erro, o então líder João Pedro caiu e perdeu muitas colocações. Melhor para Rodinaldo, que assumiu a ponta e a manteve até o final da bateria. Fabiano da Costa segurou a segunda posição, sofrendo ataques do terceiro colocado, Marcelo Bernardo. Max Lopes, após uma corrida de recuperação, terminou em quarto. O campeão de motos nacionais, estreante nas importadas, Ricardo Borges terminou na quinta posição.


Um grande público prestigiou o evento


Fabiano Bastos
A categoria Nacional Força Livre foi ao gate logo em seguida. Abílio Fernandes largou na frente, seguido de Arnaldo Fernandes e Maicon Rosa. Maicon, vencedor da 230cc, queria repetir o feito da primeira bateria, e ultrapassou na mesma volta os dois adversários, assumindo então a liderança da prova isoladamente. Gustavo Pehhan largou mal, mas surpreendeu com uma corrida de recuperação até a segunda colocação, onde permaneceu até o fim. Everton Soares largou com problemas mecânicos, visto isso, fez uma prova heróica, terminando em terceiro, seguido de perto pelo piloto local Tiago Custódio. Giovani Montechiari fechou o pódio na quinta posição.

Como principal categoria do evento, a Força Livre não poderia ser diferente e mais uma vez apresentou grandes disputas. Agora de 450cc, Raul Guilherme largou na frente. Matheus Boechat veio logo em seguida, segurando as investidas de Saulo Matheus e Gabriel Montenegro. Já na segunda volta, Gabriel ultrapassou Saulo e na volta seguinte, Boechat. O líder Raul não conseguiu abrir grande vantagem, o que facilitou a aproximação de Montenegro. Os dois duelaram até o final da prova. Raul Guilherme conseguiu segurar a ponta, seguido de Gabriel. Sergio Monteiro, que largou na décima posição ainda tentou a aproximação dos líderes, mas subiu ao pódio em terceiro. Matheus Boechat e Fabiano de Lima Bastos completaram os cinco primeiros.


Raul Guilherme

Para fechar o evento, a categoria Local é uma bateria para os pilotos da casa. Jonas Souza Phillipi venceu, seguido de Tiago Custódio, Luciano da Silva, João Carlos Valadares e Bruno José da Silva.

O Estadual de Motocross LEMERJ 2012 segue com força para a próximas etapas esperando repetir o sucesso dos primeiros eventos que contaram com ampla participação dos pilotos, público e pistas boas e seguras.

Resultados

Força Livre
1. Raul Guilherme
2. Gabriel Montenegro
3. Sergio Monteiro
4. Matheus Boechat
5. Fabiano de Lima Bastos

MX2
1. Gabriel Montenegro
2. Raul Guilherme
3. Sergio Monteiro
4. Matheus Boechat
5. Adeílton Gonçalves

MX3
1. Fabiano de Lima Bastos
2. Luciano Fonseca
3. Rau Martins Gouvea
4. Guilherme Lopes
5. Paulo Cesar Brum

Nacional Força Livre
1. Maicon Rosa
2. Gustavo de Almeida Pehhan
3. Everton Soares Mussi
4. Tiago Custódio de Souza
5. Giovani Narini Montechiari

230cc
1. Maicon Rosa
2. Pablo Rangel
3. Rodinaldo Matheus
4. Giovani Montechiari
5. Abílio de Brito Fernandes

Amador
1. Rodinaldo Matheus
2. Fabiano Gravelos da Costa
3. Marcelo Marins Bernardo
4. Max Lopes
5. Ricardo Borges dos Santos

MX4
1. Mário Grativol
2. Jesus Rodrigues Fernandes
3. Marcio Jone de Almeida
4. Aureo Moraes
5. Janio Boechat

Local
1. Jonas Souza Phillippi
2. Tiago Custódio de Souza
3. Luciano Bernardo da Silva
4. João Carlos A Valadares
5. Bruno José da Silva
 




Curso MotoX
JPS Racing

© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet