X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

1ª etapa - Copa Ashby de Veloterra - Amparo - SP
Publicado em: 15/09/2011

Pista com subida e descida íngreme foi o grande desafio aos participantes
Redação MotoX.com.br - Texto e Fotos: Mateus 'Zig' Bernardini


Largada Nacional 230cc


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 569 Fotos!
A cidade de Amparo (SP) recebeu no último final de semana a abertura da Copa Ashby de Veloterra, que contará com quatro etapas, todas no mesmo local. A pista em montanha com uma grande reta em subida com mais de 300 metros, exigia uma boa preparação das motos, que facilmente chegavam ao final dela em última marcha e com a aceleração total. Por outro lado, havia também uma descida desafiadora e muito técnica, com várias curvas, algumas descompensadas, onde os pilotos que não tinham motor para brigar na reta podiam descontar o tempo perdido.

As disputas foram intensas em quase todas as categorias. A pista bastante larga oferecia vários traçados e era fácil ver até quatro motos encarando a descida com cerca de 60 graus de inclinação lado a lado. A pista recebeu manutenção durante toda a semana que antecedeu o evento. Na madrugada de sábado, uma leve chuva contribuiu para que fosse realizada apenas uma manutenção após os treinos, a partir daí, as baterias largaram uma a uma sem interrupções.


Pedro Beagim


Beto Vilalva
A categoria VX3 foi a primeira a largar. Pedro Beagim, retornando às pistas após um período de recuperação devido a uma cirurgia no joelho, assumiu a ponta e levou sua 450cc até a quadriculada. Edmar ‘Sagui’ conseguiu a segunda posição no início da bateria e a manteve até o final. Pelo terceiro posto a disputa foi intensa. Jean Dickson Botelho pressionou durante toda a prova. Marcio Tadeu Caetano não cedeu e garantiu a terceira colocação, com Jean completando em quarto, cerca de dois segundos à frente de Colega, o quinto colocado.

Juliano Tavela fez o holeshot na categoria VX4, mas Beto Vilalva foi quem completou a primeira volta na liderança. O piloto de Pedreira (SP) abriu uma boa vantagem nas primeiras voltas e venceu tranquilo.Sergio Alexandre, que não havia largado muito bem, encostou em Tavela na quarta volta e, a partir daí, os dois pilotos travaram uma bela batalha pelo segundo posto. Sergio pressionava muito tentando ganhar a posição, mas Tavela segurou e cruzou a quadriculada a menos de um segundo de Sergio. Telinho de Ouro Fino (MG) chegou a ocupar o terceiro posto, mas finalizou na quarta colocação, com Toninho da Mata em quinto.


Vitor Andrade


Babi Fernandes
Com uma tocada forte, o garotinho de Artur Nogueira (SP), Vitor Andrade, comemorou muito após vencer de ponta a ponta a categoria 50cc. Iezo Sega largou na segunda colocação e manteve o posto até a bandeirada final. Felipe Alexandre, após ter tido problemas com sua moto nos treinos, foi o terceiro colocado.

Babi Fernandes após correr no sábado à noite a segunda etapa do Arena Velocross, em Barra do Turvo (SP), viajou a noite toda para prestigiar e vencer a categoria Penélope. Antes mesmo dos treinos, houve muita discussão, pois uma de suas adversárias alegava que por Babi correr com uma moto de 450cc teria muita vantagem sobre as demais na reta de mais de 300 metros da pista. Babi acatou a reclamação, correu e venceu a bateria com uma moto emprestada de 150cc. Larissa Dalló fez o holeshot, mas logo foi ultrapassada por Cristiane Moreira. Ao final da primeira volta, Larissa que vinha pela segunda posição sofreu uma queda e retornou à prova na sétima colocação. Babi assumiu a ponta na terceira volta e seguiu até a quadriculada. Cristiane manteve a vice-liderança até a última volta, quando perdeu a posição para Fernanda Mantovani e terminou com o terceiro lugar. Larissa Dalló foi a quarta colocada e Julia Biazoto a quinta.


Renato Hermann


Pedro Buzato
Na categoria 65cc, o piloto da casa, Marinho Guarizzo, encontrou um adversário à altura. Foi Pedro Buzato que assumiu a liderança da bateria na primeira volta e seguiu firme até a bandeirada final. Marinho acompanhou o líder no começo, mas uma queda deixou o piloto muito longe e sem chances de brigar pela vitória. André Bocaleto, de Serra Negra (SP) foi o terceiro colocado. Jean Dickson Júnior, que começou a participar das provas há pouco tempo, mostrou uma grande evolução em sua pilotagem e completou na quarta colocação, seguido de Vitor Trevizan.

A categoria Nacional 230cc largou com 22 motos no gate e teve disputas acirradas por todas as posições. Fabrício Mattar fechou a primeira volta na liderança e manteve a posição por mais duas. Rodolfo Breda, que vinha logo atrás, conseguiu a ultrapassagem e se tornou o novo líder. Renato Hermann e Luizinho Silva também superaram Fabrício e partiram para cima do líder, que algumas voltas à frente, caiu e perdeu algumas posições. Hermann assumiu a ponta trazendo Luizinho e Diogo Biazeto, literalmente, colados. Ao ser dada a placa de última volta, Luizinho arriscou tudo na tentativa de assumir a ponta e acabou caindo. Ainda conseguiu voltar com a moto toda danificada e completar na quarta colocação. Hermann venceu, Biazeto foi o segundo colocado e Breda o terceiro. Diego Parmira, que sofreu uma queda no início da bateria, completou o pódio.


Lucas Musseli


Gustavo Beazim
Outra disputa muito quente foi na categoria Júnior. Lucas Musseli e Luzinho Queiroz deram um show na pista. Luzinho saiu na frente, com Musseli logo atrás. Na segunda volta, o líder cometeu um erro e foi superado por Musseli e Neto Longuim. Seis voltas se passaram e Luzinho conseguiu reassumir a liderança, porém, Musseli queria a vitória e a duas voltas do final, voltou para a ponta, dessa vez seguindo até a quadriculada. Luzinho completou a prova cinco décimos de segundo atrás do vencedor. Neto Longuim foi o terceiro colocado, seguido de Matheus Furlan e Gabriel Elias.

O campeão Paulista FMESP Asfaltozero de Veloterra 2011, Gustavo Beazim, venceu com facilidade a categoria VX2. Beazim saiu na frente e foi abrindo vantagem volta a volta ao se aproveitar das disputas no pelotão que vinha atrás. Diego Parmira assumiu a vice-liderança na terceira volta e cruzou a quadriculada cerca de oito segundos depois do líder. Joel ‘Colega’ completou na terceira posição, pouco à frente de Jean Dickson Botelho e Juraci Petroni.

Diego Parmira desceu de sua KTM 125 e alinhou em seguida com sua Honda Tornado para a largada da categoria Nacional 250cc. Diego largou na ponta, com Rodolfo Breda logo atrás. O vice-líder andou durante toda a bateria colado em Diego, mas sem conseguir ultrapassar, e as posições se mantiveram até o final. O piloto veterano, Juninho Delalana, de Itapira (SP), largou na terceira posição seguindo assim até a quadriculada. Leandro Doreto conseguiu o quarto posto ao meio da bateria e completou a bateria menos de um segundo à frente de Diógenes, o quinto colocado.


Diego Parmira

Uma nova categoria foi criada nesta primeira etapa, a VX Light, formada por um grupo fechado de pilotos convidados que se consideram com o mesmo nível de pilotagem. No gate haviam pilotos de todas as idades. Do mais novo, com 13 anos, até o mais experiente com 55. A idéia foi muito boa e resultou em uma bateria bastante disputada. ‘Baiano’, de Serra Negra (SP), assumiu a frente na largada, seguido de Cesar Del Poente e Ivan Ferreira de Camargo, que tomou a vice-liderança já nos primeiros momentos. Poucas voltas à frente, Ayres Simões que não havia largado muito bem, alcançou o segundo posto e partiu para cima do líder. A disputa se manteve até o final, com Baiano se defendendo bem e comemorando muito a vitória. Ivan manteve o terceiro posto. Leonardo Vilalva, o piloto mais novo na bateria, foi o quarto colocado. Já Rubens Lenzi, o mais experiente, fez uma bela prova de recuperação, após uma queda no início da bateria e completou o pódio chegando na quinta colocação.


‘Baiano’
Finalizando o dia de competições, foi dada a largada para a categoria VX1. Diego Parmira saiu na frente com Edmar ‘Sagui’ e Joel ‘Colega’ logo atrás. Diego e Sagui se enroscaram e perderam quase uma volta até retornar à prova. Diego começou uma corrida de recuperação, tirando cerca de três segundos por volta e conseguiu alcançar e ultrapassar o líder Joel, a apenas duas voltas para o final, vencendo a bateria, com Joel logo em seguida. Toninho da Mata foi o terceiro colocado, seguido de Sagui, que andou no mesmo ritmo dos lideres, porém, com uma volta de desvantagem. Edson Vassoreli foi o quinto colocado.

A segunda etapa da competição esta marcada para os dias 15 e 16 de outubro, no mesmo local. A Copa Ashby de Veloterra tem a organização de Paulo Afonso Veronezi (Parmira) e conta com o patrocínio de: Cervejaria Ashby, IMS, Ultralub, AMP Carnes, RF concessionária Kasinski, Macedo Veículos e Isotônico Athlética, por meio da Distribuidora Lenzi. Apoio de: Prefeitura Municipal e Secretaria de Esporte de Amparo, Grupo Lena, Boungainville Hotel Fazenda, Moto Máster, Comercial Amparense, Cappi recuperadora de veículos, PA motos, Miami Moto, Miami Náutica, Offsex.com.br, Total Som, Moto 100, Água Gelo, Carvão Sol, www.lojadozig.com.br, Maximus Vistorias, Pneutec, JRM baterias, BEABÁ papelaria, Supermercado Poupe Bem, JL Marcon, Ferrosul, Varejão Amparense, DK Sistemas Visuais, Serralheria Quatá, Água Jah, Transpel, Rubinho Auto Center, Rodovan, Megasom, Marlu Confecção, Carlão Pneus, MRP Racing, Programa Full Motors, SRTV canal 39, Radio Cidade das Águas FM 101,3, Radio Difusora de Amparo, Band FM 99,7 e Jornal A Tribuna.

Resultados

P. No. Vx1 Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 399 Diego Parmira 19 17:32.550   50.943 6 49.467
2 991 Joel Colega 19 17:55.487 22.937 53.632 1 46.987
3 46 Toninho Da Mata 18 17:34.493 1 Lap 56.809 1 44.359
4 29 Sagui 18 17:35.239 0.746 53.780 2 46.858
5 18 Edson Vassoreli 17 18:27.377 2 Laps 1:00.592 2 41.590
6 177 José Luiz Soares 2 2:19.453 17 Laps 1:03.335 2 39.788
P. No. Vx2 Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 377 Gustavo Beazin 14 12:37.136   51.296 5 49.127
2 399 Diego Parmira 14 12:46.085 8.949 52.062 4 48.404
3 991 Joel Colega 14 13:01.598 24.462 53.838 2 46.807
4 713 Jean Dickson 14 13:04.244 27.108 54.764 9 46.016
5 51 Juraci Petroni 14 13:05.547 28.411 54.433 11 46.295
6 29 Willian Caporalli 14 13:17.157 40.021 55.186 4 45.664
7 45 Du Mantovani 14 13:24.541 47.405 56.133 4 44.893
8 14 Bruno De Angelis 14 13:39.813 1:02.677 55.856 1 45.116
9 10 Isaias Biazoto 13 12:48.731 1 Lap 57.148 1 44.096
10 500 Caio Godoi 13 12:49.814 1.083 57.550 10 43.788
P. No. Vx3 Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 738 Pedro Beagim 13 12:08.157   55.150 12 45.694
2 29 Sagui 13 12:19.227 11.070 54.790 6 45.994
3 26 Marcio Tadeu Caetano 13 12:38.946 30.789 56.808 7 44.360
4 713 Jean Dickson 13 12:41.247 33.090 56.557 8 44.557
5 991 Joel Colega 13 12:43.276 35.119 55.360 5 45.520
6 142 Valdecir Mingotti 13 12:44.532 36.375 56.339 9 44.729
7 765 Baiano Serra Negra 12 12:49.528 1 Lap 1:00.924 8 41.363
8 14 Junior Cardozinho 12 12:51.468 1.940 1:01.646 12 40.879
9 4 João Paulo Oliveira 12 12:57.668 8.140 57.884 10 43.535
10 297 Valmir Ap Ferreira 12 13:14.730 25.202 1:03.096 10 39.939
P. No. Vx4 Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 352 Beto Vilalva 13 12:01.782   54.069 1 46.607
2 18 Juliano Tavella 13 12:19.246 17.464 55.544 13 45.369
3 28 Sergio Alexandre 13 12:20.035 18.253 55.969 13 45.025
4 34 Telinho 13 12:26.067 24.285 55.559 7 45.357
5 46 Toninho Da Mata 13 12:44.608 42.826 56.959 8 44.242
6 86 Peu Souza 13 12:45.863 44.081 57.390 13 43.910
7 49 Quatá 13 12:48.209 46.427 56.728 9 44.423
8 44 Ayres Simões 12 12:28.093 1 Lap 59.503 9 42.351
9 74 Ivan Ferreira Camargo 12 12:48.793 20.700 1:01.456 3 41.005
P. No. Penelope Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 236 Babi Fernandes 10 10:18.548   59.663 2 42.237
2 45 Fernanda Mantovani 10 10:51.718 33.170 1:03.397 7 39.750
3 410 Cristiane Moreira 10 11:00.664 42.116 1:01.797 1 40.779
4 81 Larissa Dalló 9 10:21.484 1 Lap 1:03.627 5 39.606
5 82 Julia Biazoto 9 10:44.348 22.864 1:08.289 9 36.902
6 277 Paula Bueno 9 10:48.908 27.424 1:08.620 8 36.724
7 88 Marina Calefi 9 11:16.386 54.902 1:08.816 8 36.619
8 16 Gabriele Da Mata 9 11:18.470 56.986 1:08.403 8 36.840
9 39 Luciana Corsi 8 11:27.913 2 Laps 1:19.310 1 31.774
10 804 Suzana Lenzi 0 13.695 10 Laps --:--:--.--- 0 -
P. No. Nacional 250 Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 399 Diego Parmira 13 12:23.973   56.589 9 44.532
2 115 Rodolfo Breda 13 12:27.396 3.423 56.529 7 44.579
3 333 Juninho Delalana 13 12:37.573 13.600 57.136 10 44.105
4 12 Leandro Doretto 13 12:56.569 32.596 58.774 7 42.876
5 7 Diogenes 13 12:57.189 33.216 57.633 5 43.725
6 77 Osvaldeir Da Silva 13 13:01.849 37.876 58.351 11 43.187
7 129 Ronildo Reis 13 13:20.889 56.916 58.958 2 42.742
8 86 Pedro Junior 13 13:23.289 59.316 1:00.520 4 41.639
9 14 Magno Leite 13 13:23.659 59.686 59.382 11 42.437
10 16 Luan Camacho 12 12:40.974 1 Lap 59.358 1  
P. No. Nacional 230 Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 33 Renato Hermann 13 12:24.914   56.120 5 44.904
2 14 Diogo Biazeto 13 12:26.965 2.051 56.499 3 44.603
3 25 Rodolfo Breda 13 12:28.995 4.081 56.055 10 44.956
4 151 Luizinho Silva 13 12:34.821 9.907 55.747 8 45.204
5 399 Diego Parmira 13 12:35.247 10.333 56.085 10 44.932
6 804 Gabriel Lenzi 13 12:49.723 24.809 58.215 4 43.288
7 22 Alcides Beazin 13 12:51.299 26.385 57.499 2 43.827
8 110 Fabricio Mattar 13 12:57.578 32.664 57.306 1 43.974
9 251 Felipe Camargo 13 12:59.757 34.843 58.070 9 43.396
10 18 Jonas Tavella 13 13:03.664 38.750 58.538 1 43.049
P. No. Junior Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 22 Lucas Musseli 13 12:11.878   54.869 10 45.928
2 236 Luzinho Queiroz 13 12:12.392 0.514 54.446 7 46.284
3 111 Fernando Longuim 13 12:47.319 35.441 57.235 2 44.029
4 7 Matheus Furlan 13 13:07.963 56.085 58.679 3 42.946
5 7 Gabriel Elias 12 12:30.109 1 Lap 59.009 2 42.705
6 49 Quatazinho 12 12:50.674 20.565 1:02.143 3 40.552
7 82 Lucian Junior 12 12:55.806 25.697 1:02.735 11 40.169
8 99 Nicholas Piccoli 12 12:58.656 28.547 1:02.779 8 40.141
9 197 Kaue Andrade Junior 12 13:14.824 44.715 1:04.372 10 39.147
10 99 Caio Caporalli 11 12:26.208 2 Laps 1:04.697 11 38.951
P. No. Light Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 765 Baiano Serra Negra 11 10:55.821   59.079 9 42.655
2 44 Ayres Simões 11 10:56.225 0.404 58.467 5 43.101
3 74 Ivan F. Camargo 11 11:04.446 8.625 58.575 3 43.022
4 352 Leonardo Vilalva 11 11:14.038 18.217 58.785 9 42.868
5 737 Rubinho Lenzi 11 11:49.149 53.328 1:01.620 3 40.896
6 29 Cesar Del Poente 10 11:03.881 1 Lap 1:04.358 3 39.156
7 527 Tiaguinho Luchi 10 11:17.276 13.395 1:02.903 10 40.062
8 25 Marcelo Elizeu 9 11:17.261 2 Laps 1:01.334 2 41.087
9 16 Fabio Sega 0 1:44.648 11 Laps --:--:--.--- 0 -
P. No. 65 Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 58 Pedro Buzato 10 10:14.469   1:00.334 1 41.767
2 22 Mario Guarizzo 10 10:50.619 36.150 59.949 2 42.036
3 36 André Bocaletto 10 11:19.432 1:04.963 1:06.528 5 37.879
4 713 Jean Dickson Junior 9 10:18.612 1 Lap 1:06.938 6 37.647
5 23 Victor Trevizan 9 11:08.902 50.290 1:10.375 6 35.808
P. No. 50 Laps Total Time Diff Best Time In Lap Best Speed
1 72 Vitor Godoi 8 11:08.213   1:19.539 2 31.683
2 72 Iezo Sega 7 11:09.260 1 Lap 1:29.934 6 28.021
3 37 Felipe Alexandre 6 11:06.863 2 Laps 1:43.119 5 24.438






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet