X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

7ª etapa - Circuito Interestadual de Velocross - Pedreira - SP
Publicado em: 08/06/2011

Primeiros campeões da temporada foram definidos no evento
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Mateus "Zig" Bernardini


Largada VX1


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 564 Fotos!
O Circuito interestadual de Velocross entrou na reta final com a penúltima etapa realizada na já conhecida pista da Fazenda Monte Nilo, em Pedreira (SP). Algumas categorias tiveram seus campeões revelados nesta etapa, mas a maioria delas só se decidirá na final dia 26 de junho, em Serra Negra (SP). Os destaques da prova foram Lucas Musseli, Rodolfo Breda e Thiago Tsuji que venceram duas baterias cada um.

A categoria Importada Estreante foi a primeira a largar e o garoto da casa Vinicius Marcon de CRF 150 fez o holeshot. A partir da segunda volta, Rodolfo Breda já era o líder, seguido de Bruno Lopes que pressionava muito querendo a posição. Ao meio da bateria, Breda conseguiu abrir uma certa vantagem sobre Bruno mantendo-se assim até o final. Pela terceira colocação, a briga foi entre Bruno de Angeli e Adilson Reis. Os dois chegaram a trocar de posição algumas vezes, mas Bruno se saiu melhor cruzando a quadriculada à frente de Adilson, que com a quarta colocação garantiu o título. Julio Custódio e Baiano Serra Negra que não fizeram uma boa prova decidem na última etapa o vice-campeonato.


Rodolfo Breda


Lucas Musseli
O garoto de Jarinú (SP), Lucas Musseli, acelerou forte e também garantiu seu título ao vencer de ponta a ponta a 85cc. Caio Godoy e Vinicius Marcon protagonizaram uma bela disputa pelo segundo posto. Os dois andaram juntos por toda a bateria. Godoy manteve a posição até a última volta quando Marcon conseguiu a ultrapassagem. Mauro Lucio cruzou na quarta colocação à frente de Bruninho Brunieri. Pelo vice-campeonato, quatro pilotos ainda estão na disputa.

Mesmo com pouco tempo de descanso entre uma bateria e outra, Lucas Musseli largou novamente e mais uma vez faturou a bateria e o título do campeonato, dessa vez na categoria Nacional Estreante. Lucas assumiu a ponta logo na primeira volta e beneficiado com as brigas pelas demais posições abriu uma boa vantagem, vencendo com tranqüilidade. Murilo Fadel que não havia largado bem se recuperou e cruzou na segunda colocação. André Batista foi outro que fez uma bela prova de recuperação vindo das últimas posições e completou a prova em terceiro, à frente de Felipe Caleffi e Kaique Toledo.


Samantha Jurça


João Pedro Raimundo
Samantha Jurça Trindade, que andava afastada das pistas devido a um acidente sofrido em uma corrida de motocross veio prestigiar o velocross e de quebra faturou a categoria Penélope.Com uma tocada agressiva e um nível técnico visivelmente maior que de suas concorrentes, Samantha venceu com tranqüilidade. A mineirinha de Ouro Fino, Larissa Dalló foi a segunda colocada e se mantém líder na categoria. Pela terceira colocação, a briga foi boa entre Juliana Alcici e Fernanda Mantovani, que após várias tentativas conseguiu a ultrapassagem garantindo o terceiro posto. Gabi Roscia completou o pódio chegando na quinta colocação. A decisão do campeonato nesta categoria ficou para a última etapa, entre Larissa Dalló e Marina Del Poente.

As categorias 50cc e 65cc largaram juntas. João Pedro Raimundo, da 50cc venceu de ponta a ponta no geral e Iezo Sega foi o segundo colocado. João Pedro é o atual líder do campeonato que ainda esta em aberto. Bruninho Brunieri, já campeão na categoria 65cc, venceu com Guilherme “Preguinho” Barbosa completando na segunda colocação.


Bruno Brunieri

Após uma rápida manutenção na pista e a entrega da premiação para as categorias que já haviam corrido foi dada a largada para a VX 3. Luis Gustavo Tassi e Daniel Vergueiro fizeram uma das baterias mais disputadas do dia. Tassi saiu na frente e teve a companhia de Vergueiro todo o tempo.


Luis Gustavo Tassi
Esse tentava a ultrapassagem em todas as curvas, chegando a estar por várias vezes lado a lado com o líder, que usou toda sua experiência para não permitir a ultrapassagem e vencer de ponta a ponta. Samantha Jurça ocupou a terceira colocação por boa parte da bateria. A garota deu muito trabalho para os pilotos e só foi superada por Evandro Contesini no final, completando com o quarto lugar.

Sergio “Prego” Barbosa que havia largado mal se recuperou e completou o pódio chegando em quinto. Nesta categoria o campeonato ainda não está decidido e a briga segue entre Evandro Contesini, Daniel Vergueiro e Ique Mattos.

Outra categoria que ficou com a decisão do campeonato para a última etapa é a 230 F. O até então líder, Edsinho Refundini, ocupava a terceira colocação quando abandonou após uma queda na metade da bateria. Fabrício Caleffi largou na ponta e chegou a abrir uma pequena vantagem do segundo colocado Jean Rodrigues, que ao meio da bateria aumentou o ritmo e encostou no líder. Porém, sem conseguir a ultrapassagem terminou na segunda colocação. Com este resultado Jean assumiu a liderança no campeonato. Luisinho Silva foi o terceiro colocado com Ique Mattos e Matheus Costa, que fizeram uma bela disputa durante a bateria completando respectivamente na quarta e quinta colocação.


Edson Cascata


Fabrício Caleffi
Edson Cascata confirmou seu titulo ao vencer de ponta a ponta a categoria VX 4. O piloto de Campinas (SP) andou muito forte e não teve em momento algum sua posição ameaçada. Pela segunda posição chegou Juninho Delalana, único piloto correndo com uma moto nacional em meio às especiais. Julio Custódio chegou a ocupar o terceiro posto, mas foi superado pelo mineiro Vicente Nunes que manteve a posição até o final. Peu Limeira veio de trás e nas últimas três voltas pressionou muito Julio Custódio, mas sem conseguir a ultrapassagem completou em quinto lugar. Vicente Nunes e Julio Custódio disputarão na última etapa o vice-campeonato.

Nesta mesma bateria a categoria VX 5 entrou na pista. Toninho da Mata e Marcio Caetano disputaram a liderança por boa parte da prova. Da Mata levou a melhor vencendo a bateria e assumindo a liderança do campeonato apenas um ponto à frente de Caetano. Com a experiência de seus 64 anos e carinhosamente chamado por todos de “Véio”, chegou Edson Mattos para completar o pódio dessa categoria, mostrando que não há limites para a prática do esporte.

Sergio “Prego” Barbosa assumiu a ponta da categoria VX 2 na primeira volta e liderou até o meio da bateria quando foi superado por Thiago Tsuji, que a partir daí imprimiu um ritmo forte vencendo com tranqüilidade. Prego completou na segunda colocação. Edmar “Sagui” manteve o terceiro posto durante toda a bateria. Marcio Tadeu Caetano foi o quarto colocado com Bruno Lopes logo atrás. Marcio Caetano e Gustavo Beazin, que não participou dessa etapa, são os únicos que ainda podem levar o título nesta categoria.


Thiago Tsuji

A Nacional, como sempre foi uma das mais disputadas. Rodolfo Breda e Edsinho Refundini se revezaram na liderança por toda a prova. Breda levou a melhor faturando a bateria após uma queda de Refundini na última volta. Juninho Delalana que chegou a disputar a liderança no início da prova foi o segundo colocado. Pela terceira colocação as posições só se definiram na linha de chegada com Edmar “Sagui” completando na terceira colocação, logo à frente de Ivan Grando e Jeferson Toledo. Refundini completou em nono e perdeu a liderança do campeonato para Rodolfo Breda, que segue para a última etapa com quatro pontos de vantagem sobre Refundini.


Toninho da Mata
Ique Mattos fez o holeshot na categoria VX 1, mas ao final da primeira volta, Thiago Tsuji já era o líder. Tsuji não quis saber de brincadeira e tratou de acelerar forte, abrindo uma boa vantagem para vencer tranquilo sua segunda bateria no dia. Daniel Vergueiro assumiu a segunda colocação, manteve-se assim até a quadriculada. Evandro Contesini e Clayton Grassi cresceram durante a prova e completaram respectivamente na terceira e quarta colocação, logo à frente de Ique Mattos, até então líder do campeonato, e que agora ocupa o segundo lugar com nove pontos de desvantagem para Daniel Vergueiro.

Apesar de alguns contratempos durante a etapa, Luis Francisco Panini, diretor da Panini Sports fez uma avaliação muito positiva da prova. "Agradeço a Prefeitura Municipal de Pedreira, em todas as secretarias envolvidas pelo grande apoio que sempre é dado em nossos eventos realizados nessa cidade. Tivemos um problema em nosso gerador de energia que ocasionou a queima de nosso computador impedindo a utilização do sistema de cronometragem eletrônica. Ela foi realizada de forma manual, não alterando em nada os resultados das baterias. Lembramos que a Panini Sport é uma empresa familiar ainda com poucos recursos financeiros, mas que preza acima de tudo pela segurança dos pilotos e o crescimento do esporte", disse.

A grande final do Circuito Interestadual de Velocross será em Serra Negra (SP), na tradicional pista do Recinto Casco de Ouro, no próximo dia 26 de junho. O campeonato conta com apoio de MR Pro Braces, 5inco, Sagui Racing, IMS, Miami Náutica e Miami Motos. Mais informações sobre o calendário e classificação geral no site oficial da Panini Sport.

Resultados
Pos 50cc Diferença Melhor Volta Pontos
21 João Pedro Raimundo 10,50,000 0,000 25
72 Iezo Sega 0,000 0,000 21
Pos 65cc Diferença Melhor Volta Pontos
33 Bruno Brunieri 10,50,000 0,000 25
7 Guilherme Barbosa (Preguinho) 0,000 0,000 21
Pos 85cc Diferença Melhor Volta Pontos
22 Lucas Musseli 10,40,000 0,000 25
118 Vinícius Marcon 0,000 0,000 21
8 Caio Godoy 0,000 0,000 16
97 Mauro Lucio 0,000 0,000 13
33 Bruno Brunieri 0,000 0,000 11
11 Pedro Augusto 0,000 0,000 9
18 Leonardo Vilalva 0,000 0,000 7
Pos 230 F Diferença Melhor Volta Pontos
2 Fabricio Caleffi 12,45,000 0,000 25
841 Jean Rodrigues 0,000 0,000 21
150 Luizinho Silva 0,000 0,000 16
19 Ique Mattos 0,000 0,000 13
15 Matheus Costa 0,000 0,000 11
16 Bruno Lopes 0,000 0,000 9
18 Kaique Toledo 0,000 0,000 7
46 Giovani Maia 0,000 0,000 5
7 Erik Gerbi 0,000 0,000 3
10° 199 Rafael da Silva 0,000 0,000 1
11° 11 Gui Refundini 0,000 0,000 0
Pos Importada Estreante Diferença Melhor Volta Pontos
25 Rodolfo Breda 12,10,000 0,000 25
62 Bruno Lopes 0,000 0,000 21
14 Bruno de Angeli 0,000 0,000 16
33 Adilson Reis 0,000 0,000 13
64 Leandro Adão 0,000 0,000 11
77 Gabriel Silva 0,000 0,000 9
86 Peu Limeira 0,000 0,000 7
259 Cachorrão 0,000 0,000 5
184 Walmir de Souza 0,000 0,000 3
10° 765 Baiano 0,000 0,000 1
11° 28 Julio Custodio 0,000 0,000 0
12° 171 Weber Pacheco 0,000 0,000 0
13° 118 Vinicius Marcon 0,000 0,000 0
14° 25 Marcelo Eliseu 0,000 0,000 0
Pos Nacional Diferença Melhor Volta Pontos
115 Rodolfo Breda 13,10,000 0,000 25
333 Juninho Delalana 0,000 0,000 21
90 Sagui 0,000 0,000 16
51 Ivan Grando 0,000 0,000 13
18 Jeferson Toledo 0,000 0,000 11
7 Thiago Luchi 0,000 0,000 9
117 Henrique Pereira Filho 0,000 0,000 7
367 Washington Cantareira 0,000 0,000 7
1 Gui Refundini 0,000 0,000 7
10° 119 Rafael da Silva 0,000 0,000 7
Pos Nacional Estreante Diferença Melhor Volta Pontos
22 Lucas Musseli 12,35,000 0,000 25
5 Murilo Fadel 0,000 0,000 21
15 André Batista 0,000 0,000 16
2 Felipe Manara 0,000 0,000 13
18 Kaique Toledo 0,000 0,000 11
50 Guiuliano Espósito (Zoio) 0,000 0,000 9
515 André Monte Sião 0,000 0,000 7
51 Ivan Grando 0,000 0,000 5
115 Juca Piva 0,000 0,000 3
10° 0 Bonão 0,000 0,000 1
11° 117 Henrique Pereira 0,000 0,000 0
12° 367 Washington Cantareira 0,000 0,000 0
13° 13 Felipe Lima 0,000 0,000 0
14° 0 Alexandre 0,000 0,000 0
Pos Penélope Diferença Melhor Volta Pontos
74 Samantha 11,10,000 0,000 25
21 Larissa Laira 0,000 0,000 21
45 Fernanda Mantovani 0,000 0,000 16
865 Juliana Alcici 0,000 0,000 13
16 Gabi Roscia 0,000 0,000 11
Pos VX - 1 Diferença Melhor Volta Pontos
74 Thiago Tsuji 14,20,000 0,000 25
275 Daniel Vergueiro 0,000 0,000 21
42 Evandro Contecini 0,000 0,000 16
23 Cleyton Grassi 0,000 0,000 13
19 Ique Mattos 0,000 0,000 11
727 Luiz Gustavo Tassi 0,000 0,000 9
46 Cascatinha 0,000 0,000 7
Pos VX - 2 Diferença Melhor Volta Pontos
74 Thiago Tsuji 13,55,000 0,000 25
107 Sergio Barbosa (Prego) 0,000 0,000 21
28 Sagui 0,000 0,000 16
26 Marcio Tadeu Caetano 0,000 0,000 13
62 Bruno Lopes 0,000 0,000 11
171 Weber Pacheco 0,000 0,000 9
184 Walmir de Souza 0,000 0,000 7
23 João Vitor 0,000 0,000 5
45 Vicenti Nunes 0,000 0,000 3
10° 259 Bruno de Angeli 0,000 0,000 1
11° 18 Bruno Vilalva 0,000 0,000 0
Pos VX - 3 Diferença Melhor Volta Pontos
727 Luiz Gustavo Tassi 13,30,000 0,000 25
275 Daniel Vergueiro 0,000 0,000 21
422 Evandro Contecini 0,000 0,000 16
74 Samantha 0,000 0,000 13
107 Sérgio Barbosa (Prego) 0,000 0,000 11
19 Ique Mattos 0,000 0,000 9
26 Marcio Tadeu Caetano 0,000 0,000 7
25 Rodolfo Breda 0,000 0,000 5
Pos VX - 4 Diferença Melhor Volta Pontos
46 Cascata 12,50,000 0,000 25
333 Juninho Delalana 0,000 0,000 21
45 Vicenti Nunes 0,000 0,000 16
28 Julio Custódio 0,000 0,000 13
86 Peu Limeira 0,000 0,000 11
17 Luciano Camacho 0,000 0,000 9
25 Marcelo Eliseu 0,000 0,000 7
Pos VX - 5 Diferença Melhor Volta Pontos
46 Toninho da Mata 12,50,000 0,000 25
26 Marcio Tadeu Caetano 0,000 0,000 21
13 Edson Mattos 0,000 0,000 16






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet