X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

6ª etapa - Circuito Interestadual de Velocross - Serra Negra - SP
Publicado em: 03/06/2011

Gates cheios e muitas disputas no retorno da competição à Serra Negra
Redação MotoX.com.br - Texto: Luiz C. Garcia - Fotos: Sérgio Oliveira


Largada VX3


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 522 Fotos!
O Circuito Interestadual de Velocross vem crescendo a cada prova e sua sexta etapa foi uma prova disso, que aconteceu em Serra Negra (SP), palco também da rodada de abertura. Apesar de ser um campeonato novo, a organização do evento a cargo da Panini Sport, tem experiência em provas da modalidade e para o segundo semestre, a promessa é de fortes emoções com a Copa Sul Minas de Velocross.

“Estamos fechando o calendário para o segundo semestre e é bom ver que tem empresas e prefeituras acreditando no nosso trabalho sério dentro do esporte. Também é gratificante acompanhar em cada etapa o aumento do número de pilotos. A pista é diferente do motocross, mas a emoção da disputa é a mesma e muito mais segura”, comentou Luiz Panini, organizador da competição.


João Pedro e Bruno Brunieri


Márcio Caetano
Nesta última etapa a pista era bastante conhecida entre os pilotos e, com apoio da Prefeitura local, ela sofreu algumas pequenas alterações deixando-a mais segura, o que resultou em emocionantes disputas nas treze categorias.

“Sempre prezamos pela segurança dos pilotos, por isso decidimos fazer pequenas modificações na pista para que a prova fosse mais emocionante e segura. Também planejamos uma manutenção de pista mais eficiente e que não faça perder muito tempo”, ressaltou Panini.

Nas categorias reservadas para quem vai fazer o futuro do motociclismo, deu João Pedro na 50cc e Bruno Brunieri na 65cc.

Já entre os pilotos mais experientes da VX5, Márcio Caetano levou a melhor sobre Toninho da Mata e Edson Mattos.


Adilson dos Reis


Luzinho Queiroz
A etapa foi tão equilibrada que Alan Ferro foi o único a vencer duas baterias (VX3 e 230cc), nas demais, um vencedor diferenta para cada categoria. A Importada Estreante foi prova clara disto, contando com quatro lideres diferentes até que Adilson dos Reis assumiu a ponta em definitivo, deixando Cristiano Floresi em segundo. José Ricardo 'Baiano' segurou até os últimos metros os ataques de Valdir Souza, garantindo a terceira colocação.

Luizinho Queiroz venceu a 85cc, deixando Lucas Mucelli em segundo e Vinícius Marcon em terceiro. A representante feminina na categoria, Larissa Laira, subiu ao pódio na quarta colocação.

Com o gate cheio, a Nacional Estreante viu a vitória de Renan Banana, que segurou a ponta mesmo muito pressionado por Lucas Mucelli no começo da prova. Os dois abriram uma diferença de dez segundos para o terceiro colocado, André Sião, que recebeu a bandeirada a frente de Heitor Vilanova e Giuliano 'Zoio'.


Renan 'Banana' Mative


Juliana Alcici
Uma das mais aguardadas baterias é a Penélope E não pense que por se tratar de uma categoria feminina elas dão moleza. Juliana Alcici venceu a muito custo e com uma diferença de apenas 300 milésimos de segundo a frente de Larissa Laira. Esta por sua vez, fez o holeshot mas caiu ainda no começo da prova e numa corrida de recuperação alcançou a líder, mas Juliana conseguiu administrar a pressão. Marina Del Ponte terminou a prova em terceiro, com Paula Bueno em quarto. Outra que teve muito trabalho no final da prova foi Aline Ferro, que conseguiu ficar a frente de Gabi Roscia por apenas meio segundo.

Três pilotos disputaram até a ultima volta a liderança da VX3 e terminaram com menos de 2 segundos entre eles. Alan Ferro largou no final do pelotão e foi subindo de posições até assumir a ponta no finalzinho da bateria. Menos de 1 segundo atrás, veio Daniel Vergueiro na segunda posição. Evandro Contecini terminou em terceiro, colado nos dois ponteiros. Fabinho Silva ficou em quarto e Ricardo Osny em quinto.


Alan Ferro


Gustavo Beasin
Na 230cc, Alan Ferro fez uma corrida com ritmo forte mas somente na metade final da prova é que conseguiu ficar a frente. Mesmo assim terminou com menos de um segundo de vantagem sobre Jean Rodrigues. Ique Matos terminou a prova em terceiro e completando o pódio ficaram Cokinho e Lindomar Silva.

Beto Vilalva foi o único dos vencedores do dia que teve uma liderança mais tranquila. Venceu de ponta a ponta a VX4 com uma pequena, mas confortável diferença em relação a José Luis Marcon. Joel Colega terminou a prova dois segundos atrás de Marcon, na terceira colocação, com Edson Cascata e Júlio Custódio fechando as cinco primeiras posições.

Gustavo Beasin tratou de garantir logo a liderança da VX2. Largou na frente e conseguiu se sustentar na primeira posição mesmo tendo Diego Parmira por perto. Alcides Beasin conseguiu superar Jean Rodrigues e terminou na terceira colocação conseguindo abrir um segundo de diferença. Márcio Caetano veio logo atrás de Jean, em quinto.


Beto Vilalva


Diego Parmira
Doze segundos e meio, esta foi a vantagem de Rodolfo Breda em sua vitória na categoria Nacional, penúltima prova do dia. Renan Banana ficou em segundo, seguido por Gustavo Zuanazzi, terceiro colocado, Henrique Filho e Gilmar Oliveira, quarto e quinto, respectivamente.

A prova que encerrou esta sexta etapa foi a VX1. Uma das mais disputadas do dia com várias ultrapassagens. O vencedor foi Diego Parmira, que ficou a menos de um segundo a frente de Fabinho Silva. Grudado com os ponteiros veio Alan Ferro em terceiro e Daniel Vergueiro em quarto, a apenas 3 segundos e meio do vencedor. Ou seja, os quatro primeiros colocados terminaram a prova com uma diferença inferior a quatro segundos. Evandro Contecini terminou na quinta colocação, após uma bela disputa particular com Ique Matos.

Após a prova, os organizadores do evento parabenizaram a Prefeitura Municipal de Serra Negra pelo apoio que vem dando à modalidade e a promessa é de um evento maior na grande final do campeonato, que acontecerá no mesmo circuito, marcada para o dia 26 de junho .


Rodolfo Breda

A próxima etapa do Circuito Interestadual de Velocross será em Pedreira (SP), onde está sendo preparada uma grande festa para receber pilotos, equipes familiares e público, no próximo dia 5 de junho. O campeonato conta com apoio de MR Pro Braces, 5inco, Sagui Racing, IMS, Miami Náutica e Miami Motos. Mais informações sobre o calendário e classificação geral no site oficial da Panini Sport.


Pos 50cc Diferença
656 João Pedro ( Baianinho ) 10,23,150
Pos 65cc Diferença
33 Bruno Brunieri 10,23,150
Pos 85cc Diferença
236 Luzinho Queiroz 11,32,090
22 Lucas Mucelli 6,63
118 Vinícius Marcon 29,61
21 Larissa Laira 1 Lap
930 Gustavo Yudi 1,05
97 Mauro Lucio 23,26
7 Italo Grando 2 Laps
Pos 230 F Diferença
9 Alan Ferro 13,52,940
841 Jean Rodrigues 0,7
19 Ique Mattos 4,09
90 Cokinho 11,51
13 Lindomar da Silva 20,74
764 Heitor Campos 21,15
7 Erik Gerbi 43,7
68 Ronaldo Coco 46,31
251 Felipe Camargo 48,29
10° 18 Kaique Toledo 55,04
Pos Importada Estreante Diferença
33 Adilson dos Reis 12,07,900
325 Cristiano Floresi 7,07
765 Baiano 12,42
184 Waldir de Souza 12,87
118 Vinícius Marcon 18,79
841 Jean Rodrigues 24,7
77 Gabriel Silva 26,27
28 Julio Custódio 30,36
43 Douglas Canela 1 Lap
10° 25 Marcelo Eliseu 24,13
Pos Nacional Diferença
115 Rodolfo Breda 12,29,180
804 Renan Mative ( Banana ) 17,12
293 Gustavo Zuanazzi 26,47
117 Henrique Filho 1 Lap
233 Gilmar Oliveira 26,61
18 Kaique Toledo 2 Laps
0 Rafael da Silva 39,19
Pos Nacional Estreante Diferença
804 Renan Mative ( Banana ) 11,48,540
22 Lucas Mucelli 4,1
515 André Monte Sião 14,7
94 Heitor Vilanova 27,17
50 Guiulano Zoio 39,55
0 Junior Zuanazzi 40,84
0 Matos America 44,65
527 Thiago Luchi 1 Lap
18 Jeferson Polemo 2,99
10° 0 Laion Vitor 38,83
Pos Penélope Diferença
865 Juliana Alcici 11,14,090
21 Larissa Laira 0,31
95 Marina Del Poente 4,36
277 Paula Bueno 25,66
87 Aline Ferro 47,39
16 Gabi Roscia 47,79
45 Fernanda Mantovani 1 Lap
28 Karine Custódio 51,17
Pos VX - 1 Diferença
29 Diego Parmira 13,29,330
4 Fabinho Silva 0,86
17 Alan Ferro 1,14
275 Daniel Vergueiro 3,49
422 Evandro Contecini 42,48
19 Ique Mattos 44,12
9 Ricardo Osny 50,43
325 Cristiano Floresi 1 Lap
25 Rodolfo Breda 4,65
10° 46 Cascatinha 16,42
Pos VX - 2 Diferença
377 Gustavo Beasin 13,16,580
399 Diego Parmira 7,75
721 Alcides Beasin 10,78
841 Jean Rodrigues 11,85
26 Marcio Tadeu Caetano 20,66
0 Vinícius D. 40,95
184 Waldir de Souza 1 Lap
171 Weber Pacheco 2 Laps
45 Dú Mantovani 21,21
10° 776 Nilson Monte Sião 9 Laps
Pos VX - 3 Diferença
29 Alan Ferro 13,24,360
275 Daniel Vergueiro 0,36
422 Evandro Contecini 1,83
4 Fabinho Silva 18,89
9 Ricardo Osny 33,04
25 Rodolfo Breda 33,46
991 Joel Colega 38,93
128 José Luis Marcon 42,23
19 Ique Mattos 43,22
10° 33 Adilson Reis 1 Lap
Pos VX - 4 Diferença
352 Beto Vilalva 13,10,530
128 José Luis Marcon 8,66
991 Joel Colega 10,11
46 Cascata 44,49
28 Julio Custódio 1 Lap
29 Cesar Del Poente 10,02
17 Luciano Camacho 12,27
25 Marcelo Eliseu 2 Laps
5 Milton Eliseu 4,97
10° 45 Vicenti Nunes 7 Laps
Pos VX - 5 Diferença
26 Marcio Tadeu Caetano 13,10,530
46 Toninho da Mata 10,54
13 Edson Mattos 3 Laps






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet