X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

Veloterra de Inverno na Fazenda Borgarelli - Amparo - SP
Publicado em: 01/06/2011

Competição foi marcada por momentos de descontração entre os pilotos
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Mateus "Zig" Bernardini


Largada VX1


André Bêra
Mais do que uma simples corrida, o Veloterra de Inverno na Fazenda Borgarelli foi uma grande confraternização de velhos e novos amigos apaixonados pelo motociclismo off-road. O tradicional local e muito conhecido no cenário esportivo desde a década de 1980, como sempre atraiu um grande público que pode curtir além das disputas na pista, uma grande festa com muita música e gente bonita. Por ser uma prova extra, o que prevaleceu foi um clima descontraído de amizade e reencontros, muito raro de se ver em provas de campeonato.

Mesmo assim, os pilotos que participaram das 12 categorias queriam vencer e proporcionaram ao público belas disputas. A pista contou com um bom sistema de irrigação e traçado muito elogiado pelos pilotos. Para as crianças, a grande área verde com trilhas, lagos e animais silvestres foi uma diversão a parte.

No sábado, foram realizados os treinos livres e as disputas das categorias Taça Cidade Nacional e Importada encerraram o dia. André Bêra, o "Dididil" saiu na frente e dominou de ponta a ponta a Taça Cidade Importada. Bruno Urbano, após não ter largado tão bem, fez uma corrida de recuperação e terminou com a segunda colocação, logo à frente de Guilherme “Pitaka”. Rafael Lenzi garantiu o quarto posto e Vitor Nora completou o pódio.


Luisinho Silva


Juliano Tavela
Luisinho Silva fez uma boa largada e se aproveitou das disputas pelas demais posições para abrir uma boa vantagem, vencendo tranqüilo a Taça Cidade Nacional. Gabriel Lenzi, que poderia ter estragado os planos do vencedor, largou mal e perdeu muito tempo até alcançar o segundo posto. Ronildo Reis largou na segunda posição, mas uma queda já na primeira volta o jogou para o final do pelotão. Mesmo com a moto avariada Reis se recuperou e completou a prova na terceira colocação à frente de William“Bizu” e Edinho Bonafé.

Já no domingo, após os treinos livres foi a vez da categoria VX3 largar. Vagner Tomé saiu na frente e dominou a bateria até três voltas do final quando o mineiro de Poços de Caldas Luis Gustavo Tassi, o "Alemão", depois de várias tentativas conseguiu a ultrapassagem, seguindo assim até a quadriculada. Tomé completou na segunda colocação. André Bêra, o "Dididil" chegou a ocupar o segundo posto, mas perdeu posições durante a prova e completou na quarta colocação, logo atrás de Jonas Tavella.


Raphaela Recanelli


Guilherme Recanelli
Juliano Tavella venceu com certa facilidade a categoria VX4. O piloto de Bragança Paulista (SP) largou na ponta e manteve a posição até o final. Robert Seichi ocupou o segundo posto por boa parte da bateria mas foi ultrapassado por Peu Limeira e terminou com a terceira posição.

As categorias Júnior e Penélope largaram juntas e o que marcou essas baterias foi a vitória de dois irmãos, cada qual em sua categoria. Guilherme Recanelli largou muito bem, e com uma tocada muito forte venceu de ponta a ponta a Júnior, deixando Gabriel Gomieiro e Julio Corsi respectivamente com a segunda e terceira colocações. Já para sua Irmã Raphaela, as coisas não foram tão fáceis. Ela saiu na frente, mas sofreu uma queda na primeira volta, sendo ultrapassada por Luciana Corsi e Suzana Lenzi. Ao meio da bateria, após passar Suzana, Raphaela encostou na ponteira e após algumas voltas retomou a liderança da bateria seguindo assim até o final.


Ronildo Reis


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 511 Fotos!
Briga bonita entre dois pilotos locais na categoria Nacional até 230cc. Gabriel Lenzi assumiu a ponta na largada e chegou a abrir uma pequena vantagem do pelotão nas primeiras voltas. Luisinho Silva que não havia largado tão bem se recuperou e ao meio da bateria encostou em Lenzi que, após algumas voltas escorregou em uma curva e caiu, deixando mais fácil para Luisinho vencer a bateria. Lenzi retornou a prova na sexta posição e após belas ultrapassagens finalizou a bateria com um segundo lugar. Fabricio Mattar ocupou o segundo posto por boa parte da prova, mas foi ultrapassado no final terminando na terceira colocação, à frente de Marcelo Fuzari e Felipe Caleffi.

Mais um piloto da casa subiu ao lugar mais alto do pódio. Dessa vez foi Ronildo Reis na categoria Nacional acima de 230cc. Reis largou na ponta e teve que suportar por toda a prova os ataques de Pedro Júnior. Os ponteiros andaram juntos por toda a bateria, Pedro tentava em todas as curvas superar o líder, mas sem êxito nas investidas, o paulistano teve que se contentar com a segunda colocação. Leandro Doreto, também correndo em casa, conquistou a simpatia do dos expectadores, ao correr com uma ‘velha guerreira’, há muito tempo sumida das pistas. Ele que não havia largado bem, veio com belas ultrapassagens trazendo sua Yamaha DT 200 até as primeiras colocações, mas na última volta, quando disputava o segundo posto sofreu uma queda e completou a prova na sexta colocação. Japa”Racing” cruzou a linha de chegada na terceira posição seguido de Alexandre Miranda e Edinho Bonafé.


Luis Gustavo Tassi


Diogo Biazeto
O mineiro Luis Gustavo Tassi conquistou sua segunda vitória no dia. Ele assumiu a ponta da categoria VX1 na terceira volta ao ultrapassar Gabriel Lenzi. Quase no final teve o pneu dianteiro de sua moto furado, porém devido à boa vantagem que conseguiu sobre o segundo colocado durante a bateria manteve a posição até o final. João Paulo Oliveira sofreu uma queda no começo da bateria e caiu para última posição. A partir daí voltou à prova com um ritmo forte e conseguiu conquistar o terceiro lugar, com Robert Seichi em quarto e Vitor Nora na quinta colocação.

Peu Limeira saiu na frente na categoria VX2, mas na segunda volta Diogo Biazeto já era o líder da bateria. Com uma tocada muito forte, Biazeto abriu uma larga vantagem, cruzando a quadriculada cerca de 42 segundos à frente do segundo colocado André Bêra. Peu terminou na terceira colocação, seguido de Bruno Urbano, que fez uma corrida de recuperação, após ter sofrido uma queda na primeira curva. Rodolfo Urbano completou os cinco mais rápidos.


Fabricio Caleffi


Peu Limeira
Com o gate cheio, a Nacional Força Livre prometia uma bela briga entre Fabricio Caleffi e os pilotos da casa Gabriel Lenzi e Luisinho Silva. Caleffi largou na ponta e se aproveitou das brigas pelas posições anteriores para se distanciar do pelotão. Luisinho levou cinco voltas para conseguir superar Lenzi e partir para cima do líder, mas ai já era tarde, pois Caleffi administrou bem a vantagem conseguida no início e venceu a bateria cerca de três segundos à frente de Luisinho. Lenzi passou a sofrer com os ataques de Diogo Biazeto, que a quatro voltas do final conseguiu a ultrapassagem e terminou com o terceiro lugar no pódio. Lenzi finalizou na quarta colocação, com Marcelo Fuzari em quinto.

Com apenas três pilotos no gate a Importada Força Livre encerrou o dia de competições. Vitor Nora saiu na frente e se manteve na liderança até o meio da bateria, quando Peu Limeira assumiu o posto para não mais deixar. Vitor completou na segunda colocação com Robert Seichi em terceiro.

O evento foi promovido por José Borgarelli e teve organização e cronometragem da equipe Asfaltozero, além disso, contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Amparo e patrocínio de: Maximus Vistorias, Posto Portal das Águas Petrobrás, Band FM, Supermercado Poupe Bem, Comercial Marchi Materiais para Construção, Cappi Recuperadora de Veículos, Transpel, Grupo Lena, Davi Radiadores, Mar Lu Confecções, Center Som, Panificadora Amparense, Vipa Serralheria e Jornal A Tribuna.

Resultados

Pos No. Vx 3 Laps T Time Diff B Time In L Speed
1 727 Luis Gustavo Tassi 17 14:26.210   48.601 10 51.851
2 22 Vagner Tomé 17 14:33.457 7.247 49.657 7 50.748
3 74 Jonas Tavella 17 14:59.625 33.415 51.102 7 49.313
4 782 Dididil 17 15:00.144 33.934 51.486 17 48.945
Pos No. Vx 4 Laps T Time Diff B Time In L Speed
1 18 Juliano Tavella 17 15:14.356   51.572 6 48.864
2 86 Peu Limeira 16 15:13.247 1 Lap 53.341 8 47.243
3 117 Robert Seichi 15 14:47.212 2 Laps 55.567 11 45.351
Pos No. 85cc Laps T Time Diff B Time In L Speed
1 238 Guilherme Recanelli 13 12:48.499   57.434 5 43.876
2 55 Gabriel Gomieiro 13 13:13.322 24.823 58.643 3 42.972
3 78 Julio Corsi 12 13:09.707 1 Lap 1:02.302 2 40.448
Pos No. Penélope Laps T Time Diff B Time In L Speed
1 237 Raphaela Recanelli 12 13:33.422   1:02.157 3 40.542
2 39 Luciana Corsi 11 13:44.840 1 Lap 1:07.695 2 37.226
3 804 Suzana Lenzi 10 12:51.352 2 Laps 1:13.489 5 34.291
Pos No. Nacional Até 230cc Laps T Time Diff B Time In L Speed
1 151 Luisinho Silva 16 14:25.251   51.755 4 48.691
2 804 Gabriel Lenzi 16 14:38.931 13.680 52.585 2 47.922
3 110 Fabricio Mattar 16 14:43.067 17.816 53.469 2 47.130
4 277 Marcelo Fuzari 16 14:50.793 25.542 54.445 2 46.285
5 1 Felipe Calefi 16 14:56.065 30.814 53.859 2 46.789
6 26 Rafael Coser 16 14:59.297 34.046 54.461 9 46.272
7 195 Rodrigo Scarelli 16 15:07.909 42.658 53.850 3 46.797
8 64 Diego Silvério 16 15:13.437 48.186 55.698 5 45.244
9 237 Carlos Recanelli 16 15:15.272 50.021 55.345 11 45.533
10 7 Lucas Mortadela 15 15:03.628 1 Lap 58.529 3 43.056
Pos No. Nacional Acima De 230cc Laps T Time Diff B Time In L Speed
1 129 Ronildo Reis 15 13:36.947   53.762 5 46.873
2 86 Pedro Junior 15 13:38.198 1.251 53.282 3 47.296
3 77 Japa Racing 15 13:42.853 5.906 52.364 6 48.125
4 4 Alexandre Miranda 15 14:05.636 28.689 54.593 1 46.160
5 13 Eder Bonafé 15 14:06.626 29.679 54.814 7 45.974
6 857 Leandro Doreto 15 14:15.464 38.517 52.030 11 48.434
7 Xx André Thiago 15 14:24.221 47.274 55.310 3 45.561
8 129 Marco Antonio 14 13:41.971 1 Lap 57.020 7 44.195
9 121 Ricardo Covaer 14 14:03.819 21.848 56.532 4 44.577
10 Xx Edvaldo Covaes 12 14:09.332 3 Laps 1:05.804 11 38.296
Pos No. Vx 1 Laps T Time Diff B Time In L Speed
1 727 Luis Gustavo Tassi 16 13:36.667   49.054 6 51.372
2 217 Gabriel Lenzi 16 14:17.199 40.532 51.300 4 49.123
3 4 João Paulo Oliveira 15 14:07.992 1 Lap 52.787 2 47.739
4 117 Roberto Seichi 15 14:21.141 13.149 54.962 2 45.850
5 14 Vitor Nora 15 14:31.388 23.396 54.784 3 45.999
6 45 Alemão Mega Cycle 13 14:07.460 3 Laps 1:01.128 5 41.225
Pos No. Vx 2 Laps T Time Diff B Time In L Speed
1 14 Diogo Biazeto 16 13:37.461   49.314 6 51.101
2 782 Dididil 16 14:20.332 42.871 52.210 5 48.267
3 86 Peu Limeira 16 14:25.308 47.847 52.742 5 47.780
4 12 Bruno Urbano 15 13:45.043 1 Lap 53.250 6 47.324
5 10 Rodolfo Urbano 15 13:45.703 0.660 52.675 8 47.841
6 97 Rafael Grilo 10 9:00.082 6 Laps 51.951 10 48.507
Pos No. Nacional Força Livre Laps T Time Diff B Time In L Speed
1 1 Fabricio Caleffi 17 14:38.620   50.720 15 49.685
2 39 Luisinho Silva 17 14:41.825 3.205 50.187 10 50.212
3 14 Diogo Biazeto 17 14:57.534 18.914 51.723 16 48.721
4 804 Gabriel Lenzi 17 14:59.207 20.587 51.411 16 49.017
5 277 Rafael Grillo 17 15:31.842 53.222 52.318 12 48.167
6 129 Ronildo Reis 16 14:50.828 1 Lap 53.918 6 46.738
7 195 Rodrigo Scarelli 16 14:51.937 1.109 54.409 11 46.316
8 77 Carlos Da Silva 16 14:56.636 5.808 52.853 9 47.679
9 72 Thiago Graf 15 15:13.840 2 Laps 54.245 3 46.456
10 5 Clodoaldo Henrique 15 15:33.592 19.752 1:00.023 2 41.984
Pos No. Importada Força Livre Laps T Time Diff B Time In L Speed
1 86 Peu Limeira 11 9:51.594   52.215 3 48.262
2 14 Vitor Nora 11 10:05.495 13.901 53.709 1 46.920
3 117 Robert Seichi 9 8:27.251 2 Laps 54.009 1 46.659






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet