X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

2ª etapa - Gaúcho de Velocross - Jaguarão - RS
Publicado em: 25/05/2011

Prova reuniu 180 pilotos vindos de todo o Estado 
Redação MotoX.com.br - Fotos: André Charão


Largada VX2


Moises Folha
Com a participação de mais de 180 pilotos vindos de todas as partes do Rio Grande do Sul, a segunda etapa do Rinaldi Gaúcho de Velocross, disputada este final de semana, em Jaguarão, cumpriu todas as expectativas.

A prova foi muito bem organizada e atraiu um grande público, estimado em quatro mil pessoas. A cidade, vizinha do Uruguai, também teve a participação de pilotos do país que faz fronteira com o Brasil.

O bom clima da região ajudou a deixar a prova ainda mais emocionante e agradável para os gaúchos. Na categoria VX4 Nacional, mesmo sem sair na frente, Moisés Folha conseguiu subir ao lugar mais alto do pódio.

A prova começou com a liderança de Leandro Salazar que acabou perdendo o posto mais tarde. Moisés então acelerou forte e saiu da pista com a primeira posição, seguido de Anibal Barreto e Marcos Faria.


Michel Fiel


Silvio Henrique
Antes disso, a VX4 Importada também teve uma boa disputa. Júlio Balzan foi quem saiu na frente, com Silvio Henrique logo atrás. Porém, a vantagem do líder só cresceu ao longo da prova até que uma queda na última volta tirou as chances do piloto que teve que deixar a vitória para o adversário. Antonio Viana foi o segundo e Fernando Fernandes chegou em terceiro.

Na 50cc, os pequenos brilharam muito. Com grande participação de pilotos do país vizinho, a briga foi bastante atrativa. No final, o uruguaio Matias Bardesio levou a melhor com seu conterrâneo Facundo Llambias e o brasileiro Gabriel Costa cruzando a bandeira quadriculada na sequência.

O retorno de Michel Fiel lhe garantiu a vitória na categoria Novatos Nacional. Depois de uma largada apertada, o piloto conseguiu se destacar e começou a construir rapidamente o resultado. Após brigar pela segunda colocação, Getúlio Pacheco Júnior ficou com o posto e Rodrigo Cunha terminou em terceiro.


Fabrício Rosso


Matias Bardesio
Fabrício Rosso e Patrick Crivelaro foram os protagonistas da classe Estreantes Importadas. Depois de assumir as primeiras posições já no começo da bateria, os dois se alternaram na liderança por vários momentos até que Fabrício confirmou o primeiro lugar deixando o adversário em segundo. Alisson Ott chegou em terceiro.

A VX3 Nacional foi uma das mais disputadas do dia. Lucindo Amorim largou na frente seguido de Sérgio Braga Júnior, que não demorou muito a assumir o primeiro posto. Porém, a alegria do piloto não durou muito, pois, muito rápido, Moisés Folha lhe roubou a posição. Posteriormente, ele também perdeu espaço para Norton Souza que conseguiu cruzar a linha de chegada em primeiro. Moisés completou a prova em segundo e Sérgio em terceiro.

Rodrigo Volcan entrou com força total na disputa da VX3 Importadas. Sem dar chances aos adversários, ele confirmou uma vitória de ponta a ponta com Júlio Balzan e Cleomones Gomes em terceiro. Sérgio Marques Moraes e Cássio Rossi iniciaram a briga pela vitória logo no início da 230cc. Mas no final, foi Cássio quem se saiu melhor e faturou a bateria, seguido pelo oponente. Getúlio Pacheco Júnior completou o trio de vencedores.


Rodrigo Volcan

A VX2 também contou com a disputa particular entre brasileiros e uruguaios. Os vizinhos Augustin Pereyra e Mauricio Alvarez saíram em primeiro, com Matheus Basso e seu irmão Lucas na sequência. Os dois tiveram um excelente desempenho e acabaram com a festa uruguaia, confirmando a dobradinha da liderança mais tarde. Augustin Pereyra foi o terceiro colocado.


Felippe Menuzzi


Norton Souza
Na 65cc, Felippe Menuzzi, tricampeão do campeonato, retornou às pistas após ficar afastado por alguns meses. O piloto conformou uma vitória de ponta a ponta com o uruguaio Matias Vargas na segunda posição. Júnior Leandro Pick completou o trio.

Se na 65cc os brasileiros prevaleceram, na 85cc, os uruguaios conseguiram dar o troco. Após travar bons duelos com Felippe Pick, Anthony Rey garantiu a ponta e não a deixou mais. O adversário finalizou a prova na sequência. Nicole Manzke foi o terceiro colocado.

Felipe Deloss manteve o bom desempenho na 4 Tempos Nacional. Mesmo com uma briga apertada com Tjones Fritz, que se manteve na ponta a maior parte do tempo, o adversário conseguiu assumir a liderança e partiu direto para a vitória. Diovani Anselmi terminou com o terceiro lugar.


Matheus Basso

A categoria Intermediária foi vencida de ponta a ponta pelo uruguaio Maurício Alvarez. Mas a vida não foi fácil para ele, pois Fabrício Rosso e Vinícius Perazzo que disputavam a segunda colocação estavam em um ritmo muito forte e não deixaram o líder abrir muita vantagem, chegando bem próximos na bandeirada de chegada. No final Mauricio foi o primeiro, Fabrício Rosso o segundo e Vinícius Perazzo o terceiro.


Anthony Rey

A história da 4 Tempos Livre voltou a se repetir na categoria Nacional Força Livre. Só não foi idêntica, porque a prova foi disputada com chuva, mas nada que fosse suficiente para atrapalhar as disputas. Tijones Frietz e Felipe Deloss assumiram as duas primeiras colocações. Tjones fez o que pode, mas Felipe levou vantagem novamente e venceu a categoria. Diovane Anselmi terminou mais uma vez em terceiro.


Felipe Deloss

A última categoria a ser disputada foi a VX1 que se desenrolou debaixo de chuva. Entre os pilotos alinhados no gate estavam Rodrigo Volcan, considerando por muitos, imbatível no barro, os irmãos Matheus e Lucas Basso, hoje os principais nomes do Velocross no Rio Grande do Sul, o atual líder da categoria Maurício Alvarez. Na largada, Rodrigo Volcan mostrou que a pista embarrada é uma de suas especialidades, com uma grande largada e uma tocada firme e segura assumiu a liderança. Lucas assumiu a segunda colocação e foi para cima de Volcan, que fazia uma prova sem erros, até que na última volta passou por cima de uma parede e abriu espaço para Lucas comemorar a vitória. Volcan teve que se contentar com o segundo lugar. Maurício foi o terceiro colocado.


Maurício Alvarez

A terceira etapa do campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross 2011 acontecerá no dia 19 de junho, na cidade de Canguçu, na zona sul do Rio Grande do Sul. O campeonato tem o patrocínio de Rinaldi, Siverst e Mobil, e co-patrocínio de Impacto Motos, IMS Equipamentos e Bel Parts, e apoio de DG Rampas, Farover, Octano, SSul, Artemoto Troféus e Mecânica Zapanetti. A etapa de Jaguarão teve o apoio local da Prefeitura Municipal.


Lucas Basso






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet