X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

1ª etapa - Circuito Interestadual de Velocross - Serra Negra - SP
Publicado em: 16/02/2011

Categorias VX5 e Quadriciclos são novidades da competição
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Mateus Zig Bernardini
  

Largada VX3


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 488 Fotos!
O Circuito Interestadual de Velocross 2011 começou com força total. A primeira etapa foi disputada no último domingo (13) na belíssima Estância Turística de Serra Negra (SP), com cerca de 120 inscrições nas 13 categorias que compõe o campeonato. Duas delas foram novidade, a VX5 para pilotos acima de 50 anos e a dos Quadriciclos.
 
Outras mudanças também foram programadas para 2011. Nas categorias Importada e Nacional Estreante a Panini Sport, empresa promotora do evento adotou o critério de não aceitar inscrições dos dez primeiros colocados no campeonato 2010 nessas categorias, com o objetivo de privilegiar e incentivar pilotos realmente estreantes no esporte. Já a categoria 50cc não faz mais parte do campeonato. Agora, os pilotos que utilizam motos dessa cilindrada podem correr na categoria 65cc.
  

Alan Melo
 

Bruno Vilalva

A categoria Quadriciclos, muito disputada na região sul do país, mas ainda pouco conhecida no Estado de São Paulo deu seus primeiros passos e contou com quatro pilotos na disputa. A bateria foi um show à parte. Andrino Cremiatte saiu na frente com Alan Melo em seu encalço, na segunda volta Melo conseguiu a ultrapassagem e começou a abrir vantagem, vencendo a bateria. Andrino rodou em uma das curvas perdendo a posição para Caique Makimeta, que se manteve assim até o final. Leandro Marcinari, com problemas mecânicos em seu quadriciclo desde os treinos chegou a largar, mas abandonou logo em seguida, ficando com o quarto lugar no pódio.
Como tem acontecido nas últimas provas regionais de velocross, Bruno Vilalva venceu a bateria da Importada Estreante com uma enorme vantagem sobre os demais concorrentes. Até o meio da prova, João Geremias se manteve no segundo posto, mas uma queda tirou-lhe a posição. Rodolfo Breda assumiu o posto, mas a poucas voltas do final também foi ao chão e abandonou a disputa. William Martins, o Bizu, que largou nas posições intermediárias, fez uma bela corrida de recuperação e comemorou muito a segunda colocação. ‘Baiano’ de Serra Negra (SP) completou o pódio na terceira posição, seguido de Bruno Rachid e Júlio Custódio, que fez o holeshot e aprimorou muito sua pilotagem.
  

Murilo Fadel
  

Larissa Daló

Gustavo Zuanazzi e Murilo Fadel travaram uma bela batalha pela liderança da categoria Nacional Estreante. Gustavo, que é piloto local largou na ponta e recebeu muito apoio do grande público presente. Fadel que largou em segundo assumiu a liderança ao final da primeira volta, mas pouco tempo depois, Gustavo recuperou a posição. Os dois se alternaram à frente quase toda a disputa. Fadel se saiu melhor e garantiu a vitória pouco mais de dois segundos à frente de Gustavo. O garoto de Jarinú, Lucas Musselli foi o terceiro colocado com Bruno Panaim em quarto e Lucas Moraes em quinto.
Como sempre, as meninas da categoria Penelópe abrilhantaram o evento, não só pelo charme característico da categoria, mas pelas belas disputas travadas na pista. Marina Del Poente disparou na frente na largada seguida de Juliana Alcici e Maristela Zago, que sofreu uma queda logo no início da prova, abandonando a briga pela vitória.

Enquanto Marina e Juliana seguiam na frente, Larissa Daló que havia sofrido uma queda na largada se recuperou até alcançar as ponteiras, ultrapassando Juliana e partindo para cima da líder. A partir daí, a disputa pela liderança foi emocionante. Larissa tentava a ultrapassagem em todas as curvas e Marina se defendia bem até alcançar as retardatárias, quando Larissa se aproveitou e conseguiu superar a líder. Pouco depois, Marina deu o troco reassumindo a liderança. Porém, na última volta, Larissa conseguiu retomar a ponta e faturou a bateria com pouco mais de um segundo de vantagem sobre Marina. Juliana fechou na terceira colocação, com Marina Caleffi em quarto e Maristela Zago na quinta colocação.
  

Mateus Furlan
 

André Guidetti

A categoria 65cc correu junto com as Penélopes, e mesmo com apenas dois pilotos a disputa foi bonita. O piloto local André Guidetti saiu na frente. Ao meio da bateria, Bruninho Brunieri encostou no líder e a partir daí os dois ‘pilotinhos’ fizeram uma corrida de gente grande. Andaram lado a lado e dividiram curvas. Bruninho conseguiu a ultrapassagem e seguia na frente, mas uma pequena queda devolveu a André a liderança, dando ao piloto local sua primeira vitória no Velocross. Bruninho retornou a prova ficando com o segundo lugar.

Julio Chehouan e Lucas Musselli protagonizaram um dos momentos mais adversos do dia. Julio saiu na frente da categoria 85cc com Lucas e Mateus Furlan logo atrás. Os dois ponteiros abriram uma pequena vantagem sobre o terceiro colocado e travaram uma disputa particular pela liderança. Em uma bobeada de Julio ao ultrapassar um retardatário, Lucas deu o bote e assumiu a ponta.

Poucas voltas depois, em uma tentativa de Julio de reassumir a ponta os dois pilotos se chocaram e sofreram uma forte queda, que felizmente, não teve graves conseqüências para os dois, que foram prontamente atendidos pela equipe de resgate especializada presente no local. Mateus Furlan, que vinha no terceiro posto, assumiu a liderança e venceu a bateria. Julio retornou à prova terminando na segunda colocação. Vinicius Marcon, Willian Bongiorno e Gustavo Yudi completaram os cinco primeiros colocados.
  

Pedro Beagim
  

Luizinho Silva

Pedro Beagim assumiu a ponta na largada da categoria VX 3 e apesar de ter vencido de ponta a ponta, teve durante toda a prova a companhia de Evandro Contesini, que andou em um ritmo muito parecido com o do líder e terminou nasegunda colocação. Daniel Vergueiro vinha pelo terceiro posto, mas foi superado por Beto Vilalva, que seguiu assim até a quadriculada. Na briga entre os conterrâneos de Socorro (SP), Joel ‘Colega’ se saiu melhor que Fabinho Silva, garantindo a última vaga no pódio.

Apesar de ter sido bastante pressionado por seu companheiro de equipe Jean Rodrigues, o piloto amparense Luizinho Silva manteve a concentração e venceu de ponta a ponta a categoria 230 F.

Edson Refundini vinha pela terceira colocação com Auro Guadaguini logo atrás, no entanto, ao final da bateria, Auro conseguiu a ultrapassagem deixando Refundini com o quarto lugar. Para completar os cinco mais rápidos na categoria chegou Fabrício Caleffi, de Conchal (SP).
  

Joel "Colega"
  

Márcio Caetano

Beto Vilalva saiu na frente na categoria VX 4 e já tinha uma boa vantagem sobre os demais quando, pouco antes da metade da bateria teve o pneu traseiro de sua moto furado e abandonou a prova. Joel ‘Colega’, que ocupava a segunda posição, assumiu a ponta seguindo tranqüilo até a quadriculada. Pelo segundo posto brigavam Edson Cascata, Vicente Nunes e José Luiz Marcon. Vicente e Cascata sofreram pequenas quedas, mas retornaram à prova completando respectivamente na terceira e quarta colocação. Marcon com uma tocada impecável foi o segundo colocado. Para garantir seu segundo pódio do dia chegou Julio Custódio na quinta posição. 

Outra novidade no campeonato foi a categoria VX 5, para pilotos veteranos acima dos cinqüenta anos de idade. Quem faturou na estréia foi Márcio Caetano de Artur Nogueira(SP), com Edson Mattos, o ‘Véio’ completando na segunda colocação.

Poucas motos largaram na VX 2, fato este que não tirou o brilho da vitória do piloto de Jarinú (SP) Gustavo Beazin, que com uma tocada agressiva e muito bonita levou de ponta a ponta a bateria. Márcio Tadeu Caetano, Edmar ‘Sagui’ e Júlio Chehouan disputaram o segundo posto. Sagui se saiu melhor ao ultrapassar Márcio garantindo a posição. O adversário completou na terceira posição com Júlio em quarto e Bruno Rachid em quinto.
  

Gustavo Beazin
  

Edson Refundini

A categoria Nacional proporcionou aos expectadores muita emoção, com brigas intensas por todas as colocações. Edson Refundini saiu na frente com Luizinho Silva, Renan ‘Banana’ Mative, Jean Rodrigues, Auro Guadaguini e Fabricio Caleffi, todos em seu encalço e candidatos a vitória. Na segunda volta, Luizinho assumiu a ponta, marcou a melhor volta da bateria e parecia estar com a vitória nas mãos, mas, poucas voltas depois, devido à falta de resistência física, perdeu rendimento e foi superado por Refundini e Banana, que abriram vantagem e completaram respectivamente na primeira e segunda colocação. O garoto Jean Rodrigues fechou na terceira posição com Auro em quarto e Caleffi em quinto.

Gate lotado na última bateria do dia e quem saiu na frente na VX 1 foi Pedro Beagim com Daniel Vergueiro logo na sequência. Os dois seguiram numa tocada parecida e logo se dispersaram dos demais. O veterano José Luiz Marcon vinha pelo terceiro posto puxando o segundo pelotão. Logo atrás dele, Sagui e Evandro Contesini tentavam por todos os lados conseguir a ultrapassagem. Contesini em uma bela manobra conseguiu superar os dois pilotos garantindo a terceira posição. Ao final da bateria, Marcon por conta do forte calor desistiu da briga completando na sexta posição. Sagui e Ique Mattos garantiram a quarta e quinta colocações. Enquanto isso, lá na frente seguiam Pedro Beagim e Daniel Vergueiro ainda disputavam. Beagim disse ter sentido algo diferente em sua moto e em uma pequena aliviada que deu na última volta, quando foi superado por Vergueiro, que comemorou muito ao receber a quadriculada.
  

Daniel Vergueiro

O Recinto Casco de Ouro, local escolhido para a fase de abertura é privilegiado e conta com uma bela pista, ampla área coberta para boxes e sanitários. Para resgatar pilotos que se afastaram do esporte, bem como trazer novos adeptos, a Panini Sport promete primar pela organização, disciplina e segurança em suas corridas, para isso contará em todas etapas com ambulâncias e U.T.I. móvel.
  

A segunda etapa do campeonato será realizada na cidade de Pedreira (SP) no dia 13 de março de 2011. Em breve será divulgada a data para o congresso técnico para apresentação e discussão sobre a modalidade velocross. O congresso coordenado por Luis Francisco Panini será gratuito e aberto a todos os interessados direta e indiretamente no esporte.

A Panini Sport agradece o grande apoio dado pela Prefeitura Municipal da Estância Hidromineral de Serra Negra através das secretarias de esporte, obras, saúde e turismo, em especial ao Prefeito ‘Bimbo’, e aos patrocinadores: Miami Moto, Miami Náutica, 5inco Adesivos para motos, Duda Preparações e MR Pró, aos co-patrocinadores: HCM Tendas, Ribico do Brasil, Conti Eventos e Moto Brisa concessionária Honda de Amparo e região.

A divulgação do campeonato é feita pelo site MotoX, Revistas Race X e Pró Moto e também pelo jornal Race X.

Resultados

Pos 65cc Diferença Melhor Volta Pontos
36 André Guidetti 10,29,270 59,580 25
33 Bruno Brunieri 17,430 58,460 21
Pos 85cc Diferença Melhor Volta Pontos
7 Matheus Furlan 10,54,550 51,690 25
13 Julio Chiochuan 43,040 49,930 21
118 Vinicius Marcon 1 Lap 55,120 16
151 Willian Bongiorno 9,570 55,760 13
930 Gustavo Diniz 10,350 55,150 11
238 Guilherme Recanelli 2 Laps 1,00,470 9
22 Lucas Museli 3 Laps 50,020 7
Pos 230 F Diferença Melhor Volta Pontos
4 Luizinho Silva 13,070,350 49,250 25
841 Jean Rodrigues 6,510 49,890 21
150 Auro Guadaguini 10,350 50,480 16
11 Gui Refundini 14,640 50,570 13
2 Fabricio Caleffi 15,110 49,890 11
18 Juliano Tavella 48,010 53,130 9
19 Ique Mattos 1 Lap 52,320 7
17 Bruno Panain 0,970 53,110 5
26 Lucas Moraes 1,320 53,440 3
10° 43 Isaias Biazoto 4,550 53,040 1
Pos Importada Estreante Diferença Melhor Volta Pontos
352 Bruno Vilalva 10,47,040 52,050 25
88 Bizu 49,840 54,030 21
765 Baiano 1 Lap 56,750 16
264 Bruno Rachid 15,840 58,810 13
28 Julio Custodio 18,360 59,010 11
25 Rodolfo Breda 21,520 54,720 9
94 Heitor Vilanova 36,370 1,00,310 7
5 Marcelo Eliseu 2 Laps 1,04,190 5
17 Alex Barbosa 24,950 58,780 3
10° 78 Daniel Antunes 40,470 53,970 1
Pos Nacional Diferença Melhor Volta Pontos
11 Gui Refundini 13,56,920 49,480 25
804 Renan Mative 1,380 49,460 21
841 Jean Rodrigues 1,890 49,560 16
150 Auro Guadaguini 8,630 50,060 13
  Fabricio Caleffi 14,150 49,100 11
17 Bruno Panain 48,020 52,000 9
188 Leandro Panain 1 Lap 53,620 7
4 Luizinho Silva 2 Laps 48,960 5
7 Anderson Rodrigues 3 Laps 55,630 3
10° 233 Gilmar Oliveira 4 Laps 57,560 1
Pos Nacional Estreante Diferença Melhor Volta Pontos
5 Murilo Fadel 11,47,920 55,460 25
804 Gustavo Zuanazzi 2,430 55,120 21
22 Lucas Museli 7,630 56,060 16
17 Bruno Panain 13,350 54,880 13
26 Lucas Moraes 22,090 55,050 11
43 Luiz Henrique 23,040 56,810 9
1 Felipe Caleffi 35,190 58,830 7
188 Leandro Panain 46,880 57,320 5
1 Fernando Fadel 49,780 59,290 3
10° 11 Mistura 1 Lap 1.00,060 1
Pos Penélope Diferença Melhor Volta Pontos
21 Larissa Laira 10,29,270 56,080 25
95 Marina Del Poente 1,880 56,560 21
865 Juliana Alcici 16,420 1,00,180 16
11 Marina Caleffi 1 Lap 1,05,370 13
3 Maristela Zago 3 Laps 1,05,490 11
4 Mirian Godoy 4 Laps 1,25,420 9
3 Karine Dias 10 Laps 1,25,330 7
Pos Quadriciclos Diferença Melhor Volta Pontos
27 Alan Caique Melo 10,37,620 59,980 25
  Caique Makimeta 17,090 1,02,180 21
  Andrino Cremiatte 1 Lap 1,07,540 16
  Leandro Marcinari 8 Laps 1,10,010 13
Pos VX - 1 Diferença Melhor Volta Pontos
275 Daniel Vergueiro 13,58,440 46,330 25
738 Pedro Beagin 1,750 46,440 21
422 Evandro Contecini 36,750 48,770 16
29 Sagui 43,110 49,220 13
19 Ique Mattos 45,240 49,120 11
118 José L. Marcon 1 Lap 48,440 9
13 Julio Chiochuan 13,090 49,210 7
4 Fabinho Socorro 15,010 47,710 5
8 Cascata 20,290 49,760 3
10° 991 Joel Colega 25,640 48,450 1
Pos VX - 2 Diferença Melhor Volta Pontos
377 Gustavo Beasin 13,29,160 47,410 25
29 Sagui 14,310 48,730 21
26 Marcio T. Caetano 20,020 49,150 16
13 Julio Chiochuan 25,140 48,110 13
264 Bruno Rachid 1 Lap 51,510 11
Pos VX - 3 Diferença Melhor Volta Pontos
738 Pedro Beagin 12,50,050 47,330 25
422 Evandro Contecini 1,890 48,260 21
352 Beto Vilalva 3,160 47,930 16
275 Daniel Vergueiro 20,380 47,840 13
991 Joel Colega 22,900 49,010 11
4 Fabinho Socorro 34,220 50,230 9
700 Andrea Ciacco 1 Lap 51,370 7
19 Ique Mattos 1,030 51,270 5
118 José L. Marcon 3,810 52,110 3
10° 45 Vicenti Nunes 7,980 50,520 1
Pos VX - 4 Diferença Melhor Volta Pontos
991 Joel Colega 13,11,650 47,980 25
118 José L.Marcon 14,890 50,860 21
45 Vicenti Nunes 20,160 49,620 16
8 Cascata 1 Lap 50,130 13
28 Julio Custodio 23,060 53,850 11
29 Cesar Del Poente 34,070 54,080 9
17 Luciano Camacho 36,770 54,160 7
5 Marcelo Eliseu 2 Laps 56,240 5
352 Beto Vilalva 10 Laps 47,550 3
Pos VX - 5 Diferença Melhor Volta Pontos
26 Marcio Caetano 13,11,650 58,710 25
13 Edson Mattos 5 Laps 1,17,480 21






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet