X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

2ª etapa - Copa Fazenda Aurora de Veloterra - Caçapava - SP
Publicado em: 30/11/2010

Forte calor marcou segunda rodada da competição
Redação MotoX.com.br - Texto: Ronaldo Sampaio - Fotos: Carol Sarto


Largada Nacional até 250cc


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 581 Fotos!
A segunda das três etapas da Copa Fazenda Aurora de Veloterra aconteceu nos dias 20 e 21 de novembro, em Caçapava, SP. O domingo de calor escaldante castigou os participantes das onze baterias que largaram durante o dia, em seis delas os vencedores da etapa de abertura mantiveram 100% de aproveitamento: Tiago Azevedo na 65cc, Ranieri Pereira na Nacional 230, Leandro da Silva na Nacional 250 e Nacional Open, Marcelo de Lima na Motos 2 Tempos, e Ricardo “Kaphê” Sebbê na VX40. Ramon Sacilotti compareceu ao evento e foi um dos destaques dominando as duas principais categorias, VX2 e VX Open. 


Ramon Sacilotti


Leandro da Silva
Na VX2 Ramon se livrou do tráfego nas primeiras voltas assumindo a ponta nos primeiros cinco minutos, depois de ultrapassar Júlio César Alves. Éder Gonçalves, vencedor da etapa anterior, repetiu a excelente performance ampliando sua pontuação com um segundo lugar. Ele assumiu o posto depois de perseguir Júlio poe quase toda a prova. Ranieri Pereira fez parte do pelotão da ponta e ficou com a terceira colocação, também a frente de Julio. Rafael Batista completou os cinco primeiros colocados.

Ramon voltou a vencer na VX Open, desta vez assumindo a liderança logo depois da largada. Rafael Batista terminou a prova na segunda posição, mesmo resultado da primeira etapa, e com isso assumiu a liderança na tabela. Alcides Beazim chegou a ocupar a vice-liderança na metade da bateria, mas teve problemas e terminou a prova apenas na quinta colocação. Claudinei Roma Junior fez uma bela prova de recuperação, depois de fechar a primeira volta na décima colocação ele recuperou terreno, recebendo a bandeirada em terceiro. Marcelo de Lima esteve entre os primeiros desde a largada, ficando com a quarta colocação. 


Ricardo Kaphê


Marcelo de Lima
Leandro da Silva mais uma vez dominou as provas da Nacional até 250cc e Nacional Open, as duas vencidas de ponta a ponta. Com isso ele vai para a etapa final como franco favorito nas duas categorias. Ranieri Pereira foi o único piloto a terminar a Nacional Open na mesma volta de Leandro, João Cesar, Adriano Faria e Sebastião Santos foram terceiro, quarto e quinto colocados respectivamente. Na Nacional até 250cc as posições não sofreram alterações no decorrer da prova, Felipe Maia, Marco Palodeto, Leandro Pannain e Anderson da Silva, nessa ordem, fizeram companhia a Leandro no pódio.

Na VX4 várias trocas de posições aconteceram ao longo da bateria e o pódio só foi definido nos minutos finais. Ricardo Kaphê com mais uma vitória dispara na liderança da classificação e com oito pontos de vantagem vai para a etapa final com boa sobra para a conquista de mais um título na carreira. Marcio Costa melhorou o desempenho e dessa vez chegou a frente de Alfredo Marson depois de muita disputa. Rinaldo Raimundo foi o quarto colocado e José Luis Prado o quinto colocado. Juntamente com a VX4 largaram os pilotos da Motos 2 Tempos, onde o vencedor foi Marcelo de Lima depois de receber a bandeirada na quinta posição no resultado geral. 


Ricardo Silveira


Joarez de Souza
Ricardo Silveira dominou de ponta a ponta a VX3 e assumiu a liderança na tabela. Rafael Arruda, vencedor da primeira etapa recebeu bandeira preta quando ocupava a terceira colocação, Bruno Pessanha aproveitou a deixa e superou Gerson de Oliveira, ficando assim com a segunda colocação. Edinaldo Pereira veio lá de trás para conquistar uma boa quarta colocação, garantida apenas na penúltima volta com a ultrapassagem sobre Alessandro Viana, que teve que se contentar com a quinta colocação.

Na 230F Joarez de Souza, Hebert Pereira, Edinaldo Pereira e Wellington Rodrigues mantiveram as quatro primeiras posições inalteradas do início ao fim. Sebastião Santos não largou bem, porém rapidamente alcançou a quinta colocação, onde recebeu a bandeirada quadriculada. Na briga pelo campeonato Joarez e Hebert estão empatados, indicando que a briga na etapa final promete fortes emoções. 


Ranieri Pereira


Tiago Azevedo
Na Nacional até 230, Ranieri Pereira, depois de uma primeira metade de bateria irregular, superou os adversários para conquistar a segunda vitória na categoria, indo para a terceira etapa com uma boa vantagem sobre Joares Sousa. Terceiro colocado nessa etapa, Joares correu sempre atrás de Hebert Pereira, que ficou com a segunda colocação. Wellington Rodrigues terminou a prova na quarta colocação e Sebastião Santos em quinto.

Falando das categorias mirins, na 65cc Tiago Azevedo segue firme rumo ao título com duas vitórias, dessa vez ele liderou a prova de ponta a ponta, faturando inclusive o troféu holeshot. Marcio Henrique, Vitor Cirresso, João Vitor Marins e Guilherme Thomaz Reis fizeram companhia a Tiago no pódio. Marcio, com dois segundos lugares é o piloto mais próximo de Tiago na classificação, na etapa final precisa vencer e torcer para que seu oponente chegue no máximo na terceira posição para ser campeão. 


Gabriel Thomas


Vitória Cristina
Márcio Henrique esteve na pista também para a prova da 85cc, ele largou bem e liderou as primeiras voltas, depois foi ultrapassado por Gabriel Thomas que liderou o restante da bateria ficando com a vitória. Lucas de Oliveira, com a terceira posição, foi o único piloto a terminar a prova na mesma volta dos ponteiros. Henrique Moreira e João Pedro Neves completaram os cinco primeiros. Mesmo terminando na terceira colocação Lucas ainda mantém a liderança na classificação geral. Vitória Cristina correu nessa prova, foi a sexta colocada e única participante da categoria Feminina.

Na 50cc, Diogo Nascimento mostrou que está afiado nas largadas e papou mais um holeshot, logo depois João Pedro de Freitas fez a ultrapassagem para liderar até o fim da prova. Diogo chegou a frente de Guilherme Thomas Reis, líder da classificação, e encostou na tabela, indo para a etapa final a apenas um ponto do adversário. Rafael Biffilins foi o quarto colocado. 


João Pedro Freitas

A competição tem a grande final programada para os dias 18 e 19 de dezembro, no mesmo local das duas primeiras etapas.

A Copa Fazenda Aurora de Veloterra tem o patrocínio da IMS, Red Dragon, o co-patrocínio de Speed Up, General Motos e América Sports, o apoio de Dablio Alta Performance, MRP Racing, Stocovich Design, MR Pro Knee Brace, Circuit, o apoio regional da Cofema, Global Center, Restaurante Terracinho, Malloy Jeans, Shyru’s Jeans, Arcadas Hotel, Baby Bife, Cassio Motos, Sacolão Pag Menos e Prefeitura Municipal de Caçapava.






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet