X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

1º Veloterra Noturno de Socorro - SP
Publicado em: 14/09/2010

Prestigiada pelos pilotos, 1ª edição do evento foi um sucesso
Redação MotoX.com.br - Texto e Fotos: Mateus Zig Bernardini 


Largada VX3


Luiz Mazzochi
A cidade paulista de Socorro promoveu seu 1º Veloterra Noturno, organizado pela equipe Asfaltozero o evento aconteceu simultaneamente com o Socorro Off Road 2010, no sábado, 11 de setembro . A prova foi um sucesso, com praticamente todas as categorias largando com o gate cheio, inclusive a classe Extra, criada de última hora para atender aos pilotos que não conseguiram inscrição nas demais categorias. Devido ao sucesso do evento, a equipe Asfaltozero juntamente com empresários da cidade que apoiaram a realização deste evento, já pensam em uma segunda edição. 

A estrutura do local, que fica no centro da cidade é muito boa, com a pista construída em uma arena cercada de arquibancadas fixas de concreto. Boxes asfaltados, banheiros e uma boa praça de alimentação também agradaram tanto os participantes, como familiares e público. Depois das sessões de treinos, que começaram às 15:00 horas, por volta das 19:00 horas foi dada a primeira largada. 


Diego Parmira


Nicolas Picolli
João Paulo Oliveira saiu na frente e liderou até a quarta volta a Importada Estreante, quando foi superado por André Rodrigues e Luiz Mazzochi. Os dois novos lideres começaram uma bela briga pela vitória, revezando o posto várias vezes. 

Restando poucas voltas para o final, em uma disputa de curva, André saiu da pista, retornou de maneira perigosa e acabou desclassificado pela direção de prova. Com isto, Mazzochi seguiu tranquilo até a quadriculada, seguido por Diogo Biazeto em segundo e Juraci em terceiro.

Na Nacional Pró, outra disputa emocionante levantou o público. Diego Parmira saiu na frente, seguido por Denis "Cabelinho" e Edsinho Refundini. O líder sustentou a posição até a sétima volta, quando Cabelinho assumiu a ponta, mas quatro voltas mais tarde, Diego reassumiu a liderança, desta vez para mantê-la até o final. Edsinho chegou a ultrapassar Denis e ocupar o segundo posto, mas levou o troco terminando em terceiro. 


Joel Colega


Júlio Chehouan
Pedro Buzatto largou na ponta da 50cc / 65cc, mas na segunda passagem Nicolas Picolli já era o líder. O garoto de Piracicaba (SP), imprimiu um bom ritmo, não cometeu erros e venceu a bateria, com Pedro na segunda colocação. Nicolas Godoy foi o terceiro com Caio Caporalli em quarto, Quatazinho foi o quinto e o pequenino Vitor Andrade, de apenas 5 anos de idade, foi o sexto.

Na prova seguinte, novamente o holeshot foi de João Paulo Oliveira, desta vez na VX3, mas ao final da primeira volta Joel "Colega" já o havia superado. Correndo em casa, Joel se aproveitou das brigas pelas demais posições para abrir uma boa vantagem e vencer tranquilo. Daniel Vergueiro, que vinha em segundo lugar tentando a aproximação do líder, sofreu uma queda no final da bateria e completou na quarta colocação, atrás de Thiago Bueno e Juliano Tavela.

Outro piloto da casa andou muito forte, Júlio Chehouan liderou a 85cc / 150cc de ponta a ponta, enquanto seu conterrâneo Tavinho Caradori, foi o segundo colocado. Nelson Mateus foi o terceiro e, fazendo bonito no meio dos garotos, Ana Lúcia Carneiro chegou na quarta posição. 


Ana Lúcia Carneiro


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 437 Fotos!
Ana Lúcia não teve descanso e alinhou em seguida para a categoria Penélope, a garota largou na frente, acelerou forte sua "oitentinha" e venceu tranquila a bateria feminina. Pela segunda colocação chegou Larissa Daló, com Juliana Alcici em terceiro, Fernanda Mantovani em quarto e Fernanda Cavalheiro em quinto.

Nas provas da categoria Nacional Estreante do Circuito das Águas Paulista e pelo interior de São Paulo, o piloto a ser batido vem sendo Willian Caporalli. O garoto quieto de Mogi Guaçu (SP), vem mostrando uma grande evolução no esporte, figurando sempre nas primeiras colocações. 

Em Socorro não foi diferente, William largou na frente e venceu de ponta a ponta. Pela segunda colocação, a briga era entre Ney Corsi, Gustavo "Formiga" e Gabriel Lenzi, mas ao final da bateria, Formiga e Ney se enroscaram, deixando mais fácil para Gabriel cruzar na segunda colocação. Formiga retornou ainda em terceiro, seguido por Ronaldo "Coco" e Mario Pares. 


Willian Caporalli


Pedro Beagim
Há maneira melhor de se estrear uma moto nova senão com uma vitória? Foi assim com Pedro Beagim na categoria Importada Pró, estreando sua nova Yamaha 450cc. Beagim saiu na frente e venceu a bateria sem ser ameaçado, enquanto Fabinho Silva, correndo em casa, segurou a pressão de Diego Parmira, Clayton Grassi e Júlio Chehouan, pelo segundo posto até o meio da bateria, quando foi ultrapassado. Diego escapou em uma curva e saiu da pista, perdendo várias posições e completando a prova na quinta colocação. Clayton foi o segundo, Júlio o terceiro e Fabinho o quarto colocado.

Ricardo Osny saiu na frente e liderou metade da bateria na categoria Extra, mas quem venceu sua segunda prova da noite foi o piloto de Bragança Paulista, Luiz Mazzochi. Mostrando muita velocidade após assumir a liderança, Luiz abriu uma boa vantagem dos demais e seguiu sem problemas até a bandeirada final. Mateus Lima foi o segundo colocado, Ricardo Osny o terceiro, Diogo Biazeto o quarto e Daniel Vergueiro o quinto. 


Com o sucesso do evento, organizadores já pensam na 2ª edição da prova noturna


Largada Nacional Estreante
O final da noite não poderia ter sido melhor, Pedro Beagim largou novamente na ponta e venceu a Força Livre, mas o maior show da noite foi a disputa pela segunda colocação. Diego Parmira ocupava o posto, quando na segunda metade da bateria sofreu uma queda caindo para a sétima posição. Neste momento, seis pilotos passaram a disputar a segunda colocação: Clayton Grassi, Fabinho Silva, Joel Colega, Júlio Chehouan, Evandro Contecini e Diego Parmira. 

As trocas de posições eram constantes levando o público ao delírio. O "moleque" da KTM 399, Diego Parmira, estava encapetado e começou a virar em um ritmo alucinante, ganhando posições volta a volta, até reassumir o segundo posto, seguido por Clayton Grassi em terceiro. Fazendo bonito no meio dos marmanjos, o garoto Júlio Chehouan, andando de CRF 150cc, foi o quarto e o veterano Joel Colega o quinto colocado.

"Agradeço a todos que participaram e principalmente ao apoio do piloto de Socorro, Fábio Silva, do piloto Júlio Chehouan e de sua mãe Paula, pois sem eles a prova não teria acontecido da maneira brilhante como aconteceu", declarou Sandro Cardoso, diretor de provas da equipe Asfaltozero.

Resultados

Importada Estreante

1 47 Luiz Mazzochi
2 13 Diogo Biasetto
3 51 Juraci
4 123 Thiago Bueno
5 4 João Paulo Oliveira 

Nacional Pró
1 399 Diego Parmira
2 1 Denis Schiavetti
3 11 Edson Refundini
4 28 Cokinho
5 11 Gabriel Lenzi

50/65cc
1 99 Nicolas Picolli
2 58 Pedro Buzato
3 49 Quatazinho
4 9 Caio Caporali
5 7 Nicolas Godoi 

VX3
1 991 Joel Colega
2 123 Thiago Bueno
3 18 Juliano Tavella
4 275 Daniel Vergueiro
5 49 Quatá

85/150cc
1 13 Julio Chehouan
2 13 Otávio Caradori
3 11 Nelson Mateus
4 11 Ana Lucia Carneiro
5 910 Kaue Andrade

Penélope
1 11 Ana Lucia Carneiro
2 21 Larissa Daló
3 865 Juliana Alcici
4 45 Fernanda Mantovani
5 23 Fernanda Cavalheiro

Nacional Estreante
1 29 Willian Caporalli
2 11 Gabriel Lenzi
3 711 Gustavo Formiga
4 88 Ronaldo Côco
5 xx Mario Pares

Importada Pró
1 738 Pedro Beagim
2 377 Clayton Grassi
3 13 Julio Chehouan
4 4 Fabio Silva
5 399 Diego Parmira

Extra
1 47 Luiz Mazzochi
2 5 Mateus Lima
3 9 Ricardo Osni
4 13 Diogo
5 275 Daniel Vergueiro

Importada Pró
1 738 Pedro Beagim
2 399 Diego Parmira
3 377 Clayton Grassi
4 13 Julio Chehouan
5 991 Joel Colega






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet