X Fechar
foto

X Fechar
foto
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais
Clique e saiba mais

Edgers Racing

KTM Sacramento

Toro Sports

SP Race Park

JPS Racing

MotoX Pneus

Clique e saiba mais

> Competição > Veloterra

3ª etapa - Asfaltozero de Veloterra - Franco da Rocha - SP
Publicado em: 16/06/2010

Gustavo Takahashi foi o destaque da prova que contou com mais de duzentos inscritos
Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Mateus Zig Bernardini 


Largada VX3


Plínio Martinez Jr.
Aconteceu neste final de semana, dias 12 e 13 de junho, na cidade de Franco da Rocha (SP), a 3ª etapa do Campeonato Asfaltozero de Veloterra 2010. Novamente a competição contou com a participação de mais de duzentos pilotos, mostrando cada vez mais a força do Veloterra e a grande determinação da equipe Asfaltozero na organização desta modalidade.

O jovem piloto Gustavo Takahashi, após competir no Arena Cross em Ribeirão Preto na noite anterior, chegou em Franco da Rocha, "quintal de sua casa" e venceu as principais categorias com uma tocada impecável, destacando-se em sua primeira participação em provas de Veloterra.

Após os treinos de sábado, pontualmente às 17:00 horas, foi dada a largada da categoria Taça Cidade nacional e importada. Quem saiu na frente entre as motos nacionais foi Alcides Beazin, que abriu vantagem e venceu a bateria. Márcio Luiz Pinheiro foi o segundo colocado, com Cláudio Pereira chegando em terceiro. Nas importadas, quem venceu foi Plínio Martinez Jr., na segunda colocação chegou Alessandro Fadini e, completando o pódio, Plínio Martinez (pai) comemorou ao lado do filho. 


Renato Hanser


Edson Cascata
No domingo a primeira bateria a largar foi a categoria VX3 e quem assumiu a ponta foi Alan Ferro. Ele e Renato Hanser iniciaram uma bela briga pela liderança, até que na quinta volta, o líder deixa o motor de sua “450” apagar perdendo a liderança para Hanser, que seguiu em frente e venceu a bateria. Um pouco atrás a disputa era entre Fernando Longin, Alessandro Patelli e Mauri Gerlach. Longin se deu melhor e terminou na segunda posição, Patelli foi o terceiro e Alan Ferro, que havia perdido varias posições, se recuperou e terminou na quarta colocação, com Mauri Gerlach em quinto.

Alejandro Gerlach largou na ponta da VX4 e segurou os ataques de Edson Cascata até a quinta volta quando sua moto apagou. Cascata conseguiu a ultrapassagem, assumiu a liderança e seguiu até a quadriculada. Alejandro chegou a perder mais uma posição para Juliano Tavella, mas se recuperou e fechou a bateria como segundo colocado. Juliano Tavella foi o terceiro, com Roberto Gimenez em quarto e Plínio Martinez completando o pódio. 


Babi Fernandes


Veja também: Galeria de Imagens da Prova com 509 Fotos!
Após os veteranos, todo o charme e simpatia das meninas da categoria Penélope. Babi Fernandes, como de costume, largou na ponta e seguiu até a quadriculada vencendo a prova com certa facilidade. Fernanda Cavalheiro partiu na segunda colocação, posto que manteve até o final. Pela terceira posição chegou Gláucia Boghossian, seguida por Fernanda Mantovani em quarto e Juliana Alcici em quinto. Marina Del Poente, Lidiane Beazin, Luciana Corsi e Aline Mattos terminaram respectivamente do sexto ao nono lugar.

João Pedro Raimundo, da categoria 50cc, atual líder do campeonato e que ultimamente vinha vencendo com certa facilidade suas baterias, não teve tanta tranquilidade nesta etapa. Seu companheiro de equipe, Bruno Brunieri, evoluiu bastante e pressionou muito João Pedro. Bruninho se enroscou com um retardatário e sofreu uma queda na metade da bateria, dando um pouco de sossego ao líder. Mas Bruninho se levantou e veio em uma corrida de recuperação surpreendente, até que na ultima volta encostou novamente em João e os dois cruzaram a linha de chegada praticamente juntos, com uma diferença de 74 milésimos de segundo a favor de João Pedro Raimundo. Diogo Moreira foi o terceiro, Victor Colla o quarto e Júlia Corsi terminou na quinta colocação. 


Alcides Beazin


João Pedro Raimundo
Diego Parmira assumiu a liderança logo na largada da VX2 e seguiu liderando até a metade da bateria, quando o motor de sua KTM não aguentou, tirando-o da prova. Com isto, Gustavo Takahashi que não havia largado muito bem, assumiu a ponta e vence com grande vantagem. Alejandro Gerlach ficou com a segunda posição, seguido de Nelson Moraes, Caio Dariolli e Betinho Eugênio, completando o pódio.

Alcides Beazin não teve dificuldades para vencer a categoria Nacional B. Denis Schiavetti, que poderia ameaçar Alcides, teve problemas nos treinos e correu com uma moto emprestada, não tendo o rendimento esperado ele terminou na segunda colocação. Tiago Augusto foi o terceiro, com Sérgio Góes na quarta colocação e Cássio Rodrigo finalizando em quinto.

A garotada da categoria 65cc acelerou forte em Franco da Rocha. Kelvin Guilherme assumiu a ponta na primeira curva e, sem ameaças, venceu a bateria. Matheus Furlan, que não havia largado muito bem, se recuperou e fechou na segunda posição. João Henrique foi o terceiro e Nicolas Picolli chegou na quarta colocação. Bruninho Brunieri, com uma “cinquentinha”, completou o pódio. 


Kelvin Guilherme


Diego Parmira
Líder do campeonato na Nacional A, Diego Parmira venceu sem maiores problemas mais uma bateria da categoria, mesmo sofrendo uma queda logo na primeira volta. Alan Ferro, com uma moto não tão bem preparada, não conseguiu acompanhar Diego e terminou com a segunda posição. Gabriel Lenzi mesmo sofrendo duas quedas, conseguiu finalizar em terceiro, com Isaías Biazotto na quarta colocação e Eduardo Silva em quinto.

Difícil era apostar em um vencedor para a categoria 85cc, pois lá estavam Guilherme Guarnieri, Wilgner Francisco, Plínio Martinez Jr., Luizinho Queiroz, Júlio Chehouan, Lucas Lima, entre outros. Guilherme largou bem e assumiu a ponta, mas Wilgner e Plínio estavam em seu encalço, até que na terceira volta, Wilgner conseguiu a ultrapassagem. Logo depois foi a vez de Plínio superar Guilherme. Um pouco atrás, a briga pela quarta posição ficou entre Lucas Lima, Queiroz e Chehouan. Júlio se deu melhor e ficou com a quarta colocação, com Queiroz fechando em quinto. Na frente, Wilgner abriu vantagem e venceu, Plínio foi o segundo e Guilherme o terceiro. 


Wilgner Francisco


Cláudio Pereira
A categoria Nacional Estreante teve como vencedor o piloto Cláudio Pereira, que largou na ponta e seguiu tranquilo até a bandeirada. Willian Caporalli foi o segundo colocado, seguido de Bruno Lopes e Ney Corsi que sofreram algumas quedas durante a prova, mas se recuperaram e terminaram em terceiro e quarto respectivamente. Rafael Simões completou o pódio em quinto lugar.

Gustavo Takahashi não quis saber de brincadeira, largou na ponta de VX1 e venceu com certa tranquilidade a bateria. Pela segunda posição, uma disputa alucinante entre Renato Hanser e Pedro Beagim levantou o público, os dois trocaram de posições várias vezes, definindo suas colocações apenas na bandeirada. Beagim se deu melhor e chegou pouco menos de 1 segundo à frente de Hanser. Diego Parmira foi o quarto e Caio Dariolli o quinto colocado.

Gate lotado na categoria Importada Estreante e novamente mais uma grande disputa na pista, desta vez entre Marcelo Moraes e Evandro Contesini, pela primeira colocação. Evandro pressionou Marcelo a bateria inteira e só na ultima volta conseguiu a ultrapassagem, vencendo a prova. Três meninas da categoria Penélope encararam os marmanjos e participaram da bateria: Babi Fernandes vinha pela terceira posição, sofreu uma queda, mas se recuperou e retomou o posto. Fernanda Cavalheiro foi a nona colocada e Juliana Alcici a décima sexta. Na quarta posição ficou Denis Cardoso e Fernando Spinassi foi o quinto colocado. 


Gustavo Takahashi


Evandro Contecini
Ultima bateria do dia, a categoria Força Livre era promessa de muita emoção na pista, o que se confirmou após a largada. Quem saiu na frente foi Pedro Beagim, seguido de Diego Parmira, que na terceira volta fundiu seu segundo motor do dia e abandonou a disputa. Após terem se enroscado na largada, Gustavo Takahashi e Renato Hanser se recuperaram e partiram para cima de Beagim, Gustavo o ultrapassou e na manobra, uma pedra acertou o dedo de Beagim. Com muita dor Beagim perdeu sua chance de continuar a briga pela primeira posição, mas conseguiu segurar os ataques de Hanser garantindo o segundo lugar na bateria. Alessandro Patelli foi o quarto colocado e Alcides Beazin o quinto. 

A prova de Franco da Rocha teve o apoio de Diego Hernandez e Rodrigo Hernandez, que fizeram com que esta etapa fosse considerada uma das melhores do campeonato. O deputado Federal, Sr. Roberto Santiago e o ex prefeito de Atibaia, Sr. Beto Tricoli, também colaboraram na realização e estiveram presentes durante todo o evento. A próxima etapa está agendada para os dias 24 e 25 de julho, o local será definido em breve. Mais informações sobre a competição estão disponíveis no site da Asfaltozero.

Confira os resultados completos no site Mylaps.






© 2000 - 2018 MotoX MX1 Internet